PplWare Mobile

Microsoft vai substituir o Edge por um novo browser baseado no Chromium


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

86 Respostas

  1. Reparo says:

    Próximo browser da Microsoft baseado no Chromium e… próximo sistema operativo para pcs da Microsoft baseado em Linux. Está para breve o anúncio, talvez até o façam antes de 2020.

    Não vale a pena fanatismos e sermos fanboys de marcas e produtos que nos cegam os olhos com areia atirada por marketing a nada mais, o Edge é um produto inferior ao da concorrência e o Windows 10 é um produto horrível. O namoro da Microsoft com o Linux encetado recentemente tem aqui a sua razão de ser.

    Linux domina em supercomputadores e IoT, domina em ambos os polos. Apenas no meio (em pcs) não domina porque nós consumidores estamos cegos pelo marketing das marcas. Não obstante a Microsoft vai em breve abandonar o sistema operativo deles, uma desgraça de cima a baixo e preso por arames de dentro a fora, para irem para algo bastante superior. E de código aberto. E gratuito. Disponível para todos.

    • William says:

      Duvido que isso ocorra, para muitos as tentativas da Microsoft em se “juntar” ao mundo open source e contribuir a ele é justamente o antigo: Adotar, estender e extinguir.
      Não vejo com bom olhos essa aproximação.
      E sobre o Windows usar Linux, fica esta tirinha pra refletir.
      imgur.com/Zb7uwUF

      • Pérolas says:

        A Microsoft, neste momento, já só tem 80% do mercados dos pcs em consequência de ter vindo, consistentemente, a baixar o número de utilizadores neste segmento. Portanto, num futuro próximo não é de admirar que surga um «winux», mesmo que seja a pagar… e vai ter mercado…

        • Rui says:

          “… já só tem 80% do mercados dos pcs…”
          lol, wtf…
          SÓ TEM 80%… porque será ?

          • Pérolas says:

            LOL, WTF… Para quem já teve 99% do mercado e continuadamente continua a descer, é certamente um indicador do que se está a passar, certo? A Microsoft e a Nokia também JÁ dominaram o mercado dos telemóveis e gozaram com a Google quando esta introduziu o android, que, neste momento está em 86% dos dispositivos… porque será?

      • Rita says:

        É engraçado o Windows, usa servidor Linux pq não confia no Servidor Windows pra fazer o trabalho.,

    • FugaparaVigo says:

      E depois caiste da cama e acordaste…

    • Bubu says:

      Isso não vai acontecer… e se acontecesse, a maioria do que eles fariam não ia estar disponível para todos.

    • José says:

      É dificil ler tanto disparate junto! O Edge é neste momento um dos melhores, senão mesmo o melhor! Não usar isso sim! Aliás duvido que 99% das pessoas saibam usar em pleno, qualquer outro! Há sim muito preconceito em relação à Microsoft, e você não disfarça nada! Nunca deve ter usado o W10 para falar assim! Acabei de o instalar num portátil com 10 anos, sim 10, de raíz e com ssd, o sistema está fluido e tão rápido que um actual. Tudo funciona impecavelmente. Procure nas outras ofertas tanta capacidade modelar e de adaptação? A Microsoft fará uma asneira enorme se abandonar o Edge. Olhe os “cromiuns” é que não entram nos meus computadotes ou afins, em nenhum, a única excepção ao Edge tem sido o Firefox, por que sincronisa tão bem como o Edge e por comodismo.

      • Pedro says:

        depois de finalizares os updates, falamos

      • cantor says:

        Acabaste de mostrar o tal preconceito (em relação aos “cromiuns” ) como disseste quer o outro leitor tinha em relação à microsoft… vai lá vai

        • José says:

          Por que irrita ver publicidade desse navegador por todo lado! Basta instalar um programa qualquer que lá temos que gramar o pedido de instalação- Francamente, se ao menos fosse bom, mas nem isso!

      • Pedro H. says:

        Caro José, já experimentou outros browsers? Já fez uma análise sem preconceitos de cada um? Ou seja, correu testes ACID para browsers para testar o suporte às tecnologias web que a maioria dos browsers decentes possuem? Ao que sei a Microsoft, sempre teve um ligeiro atraso em implementar certas tecnologias que cada vez mais se vão tornando padrão. Se a Microsoft decidiu desta forma é porque 95% de certeza encontraram um problema qualquer em implementá-las ( seja licenciamento de software ou até mesmo um problema grave no motor de renderização que necessita de uma re-escrita de raiz ) e estão a mudar para o Blink. Recordo que antigamente, o Chrome também era base WebKit ( Apple Safari ) e depois decidiram fazer outro motor com base no WebKit, simplesmente porque de certeza a Apple ou o responsável pelo motor negou certos melhoramentos e implementações ou não estava a introduzi-los rapidamente. Se Microsoft optar pelo Blink, o utilizador comum que usa o Edge nem vai notar a diferença, já que aquilo que importa é tão bem como o utilizador trabalha com o browser e como ele apresenta as páginas web, é só para quem as constrói.

        • José says:

          Ora se estou bem servido, quer me explicar por que razão tenho de andar para aqui a experimentar todos os outros? Como utilizador, não me interessa para nada esses dados. Só me interessa é que o software que uso, e que me serve para as necessidades que tenho. É claro que experimentei, por curiosidade, vários outros como o ópera, o crome (este até por que já me ocorreram instalações não desejadas), entre mais um ou outro, e várias versões do Firefox. Resultado acho o Edge francamente bom, e o resto é conversa. Quem quer usa, quer não quer que use outro é para isso que existe tanta oferta. Mas não me podem é andar aqui a convencer, como o outro acima, que fiquei com problemas por ter os computadores actualizados por ter W10 , ou por usar o Edge, há com cada um. Devem julgar que vivemos todos na cave dos pais e nunca vimos mundo. Se me leu bem, até uso o Edge sempre a par do Firefox, mais por hábito do que necessidade, por que o principal é mesmo o Edge. Além disso, quem parece estar com demasiados preconceitos são vocês! Que pois recusam liminarmente o uso ou quanto o Edge é bom (acho mais pela onda negativa do I. Explorer que outra coisa) como andam para aqui a “evangelizar” os outros. Meu caro, eu uso o Edge até no meu android, estava habituado no WM10 (que funcionava de excelentemente) e não tenho problema algum. Pode vir com a conversa dos “testes”! Quero lá saber, disso. O na minha experiência o que sei é que um revelou-se pesado e inseguro, consome imensos recursos, o Chrome, além que se tornou moda entre os putos e gente que pouco ou nada sabe de informática, e o outro está perfeitamente optimizado com o sistema, é leve e tem as funções que preciso. São uma série delas, sabem quais são? Duvido.

          • Alex says:

            Palmas para ti, concordo completamente contigo, é a moda, se um gajo se atreve a usar o Edge ha frente de amigos somos logo os esquisitos e devíamos usar o Chrome. Só se pode usar o Chrome o resto é lixo ( chromium ou não sem ser o chrome é lixo). Lá porque a MS passou problemas com uma direção que via o Windows 7 como o ultimo e que não se interessou em inovar em nada, deixou o I.E. atrasado como tudo, claro que o Chrome um jovem bateu um velho, isso é obvio. Mas o que as pessoas não percebem, é que com o Nadella as coisas são diferentes, são inovadoras, mas por causa de umas asneiras de uns gajos que estavam na MS tem esse preconceito. É como odiar o filho(edge) por causa do pai(i.e) . O Windows Mobile falhou por causa disso. o Edge nunca se assentou no mercado por causa disso. Infelizmente a maior parte da população mundial é uma burra que vai nas modinhas nem investiga e usa com uso total tudo o que tem ha disponibilidade, é as modinhas paciência…
            P.S.-Só não uso o Firefox, uso o Edge como principal e o Yandex como secundário.

    • Nuno José Almeida says:

      Infelizmente isso não vai acontecer. Eu ficava contente se fizessem o Office, que é de longe o melhor produto da M$ e melhor que qualquer outro “office”, para linux.

    • M.Manuelito says:

      @Reparo “Windows 10 é um produto horrível” Não acho mesmo que tenhas razão, se te referisses ao Windows ME, Vista ou 8 eu até teria tendência em concordar, ainda assim substituindo o adjetivo para outros menos violento, agora o Windows 10, não me parece, de todo, ser um mau SO!

    • Realista says:

      Não é marketing, não sejas tu também fanboy e um fanático anti-Microsoft!

      Isto porque eu já tentei mudar para Linux e nenhuma distro (Mint, Ubuntu (todos os sabores), Elementary, Deeping, etc) funciona correctamente com o meu portátil – aliás o meu portátil veio de fabrica com LINUX mas é com o Windows 10 que o mesmo corre bem… aliás corre tão bem que é um dual core e nem me queixo dele!

      Mas há distros – por exemplo a do Ubuntu Studio – que na primeira vez que se inicia o S.O. fico com o CPU com 100% de uso e nem janelas posso abrir!

      E já nem vou dizer da simplicidade de usar do Windows vs Linux ou até mesmo arranjar software para ele.

      E sim, tenho Linux numa outra máquina como servidor para o PLEX – UdPn, SSH e SMB, mas fora como servidor já que é onde se destaca.

    • CyberSec Я US says:

      Nem sei por onde começar… em parte não te posso culpar porque o autor do blog post baseou-se na trapalhada que outros escreveram e que gerou a incerteza geral.

      1 – O Browser EDGE não vai desaparecer! O que foi escrito um pouco por todo o lado foi a burrice pegada de alguém que não percebe nada do que se está a fazer. O Microsoft Edge para Android já usa o Engine Chromium. E possivelmente no Desktop poderá vir a usar de igual forma, mantendo na mesma o EdgeHTML.

      2 – O Edge é horrível. Não discuto gosto, mas pegando no tema de segurança, esperem pelos resultados da NSS Labs sobre segurança nos Browsers, e qual é o que apresenta melhor desempenho? I rest my case.

      3 – Windows replaced por Linux em Desktop… Next topic please.

      4 – MS LOVES Linux. True, mas uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Cloud Azure é Linux, Open Source no geral e soluções de outros fabricantes, não importa o que corre. No mundo do Datacenter Híbrido é uma mescla entre Windows Server/Linux/Management. No mundo do Workplace é Windows/Office/Dynamics/Identidade/Segurança e no que toca a mobilidade é iOS/Android com Office + Management e Segurança. Ok… muita informação reconheço, mas percebes que a tua visão é redutora para aquilo que está envolvido.

      5 – Linux domina em todos os eixos no IoT. Em market share é verdade, em segurança é uma anedota, sendo esse um problema numa escala absolutamente preocupante. Quando perceberes o que é Azure Sphere logo pensas melhor no IoT.

      PS: Publicado via EDGE

      • Respondendo apenas ao que me diz respeito, ou seja, o ponto 1.
        Que sentido faz a Microsoft manter o desenvolvimento de 2 browsers quando o quer é simplificar e ficar-se apenas nos “extras” que pode dar a um browser que terceiros desenvolvem e que tem as qualidades que se sabe ter?

        • Rui says:

          Para mim sempre Firefox.
          No inicio até gostei da Google, agora de preferência, muita distancia, só se não puder evitar.
          A Google está a acumular muito poder, e o poder corrompe.
          Não compreendo como a UE não cai em cima da Google por causa das violações de privacidade…

      • Alex says:

        Independemente do que que for verdade, CyberSec Я US, espero que tenhas razão, o Edge é neste momento dos melhores browsers que já vi, mas sim tem problemas. Problemas que seriam corrigidos caso as pessoas não tivessem a Google como hábito. Quando começam a aparecer extensões na loja, mesmo devagar, quando talvez o Edge comece a ganhar algumas vantagens e começa a ficar maturo, e um crescimento enorme no Mobile vão acabar com ele. Duvido, ainda lhe metem coisas novas por isso acho que é como dizes vão mexer-lhe nas entranhas e deixá-lo da mesma maneira que cá fora. Por muito que não goste da ideia é claramente a única coisa a fazer sem a Microsoft uma fazer asneira das grandes e acabar com ele.
        P.S- Edge

    • Filipe says:

      “Não vale a pena fanatismos e sermos fanboys de marcas e produtos que nos cegam os olhos com areia atirada por marketing a nada mais”. Acabaste por revelar o teu fanatismo logo na primeira frase. Windows baseado em linux… Mas está tudo doido? Isso nunca na vida vai acontecer.

    • KodiakShadows says:

      @Reaparo ” namoro da Microsoft com o Linux encetado recentemente tem aqui a sua razão de ser.” ou és um puto ou então andastes a dormir nos ultimos 10 anos

  2. William says:

    Não adianta fazer isso,
    As pessoas vão deixar de usar o novo Edge baseado no Chromium pra usar o Chrome da Google.
    Há também o Firefox.
    Não sei o que ocorre, mas as pessoas desde o tempo do Internet Explorer, tem a mania de usar o mesmo para baixar outros navegadores. E isso acontece desde os anos 90.
    Parece que a fama negativa para os navegadores da Microsoft afetou o público a tal ponto que ninguém dar mais change a eles, preferem os dos “outros”.

    • archman says:

      claro se o produto no passado era tão mau só consegues dar a volta se apresentares algo muito bom e revolucionário isso não aconteceu …

    • Mateus says:

      O EDGE no início era rápido mas mau, várias páginas não davam bem, não importava bookmarks e a sincronização ia de mal a pior (a mim aconteceu -me isso). Hoje em dia evoluiu muito e está muito bom, uso 90% EDGE, 10% Firefox. De longe a longe experimento Chrome, é rápido mas come recursos sem razão. Em PC com 8 ou 16 GB RAM isso não tem importância, em PC não tão possantes ter várias janelas e mais um par de programas abertos estraga a experiência, e sem razão para isso.

      • Mikael Korinski says:

        Quem e que usa um pc com menos de 8gb ram hoje em dia? O meu tem 16gb ram e ja foi comprado em 2011

        • Hugo says:

          Existem muitos pc’s que não trazem 8Gb de ram, suponho, para manter os preços competitivos. De qualquer forma se em 2011 compraste 16Gb de ram ou foi para trabalhar ou mandaste dinheiro ao ar, literalmente.

        • cantor says:

          Os milhares (ões) pelo mundo fora que não vem praki disser que tem 16gb ram desde 2011

        • Mateus Pinto says:

          Mikael tu deves ser o rei da zona ou vives em Hollywood. Lá pela tua pessoa gastar dinheiro no PC, deves achar que o resto do povo não tem que fazer ao dinheiro (Ou mesmo tê -lo ).
          Há muitos milhões de PC por aí fora com 4 GB RAM ou menos e são de certeza muitíssimos mais que aqueles com 8 ou mais. E se com 1 GB RAM e Atom quad core consegui ter uma experiência aceitável do W10 e ecrã, Office e ler pdf e eu no Surface Go ou no PC do meu pai com Dual Core e 4 GB RAM consigo fazer todas as tarefas com fluidez (web, desenvolvimento de páginas, edição básica de foto e vídeo, Office, desenho e jogos básicos) e com várias janelas e apps abertas, fica por saber em que andam a nadar os teus 16 GB RAM. Talvez para joguinhos? Só pode.

          Eu tenho um PC com 16 GB RAM e esses 16 ficam a nadar salvo raras vezes em edição de vídeo massiva de 4K ou 3D (e isto porque não havia o mesmo PC com 8 GB…). E o meu já tem 2 anos, se não fosse dual Channel o 2o módulo de RAM já devia ter caruncho… mas pelo menos metes os teus ao barulho com os jogos e Chrome…

          • Daniel says:

            Não dá pra trabalhar com virtualização com um PC de 4 GB ou menos de RAM.

            Acorda mermão! Memória RAM é a coisa mais barata pra PC.

    • José says:

      Essa é que é a verdade. Tenho amigos que instalam sempre o Chrome, pergunto porquê e não sabem dar resposta, como não sabem usar os recursos, pesados, do dito!

    • JJ_ says:

      Estas errado com essa de as pessoas só usarem o IE para baixar outros navegadores. Alem de estares ainda mais errado ao dizer desde os anos 90.

      Até ao Win95, os navegadores usados eram o Netspace ou o Opera, mas assim que a Microsoft lançou o IE, esses dois browsers simplesmente deixaram de ser usados. O Netspace acabou por desaparecer e o Opera começou a concentrar-se no mercado mobile para sobreviver.

      Portanto, durante os anos 90, as pessoas só usavam o IE.

      A situação só mudou, nos anos 2000 por 3 motivos: a Google começou a fazer uma abordagem publicitaria agressiva ao seu browser; a UE obrigou a Microsoft a fazer publicidade aos outros browser; e começou a se espalharem noticias negativas do IE.
      Com isto nos os outros browsers começaram a ganhar terreno.

      No fundo as pessoas foram se habituando a usar um browser, entretanto o mercado quase as “obrigou” a usar outro e agora ficam no que usam por uma questão de habito.

      A maioria das pessoas só usa o Chrome, porque associam isso ao Google. E acredita que muitas pesam que só conseguem aceder ao Google com o Chrome. A estratégia da Google em por aquela mensagem a dizer para usarem o Chrome em vez de outro browser, tem sido muito eficaz ao longo dos últimos 10 anos.

      • José says:

        Nem mais! Quantas vezes somos “forçados” a instalar esse navegador quando estamos a instalar qualquer outro programa? Não há nada de mais irritante, pois temos de estar sempre atentos. O mais engraçado é que o Edge vem com o S.O., mas não chateia nada! Mas no meu Android é o navegador que uso, apago tudo o que posso da google – fica o motor de busca, quando muito, por que é mesmo o melhor serviço da Google -, e bem sevido, com sincromia perfeita com o pc principal.

  3. Falcão Azul says:

    “É ainda cedo para saber mais sobre o “Anaheim”,mas muito em breve,caso seja real,irá aparecer para ser testado no programa Insiders.” Deus o ouça,Pedro Simões.Estava à espera deste artigo,a sério.Quem dera que a Microsoft enverede por este caminho,para nos oferecer um browser/navegador baseado no Chromium.Digo mais,prefiro usar o Internet Explorer 11 a usar o Microsoft Edge.Infelizmente nunca me afeiçoei a ele.Só peço é que a Microsoft não nos retire o Internet Explorer 11 porque me faz muita falta para ir a certos websites(se me entendem).Bem,a partir de agora teremos o “Chromium” em força em praticamente todos os grandes browsers/navegadores.À excepção do Firefox da Mozilla,do Pale Moon,do Waterfox,do CLIQZ,do Basilisk,do Comodo IceDragon,e de um ou outro é tudo derivado do Chromium.Google Chrome,Opera,Brave Browser,Vivaldi,Coc Coc Browser,Avast Secure Browser,Comodo Dragon,Torch Browser,UC browser,Yandex Browser,SRWare Iron,Iridium Browser,Kinza Browser,Slimjet Browser,Superbird Browser,Blisk Browser,e por aí fora… Não faltam é escolhas. 🙂 P.S.-só mencionei estes browsers/navegadores porque são mesmo os únicos que são seguros.Estes são seguros,porque há por aí muitos outros que vocês nem os experimentem,por amor de Deus.Estes que eu mencionei são seguros,dou-vos a minha palavra de honra.Podem experimentá-los à vossa vontade.

    • Falcão Azul says:

      Já sem falar nas versões Beta,Developer e Canary do Google Chrome,das versões Beta e Developer do Opera Browser,e também das versões Beta,Developer e até Nightly do Brave Browser.E também das versões Beta,Developer e Nightly do Firefox da Mozilla,que são também versões seguras e confiáveis,embora instáveis.Não faltam é alternativas. 🙂

      • Falcão Azul says:

        Esqueci-me de mencionar o browser/navegador Cyberfox,que é um fork do Firefox da Mozilla.E refiro também que o Pale Moon tem versão Beta para quem quiser experimentar.

        • Falcão Azul says:

          Por favor,risquem da lista o UC Browser.Este é um navegador/browser em nada fiável e inseguro pois rouba-nos todos os dados para os fornecer a terceiros.Nem vale a pena experimentá-lo.Por favor,não o façam.Aconselho-vos a isso,nem sei como me escapou.A pressa leva a tudo,infelizmente. 🙁

  4. mico says:

    chana-se pragmatismo empresarial, cujo objetivo é mais dolares.
    Desde q n seja um parasita de dados como o cromo da cuscoid… nada a dizer.
    por enquanto, duckduckgo

    • Mateus Pinto says:

      “Cuscoid”? Ainda deves ter espinhas na cara…

      • mico says:

        Queres que faça um desenho para entenderes? Ou soletre? Deves ser daqueles que dá autorizaçao para tudo… em troca de serviços gratis ou de melhoria dos mesmos… isso tem um nome… o da mais velha profissao do mundo.

        • Hugo says:

          Não rapaz, isso pode-se chamar também inteligência, porque quando sabes que estás comprometido “fazes” a tua própria segurança.
          Quando achas que estás totalmente seguro és apenas mais um “corno”.
          E olha que isto é uma boa dica. Funciona para tudo na vida 🙂

        • Mateus Pinto says:

          Andas muito reivindicativo com o grátis, como se usasses tudo comprado.

          Eu sou “daqueles” que não se importa de levar com alguma publicidade direcionada, não intrusiva, fruto de supervisionar que produtos me interessam ou possam interessar quando vou a certas páginas/ procuro produtos. Isto desse que sirva para manter certas aplicações ou páginas e respectiva manutenção. Afinal se não existisse a google, não havia Android, google pesquisa, google tradutor, mapas, gmail, google drive, Office da google etc. Em suma, o que me bisbilhotam não me afecta desse que seja com essa intenção;

          Por outro lado, tu és “daqueles” que queres grátis, sigilo, câmaras e microfones tapados mas que os programadores ou empresas não ganhem nada com isso, baratinho é que é…lol

          Tu és dos obsessivos que acham que todos vigiam ou quem saber da tua fútil vida e que a maioria das pessoas poderia usufruir dos serviços da google pagando. Ou então que os grátis 100% (sem publicidade) tem a mesma qualidade e updates dos com retorno financeiro…lol és utópico, de esquerda, reivindicativo e muito jovem. Daqui a uns anos diz algo 😉

          • mico says:

            oh… está explicado…
            É que sou bastante realista, reinvidicativo b, social democrata porque acho que há funçoes basilares do Estado e por outro lado a meritocracia deve ser sempre premiada.
            ah, e tens idade para ser meu filho.
            Não acredito em almoços gratis, sei ler, nao tomo decisoes informadas por ver reviews ou opineiros, uso iphone, android Huawei, um ipad com o vidro partido.
            Aquilo que fui conseguindo nunca o pedi ao papá ou à mama.
            Tenho trashbook que abandonei há 4 anos porque é execravel.

            Tem paz.

        • Filipe says:

          Desliga a internet e tudo o que tiveres de eletrónico em casa. E fecha-te numa cave. Senão vais ser espiado.

    • Filipe says:

      Ah. Faltou uma coisa. Reparei numa resposta tua para um internauta: “ah, e tens idade para ser meu filho”. Então se és tão adulto, por que raio escreves dessa maneira, e ainda por cima mal? Duvido que com 12 anos consigas ser pai de alguém. Mas cada um sabe de si.

      • mico says:

        Não estejas atiçado.
        Usar teclado em movimento com dedos grandes dá nisso.
        Espero que sejas pago por ser opineiro armado em advogado de defesa.
        É do conhecimento geral que o cérebro não precisa de todas as letras e pontuações para compreender a mensagem. Pelo menos, para a maioria…
        Isto não é uma Tese, é uma opinião, o pplware não é um painel avaliador, é um site.

        Tem paz. O stress é um risco psicossocial muito mau. É Natal. Come um chocolate ou se essa for a tua postura normal, roi um osso.

  5. Simão says:

    Usei FIREFOX durante muitos anos, mas este ultimo ano comecei a usar o EDGE pois comecei a ter montes de problemas com o FIREFOX.
    Chega bem para o que uso.

  6. TSan says:

    *Microsoft forked Chrome*

  7. Diogo says:

    Faz sentido, para que investir recursos num motor novo, se pode usar os mesmos recursos para criar novas funcionalidades na aplicação, assim diferenciar da concorrência.
    Até podem adoptar a mesma forma de pensar e criar uma versão linux, com aparência de windows e com alguma forma de suporte a aplicações do windows e chamarem-lhe windows já o fizeram com o NT.

  8. Bruh says:

    O chrome com as últimas atualizações, que começaram a comer mais memória, obrigaram-me a voltar para o bom velho firefox. Com 4 Gb de ram no meu portátil, o chrome deixou de ser prático, pois se abro outro programa enquanto tenho o chrome aberto chegava a ficar com o ecrã completamente “congelado” durante uns 2 ou 3 minutos até voltar a responder. Deduzo que isto também tenha sido provocado pelas actualizações para corrigir o spectre ou meltdown, que num pc já de si fraquito como o meu, deixou-o a arrastar-se quando antes funcionava lindamente.
    Quanto ao novo browser da microsoft, é too little too late. Andaram anos a arrastar-se na lama e dificilmente vão conseguir puxar quem se lembrar do internet explorer. Pode ser que estejam a apostar nas novas gerações que nunca tiveram de penar á espera que o internet explorer se decidisse a andar para a frente.

  9. Nuno José Almeida says:

    Cereja no topo do bolo era escolherem o motor de renderização de PDF da Mozilla que apesar de ser muito melhor do que o do Chrome, a Mozilla tem dificuldades em o manter sozinha.

  10. jedi says:

    Não é Blink, este pertence somente ao Chrome. O que eles vai introduzir é “assente em Chromium, baseado em open source, que serviu de base para o Chrome da Google. ”

    fonte:
    https: //tek.sapo.pt/noticias/internet/artigos/microsoft-vai-desistir-do-browser-edge-e-introduzir-a-sua-versao-de-chromium

  11. Zata says:

    Um dos problemas do Edge é o motor de busca predefinido ser o bing o que faz com que muitas pessoas utilizem outro browser por não saberem alterar o mesmo.

  12. Hugo Nabais says:

    Artigo interessante mas o titulo:
    “Microsoft vai substituir o Edge por um novo browser baseado Chromium”
    Penso que deveria de ser:
    Microsoft vai substituir o Edge por um novo browser baseado NO Chromium

  13. Adolfo Dias says:

    E que tal Firefoxium?

  14. Ze says:

    Alguém disse que há pessoas que pensam que só com o Chrome é que têm acesso ao Google. O meu pai pensa que o Google é a porta de acesso à internet (não lhe entra na cabeça escrever um endereço de internet na barra).
    Com 85% da cota de mercado de smartphones e com a cota de browsers de PCs em ascendente, não tarda nada estamos a usar a internet detida pela Google.

  15. Gonçalo Oliveira says:

    Não querendo ser céptico em relação à notícia, tenho mesmo sérias dúvidas que o Edge desapareça. A Microsoft tem melhorado o Edge sucessivamente com vários updates e funcionalidades ao longo dos anos, e até tem passado uma mensagem forte sobre o browser.
    Mas nisto das tecnologias, nunca se sabe. Produtos são criados e descontinuados pelas mais diversas razões, algo que está longe de ser exclusivo da Microsoft.

  16. Carlos Costa says:

    Monocultura web. uma pena

  17. CyberSec Я US says:

    @Pedro Simões: O que está em causa é o Engine, não o browser. O Edge para Android já usa Chromium…

  18. Max luan Cruz says:

    to satisfeito com o Firefox

  19. HP says:

    O problema da Microsoft é a sua rigidez nas politicas de utilização e customização , por exemplo no Edge e no IE não existem temas para personalizar o browser, também nas extensões fica a anos luz do Chrome e do Firefox. A Microsoft tem tudo para brilhar, mas anda sempre na cauda do pelotão, aplicativos como o Paint, Media Player, IE, Notepad, Movie Maker, deviam merecer mais atenção por parte da Microsoft por exemplo todos os anos ou de 2 em 2 anos a Microsoft devia atualizar esses aplicativos e até mesmo fazer um evento sobre os mesmo. 1 – Evento Microsoft basic (Paint, IE, MP, Notepad, MM, skype, etc) 2- Evento Microsoft advance (Office, Windows, OneDrive, aplicativos de redes etc) 3- Evento Microsoft company (Skype for business, Visio, Visual Studio, etc).

  20. falcaobranco says:

    Apenas um comentário para a decisão da microsoft -> LOL 😀 (para os bons entendedores, chega…)

  21. Jorge says:

    Provavelmente vão simplesmente mudar o motor chromium tal como fez o opera.

  22. sakura says:

    As pessoas gostam de futebol, telenovelas, facebook, festas… etc.
    Tek zero……
    Disponibilizar software de qualidade ( Chakra / Edge) é como dar pérolas a ……….
    E sim a Ms faz bem, vai dar as pessoas o que elas quem, merecem de todas as formas o Chromium é o que uso em Gnu/Linux e é excelente.

  23. nop90 says:

    O Edge é tão bom que nem a Microsoft o quer, onde andam os fanboys? vá, critiquem a MS, ahhh pois… espera lá…

    • Pérolas says:

      Não merece a pena bater mais no Edge, pois, as chances de vingar foram sempre poucas e em grande parte devido à péssima imagem deixada pelo Microsoft Explorer, o qual, deixou munta gente na mão. No seu tempo o Explorer foi um excelente produto da Microsoft que teve o mercado na mão. Foi substituido por outro e foi mais uma opção que não resultou. Não é um brande drama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.