Quantcast
PplWare Mobile

Windows 11 bate Ubuntu com Linux 6.2 e é agora o melhor para jogos com uma GPU AMD

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. João Tavares says:

    Fácil. Ninguém tem paciência para linux…

    • Carlos Santos says:

      Não sejas limitado. O linux funcionar bem significa, por exemplo, o steam deck funcionar bem 😀

    • Miguel says:

      Mais um que nao usa linux…

    • Carlos Correia says:

      Há quem não tenha paciência para as manias e bugs do windows… eu já a perdi há 20 anos 🙂

    • windows says:

      Não se trata de paciência, trata-se de preguiça de aprender, pois o Linux nos dias de hoje não tem nada haver com os primórdios em que era preciso ser um guru da informática para trabalhar com ele.

      Hoje em dia o grande problema das massas é que vai tudo pela via mais fácil e agarra-se tudo a Windows, mas ainda continua a haver um problema grande é as coisas da moda todas funcionam em Windows e Linux já é mais complicado ou nem sequer dá.

      Portanto, isto hoje em dia se não houver necessidade de programas específicos Windows ou OSX, o Linux é uma boa opção.

    • irritadiço says:

      Nem o linux quer malta sem paciência. Esses ficam no Windows!!! LOL Se não fizerem cócó têm um pc mais ou menos seguro, mas se começam a jogar e instalar steams e discords e outros jogos com bicho o mais certo é fazerem uma festa no teu pc remotamente sem dares por isso…

      Só te dás conta quando quiseres fazer o login na steam e não dar porque já estás logado e a jogar… Quem diz steam, diz vpns e netlfix, etc. Mas ao menos ainda fazes algo de útil…

  2. Carlos Santos says:

    Linux a ser mais e mais competitivo. Excelente

  3. realista says:

    Para jogos, o windows sempre foi melhor. Isso não é novidade. O interessante era uma análise da evolução que o Linux tem feito nessa área nestes últimos anos. Ainda mais porque um bom jogo depende de uma boa gráfica. E uma boa gráfica depende de bons drivers. E no que respeita aos mesmos, os fabricantes apostam mais no mercado que lhes traz mais retorno e que tem mais utilizadores, que é o Windows.

  4. Trolha Men says:

    Boas, eu só uso windows no trabalho, de onde escrevo agora, em casa tudo linux ubuntu, evoluiu muito ao longo destes últimos anos então a build 22.04 LTS top top.
    O problema do windows na minha opnião são 2, a tralha que trás desnecessária hoje em dia com acesso à internet ou loja de aplicações cada um instalava o que quisesse e o outro problema parece que a microsoft nunca termina o produto em si, lança novo windows por terminar e acaba por lançar outro sem o terminar.
    Observações não jogo.

    • windows says:

      Pois, simplesmente acabas-te por dizer que uso que dás qualquer coisa te serve, pois se jogasses ou usasses determinados programas que somente funcionam em Windows, Linux em casa saltava logo fora da equação, não é?…

  5. PAULO SILVA says:

    E interessante o resultado, mas gostava de ver comparativos para as pessoas mais normais, ou seja, com cpu I5- 10th gen e AMD 3600X por. exemplo, pois a maioria das configurações são de PC’s de 1000 EUR, e não esta com um PC a rondar os 3000 EUR.
    Poucas pessoas tem poder para ter um Intel Core i9-13900K, com 32gb ram DDR5 (ao preço que está…) para jogar..

  6. Samuel MGor says:

    A serio o Ubuntu??? Existe melhores do que o Ubuntu. O “Mint faz o que Ubuntu faz mas melhor” e o MX Linux com “ahs” bate o Ubuntu em termos de jogos, especialmente se se tiver gráficas AMD.

    • windows says:

      HAHAHAHAHA, O termos melhor no Linux é muito discutível, pois o que é bom para ti pode não ser para mim, tudo depende do tipo de utilizador, há distros mais lapidadas que outras no interface, mas no final por debaixo do capout é tudo idêntico.

      O ubuntu continua a ser dos melhores para trabalho, o Mint já é mais semelhante ao Windows vem com a papinha toda feita quase que nem temos de fazer nada e por ai fora…

    • Carlos Marques says:

      Obviamente isto é conteúdo patrocinado/promovido pela Microsoft.
      Mas o Linux (seja qual for a distro preferida) é o Best Bang For The Buck, mais democrático, mais seguro, mais estável, mais transparente e privado.
      Sempre bateu o Windows em produtividade (principalmente para experts), e hoje em dia é ainda mais fácil de usar até para principiantes.

      Para mim bastam 15 minutos para por um Linux a funcionar como eu quero, enquanto um Windows de raíz pode levar “meio dia” até ter tudo pronto.

      E convenhamos, mesmo que este comparativo não fosse patrocinado/promovido pela parte interessada na sua “conclusão”, e fosse antes intelectualmente honesto, que diferença é que fazem os 10% ou 5% de performance? Principalmente em máquinas a rondar os 1000€ (ou menos, ou portáteis de performance light) para o comum dos mortais? É só a diferença entre ter um jogo com 30 ou com 33 frames por segundo. NINGUÉM nota.

      E com o passar das gerações das GPU está diferença desaparece em 3 ou 4 anos.
      E toda a gente sabe, ou devia saber, que certos jogos mais conhecidos recebem um “Boost” no desenvolvimento dos drivers da GPU pagos pela monopolista Microsoft. Comparem só os jogos que não recebem essa “atençãozinha” na optimização específica, e logo falamos.

      E há ainda a questão da publicidade embutida no Windows, a partilha de dados com o regime fascista/BigBrother dos EUA, os vírus e malware com fartura, e a forma como o SO está cada vez mais hipócrita/autoritário e pensa que é dono da máquina toda, mesmo logo a partir do momento da UEFi/boot.

      O Windows tem 90% do mercado. Pois, o McD*nalds e a CocaC*la também.
      Mas quem sabe o que faz e o que é bom, usa sistemas Unix (Linux e/ou Mac) e vai a um bom e barato restaurante típico à beira da estrada nacional, e bebe uma coisa decente em vez de uma lata com diabetes.

      Uns têm a fama, os outros têm o proveito. Uns usam o que mal conhecem e domina o mercado dos ignorantes, os outros usam o que é bom. Um dá lucro excessivo a um bilionário monopolista não-democrata de um regime opressivo imperialista, o outro é um sistema aberto e sinónimo de decência.
      E tudo isto é MUITÍSSIMA mais importante do que uns supostos 2 ou 3 fps a mais num determinado grupo de jogos.
      I rest my case.

  7. irritadiço says:

    A microsoft vangloriar-se de que o windows 11 é melhor para jogos nas gráficas AMD do que o linux é algo de assustador e embaraçante. Já não bastava terem-se humilhado ao introduzirem o linux dentro do windows e ao comprarem o github LOL

    E deixem-me que vos diga, linux com wine continua a ser melhor opção do que usar o bloat windows 11 com linux. Cada um sabe de si, mas presentemente já todos conseguimos fazer a nossa vida no linux, custa um bocado na configuração inicial e depende da distro que usarem, mas depois é sempre a abrir…

    • windows says:

      A microsoft sabe bem onde se mete isto de ter fundido linux e android no mesmo SO foi de genio, é claro que em termos de gaming é um dos focos principais que dá €€€€€, é uma batalha sem fim, mas seja como for sabemos sempre que o LInux tem vindo a melhorar bastante ao longo dos anos, mas não serve ainda para qualquer um, pelos mais diversos motivos.

      Era bom que com o Wine se conseguisse fazer tudo o que se faz em windows, mas não e nem vai tal acontecer, existe muitos programas que nem sequer são desenvolvidos a pensar em Linux e nem tem hipotese de compatibilidade com nada fora do windows, eu trabalho com muitos desses programas isto acontece porque há total interesse que assim seja, assim obriga-me a ter instalado dois sistemas operativos para usar mediante a situação, mas o windows infelismente continua a ser o SO principal, pois é lá que está a plataforma toda de trabalho.

      A

  8. Jose says:

    Linux não tem office, não tem addobe, não tem gaming, precisa de linha de comandos para algo basico que todos os outros não precisam. Tirando os mais entusiastas e nerds não vejo qual a utilidade do linux em pcs domesticos e principalmente de gaming. Nem raytracing e dlss tem a funcionar

    • irritadiço says:

      Raytracing e tal e os nerds são os que usam linux? Acho que estás confuso. Nerd é o que tu és por definição!! LOL

    • AlexS says:

      Não tem Office?! tem Libreoffice, não tem Adobe? tem GIMP e outros.
      Precisa de linha de comandos? Um familar idoso teve o Linux (Mint) até o portátil ter avariado e funcionou perfeitamente.

    • windows says:

      Bem isso agora foi comentario de alguem que anda a leste do mundo da informatica, o Linux sempre teve suit’s office e pode-se com recurso a uma ferramenta wine instalar o office da microsost, o adobe hoje em dia tem muitas alternativas, jogos, dá para jogar já muita coisa.

      Por fim ao contrario do que pensa, nos dias que correm não é preciso ser nenhum entusiasta ou nerd da informática para instalar uma distro linux no pc e por a funcionar como noutros tempos, e linha de comandos já não é tão precisa como apregoa, já se consegue fazer as coisas em ambiente gráfico…

      Aconselho-o a testar por sim próprio e vai ver que a final o Linux nos dias de hoje evoluiu muito desde os primórdios…

  9. irritadiço says:

    Olha o utilizador “Windows” anda aqui a defender-se HAHAHA. Quem é que se sente na necessidade de criar um nome de utilizador WINDOWS para vir defender uma multinacional? QUEM?? Ainda se o Bill Gates te pagasse…

    • RC says:

      O único que aqui anda com problemas és tu, pois se sentiste necessidade de comentar algo sobre ele, não é ele o problema, mas tu, porque anda aqui alguém que percebe mais do assunto que tu, que só vens deitar abaixo…

      és mais um que anda aqui só por andar, o que vale é que as ferias escolares se estão a acabar…

  10. irritadiço says:

    Ainda falta aqui o AppleMan a dizer:

    Eu não uso nem Windows nem Linux. Eu é MACintosh!!! Cuidado…

  11. T1T4 says:

    os engenheiros vazem o que querem com o kernel linux, menos tornar mais rápido que o fechado windows.

    • RC says:

      Vamos lá Ver o Linux é open source logo, qualquer um pode adaptar como quiser, sempre foi esse o seu legado, mas em contrapartida o Linux teve a sua vida inicial muito dificultada por ausência de suporte, e ainda tem a particularidade de existir n variantes o que cria uma enorme desfragmentação, o que não o torna favorável em termos de suporte.

      Acredito que se só existisse uma distro poderia ser que conseguisse fazer frente aos concorrentes no mundo desktop, agora assim, vão andar sempre na sua sombra…

  12. Anonimo says:

    Imagino que a picuinha contra o Windows decorre por sua dominância. Quem define o melhor SO é o usuário, não um terceiro metido a ditador. Quanto ao software, para uso profissional pesado, não existe nada como AutoCAD, ou a Suite da Adobe por exemplo, a gambiarra do Wine não conta para uso full. O povo esquece que na maioria das vezes foi o usuário ou o fornecedor do software a origem do problema. A filosofia absoluta sempre foi ser totalmente amigável, qualquer um faz o que quiser facilmente. Outro ponto, na maioria das vezes no meio profissional elevado, quem decide o SO e software é o contratante. Se ele pagar por uma planilha Excel, ele não quer que seja feita no Libre.

  13. Profeta says:

    Duvido. Usassem uma maquina com slackware e outros galos cantariam.

  14. Ze Carlos N says:

    Porque e’ que usam a media geometrica?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.