PplWare Mobile

Ubuntu 11.10 Oneiric Ocelot – Como instalar o Java?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Rafa says:

    Se quiserem utilizar a aplicação standalone para submeter o IRS utilizem o método 3 para instalar o java. my 2 cents :p

    • Rafa says:

      Ou melhor, não instalem o OpenJDK pq nao deve ser suportado. tive problemas na submissão

    • Cláudio Henrique says:

      Prezados

      Estou precisando instalar o java no meu notebook com ubuntu 11.10, já segui vários tutoriais, e nada feito, já deve estar uma bagunça no meu sistema, tenho que assistir as videoaulas do meu curso, e por falta do java, eu não consigo.

  2. Hugo Costa says:

    …e eis que estamos perante serviço público! Fantástico!

  3. Carlos says:

    Para enriquecer ainda mais este conjunto de artigos sobre o Ubuntu 11.10, que tal um sobre customização do GRUB2 e da aplicação de temas? É algo que, apesar de parecer fácil, já me fez gastar bastante tempo, mesmo seguindo um tutorial!

    Mas parabéns pelos artigos, tenho-os seguido atentamente!

    • Pedro A. says:

      Pelo que tenho visto, nada no Linux é fácil.
      Aqui temos um belo exemplo, downloads e um montão de linhas de comando para instalar o Java. No Windows é 1 download, executar, next, next, next, finish e já está.
      E depois admiram-se que a malta diga que é para geeks e nerds, e que o utilizador comum não o use…

      • André says:

        Sim, e os virus pelo mesmo processo correm assim naturalmente next next, sem se ler o que se esta a fazer.
        já vi um “user” não muito geeks a me dar trabalho porque simplesmente não leu o que estava a fazer. diga-se tb que ler não era com ele 😀

      • José Carlos says:

        Oque são 4, 5, 6 linhas em um terminal, comparado com antí-vírus, trojans, malware, spyware. E se for honesto pagando por todos os softwares e licenças, ou então, tendo que correr atrás de keygens, cracks, seriais etc. Linux é fácil sim, basta se livrar da prequiça.

      • Armando says:

        @Pedro A., isso que disseste é a mais cruel das verdades. O Linux em geral e esta versão do Ubuntu em particular estão completamente obsoletos.
        Até o visual está ultrapassado; os programas pré-instalados são os mesmos que podemos encontrar em qualquer distro de linux (e os mesmos que já existiam há uns 10 anos, com ligeiríssimas evoluções); a forma de instalação das aplicações, muitas vezes, através do terminal, é coisa do século passado, etc.
        Bem sei que há pessoas que ficam fascinadas, como o @Ryan, e que acham que isto “é a beleza de trabalhar com a linha de comandos”. Só que, antes de mais, isto não é trabalhar; isto é perder tempo, quando se podia estar a trabalhar.
        O perfil do utilizador linux é o de alguém que tem tempo livre suficiente para desperdiçar a resolver problemas básicos através de métodos complicados.

        • CMatomic says:

          não necessidade instalar pela consola faz quem quer

        • Pedro Reis says:

          Peço desculpa mas tenho de discordar. O único problema do Ubuntu (Sim do Ubuntu porque não é geral no Linux) é ter de fazer uma instalação nova de 6 em 6 meses (isto porque não gosto de fazer upgrades de versões e não me apetece andar a configurar a Long Term Support) de resto é 5*. Uso no meu portátil e uso no meu netbook e só tenho a dizer bem, depois de ficar como eu quero (uns 10 min a instalar as aplicações que quero, através de vê lá tu, um clique).

          Dizes que tem um visual antiquado, muito bem, tens milhares de themes em sites para pores o que quiseres e como quiseres, dizes que os programas são os mesmos que podemos encontrar em qualquer distro e que existiam há 10 anos, quando normalmente são os melhores softwares que existe de modo free é normal que se vá usando os mesmos durante muito tempo (com os devidos updates e novas versões) e que sejam partilhados com outras distribuições.
          A forma de instalar aplicações, como estás tão errado o Ubuntu é a distribuição em que é mais fácil instalar aplicações ou usas a aplicação tipo Apple Store do MacOS (disse esta porque é a que me lembrei e que normalmente o pessoal conhece) ou vais ao site do programa desejado sacas, e clicas 2 a 3 vezes. Complicado e escreveste muito código na consola? Não me parece.
          Há pessoas fascinadas (provavelmente vais-me ver como um) porque é um sistema tão ou mais fiável como Windows ou MacOS, quem usa e sabe manter um PC com Win ou um Mac em forma (isto é sem virus, etc) sabe manter também Ubuntu ou outra distribuição em forma também.

          Agora em relação ao último paragrafo, eu uso TODOS os dias o meu netbook na faculdade para trabalhar, ver emails, programar, ver pdf´s com várias páginas (e tudo mais o que um estudante na faculdade na área das TIC´s tem de fazer) e digo-te que tenho mais produtividade no Ubuntu que no Windows (não comparo com mac, porque nunca trabalhei a sério com um) levo menos tempo há espera que o PC inicie, tenho “mais espaço de ecrã” (para quem usa netbooks de 10.1″ é essencial), tenho mais horas de bateria e posso fazer tudo o que fazia no Windows. Digo-te só mantenho o Windows no netbook devido ao Office ser muito melhor que o Libre Office ou que o Open Office, porque se fossem do mesmo calibre, só existia Ubuntu nos meus computadores.
          Essa ideia que Ubuntu/Linux é dificil é mentira, e é só as pessoas a serem preguiçosas!

          Cumprimentos

          • CMatomic says:

            O único problema do Ubuntu (Sim do Ubuntu porque não é geral no Linux) é ter de fazer uma instalação nova de 6 em 6 meses.
            Não existe problema pois a versão estável é a 10.04 -LTS só instala 6 em 6 meses quem quer 🙂

          • Armando says:

            Não sei para que fazem uma versão de 6 em 6 meses. Aliás, eu nem sequer entendo por que vão fazer a próxima versão, já que a actual é tão perfeita. Basta chegar aqui ao Pplware e falar num bug qualquer do Ubuntu, que logo aparece um nerd histérico aos gritos: “O QUÊ?! BUG?! EU TENHO 10 MÁQUINAS COM UBUNTU E NÃO VEJO BUGS NENHUNS!!!” Depois, ao fim de umas centenas de patches e correcções, lá vão admitindo que havia alguma coisa a corrigir no seu sistema perfeito…

          • Armando says:

            Só mais uma coisa, não sei que milagre é que fizeste para teres mais horas de bateria.
            A minha experiência pessoal é que o Ubuntu reduz a duração da bateria em mais de 2 horas e provoca sobreaquecimento no meu netbook.
            Se fizeres uma pesquisa no google por ubuntu 11.10 energy consumption , o que não faltam são sites a demonstrarem graficamente o aumento de consumo de energia.

          • Rui says:

            Totalmente de acordo!

        • CMatomic says:

          @Armando, isso da bateria pode-ser da mal configuração do kernel-linux , ou então falta de drivers, se os fabricantes dessem melhor suporte ao sistemas GNU/linux , talvez esse problema de bateria não existisse.
          tens aqui a lista de computadores certificados pela Canonical , mas atenção isto é uma certificação para pcs com software pre instalado de fabrica
          http://www.ubuntu.com/certification/

          • CMatomic says:

            quando eu falo da mal configuração do kernel-linux não estou a falar do kernel em sim mas do pessoal do ubuntu configurar o kernel numa maneira menos correcta ou não tanto adaptável a todos pcs ,

          • Pedro Reis says:

            @Armando
            Eles lançam uma versão nova de 6 em 6 meses porque querem… Há outras distribuições que não saem tão regularmente. E não sei de onde me conheçes para me chamares nerd (pelo menos acho que foi para mim), mas não tenho 10 pc’s com ubuntu, mas sim só 2 e uso os para trabalhar como disse acima. Eu em algum lado disse que Ubuntu ou Linux era perfeito? Não me parece, alias se achas algum SO existente perfeito então provavelmente és fanboy desse SO, porque não há um SO sem bugs e sem manhas esquesitas.

            Em relação há bateria do netbook é verdade que estas ultimas releases não estão muito optimizadas nesse sentido, mas mesmo assim tiro mais horas de trabalho no ubuntu que no Windows (isto com um 1015PED com 7H de bateria no Windows, no Ubuntu consigo umas 8H no max 9H)

            Já vi que a tua opinião está formada e muito dificilmente vai ser mudada, por isso fico-me por aqui em relação a este assunto, fica com Win ou MacOS que continuo a usar o meu “perfeito” ubuntu. xD

            @CMatomic
            Eu sei que existe a LTS, mas aburrece-me estar a configura-la para ficar com tudo mais recente xD

            Cumps

        • João Henriques says:

          Don’t feed the troll (Armando). Obvious troll is obvious.

          • Justus Rambaldi says:

            Se o administrador aprovar meus comentários.
            Esse Troll vai se mandar e outros usuários Windows indecisos também.
            Mas que esse Troll enche o saco ele enche.

        • Justus Rambaldi says:

          ISSO DEPENDE DO QUE VOCÊ CHAMA TRABALHAR.

          TU JÁ FOI ADMINISTRADOR DE SISTEMAS DE REDES UNIX???

          CLARO QUE NÃO POIS SE TIVESSE SIDO UM ALGUM DIA, SABERIA QUE LINUX E UNIX SÃO PRIMOS PRÓXIMOS, E QUE UTILIZAR A LINHA DE COMANDOS É O TRABALHO DE UM ADMINISTRADOR DE SISTEMA

          NÃO É TAREFA PARA USUÁRIOS LEIGOS OU QUE DESCONHECEM A ARQUITETURA OU A NATUREZA DA NECESSIDADE DA FERRAMENTA DE TRABALHO DE LINHA DE COMANDO.

          O TUTORIAL ACIMA É A PROVA DO QUE SE É NECESSÁRIO FAZER QUANDO NÃO HÁ MAIS SUPORTE NATIVO AO PACOTE ESSENCIAL A SER UTILIZADO PELOS DESENVOLVEDORES OU SOFTWARES DEPENDENTES DO JAVA.

          JÁ QUE O OPENJDK NÃO É 100% COMPATÍVEL COM AS APLICAÇÕES QUE DEMANDAM O USO DO JDK, POIS SE O FOSSE, NÃO HAVERIA MAIS NECESSIDADE DE INSTALAR O JAVA 7 JDK.

          PORTANTO OS MÉTODOS COMPLICADOS EXISTEM PORQUE DECISÕES IDIOTAS DE CORTAR O SUPORTE A UM PACOTE ESSENCIAL DE SOFTWARE É TOMADA SEM QUE A COMUNIDADE POSSA MANIFESTAR-SE DEMOCRATICAMENTE.

          E AI A COMPLICAÇÃO É CRIADA PARA QUE COM MÉTODOS DITO COMPLICADOS PELOS LEIGOS RESOLVAM O PROBLEMA

          O TUTORIAL TE SERVIU???? CONSEGUIU INSTALAR O JDK 7 DA ORACLE??? TÁ RODANDO NA TUA MAQUINA????

          ENTÃO NÃO FICA ESCREVENDO BOBAGEM

      • Zarluk says:

        No Windows é mais simples do que escolher um pacote de uma lista ou mesmo escrever ‘apt-get install default-jdk’ ou ‘apt-get install default-jre’??? Custa-me a crer…

        • Justus Rambaldi says:

          ENTÃO CONTINUA USANDO O WINDOWS, O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO NA PRAIA DO LINUX????

          O LINUX DEMANDA ADMINISTRAÇÃO E USUÁRIO TÉCNICAMENTE CAPACITADO A RESOLVER AS CHAMADAS COMPLICAÇÕES TÉCNICAS DE SUPORTE, O WINDOWS NÃO, ENTÃO SE VOCÊ NÃO TÁ A FIM DE ADMINISTRAR O SEU LINUX OU SOLUCIONAR PROBLEMAS DE ORDEM TÉCNICA.

          SE MANDA PRO WINDOWS, E FIQUE POR LÁ, E ESQUEÇA O LINUX.

  4. Ryan says:

    Aqui temos o exemplo do que é a beleza de trabalhar com a linha de comandos pá!! Quanto ao Java em si é verdade que a mim já me deu umas boas dores de cabeça porque nem sempre funciona. Mas de qualquer das maneiras para quem gosta destas coisas é uma forma de aprender para quem está a dar os primeiros passos em Linux.

  5. emanuel lopes says:

    Eu não fiz através da consola, mas sim pelo software center, e está a funcionar correctamente.

  6. CMatomic says:

    Mas isso esta disponível no centro de programas do ubuntu

    quem quiser instalar clique aqui
    versão 6
    apt://openjdk-6-jre 6b23~pre10-0ubuntu5
    [url=apt://openjdk-6-jre 6b23~pre10-0ubuntu5[/url]

    versão 7
    apt://openjdk-7-jre 7~b147-2.0~pre6-1ubuntu1
    [url=apt://openjdk-7-jre 7~b147-2.0~pre6-1ubuntu1[/url]

    • CMatomic says:

      parece que a norma apt: não funciona neste blog
      em alternativa se tiverem utilizar o Firefox copiar e colar o endereço e colocar na barra de endereços como fosse outro link

      • CMatomic says:

        já agora aconselho aquém pública artigos neste blog ver esta dica colocada por mim no fórum do pplware
        sobre a norma apt:
        http://forum.pplware.com/showthread.php?tid=9747
        não a necessidade de instalar o java pelo terminal quando ele esta no repositórios do ubntu a muito tempo.

      • Pedro Pinto says:

        Perguntas…respondes..perguntas….respondes…que queres que te diga??

        • CMatomic says:

          Aqui tens um script feito por mim, da parte da instalação do java 7 utilizei tudo como estava no teu tutorial , excepto o ppa , pois foi ver pacote do update-java, e retirei o mais essencial,o script update-java.

          informação de instalação
          “Verificar se o script tem permissões para ser executado

          1. clicamos no lado direito rato sobre o ficheiro “javainstall” e depois “update-java” , escolhemos “propriedades” , depois na aba “Permissões” seleccionamos “Permitir executar o ficheiro como aplicação”
          2. depois em seguida clicar no script “javaInstall” e depois clicar “Executar na consola” e seguir os passos que vão aparecendo no monitor. ”

          versão 32 bits

          http://tinyurl.com/java7install

          amanham irei colocar a duas versões no fórum pplware na secção GNU/linux

  7. Shynkendo says:

    Boas a todos,e que tal uns tuturiais sobre Debian Squeeze?

    Cumps

  8. johnito says:

    Alguem sabe como instalar o sopcast?

  9. Jose says:

    Estou a gostar bastante destes posts sobre o Ubuntu 11.10, continua!

    Porem tenho um problema, as minhas teclas esta trocadas, simbolos e acentos nao correspondem a tecla que eu carrego… o que se passa?

    • clusher says:

      Correndo o risco de dizer o óbvio, mas configuraste devidamente o teclado? Ao fazer a instalação do Ubuntu, aparece um menu a perguntar qual o teclado que tens, tens de indicar Portugal -> Português

      Se isso não funcionar, havia uma maneira de configurar a leitura das teclas para teclados mais antigos… mas já não me lembro como se fazia :\

  10. serva says:

    Isso certamente foi na instalação , tens uma cx que te aparece durante a instalação que te permite escreveres para verificares se o teclado está correcto .

    Meus caros , quem diz que esta versão 11,10 é igual a tantas outras e só vem com uns pequenos retoques e que o Linux é da idade da pedra,e que é para Geeks , e mais não sei o quê , deveria ter vergonha do que escreve porque não sabe mesmo nada do que diz , e este tipo de comentários são desnecessários para o tópico em questão , o Linux é um software livre e por isso tem dificuldades quando aplicações se tornam proprietárias , se verificares são dadas várias alternativas para instalar o Java desenvolvido pela comunidade open source se não intendes isto lamento , mas provavelmente estarás no grupo que clica next em tudo .

    Nota só um ponto que vos coloco depois de instalarem um sistema windows quantas drives necessitas de instalar até que o teu pc esteja preparado para funcionar ou por ventura os Srs são daqueles que não formatam os vossos pcs e que os levam a assistência da pc clinic (desculpem a publicidade) , é porque certos comentários que são feitos dão-me a sensação que vocês usam as vossas maquinas da óptica do utilizador e de preferência alguém que detenha os poderes de administrador não vá haver asneirada .

    Quanto a instalação do Linux após o SO instalado , só tens de instalar nos repositórios oficias do Ubuntu as drives da gráfica , os codecs que têm o nome de restricted extras e agora o java que passou a ser proprietário .

    Quanto a questão da idade da pedra lembro-vos o seguinte as distros Linux são na sua generalidade bem mais avançadas que outros SOs , por exemplo a tão balada nuvem ou cloud já é suportado pelo Linux com estruturas próprias a muitos anos , grande parte dos programas que se usam em Windows gratuitos só existem porque também existem em Linux e agora começam também a haver versões para Mac portanto aconselho prudência nas palavras .

    Este Ubuntu 11,10 que tem interface Unity e que muitos de nós não gostam eu incluído tem muitas virtudes também , dou-vos um exemplo podes ter 4 ambientes de trabalho activos em simultâneo , com um clic passas do painel 2 para o 3 ou do 1 para o 4 etc , isto não existe nem em Mac nem em Windows , e depois mais importante que tudo isto é que tens uma panóplia de ambientes gráficos a tua escolha que não existe em mais nenhum SO até agora realizado , e que te permite uma liberdade de escolha única em SOs , o Link que foi apresentado sobre o Debian mostra a ignorância ou a vontade de causar dolo de quem posta desta forma , primeiro informem-se e depois opinem .

    Cumprimentos

    Serva

    • Armando says:

      Lamento muito mas se os teus argumentos passam exclusivamente pelo ataque pessoal, só tenho uma coisa para te dizer: no teu lugar, vergonha teria era de ser tão ignorante em relação à língua portuguesa.

      • @lmx says:

        Ho Armando, acho que ainda não percebes-te que o tema aqui é sobre TI, e não sobre a Língua Portuguesa??!!
        Aquilo que é vergonha parati, pode não ser para outros depende no que trabalhas…
        um Mecânico não deve ter vergonha de não saber programar em C.
        Da mesma maneira um Programador não deve ter vergonha de não saber reparar um motor!!
        Embora usemos a lingua portuguesa todos para comunicar, eu não sou nenhum escritor que usa junção de palavras para atingir um efeito notável nos seus textos…
        Por sermos demasiado quadrados é que estamos(O Pais) na situação que estamos…andam todos a filosofar e depois não temos nada feito!!
        O que importa é o raciocínio e o resultado final, os erros que possas dar nas TI a nível de escrita, e sendo que não estamos a fazer trabalho administrativo(filosofar)…no problem!!
        Tás sempre a criticar, tentas sempre “matar tudo o que mexe” … va lá és inofensivo, imagina se não fosses 🙂

        cmps

    • Justus Rambaldi says:

      SERVA

      Gente não se esqueçam que a Microsoft vendia uma versão de Unix licenciada da AT&T que se chamava XENIX, eu inclusive usei o Unix deles, e não era ruim não, mas na época quem dominava o mercado de Unix para desktops era a SCO Unix (Santa Cruz) e as vendas do Xenix não eram tão boas assim, mas no fim o Kernel do Xenix deu origem ao Windows NT 3.5 e atualmente a familia Server da Microsoft.
      Embora a Microsoft não admita isso publicamente, ela CHUPOU E COLOU o código do XENIX e incorporou em seus sistemas operacionais.
      A Apple usou o BSD UNIX para criar o MAC OS X, o Linus usou o código do MINIX do Tannenbaun para criar o Linux.

      Então vamos ser francos TUDO O QUE RODA EM DESKTOPS HOJE TEM DIRETA OU INDIRETAMENTE ALGUMA COISA DO KERNEL DO UNIX EMBUTIDO.

      Então a única coisa que sobra mesmo é DESIGN e SEGURANÇA as únicas variáveis que podem ser trabalhadas de forma original e criativa.

      Portanto acho que discutir se é bom ou ruim é perda de tempo, eu mesmo nem perco meu tempo avaliando pontos bons ou ruins de software de sistema operacional, afinal é tudo ruim mesmo somente com uma cara bonita.

      Então sou obrigado a reconhecer que é melhor usar um Unix like system, que pelo menos estou lidando com um sistema maduro, testado e a prova do tempo tá ai para confirmar.

      O MUNDO É UNIX gostem ou não essa é a grande realidade, ele tá ai em tudo que é sistema que tem saído.

      Portanto tiro meu chapéu pra quem usa o FreeBSD, Linux, MacOS X Server, Windows Server, porque não é fácil lidar com sistemas mal documentados, cheios de bugs e correções por serem feitos.

      Querem saber a Nasa usa até hoje REDHAT Linux do tempo da onça, e tá muito bom para as necessidades dela. afinal ela nunca usou ambiente gráfico a não ser o X-Window e Motif, interfaces nativas do Unix.

      Portanto quando tenho que usar Linux, uso as distros baseadas no XFCE e no LXDE, tem cara de windows, funcionam como Linux/Unix e o mais importante consomem poucos recursos dos meus equipamentos, e me ajuda a poupar a bateria dos meus notebooks e netbooks.

      Se o pessoal não gosta de GNOME/UNITY ou KDE experimentem usar XFCE e LXDE.

      Meus usuários adoraram, afinal tenho gente que usou Windows todas as gerações do 3.0 até o Seven, e quando a empresa decidiu instalar Linux em tudo, decidimos que a melhor plataforma seria o design do LXDE.

      Curva de aprendizagem zero, e o LibreOffice quebra um galhão no lugar do Microsoft Office, todo mundo se acostumou, tudo é questão de TREINAMENTO apenas isso.

      O usa o que a empresa oferece ou então RUA!!! a equação é muito simples. TOTUS, SAP, o que!!! ADEMPIERE NELES e um Abraço.

  11. Leal says:

    Podiam colocar aqui como configurar a barra de menus?

  12. dbrenha says:

    Boas Pedro Pinto, podias começar a por os links “apt” quando indicas programas que estão no centro de software. Assim calava um bocado aqueles que se queixam da linha de comandos.

  13. Pensamento Positivo says:

    Apareça de tudo um pouco… Nos comentários, claro!… O site é excelente!…

  14. @lmx says:

    A linha de comandos é parte genética da coisa…
    Agora em links, ai pode-se colocar apt’s…
    Mas eu sou da opinião que se deve experimentar e instalar via linha de comandos…
    quando estiverem a bombar num mainframe com unix e uma cshel apenas a frente, eu depois quero-vos ver a clicar 🙂 …
    A ideia é ir introduzindo a malta na coisa, porque isto de fazer click’s(para quem tem mãos…) é fácil.
    Mas quando a coisa vos apertar, depois não se queixem por terem desvalorizado o trabalho que alguém tem vindo a desenvolver…
    É que estar preparado para quando não é preciso é fácil, difícil é estar preparado para quando é realmente preciso!!

    cmp

  15. Alguém says:

    Idade da pedra? Há quanto tempo havia o compiz quando os SO’s da microsoft começaram a ter animações no desktop?

  16. serva says:

    Não se trata de um ataque pessoal , mas simplesmente repor a veracidade dos factos , confesso que por vezes sou temperamental e escrevo muito com o coração , no entanto não escrevi metade do que me apetecia escrever , porque as asneiradas que se escrevem são tantas que ou ignoramos como muitos de nós fazem ou respondemos e depois dá nisto ….. , se ficaste irritado com o que escrevi e estas a mandar-me para a escola primária por não saber escrever !!!!!…. a essa nem te respondo , no meu post podem existir alguns erros de construção das frases , mas eu não estou em nenhum exame de Português , apesar de tentar dar o mínimo de erros ortográficos e de construção das frases , para que o post fique minimamente perceptível .

    Gostaria isso sim que refutasses o que escrevi em vez de me fazeres um ataque pessoal , que revela impotência e capacidade argumentativa .

    Cumprimentos

    Serva

    • Armando says:

      Jovem, que queres que te diga acerca do ubuntu onerírico? (Antes que digas que eu também não sei escrever, o onerírico foi propositado). Não satisfaz as minhas necessidades, ponto final. Nem as minhas nem as de 98% da população mundial não info-excluída (e já estou a ser generoso, porque, na verdade, a utilização de Linux como desktop principal não chega a 1%).

      • João Henriques says:

        LOLOLOL. Your comments crack me up every time! Devias começar a frequentar o 4chan. Precisamos de trolls deste nível.

      • Rui says:

        1º Onerírico está mal traduzido, muito mal mesmo.
        2º Se realmente é verdade o que dizes, que a utilização de Linux não chega a 1%, então é com grande prazer que te digo que é bom fazer parte da elite.

    • Camsarria says:

      Boas tardes;

      Relativamente a ubuntu (fala um leigo que já viu basic, dos, windows 3.1, windows 95 até ao 7) confesso que por experiencia própria deixei de usar windows e passei a usar ubuntu; com esta distro tenho um sistema leve, prático, solido e estavel (e sou um gamer, fiquei surpreendido em ver os jogos a correrem em linux agora).

      Quanto ao unity, fiquei fascinado com o conceito de ter acesso a todos os aplicativos com um click, e adorei aquela opção em que se clicka e se pode ter acesso directo á aplicação como se fosse um motor de busca. A nivel de software descobri com prazer que não tenho sequer de fazer downloads a .exe’s e instalar, basta ir ao software center e seleccionar o pacote e instalar sem mais trabalhos.

      A minha namorada era ceptica, mas agora até ela corre um ubuntu do portatil dela.

      Ah… e claro.. é gratuito, acabaram-se downloads de aplicações piratas e cracks, e despesa desnecessária de software.

      Por tudo isso agradeço pelo facto de haver linux e ubuntu, pode ser da idade da pedra para alguns, mas para mim de momento é o sistema que uso, e suspeito que esteja cá para ficar.

      Gostaria apenas de partilhar com vós a minha experiencia, para mostrar a quem gosta destas “coisas de computadores”, 🙂 que existem imensas alternativas ao windows, basta procurar, ter paciencia, mente aberta, aprender dominar e finalmente usufruir.

      Melhores Cumprimentos

      • Justus Rambaldi says:

        Camsarria
        Cara tu nunca foi leigo, tu é historia, assim como eu, viemos lá do tempos Jurassicos da Computação, usamos de Main-Frames aos primeiros microcomputadores de membrana, com fita K7 de audio para gravar e carregar os programas, a vida só ficou um pouco melhor nos anos 80 quando surgiram os TSR 80, os APPLE II com acionadores de disco de 8 polegadas e de 5 1/4 flexíveis, 3.1/2 polegada só nos anos 90, e CD-ROM em 1994.
        Vimos UNIX, CPM-80, appleDOS, MS-DOS, CISNE(ms-dos da Itautec), SP-32 (Unix da Prológica), OS/2, VMS, AIX, SOLÁRIS, IRIX, HP-UX, Windows, LINUX.
        Quem tem seus 45 a 50 anos e atuou na área de TI nos últimos 30 anos no Brasil e no Mundo sabem do que estou falando.
        A Moçada hoje tá com a faca e o queijo na mão e não sabe o que fazer.
        Quando é que no meu tempo iria ter acesso ao CÓDIGO FONTE DO SISTEMA OPERACIONAL para poder criar uma DISTRO minha personalizada, ou estudar o nucleo dos programas aplicativos e aprender como foram arquitetados.

        Se o Mundo fosse da Microsoft, hoje ninguém aqui teria Linux ou estaria discutindo assuntos realtivos a melhorias ou soluções para os sistemas.

        A EXPERIENCIA ME ENSINOU QUE O TREINAMENTO É TUDO PARA FORMAR BONS E ESPERTOS USUÁRIOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS.

        Portanto muitas das críticas realizadas ao Linux é fruto da falta de experiência, e muitas vezes da falta de uma rede de treinamento popular.

        Não sei quanto a Portugal, mas quando trabalhei com uma empresa de soluções de TI portuguesa, a moçada usava UNIX da SCO e estavam a portar uma plataforma de workgroup chamada Helenix Multimedia para Linux, isso lá nos anos 90, e o ambiente gráfico era mais sofisticado que o Windows 3.1 for Workgroups.

        A Apple usa o BSD Unix no seu MacOS X portanto quem é usuário de Linux, se estudar um pouco consegue se sentir em casa no MacOS X Server Lion, é só aprender os comandos correspondentes ou que já se viu em linux, e pronto.

        O Windows 7 é um Windows Vista corrigido, lá no núcleo dele tem o kernel do Xenix (Unix AT&T), agora eles lançaram o Powershel o poderoso console de Administração para plataforma Windows que usa alias de comandos do Dos e do Unix.

        Então eu não sei esse negócio da idade da pedra é pura ignorancia daqueles que desconhecem o Kernel de um Sistema Operacional.

        E provei aqui que mesmo o Modernissimo Windows é do tempo das cavernas e não teve como escapar dessa sorte. é impossivel dar manutenção em sistemas se não pudermos contar com uma console de linha de comandos, quando o ambiente gráfico bonitinho e sofisticado falha ou entra em pane.

        E neste caso só console e terminal de comandos para resolver. E aqui quem nunca foi um Administrador de Sistemas e passou por sufocos no ambiente grafico de qualquer sistema sabe do que falo.

        Os sistemas são falhos porque querendo ou não eles ainda são construídos por seres humanos falíveis, e os bugs são os resultados das falhas humanas no processo de desenvolvimento dos módulos do sistema operacional ou aplicações.

        Então rotular um sistema do tempo das cavernas é ignorância pura. Ai se todos os sistemas fossem do Tempo das Cavernas, pois se o fossem eles seriam UNIX.

  17. serva says:

    @Camsarria ,

    Boa tarde , nem mais , o @Armando sem argumentos ,porque é como os treinadores de bancada , a única coisa que faz é dizer mal , e depois fica muito sensibilizado e escandalizado quando alguém lhe faz frente .

    Não sou das pessoas que se expressa através da escrita de uma forma exemplar , nem tenho pretensões a ser um escritor , mas tenho consciência que não escrevo mal ,e que o que escrevo fica perceptível , por vezes ao escrevo muito depressa e não faço a revisão do que escrevi pode em alguma parte o texto não estar suficientemente coerente para ser entendido , confesso já li o meu post que foi sujeito a essa critica e sinceramente poderia ter uma construção diferente encontrei poucos erros ortográficos muitos deles devem-se a velocidade com que escrevi e confesso estava cansado de um dia difícil de trabalho .

    O que me parece difícil de compreender é que não se seja pragmático nas observações que se fazem .

    O Linux ter 1% de cota nos pcs a mim não me diz nada , por vezes o que existe em maior quantidade não é sinonimo de maior qualidade , significa nesta área que se tem grandes empresas por trás com muito € envolvidos a fazer marketing e a polir as aplicações , como exemplo temos o Android , bastou que a Google tomasse a liderança do projecto para que um sistema com Kernel Linux se destacasse da forma como o está a fazer .

    O Linux tem como base o Unix , com isto está tudo dito meu caro , a estabilidade de um sistema Unix não é comparável , sempre foi na estabilidade do Unix que a Apple fez a diferença e em Linux a estabilidade é similar só não é igual porque o Linux é instalado em maquinas com centenas de configurações diferentes e isto claro por vezes resulta em que algum hardware não é suportado pelo Kernel , mas mesmo aí nos últimos anos os progressos têm sido imensos , só para comparação o Windows 8 Preview foi instalado na minha maquina de testes , que tem uma placa Pci Wireless interna da Gigabyte , em todas as fazes alpha e depois beta o Ubuntu reconhecia a placa até com o Bhody um SO com um tamanho de 138 MB esta placa é reconhecida , pois no 8 preview não foi , tira as tuas conclusões , o fácil é dizer mal e destruir o difícil é ser positivo e construir .

    Não me alongo mais porque já estou a tornar-me chato e não vá o Ebay querer fazer algum contrato comigo para escrever algum romance .

    Cumprimentos

    Serva

  18. serva says:

    Faço das palavras do caro @Camsarria as minhas também , gostei do teu Link , pareceu-me um wallpaper , mas sem dúvida apelativo ,e depois a fonte idónea acima de qualquer suspeitas , desculpa mas desta loja não levas nada .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  19. serva says:

    Errata ” queria dizer acima de qualquer suspeita ” e não suspeitas , é melhor já me redimir se não sou castigado a 20 chicotadas .

    Serva

  20. serva says:

    De facto o cansaço tem destas coisa é que nem li bem o teu post , tens a lata de postares um link com um papel de parede para argumentares que o Unix não é a base do Linux olha este Link , aprende alguma e depois falamos .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Linux#UNIX

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

  21. José says:

    Adorei! Agora já posso instalar o Netbeans ;D

  22. Rossi46 says:

    Caros amigos,

    Sendo um noob no Linux posso dizer que após um ano de uso estou rendido a este sistema operativo (e suas derivações). Apesar de ainda hoje utilizar Windows 7 (em dual boot) lá em casa já ninguem passa sem linux.

    Se pensarmos em termos económicos (lol sou de contabilidade/fiscalidade) e como estamos em tempos de vacas magras, utilizar linux é só vantagens…..gastos 0,00€ em software…..ó querido temos q comprar outro pc q este já tem 10 anos (a minha mulher antes de conhecer Lubuntu)…..depois…..ó querido adoro-te….assim poupamos 500,00€ (já podemos ir de férias!!!)

    Diga-se que o Estado com o open source poupava milhares de euros, andava mais actualizado (sim porque a maior parte dos ministérios ainda usa o windows xp!!!!) e sem preocupações com virus e sus hermanos…..

    Cumprimentos motards

  23. Kamilla says:

    Nossa, muito bom! Resolveu todos os problemas aqui, tentei outros tutoriais, mas nada dava certo! Obrigada! =)

  24. Murillo C. Zerbinato says:

    Linux eh foda! Como diriam nossos amigos portugueses: Linux é fixe!

  25. ótimo sistema operacional, Ububtu 11.10, interface amigável, muitas ferramentas, linha de comado pra mim não é nada, meu primeiro curso de S.O foi em 1996, com um Compaq Presário com monitor conjugado, Proc. Intel 80486 dx2 8 MB de ram e 50mb de HD e S.O MSDOS 6.22, windows era o 3.11, e pra nós era só brinquedo….. comando era tudo no braço mesmo, acho q quem quer mesmo aprender e ter um sistema estável como Ububtu tem que se esforçar mais e deixar de viver escravo da MS, apesar de gostar do Windows 7 e Xbox 360. Abs.

  26. Marcio says:

    Optei pelo primeiro método e funcionou, recomendo.
    Uma pena q. o Ubuntu não venha como o Java já instalado com o Mint.

  27. jpng81 says:

    O java e o flash são o cancro do ubuntu, basta mexerem em qualquer mer… no código fod…. logo tudo.
    Raios parta ao flash e ao java, é a maior mer.. que há.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.