Quantcast
PplWare Mobile

Raspbian XFCE + XBMC v3 via Comunidade Linux Pplware

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Luis Rosa says:

    e aquele CPU sempre a 100%, mesmo sem aparentemente estar “em carga”.. aconteceu-me com 2 ou 3 versões do Openelec, desde que mudei para o Raspbmc ficou mais “normal” (entre 5% e 10%).
    Tambem aconselho este repositorio
    http://www.xbmchub.com/blog/2012/04/24/fusion-easy-addon-installation-for-xbmc/

    • Rascas says:

      Isso é apenas um erro de programação do XBMC. Apenas acontece quando estas a visualizar esse “separador”.
      Para melhor teres uma ideia do real consumo do processador executa o “top” via ssh e navega pela interface via CEC (se possível ou então por teclado ou whatever) para teres uma melhor percecção do que se passa quando o XBMC está a correr.

      Na proxima versão (13 gotham que ainda não saiu) isso já está corrigido. Quando sairem as versões beta (sim ainda está numa fase mto precoce) serão compiladas novas versões e será possivel fazer o update.

  2. ASA says:

    Obrigado, estou a usar a versão 1.

    Abraço

  3. José Pedro says:

    Parabéns! Um excelente artigo, obrigado.
    Cumps

  4. Redin says:

    Vejam o que está a ser preparado para um futuro próximo…
    Pela imagem dá a entender que este novo prototipo vale o mesmo que 4 raspberry-py + um arduino DUE.
    UDOO – http://www.kickstarter.com/projects/435742530/udoo-android-linux-arduino-in-a-tiny-single-board

    • VelhotePt says:

      Já tinha visto este artigo, mas acho que as vantagens do Raspberry Pi são entre outras, o preço e o consumo de energia.
      Se deixarem o Pi ligado 24h x 365 dias, pagam a fortuna de 4,00€ de energia elétrica por ano.
      No UDOO não há menção ao consumo de energia, e o preço já ronda uma motherboad de baixa gama.
      O meu computador em repouso consome 180 W (medidos), ou seja por baixo 144,00 €/ano.
      Dá para comprar 3 Pi.

      • Redin says:

        Se for assim, então sou obrigado a dar-te razão…

      • lmx says:

        tas feito um acionista 😀

        Eu também ja paguei bastante, agora evito o uso do monitor de 24″(45watts), e a grafica ja saltou fora substitui por uma de 70W max(em iddle cerca de 35-40w), mas …vou mudar de maquina…não me sinto bem a esbanjar dessa forma.

        o meu estava-me a fazer cerca de 20-25 euros mês(por baixo :S)…vou mudar de desktop…e talvez de monitor…não ha guito que aguente…

        Já agora quanto gastará um monitor de 24″ actual??o meu é de 2009 salvo erro.

        cmps

    • lmx says:

      para isso tens outros projectos…com sata e tudo 😉

      olha este que sairá para o mercado em Dezembro…completamente opensource hardware e software …debian based pois ta claro 😉

      o preço deverá ser mais caro que o raspberryPi em que o hardware não é opensource e em que os drivers da grafica não são open source, e tem mais extras, mas será lançado por um preço acima, mas similar 😉

      http://olimex.wordpress.com/2013/09/19/a10-olinuxino-lime-sneak-preview/

      Podes ter ups,sata,2160p video decoding, flash/sdcard,etc, e um infindável numero de portas GPIO.

      será a minha próxima aquisição…raspberry pi’s tenho 4…e são muito bons, a grande vantagem é mesmo a integração e otimização do software, mas 1Ghz acho que nos dias de hoje deve ser o minimo, além de que uma porta sata deve ser standard…

      cmps

  5. Redin says:

    Sempre achei que falta uma saida spdif em equipamentos deste tipo.

    • Nelson says:

      Para quê?

      A maioria das TV’s com HDMI têm saída óptica.

      Assim fica tudo ligado ao receiver, TV, Box da Tvcabo, Raspberry Pi, Playstation…

      • Redin says:

        Exato,tem as que tem…
        A minha e milhares delas por aí fora ainda não tem, até porque como eu, estou com um suporte de audio via recetores de A/V com entradas coaxial/optica.

  6. Nelson says:

    Muito boa distro! Com os dois…

    Quem também quiser automatizar o processo de downloads (download automático e organização automática), pode consultar este guia (passa a pub): http://goo.gl/Qzvkbw

    Que também tem informações de hardware entre outros…

  7. Telmo Viana says:

    Muito bom!!! Excelente artigo, finalmente consigo ter um all-in-one com o raspbian 😀

  8. João Guerreiro says:

    Parece bom vou experimentar hoje a noite para ver no que da

  9. VelhotePt says:

    Os links que estão em:

    Informação / Changelog: Saber mais aqui;
    Download: SO – Comunidade Linux Pplware (Raspberry PI);

    Dão para o mesmo ficheiro. É mesmo assim?

  10. samuel says:

    Não dá para instalar um programa tipo PeerBlock para usar com o Transmission?

    Obrigado pela distro.

  11. iMilagre says:

    Qual o melhor sítio para comprara o Raspberry Pi?

    Obrigado.

  12. Nuno Santos says:

    A primeira distribuição a dar apoio a DACs USB tipo a sweex 7.1 tira o meu amor incondicional :p E já há notícias que o pessoal do Raspbian está a tratar disso.

  13. Pedro Costa says:

    Não percebi como entro por desktop em vez de xmbc. Como faço isso?

  14. João Caldeira says:

    Esta plataforma consegue ler mkv, com audio dts 5.1 ?

  15. VelhotePt says:

    Já instalei.
    Parabéns pelo trabalho.
    A instalação não poderia ser + fácil.

    Para ser ouro sobre azul necessitava de:

    a) Aceder a ficheiros gravados em windows 8 pela USB;
    b) Aceder remotamente utilizando PuTTY+xMing (ou outros) para ter acesso aos conteúdos através do meu teclado e monitor do windows.

    Quais as alterações que tenho que fazer?

    • Rascas says:

      A primeira pergunta nao percebi. Relativamente a segunda podes usar o remote desktop do windows (rdp) para isso que ja se encontra configurado. O username e password estao no “changelog”. O link esta num post em baixo, o do artigo esta incorrecto.

  16. Ivo Pereira says:

    Como posso aceder ao ambiente gráfico do Rapsbian?

  17. THIAGO says:

    No boot Raspberry PI, como fazer para NÃO entrar automaticamente no XBMC ? Poderia ficar mudando com o ambiente de trabalho XFCE ?

  18. Tomás says:

    Boas! Já foi aqui perguntado várias vezes como iniciamos o “Raspbian XFCE + XBMC” pelo ambiente de trabalho, mas ainda não vi a pergunta respondida.
    O meu “Raspbian XFCE + XBMC” entra directo no XBMC, já descarreguei o ficheiro que supostamente nos ensina a iniciar o Raspberry Pi pelo Ambiente de Trabalho Raspbian, e…népia.
    Já googlei à procura e também …népia.
    Então eu pergunto, tenho que clicar alguma tecla (antes de fazer alterações a nível de sudo) para que o ambiente de trabalho apareça quando ligo o Raspberry Pi???
    Reparem que eu simplesmente não tenho onde fazer sudo, porque a cada tentativa vai sempre para o Media Center XBMC.
    Agradecia que alguém mais paciente me explicasse o que fazer ponto por ponto.
    Obrigado

    • Rascas says:

      Do ficheiro de instrucoes / changelog:

      Para entrarem no XFCE (ambiente de trabalho) basta sair do XBMC e executar: startx

      Para desactivar o arranque automatico do XBMC: sudo nano /etc/default/xbmc e mudarem a opcção “ENABLED” de 1 para 0.

      Para arrancar o XFCE automaticamente executem: sudo raspi-config -> tem lá uma opcção para isso.

      Isto executa-se via terminal, com um teclado ligado ao raspberry ou entao por ssh (Putty no windows por exemplo)

  19. ereanha says:

    A juntar ao ramalhete ficaria bem um emulador de jogos

  20. VelhotePT says:

    O XBMC vai à todos os lugares que lhe apetece, sem que tenhamos qualquer controlo.
    Qual é a segurança da nossa rede doméstica?
    O RaspBerry através do hub pode ter acesso aos outros computadores?

    • Rascas says:

      Isso não depende do raspberry. Depende da segurança que tenhas nos outros computadores na rede. Por exemplo se tiveres um computador na rede com uma partilha de ficheiros sem password então através do raspberry é possivel aceder a esses ficheiros (assim como qq outro computador o pode). Se tiveres credênciais de acesso (username/password) então só sabendo estes é que tens acesso a outros computadores.

  21. Pedro Campos says:

    Se calhar, muitos como eu, agradeciam que fosse elaburado em PT um tutorial que explicasse como adicionar esta imagem a um cartão que já tenha varios OS instalados!
    Até podia ser eu a faze-lo, mas infelizmente criei uma máquina virtual tão boa, mesmo escolhendo disco dinamico, que não consigo copiar nem um ficheiro de 2mgs para dentro do mesmo.
    Tentei seguir este tut. https://www.youtube.com/watch?v=GYamNsUXC8M
    Com o problema com que me deparei, e a vontade já é muita para criar uma nova VM, deixo-vos o menino nas mãos!!!!

  22. VelhotePT says:

    Como posso ver vídeos do youtube com o Google Chromium?
    Com o XBMC + youtube só consigo o som, a imagem népia. Como resolver?

    • Redin says:

      Por razões de licenciamento, aplicativos flash da Adobe, java e Google voice/video não vão funcionar com o Chromium OS Vanilla.
      ——-
      Before you download, let’s just confirm a few things. These builds:

      Are totally unofficial Chromium OS builds and do not represent the full Chrome OS experience
      Are offered without any support whatsoever, you use them at your own risk
      Do NOT automatically update, you’ll need to download a new build regularly if you wish to update
      Do NOT include Flash, Java or the Google Voice/Video plugin for licensing reasons
      May simply not boot on your hardware: not all configurations work! Please don’t ask me to fix this for your machine.
      ——

      Se alguém souber uma maneira de contornar isto, também gostaria.

    • Rascas says:

      Com o chromium (ou qq poutro browser) não dá para ver videos no youtube (pelo menos de forma fluida) pq não há suporte oficial ao flash no Raspberry Pi.

      Mas no xbmc devia dar. A mim funciona tirando um ou outro video por causa das licenças. As vezes o plugin do youtube para o xbmc dá problemas (não só no raspberry) pode estar aí o problema. Experimenta uma outra versão do plugin para o xbmc.

  23. Márcio Soares says:

    Boas, tenho em mãos um Rpi modelo B com 256mb de memória. O OPENELEC por vezes encrava e obriga a que tenha de o desligar e voltar a ligar. Será que com este projeto não vou ter esses problemas? Ou uma vez que o XBMC corre em cima do Raspbian vou experenciar esse e outros problemas. Já uso XBMC á muito tempo no PC mas queria criar media center com o Rpi para colocar escondidinho atráz da TV, mas queria algo estável.

    • Márcio Soares says:

      Tentei instalação mas a certa altur dá o seguinte erro:
      [ 29.461240] mmc0: Timeout waiting for hardware interrupt – cmd12.
      [ 29.474408] mmcblk0: error -110 sending stop command, original cmd response 0x900, card status 0xe00

      Será o cartão? O cartão com o OPENELEC funciona bem.
      Ajuda aceita-se!

    • Rascas says:

      Sim é um erro no cartão. Provavelmente está a dar as ultimas. Experimenta com outro.

  24. Rascas says:

    Já é possivel actualizar o XBMC para a ultima versão, a 13.
    Como se encontra ainda em fase alpha é considerada “unstable”. Apesar de no meu caso não ter encontrado problemas aconselho a fazerem um backup.
    Esta nova versão trás algumas melhorias e esta mais rapida no raspberry. As seguintes instruções incluem tb o update do kernel para o 3.10.

    Ligar por ssh ou através de um teclado ligado ao raspberry e executem:

    sudo rpi-update
    sudo reboot

    Depois, sair do xbmc e:

    sudo nano /etc/apt/sources.list.d/mene.list
    alterar de modo a ficar assim:
    deb http://archive.mene.za.net/raspbian wheezy unstable

    sudo apt-mark hold raspberrypi-bootloader
    (Como em cima já actualizamos o firmware e o kernel este pacote é desnecessário e dentro de pouco tempo vai ser removido do repositório)

    sudo apt-get update && sudo apt-get -y upgrade
    (deve aparecer um interface para selecionarem uma opção, basta fazerem Enter ( Keep local…)

    E pronto, depois basta reiniciarem e ficam com o raspberry actualizado, com o ultimo kernel e o novo XBMC.

    • Márcio Soares says:

      Desculpa a ignorancia mas não entendi muito bem o toturial.
      Antes de executar estes comandos “sudo rpi-update
      sudo reboot” devo sair do XBMC certo? É que não referes isso, mas em baixo antes de executar os seguintes comandos já dizes para sair do XBMC. “sudo nano /etc/apt/sources.list.d/mene.list
      alterar de modo a ficar assim:
      deb http://archive.mene.za.net/raspbian wheezy unstable

      sudo apt-mark hold raspberrypi-bootloader
      (Como em cima já actualizamos o firmware e o kernel este pacote é desnecessário e dentro de pouco tempo vai ser removido do repositório)

      sudo apt-get update && sudo apt-get -y upgrade
      (deve aparecer um interface para selecionarem uma opção, basta fazerem Enter ( Keep local…)”

      Só mais uma coisa, “sudo apt-get update && sudo apt-get -y upgrade” isto são dois comando diferentes? o “&&” é apenas espaço? Ou sé apenas um comando?

      Agradeço desde já a explicação.

  25. Márcio Soares says:

    Feito, foi um bocado dificil gravar as alterações ao mene.list mas o resto correu tudo bem. Agora vou ver como se comporta. Neste momento a correr uma série no 1chanel e está a ir bem.

  26. Adenilson Sena says:

    Boa tarde!
    pessoal, gostaria de saber como com teclado e raspbian-xfce-xbmc-v3 em portugues.

    • nfu says:

      Sai do XBMC, abre janela do terminal. Escreve:

      sudo raspbian-config

      E uma das opções refere localisation (localização). Aí podes escolher o teclado.

    • Adenilson Sena says:

      Rascas, gostei muito desta versao beta esta bem mais rapida que a anterior. mais estou com o seguinte problema ao acessar qualquer conteudo(pasta compartilhada) do windows 7.
      Workgroup “Connection refused” sabe o que pode ser ?

      Atenciosamente,
      Adenilson Sena

      • Rascas says:

        Ao que percebi, não consegues aceder a ficheiros partilhados do windows 7 através da opcção samba do xbmc certo?
        Parece ser alguma coisa mal configurada na rede do teu windows 7. Vê no “Centro de rede e partilha” “opcções avançadas”.

        Experimenta tb “activar a partilha protegida por palavra passe”

  27. Gonçalo Pereira says:

    Rascas, pode-se usar essa versão com overclock mesmo sem dissipadores no RPi?

  28. Rascas says:

    Raspbian XFCE + XBMC 4 final

    Resolvi reduzir um bocado o overclock base de modo a não ser preciso mais voltagem. Vem agora com um overclock igual ao do raspbmc:

    arm_freq=850
    core_freq=375

    Download:
    https://mega.co.nz/#!swBl2I4D!KVeIRWnYMUGptvO-oQr0mmRg-bhiGhGOpYJs4JtucGc

    Instruções / Informação / Changelog:
    https://mega.co.nz/#!MhoDGbSK!GJ2zigkCkZh87sPd0aGiZ1eAz015j5qJX4wvyd-0lJY

    Procedimento Usado:
    https://mega.co.nz/#!VwQiDY4a!IEFK6lX5b15rpQ0YfjG9lArgHesSi35XIb8xGlwV7G0

    Cumprimentos,

    Diogo Santos

    • Jose says:

      Bom dia,
      Tenho um Raspberry pi com Openelec e fiquei um pouco desiludido pois em videos de 720p ou 1080p os videos encravam um pouco. è uma coisa minima mas quem é como eu exigente a ver os filmes é muito desagradavel tar sempre a ver engasgos na imagem.
      Existe alguma configuração para melhorar ou não á nada a fazer.
      abraço

  29. Luiz Victor says:

    Boa noite. Muito obrigado pelo trabalho, a imagem e o sistema funcionam muito bem.
    Queria saber se alguém já instalou o retropie nesse raspbian, e se sim, se funciona bem. Queria ter os emuladores juntamente com o xbmc. Obrigado

    • Rascas says:

      Sim ja instalei há uns tempos atrás para dar uns tiros apesar de já não o ter mais instalado.

      Lembro-me que funcionava fixe, o procedimento de instalação é igual ao do raspbian, através de um script.
      Não te esqueças que qnd fores jogar, recomendo sair do ambiente gráfico e executar a station via terminal para ter melhor performance.

      • Luiz Victor says:

        Muito obrigado, Rascas, pela informação e pelas dicas. Instalei hoje o retropie (ou pelo menos deve estar terminando de instalar agora, bem demorado o processo), vou tentar fazer o emulation station como boot e dele lançar o xbmc, vi uns videos e até testei umas imagens com o raspbian assim, mas nenhuma que testei funcionou direito. Acho que instalando nessa versão do raspbian, talvez eu consiga. Você já tentou fazer isso? Se funcionar eu aviso aqui.

      • Rascas says:

        Sim penso que é possível.

        1º desactivas o arranque automatico do XBMC.

        sudo nano /etc/default/xbmc

        E alteras “ENABLED=0”

        2º activas o arranque automatico da emulation station:

        sudo sh /home/pi/RetroPie-Setup/retropie_setup.sh

        opcçao #3 (Setup) e depois opcção #4 (Start emulation Station on boot?)

  30. Rascas says:

    Hey Luiz Victor, andei a brincar um bocado com o retropie e criei umas configurações/scripts para integrar melhor com o sistema e criar uma menu para alternar entre interfaces.
    http://i.imgur.com/kH7JMpe.jpg

    Se for isto que queres no, Raspbian XFCE + XBMC v4 só tens de instalar o RetroPie seguindo as instruções aqui:
    https://github.com/petrockblog/RetroPie-Setup/wiki/First-Installation

    Depois fazes o download deste ficheiro:
    https://mega.co.nz/#!I0g10DwK!RYoVtC6tWzGd2FUdAT4BdT9zaNOCAe-Go2FPuBy0VOE
    Copias para ~/.emulationstation e extrais com:
    tar -zxvf archive_name.tar.gz

    Depois desactivas o arranque do XBMC e activas o do RetroPie como disse em cima 😉

    • Luiz Victor says:

      Rascas,
      Desculpe a demora, instalei o retro pie e deu tudo certo. Inclui um serviço para configurar wifi também. O Raspberry liga entrando pelo Emulationstation e por ele tem um menu de aplicativos (com o XBMC e o XFCE) e um de sistema, onde coloquei as configurações que você me passou, além das opções de ligar, reiniciar o raspberry e ainda o programa para configurar wifi (ele identifica as redes locais e uma vez configuradas, o RBpi conecta assim que é ligado). Tenho a imagem na minha dropbox e caso você, ou alguém, queira posso passar o link para download. Ela é baseada na sua “Raspbian XFCE + XBMC 4 final”, infelizmente não tenho um cartão de 4gb, então precisa de um de 8 para gravar. Estou agora tentando serviços de tv ao vivo no xbmc, estou com o Live Stream, mas ele é um tanto lento. Você já o testou? E o PVR IPTV Simple?
      Obrigado,
      Luiz Victor

      • Rascas says:

        Porreiro 😉

        Nos tb estamos a fazer uma nova versão, em breve irá haver noticias aqui no pplware.

        Em relação ao streaming, o unico plugin que costumo usar frequentemente é o TV Portuguesa, que tem vários canais da tv por cabo daqui de Portugal e funciona fixe. Tb ja experimentei mais um ou outro e todos funcionavam fixe. Sabes que o streaming depende sempre da quantidade das pessoas que estão a visualizar o stream no momento. Se estiver mta gente, pode ficar lento.

        Depende tb da tua ligação á internet e da tua rede. Se estiverem mtas pessoas a usar a tua net pode estar aí o problema e se o pi estiver por wireless tb pode haver interferências.

        Já agora qual é o programa que usas para configurar o wifi?

        • Luiz Victor says:

          O programa que uso é o wicd-curses. Instalei-o direto pelo apt-get (apt-get update; apt-get install wicd-curses) e para executá-lo “sudo wicd-curses” funciona muito bem, ele vê as redes ativas e você só precisa informar a senha, muito mais fácil do que os outros métodos. Recomendo, caso queira, incluir na sua nova versão. Que bom que já estão fazendo a próxima, tem alguma informação que possa passar sobre alguma mudança? Quando ao streaming, eu não fui claro, a lentidão que me referi é para navegar nas listas de canais que tenho em XML, contudo instalei o PVR IPTV Simple e funciona muito bem, existe um grupo brasileiro, que atualiza sempre a lista de canais online (possui canais portugueses) e com este ultimo addon os canais sempre são atualizados automaticamente no XBMX, além disso, conta com uma grade de programação, funciona muito bem. Caso se interesse o fórum é este: http://www.htforum.com/vb/showthread.php/228897-XBMC-PVR-IPTVSimple
          Demorei para encontrar uma versão do addon para o Pi, consegui com a 1.6.1 modificada para amrv6.

          • Luiz Victor says:

            Rascas, você sabe como posso diminuir o tamanho de uma imagem para caber em um SD menor? Fiz uma imagem para o RPi da minha noiva utilizando um cartão SD de 16Gb (que é o tamanho do cartão do RPi dela), porém quando ela foi restaurar a imagem no cartão (win32diskimager 0.9) apareceu que o cartão não tinha tamanho suficiente (o dela possui alguns blocos a menos).Tem alguma forma de eu reduzir um pouco o tamanho da minha imagem ou do meu cartão de modo que eu possa passar para ela? Como eu estou em outro pais, não tenho como fazer as alterações diretamente no RPi dela, então o jeito é enviar a imagem pronta. Se souber como, irá me ajudar muito. Obrigado.

          • Rascas says:

            Vais precisar de um computador com linux para fazeres isso (pelo menos é a unica maneira que conheço).

            Metes o SD do raspi ja alterado no computador, e com o gparted vais reduzir o tamanho da segunda partição (deixa pelo menos 200 MB livres na partição).

            Depois tens de calcular quantos MB o cartão tem com informação. Será qq coisa como 4 no inicio unlocated + aprox. 56 da 1ª partição + x da segunda + uns 50 MB de erro.

            Depois vais criar a imagem com o dd:

            sudo dd if=/dev/mm*** of=raspberry.img bs=1M count=2500

            O /dev/mm** é o nome do dispositivo (verifica com sudo fdisk -l). raspberry.img o nome do ficheiro (imagem). Substitui o valor do count pelo valor que calculaste anteriormente (tem que ser em MB).
            Cuidado ao usar o dd e os nomes de dispositivos que ele “limpa tudo”.

            Pronto no fim ficas com uma imagem reduzida do teu sistema personalizado, a tua namorada só tem de o gravar para o cartão e depois executar o “Expand filesystem” para ocupar o espaço todo do cartão dela.

          • Rascas says:

            Não posso passar mta informação, só que vai sair para a semana.

            o wicd-curses já conhecia mas não convém incluir na imagem porque o daemon ocupa um pedaço de memória ram e configurar o wifi dá sempre pelo “wifi config” no XFCE e salvar que depois no proximo boot o wireless já fica activo.

            Abraço

    • Jose says:

      Bom dia,
      Tenho um Raspberry pi com Raspbmc e fiquei um pouco desiludido pois em videos de 720p ou 1080p os videos encravam um pouco. è uma coisa minima mas quem é como eu exigente a ver os filmes é muito desagradavel tar sempre a ver engasgos na imagem.
      Existe alguma configuração para melhorar ou não á nada a fazer.
      abraço

      • Rascas says:

        Jose, as informações que dás são muito vagas e por isso é dificil conseguir achar o problema. Tens de explicar como tens o teu “setup”

        O raspberry está ligado como á rede (wireless / cabo ethernet ?). Como é que é a tua rede? Só um router? Onde está localizado o ficheiro que dá problemas a visualizar? Sistema de ficheiros usado? Protocolo de partilha? Tens de ser mais específico senão é impossível de te ajudar.

        Mas uma coisa te garanto: no raspi é possível ver rips de bluray sem qq problema/falha, de modo fluído. Ficheiros de mais de + de 20 GB!!!! Depende agora do modo como estas a tentar fazer, visto ser possível haver limitações de hardware/configurações.

        • Jose says:

          boas amigo Rascas
          O Raspberry está ligado á rede cabo ethernet. MAs tambem ja testei com uma pen ligada direta no raspberry e acontece sempre o mesmo.
          Sera que podemos falar num chat, tipo skype ou gamail ou outro. Pois ja tentei de tudo e acontece sempre o mesmo, o arrastamento, não é sempre mas é ás vezes.
          Tenho instalado o Raspbmc com varios addons instalados e uma biblioteca razoavel.
          abraço

  31. Luiz Victor says:

    Muito obrigado, Rascas. É exatamente isto o que quero fazer.
    Na verdade, eu já havia criado um menu no emulationstation para arrancar o XBMC e o XFCE, tomei como base alguns fórums, mas gostei muito da ideia de incluir as configurações neste menu, vou usar seus scripts. =]
    Acabei fazendo a instalação pelo source, ao invés do binaries, porém o emulador de GBA não funcionava (mesmo com as bios), ele não chegava a arrancar. Hoje refiz conforme o Pet Rock Blog indica, devo testar no final de semana. Se funcionar, eu digo aqui e, se eu achar que ficou boa, posso passar a imagem para quem quiser.
    Estou tendo problemas com o teclado, uso um padrão mini EUA internacional (logitech k400r), e quando tentei alterar no menu raspi-config, as letras mudam (quando pressiono a tecla “a”, sai a letra “i”, por exemplo). Tentei com várias configurações de teclado, você saberia qual é o mais indicado para eu usar? Com a configuração que veio com a “Raspbian XFCE + XBMC v4” as letras funcionam bem, apenas os sinais que ficam bagunçados.
    Muito obrigado por toda a ajuda, ter encontrado este site me ajudou muito, sou novato no raspberry (o tenho faz 1 semana) e tanto o site quanto você estão me ajudando muito.

  32. JoaoB says:

    Na versão 5 há maneira de após o boot aparecer sempre o menu com as opções? Numa primeira tentativa cliquei no RetroPie e agora após o boot ele vai directo para um dos jogos. Com o startx consigo ir para o XFCE e com emulationstation para as opções do RetroPie.

    Obrigado por esta imagem Rascas.

  33. bizao says:

    Boas,
    Alguém tentou ou já conseguiu actualizar o xbmc nesta build para a ultima versão?
    Não estou a conseguir encontrar forma de o fazer.
    Ajuda?
    Obrigado.

  34. leonardo says:

    Boa noite,

    Estou tentando criar uma imagem(.img) da instalação do meu PI, mas não consigo gravá-lo em um SD menor.

    Como vocês fizeram para gerar o arquivo .img ?

    Obrigado pela ajuda

  35. VelhotePT says:

    Eu tinha a internet da ZON. No mês passado mudei para a Vodafone, e passei a ter problemas no acesso a “streaming”. De 5 em 5 minutos pára 1.
    Alguém sabe se esta empresa estrangula a largura de banda de alguns IP’s.?

    • Redin says:

      Eu sou vodafone desde o tempo em que havia adsl e nunca ate este momento tive estrangulamento de qualquer tipo de serviço.

      • VelhotePT says:

        Consegues ver um episódio de uma série sem paragens?
        O problema não é do Raspberry, pois no computador normal ocorre a mesma situação.
        A largura de banda em P2P da Vodafone é excelente, só em alguns sites é que ocorre o estrangulamento.
        Como sempre foste cliente da Vodafone possivelmente jogar a culpa no Raspberry.

  36. VelhotePT says:

    Quando é que sai um pack com o XBMC 13.0 Gotham?

  37. Rascas says:

    Boas, esta versão não existe mais, agora dá pelo nome Pipplware 🙂

    A versão 2.0 final traz já o XBMC 13.0 Gotham e está disponível o update para o 13.1 nos repositórios.

    Mais info:
    https://pplware.sapo.pt/linux/pipplware-2-0-descarregue-ja-a-versao-final/

  38. KAJO says:

    esta versao nao arranja no B+ porque?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.