PplWare Mobile

pfSense 2.0.3 –Transforme a sua máquina num router/firewalll


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Rafael Souto says:

    Era mesmo isso que estava a procura para transformar um PC que está parado em algo útil 🙂 Vamos testar!

    Kudos Pplware!

  2. Carlos Vicente says:

    Outros do género:

    Endian – http://www.endian.com
    IPCop – http://www.ipcop.org

  3. Bruno says:

    Boas, com isto posso por exemplo… usar uma maquina antiga (amd xp 2000+, 2gb de ram…) como router em vez do router thomson meo?
    Se sim, as configurações são simples?
    É que olhando para os prints, parece tudo demasiado complexo =\

  4. Frede Silva says:

    Eu conheço uma grande opção. UNTANGLE.

  5. João Carreira says:

    Testado e comprovado! 🙂
    Utilizaei para um projecto onde tinha cerca de 120 a 150 utilizadores numa maquina com um pentium III!

  6. Nuno Proença says:

    Boas.
    Há uns 5 anos (+/- quando se iniciou o fork desta distro) instalei isto num pentium (uma máquina fraquita já à época) a servir uma escola (nos picos tinha uns 100 utilizadores simultâneos).
    Tinha a funcionar o squid com blacklists, port forwarding, traffic shaping, VPN, e se bem me lembro também tinha VLANs.
    Só me ficou a faltar colocar o SSO a funcionar ligado ao controlador de domínio.
    Trabalhava lindamente sem um único problema, e tudo automatizado.
    Antes de ter optado por esta experimentei (em sistemas de produção) o m0n0wall, ipcop e mais umas duas ou três distros de que já não me lembro o nome.
    Nunca mais usei nenhuma outra solução de firewall opensource a não ser esta.
    Ficam os meus 5 cêntimos.

  7. Nuno Mendes says:

    Onde será que já vi isto escrito ?!!?! 16 de Outubro de 2012 🙂

  8. Aldebaran says:

    Sugiro o uso tambem do BFW (BrazilFW) uma distro baseada no antigo Coyote, inclusive possui suporte a plugins, o que deixa ele ainda mais atrativo…

  9. Carlos says:

    Muito bom post…
    Agora vou desafiar-vos a ajudarem-me. Eu não sou nenhum especialista em redes por isso perdoem-me a minha ignorância, mas como gostava de implementar um pfsense venho pedir ajuda.

    Tenho um DC (Win 2008) c/ AD e com os serviços de DNS+DHCP integrados. todos os utilizadores se autenticam na AD. Nesta estrutura como posso integrar o pfsense obrigando a todo o trafego a passar lá??

    • Nuno Silva says:

      No DHCP atribuis a opção de Router ao IP do pfSense. 🙂

      • Carlos says:

        Podes explicar melhor como tudo isso funciona, ou então indicar-me algo que possa ler para perceber como tudo pode funcionar?

        • Nuno Silva says:

          o Pfsense terá que ser configurado para servir de gateway da rede que queres controlar, podes usar para isso as opções da scope no DHCP Server:

          http://goo.gl/29gr5

          • Carlos says:

            Desculpa a minha burrice, mas depois consigo autenticar os utilizadores na AD e filtrar o conteúdo web por utilizador?

          • Nuno Silva says:

            Autenticação na AD não tem nada a ver com a pfSense…no minimo terás de criar regras na pfSense se a rede dos utilizadores e a rede do servidor da AD estiverem forem diferentes para permitir o trafego.

            Por utilizador acho que não consegues especificar, podes definir as ACLS gerais por categoria de conteudo e depois criar “excepções às regras”!

        • JC says:

          Eu tive um problema semelhante, tens de ter atenção a prioridade dos servidores DNS, vamso supor que puseste o pfSense como Gateway, quando ele for dar ips tem que dizer para por como dns primario o windows server, depois entao pões o pfsense como secundario e assim sussecivamente, pois aquilo que vai acontecer, visto que é o pfsense a dar os ips, o cliente vai saltar directamente para a GW sem parar na ADS…
          Espero ter ajudado, Abraço

  10. Ricardo Barbosa says:

    pfsense é baseado em FreeBSD contudo lendo o artigo apenas no 4º parágrafo tal aparece mencionado. Isto após os primeiros paarágrafos falarem em Linux, o que induz os leitores a pensar que é mais uma distro de Linux.

    Linux =/= FreeBSD

    Sinceramente, actualizem o artigo e clarifiquem este ponto.

  11. Gonçalo says:

    É sem dúvida a minha Firewall/Router de eleição, prática, versátil, fácil de implementar, fácil de monitorizar e com funcionalidades extra que se podem adicionar, mediante as necessidades.

    Na minha perspectiva, muito melhor que o IPcop que usei antes de conhecer esta.

  12. Nuno Silva says:

    Recomendo!

    E utilizando o package do SquidGuard com uma blacklist, é o 2 em 1: firewall e controlo de conteúdos!

    Gosto também dos delimitadores de banda para aqueles utilizadores mais teimosos que, apesar de ser permitido, passam o dia a ver filmes no Youtube 😉

  13. DiogoS says:

    nao percebo nada disto, é a primeira vez que ouco falar mesmo, expliquem-me uma coisa, isto dá para criar algum tipo de servidor? conectar a net lá de casa e transmitir por cabo e wireless?

    ou é para outra utilizacao que nao estou a ver…

    Expliquem como se fosse uma crianca mesmo =)

    Thx

  14. Redin says:

    Penso que este artigo estará destinado a utilizadores que queiram criar uma rede e não propriamente para uma existente como aquele que a maioria de nos temos em casa.
    Ao falar de uma rede tipo ZON, Vodafone, Optimus, M4O etc, estamos a falar de redes onde o router já existe e como tal sendo fornecido por essas companhias. Esta alternativa aqui apresentada não estará propriamente dirigida a eles.
    Não estou a ver a possibilidade de conseguir ligações para telefone ou iptv por exemplo.
    Aguarde mais informações. obrigado.

  15. rtrex says:

    Começamos mal…

    “Como sabemos, o sistema operativo Linux..”

    Talvez PFsense é Freebsd e não Linux e não não é igual… é parecido em algumas coisas.

  16. jpng81 says:

    Acho o pfsense espetacular.
    Mas falar apenas no pfsense não é suficiente, acho que para configurar o pfsense deveriam falar também a nível do “router” ou “modem” que a pessoa tenha para fazer a ligação á net.
    No meu caso ainda tenho um modem thomson dos antigos e fica logo a funcionar á primeira pois o pfsense obtem imediatamente o ip dado pelo dhcp do modem. Agora quando existe a situação que o utilizador apenas tem um “router” que portas ou configuração é preciso fazer … usar ou não usar DMZ … para não falar que determinados routers vêem com um firmware bastante limitado pelos ISP’s.
    Neste momento estou a deparar-me com um Router da Meo TG799nv que parece ser uma verdadeira dor de cabeça, pois nem sei como fazer com que o router funcione apenas como modem. E mesmo defenindo o ip do pfsense como DMZ estou a ter bastantes dificuldades em detectar qual dos dois me esta a bloquear ligações por SSH para dentro da rede.

    • Nuno Silva says:

      Antes de se meterem a configurar uma pfSense para casa, pensem “Eu preciso de uma pfSense? Se não souberem responder à pergunta, então é porque não precisam! Os modem routers dos ISP’s já fazem aquilo pelo qual pagamos, um acesso à internet com alguma segurança através da firewall interna do equipamento, todos os restantes cenários já tem um enquadramento empresarial e precisam de ser pensados com calma.
      Até à data estou satisfeito com a pfSense e ainda não tive necessidade de algo mais robusto, com a grande vantagem do dinheiro poupado (firewall, gestor de conteúdos (squidguard), gestor de tráfego (bandwithd), proxy reports, limitador de banda por utilizar/grupo)

      • jpng81 says:

        @Nuno Silva uso a nível pessoal para poder brincar e aprender como o pfsense funciona e também para implementar a nível empresarial (proxy squid com antivirus) com controlo de acesso a websites.

        • Nuno Silva says:

          Não digo que não, mas também a nível empresarial é possível configurar uma pfSense e testar…lembra-te que isto é um gateway, basta configurar e alterar no teu PC o default gateway para testar o comportamento.
          A questão é que a nivel ‘doméstico’, todos temos ligações ditas comerciais, em que temos um modem/router/firewall em casa, ao meter mais um equipamento, ficas com 2 equipamentos para fazer troubleshooting caso algo falhe!

          Na altura da implementação, uma maneira que usei para testar uma pfSense sem alterar nada na infraestrutura já em produção foi, depois de instalada e configurada, alterar no DHCP Server a opção Router para o IP da interface LAN da pfsense…não forcei os renews da lease, à medida que as leases expirassem os utilizadores iriam buscar o novo gateway da Pfsense!

          (e vê-los a estrebuchar porque não podiam aceder a site X ou Y por causa da blacklist? Priceless 😛 )

  17. Ricardo Valério says:

    Desculpe a ignorância mas não consigo gravar a imagem baixada em uma mídia de inicialização, diz que o formato da imagem não é suportado, já baixei vários arquivos la, dos muitos que estão disponíveis, porém quando extraio do do .GZ para uma pasta contendo a .img qqer programa de gravação dá esse erro mencionado acima.
    Alguém poderia me ajudar?

  18. Eduardo Caetano Silva says:

    O Servidor PPPoE permite configurar várias contas para autenticação e limitar cada conta a apenas uma máquina?

  19. Leandro says:

    Olá amigos,

    Onde trabalho, tenho duas empresas distintas mas usam a mesma LAN.

    Minha ideia seria por o pfSense com 4 interfaces.

    A 1ª e 2ª para meus links WAN (OI e GVT).

    A 3ª e 4ª seria configuradas como LAN com faixas de IP diferentes onde ficaria uma pra cada empresa como no exemplo abaixo:

    LAN1 > 192.168.1.1 (DHCP ATIVO)
    LAN2 > 10.0.0.1 (DHCP ATIVO)

    Isso é possível?

    Tentei fazer um lab em casa pra testar mas a internet só funciona na LAN1.

    Agradeço desde já pela ajuda!

  20. Leandro says:

    Olá Ricardo,

    Até o momento não temos nenhuma VLAN, nem segurança alguma pra falar a verdade.

    Estou estudando as possibilidades agora pois recentemente fomos vítima de ataques e nossas estão crescendo muito a cada dia que passa.

    Irei revisar minhas configurações do pfsense em laboratório.

    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.