Quantcast
PplWare Mobile

Quer mudar a barra de tarefas no Windows 11? Esqueça, a Microsoft não acha importante

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Otioobvio2 says:

    mudar a barra para quê nunca fez sentido algum mudar a barra de sitio, oculta-la é sempre uma opção…

    • :-) says:

      Nunca fez sentido de acordo com a Microsoft. No entanto, há quem goste de a ter em cima (tipo Mac OS) ou num dos lados. Vais ver que vão acabar por alterar o comportamento da barra de tarefas daqui a umas atualizações. A razão para não permitirem o comportamento anterior, é devido à funcionalidade dos widgets (que a maioria das pessoas nem usa) e a “complexidade” de a manter user-friendly.

      • Otioobvio2 says:

        o mudar a barra já vem dos primórdios do Windows, no entanto, apenas uma pequena minoria é que gosta de ganhar manias de usar a barra noutro local só porque sim, quando 99% dos utilizadores a usa em baixo.

        logo, dificilmente a Microsoft irá voltar atrás nesta decisão, simplesmente mentalizem-se disso.

        • :-) says:

          Discordo plenamente, no Feedback Hub, o “issue” com mais votos é precisamente este. Garanto-te que vão voltar incluir esta funcionalidade brevemente. O Windows é que tem de se adaptar ao workflow dos utilizadores, não o contrário. Se a Microsoft ainda não aprendeu isto em não sei quantas décadas, é bom que o aprenda rapidamente.

          Também não entendo por que raio havias de concordar com esta decisão da Microsoft, visto que só limita as opções do utilizador, algo que devia de ser uma bandeira vermelha até para os utilizadores mais desatentos.

    • Vitor Tavares says:

      Não é realmente uma das configurações mais urgentes nem nada que atrapalhe a forma de trabalhar com o computador,mas…eu,pessoalmente,no “10” sempre utilizei a barra de tarefas na parte superior do ambiente de trabalho e oculta! No fundo apenas uma opção…ou “mania”!

    • Vitor Tavares says:

      Até compreendo que não seja uma configuração MUITO importante e que em nada “atrapalha” o trabalho no PC,mas…eu.pessoalmente,sempre utilizei a barra de tarefas na parte superior do ambiente de trabalho e “oculta”! E se essa opção regressar vou continuar…”manias”!

    • nuno a says:

      sempre utilizei a barra em cima e nunca em baixo, se os menus de todos os softwares estão em cima , por que raio tenho de deslocar o rato ate a parte de baixo quando necessito saltar entre softwares?? no teu caso por não ser necessário mas para muitos profissionais é uma opção básica que melhora muito a utilização do sistema

    • RM says:

      Ó tio Obvio, tens uma costela de Putin, como tu gostas em baixo já não pode haver mais opiniões..
      Pois eu digo-te, se 95% das opões estão nos 2/3 cm da parte de cima do ecrã não faz sentido nenhum a barra estar em baixo devia estar em cima como eu e milhares de pessoas usam.
      Os separadores de internet estão em cima, a barra de endereços esta em cima, a barra de favoritos esta em cima, os botões de interação com as janelas estão em cima, por que raio é que a barra de tarefas tem de estar em baixo? para perder tempo a deslocar o rato para cima e para baixo!..

  2. João says:

    Já que a Microsoft está TÃO apaixonada pelo Linux é pelo open source talvez um dia adopte o KDE Plasma…

  3. Tekman says:

    Ainda mais lamentável é o que aconteceu com o menu Iniciar.
    Quando mudo do meu PC com Windows 10 para o portátil com 11 e abro o menu Iniciar, é sempre uma desilusão e pergunto-me porquê retirar tantas opções: não há tiles dinâmicos com notícias ou a previsão do tempo como tenho no PC, não há forma de alterar o tamanho dos ícones, metade do menu está ocupado com recomendações que ninguém pediu… e não é possível aproveitar o espaço para ter mais ícones, não é possível redimensionar o menu, etc etc.
    Já no lançamento do Windows 8 tinham feito isto, lançar um produto muito inacabado, e voltam a repetir o erro.

    • Otioobvio2 says:

      sim de facto é mais importantes, como remodelar o menu iniciar, do que ter a barra de tarefas flexível só porque sim.

      Ao fim ao cabo a Microsoft nunca desilude, lança uma versão boa outra má, portanto, nada de novo até aqui.

  4. PTO says:

    A Microsoft tem razão.
    Isso tem a urgência e importância de uma viola num enterro.

  5. k says:

    Quer mudar a barra de tarefas no Windows 11? Instala o ExplorerPatcher e não penses mais no assunto. Aliás, isto já nem é assunto.

    https://github.com/valinet/ExplorerPatcher/releases

  6. Toze' says:

    Agora quando uso o Chrome num portátil com w10, vai sempre abaixo e reinicia. Mas no Edge corre tudo bem. E’ mais uma sabotagem da Microsoft.

  7. Diogo says:

    “A verdade é que a maioria quer esta possibilidade e a Microsoft insiste em não a criar para o Windows 11”
    A maioria de quê?

    • Tekman says:

      “Maioria” não será o termo correto, mas tal como está no texto: «esta é uma das mais pedidas e votadas opções para serem criadas», no Feedback Hub do Windows.

  8. Daniel Duro says:

    Microsoft deu cabo do menu iniciar desde que saiu o Windows 8 e cada vez o torna mais inútil a cada actualização.
    Para quem, como eu, detesta e sempre detestou este menu iniciar aconselho vivamente a aplicação StartAllBack. Altera totalmente o menu inicial e barra de tarefas para o do Win10 ou Win7.
    Aplicação é paga mas encontra-se facilmente noutros locais. 😉
    Existem outras grátis tipo OpenShell (antigo classic shell) mas este somente sobrepõe um menu por cima do ícone do Win11, funciona mas não fica lá muito bem.

  9. Vaskito says:

    Sim, deve ser muito complicado de reimplementar

    Especialmente quando apps desenvolveram opções para isso em questão de dias.
    MS anda cada vez mais sem noção

    StarAllBack para quem quiser ter muitas opções BÁSICAS de volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.