Quantcast
PplWare Mobile

Puppy Linux 6.3 – A distro Linux que faz o seu PC voar

Download

Download: Puppy Linux 6.3

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. André Alves says:

    De que vale fazer o meu pc voar se eu preciso dele parado?

  2. tuga says:

    voa mas é pela janela fora!

  3. CC says:

    vou testar no pc que tinha a versão anterior do puppy e ver como se porta. Para pcs antigos não ha nada como o puppy.

  4. Filipe Almeida says:

    Boas, minha Gente!!
    Tenho o seguinte portátil:
    https://www.worten.pt/inicio/informatica/computadores/hibridos/hibrido-11-6-toshiba-l10w-b-101.html
    Será que o modo touch, ou seja, quando toco no ecrã em modo tablet ou em modo frame, funciona no puppy linux?

    • Pedro Pinto says:

      O Puppy tem um excelente suporte a hardware. Nada melhor que experimentar, mas quase de certeza que funciona.

    • rand says:

      O suporte a touch no linux é um bocado irregular, nalguns paineis funciona na perfeição enquanto noutros nem que vendas a alma ao diabo funciona a 100%, o DE que usares também ajuda à utilização por exemplo gnome 3, Unity e KDE tem suporte a cliques longos etc

  5. Mario Jorge says:

    Como é este sistema comparando com lubunto?

  6. Rafael says:

    E instalar o Puppy no disco?

    • Mário J.R. Matos says:

      Para tal deve fazer uma instalação Frugal (recomendado) ou Full (para maior controlo, recomendado para utilizadores com conhecimentos de terminais Linux) e seleccionar disco (HDD) ou memória a partir da qual deseja correr o Puppy.

      • Rafael says:

        Obrigado Mário! 🙂

        • Mário J.R. Matos says:

          De nada.
          Não se esqueça de formatar o dispositivo em NTSF (mais largamente reconhecido pelos SOs) ou ext3/4 dado que FAT32 está limitado a 4 GB, criando um Puppy SaveFile (local onde são guardadas as definições do utilizador activo) com pouco espaço para utilização.
          Nas instalações em discos, ao contrário das realizadas em dispositivos USB ou unidades ópticas, a maioria dos puplets (variações do Puppy Linux core) deverá reconhecer que se trata de armazenamento em massa (a partir dos 32GB) e configurar todas as definições de acordo com uma instalação tradicional em disco (seja HDD, SSD, mSATA ou memória USB).

  7. Fábio says:

    Como faço a ligação à internet com uma pen de internet móvel?

  8. Márcio says:

    Eu uso Ubuntu 12.04 LTS, mas quero usar uma distro leve e completa como Puppy. Qual a versão mais completa do Puppy para um notebook moderno com Core i5?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.