PplWare Mobile

Edge baseado no Chromium vai deixar de fora sistemas operativos de 32 bits


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Tiago Barros says:

    Quem e que um sistema 32bit em 2019? Ate o meu tlm tem 64bit ha mais de 5 anos

    • Abdul says:

      Amigo milhões de utilizadores, ainda usam sistema 32 bits

    • ElectroescadaS says:

      Tenho uma board com um P4 funcional a 32 Bits. Serve?

    • Douglas Ferreira says:

      A expectativa de um computador (PC) é de muitos anos. Por isso a necessidade de dar longo suporte ao hardware.

      Sinceramente, um notebook que era considerado top de linha há 8 ou 10 anos ainda é bem funcional hoje. E isso se deve ao fato de se poder usar softwares modernos nesse computador.

      Em oposição, temos a situação dos smartphones que, pela falta de atualizações de software, tornam-se aparelhos obsoletos. Tenho certeza de que se os smartphones tivessem suporte mais longo a atualizações (e as atualizações fossem desenvolvidas para rodar bem nesses aparelhos “ultrapassados”) poderíamos ter celulares que durassem 7 ou 8 anos.

      Na verdade, essa atitude da MS é uma faca de dois gumes: se continua dando suporte aos sistemas de 32 bits perde uma boa parcela de recursos que poderiam ser aplicados na evolução de novos sistemas/recursos; mas, por outro lado, corre risco de perder parcela significativa de usuários caso não dê suporte aos equipamentos de legado.

      Já no setor de servidores e infraestrutura é praticamente impossível abandonar a arquitetura 32 bits. Temos uma infinidade de serviços rodando em aparelhos com 10 anos ou mais. Lá a longevidade do hardware é ainda maior do que nos desktops e notebooks. Deixar de fora esses computadores seria perder espaço para o Linux.

    • ElectroescadaS says:

      Não precisas de ofender as pessoas só para levares a tua avante. Um pouco de respeito é bom e eu gosto. Modera a tua “coragem” porque num frente a frente engoles as palavras letra a letra…

      Bom resto de fim de semana…

      • Tiago Barros says:

        Um nerd toto cheio de borbulhas e careca como tu mete medo a alguem? Cresce e sai da cave puto, cheiras a leitinho virgem. Acaba logo com a tua raca otario

        • ElectroescadaS says:

          E és tu que me metes na ordem “cota”? Adorava ver isso…

          Já Mark Twain dizia…

          “Nunca discutas com um idiota. Ele arrasta-te até ao nível dele, e depois vence-te em experiência”

        • rui says:

          E que tal o pplware impedir que este tipo de comentários proliferem?

          • ElectroescadaS says:

            Sou da opinião que as respostas deviam ser todas moderadas antes de serem colocadas publicas (e até compreendo a trabalheira que isso acarreta). Mas não é a “enxovalhar” os participantes dum blogue que conseguem ser superiores (ou neste caso concreto ao demonstrarem complexos de inferioridade por parte de alguém que decidiu fazer-me frente). Todos temos direito à nossa opinião sem haver a necessidade de “evacuar” no penico errado.. :mrgreen:

    • Renato Nismo says:

      já vimos como o país anda, agora pensem os pcs em quase todas as funções públicas, ainda com processador de 32 bits de 10 ou 15 anos que funcionam na boa, como o pentium 4 e afins.. são mais que suficiente para rodar aplicações dos trabalhos e browsing..

      mentes iluminadas como o tiago barros investiam bilhões de 5 em 5 anos em todas as funções públicas neste país os dispositivos apple, só para ter suporte e andar actualizado.

      • ElectroescadaS says:

        Quando eu referi a esse “personagem” o P4 que tenho não referi que é apenas uma máquina para brincar porque o meu PC de casa é bastante melhor até porque gosto de jogar online e como tal e embora não tenha possibilidades monetárias para ter um PC XPTO, o meu PC de casa tem um Intel i3-6100 com 8GB de Ram. Não é um Ferrari mas corre sem problemas os programas e jogos que uso e jogo.

  2. Mário Jorge says:

    Olá! Bom dia!

    Tenho um processador de 64x, mas uso, há muitos anos um sistema operativo de 32x. E a razão é simples. As drivers e programas, são 32x.
    Até mudava para 64x. Mas teria de mudar tudo o resto.
    E como eu, muita gente!

  3. ElectroescadaS says:

    Tenho andado um bocado a leste mas não existe o Chromium para Windows?

  4. sakura says:

    Chromium não tem suporte oficial para 32b a mais de 1 ano ou 2…..
    Chromium é um “projecto”… em que disponibiliza SÓ o código fonte que “alguem” recompila para os vários browsers, pacotes GnuLinux, ou mesmo exe para windows.
    a google acrescenta uns “PUB espias” e chama-lhe chrome.
    opera ++ vpn ++???
    vivaldi ++ vpn ++??
    Archlinux, Fedora Puro Chromium como vem de fabrica.
    MS Edge ???????
    !!! Download da Net !!! quem recompilou pode ter la posto o que quis….. !muito inseguro!!!

  5. sakura says:

    Chromium não tem suporte oficial para 32b a mais de 1 ano ou 2…..
    Chromium é um “projecto”… em que disponibiliza SÓ o código fonte que “alguém” recompila para os vários browsers, pacotes GnuLinux, ou mesmo exe para windows.
    a google acrescenta uns “PUB espias” e chama-lhe chrome.
    opera ++ vpn ++???
    vivaldi ++ vpn ++??
    Archlinux, Fedora Puro Chromium como vem de fabrica.
    MS Edge ???????
    !!! Download da Net !!! quem recompilou pode ter la posto o que quis….. !muito inseguro!!!

  6. Daniel says:

    32-bits tem que morrer assim como o 16-bits.
    64-bits é o padrão do mercado.
    Talvez um dia o 128-bits se torne o padrão.

    O Windows faz bem em acabar com 32-bits, mesmo várias distros Linux já não tem mais versões de 32-bits.
    É o futuro minha gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.