Quantcast
PplWare Mobile

Chegou o novo Ubuntu 20.10! Adeus Windows e macOS?

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    Utilizadores do Windows 10 a vir a correr todos, com “ódio” porque é uma alternativa, porem não a sabem aceitar.

    Eu sou utilizador do Windows e estou a escrever a partir deste momento de um, e não vejo qual é o problema em mencionar o Linux como uma alternativa ao Windows 10.

    Espumem menos, aceitem a realidade. Ninguem quer impor nada, nem este é melhor que aquele.
    Tudo depende da necessidade de cada um, dos gostos de cada um e por ai fora. Não me venham dizer é que o Windows é tudo poderoso, porque isso não é necessariamente verdade.

    Para Web Servers, eu uso Linux. Deus me livre usar Windows Server! A optimização de um website em Nginx é 10x superior a um de qualquer um Windows Server, na minha opinião claro!

    • Rrrrrr says:

      o teu comentario nao faz sentido… uma vez que foste o primeiro a comentar…

    • Almaister says:

      Cá para mim andas a fumar demais. Sou utilizador do Windows 10 e NUNCA me viste reclamar com ódio às ditas “alternativas”…

      • Spoky says:

        Eu não disse que eras tu, eu estou a falar de quem tem odio as alternativas.

        Quem não tem, óptimo, este comentário não foi para quem não tem, mas sim para quem tem…

    • César Teixeira says:

      Por acaso nota-se a tua larga experiência em hosting e afins, lendo o teu último parágrafo. Falar de Windows e Linux, e no fim dar o argumento que nginx é mais rápido 10x que um Windows server é obra xD nao sei por onde começar, mas tu lá deves dominar 😉 além da tua expertise, acho que foste mesmo tu a dar o mote para os antis espumarem, só tentaste embelezar xD

      • Spoky says:

        Tu percebeste o que quis dizer, ou tu sem SO consegues ter web server? Tu la no fundo percebeste, o erro foi meu. Mas la por ter errado ou não me ter expressado bem, não significa que não tenha experiência.

        Quantos Engenheiros que têm experiência pelo papel, mas na prática nem fazem metade! Isso vê-se com pedreiros vs Engenheiros que se for para cortar ou para implementar algo, até se borram todos 😉

        • César Teixeira says:

          Sim, claro que entendi 😉 só estava a referir que não dá para comparar o que não é comparável 😉 Windows Server não é de todo a minha opção, a não ser que necessitasse mesmo, mas Nginx tem uma performance muito parecida em Windows e Linux, embora ganhe em ambiente Linux. E quanto a um website servido por Nginx ou Apache ou o que for, falas de quê? Estáticos, dinâmicos, SSR? Embora perceba o que queiras dizer, não foram de todo os melhores argumentos 😉 só isso!
          Peace 😉

    • Valter Pinho says:

      Até a Microsoft usa Linux…sim sim…Windows Azure corre em kernel Linux….e é possível que o Windows 10 ganhe o kernel do Linux ao invés da Microsoft continuar a gastar dinheiro na manutenção do seu kernel…

    • Cortano says:

      Engraçado como um grande número de haters são Linux users que até criticam quem usa Ubuntu.

    • leme says:

      o unico a correr odio es tu lol
      também sou user windows e tenho sempre distros para experimentar. ja tive varias vezes em dual boot, mas com um agrafica nvidia num portátil a vida nao está fácil meter o ubuntu a trabalhar como eu gostaria. também tenho servidores linux (agora que ja posso meter lá dotnet core hehe)

  2. Apple says:

    Nao troco o MacOS por nenhum.

    • Cicrano says:

      Isso é porque gostas de um sistema que te é imposto e sem qualquer liberdade para fazeres alterações.

      • jorge santos says:

        Para quê alterar o que está perfeito?

        • irlm says:

          Olha que não é que dizem por aí sobre o Catalina.

        • Miguel says:

          Perfeito para ti. Eu gosto de gastar pouco dinheiro em software.

          • oeuropeu says:

            Sabe que muito software para linux tem uma qualidade abaixo de outros softwares pagos, e sabe como para uma empresa por norma sai mais caro usar um desses softwares gratuitos do que usar um software pago que aumenta em muito a produtividade.
            Mas por acaso na minha área de programação, desde IDE de base de dados a IDE de programação e muito outras coisas, tenho tudo licenças abertas e que podem ser usadas a nível profissional para macOS. E mais estas aplicações tem muito mais qualidade que as feitas para linux, a maioria deixa a desejar, tirando as mais populares.
            Eu fui utilizador windows, depois passei para ubuntu e finalmente fui para macos.

          • Valter Pinho says:

            Melhor software open source para mim é o VLC Player e o OBS (Open Broadcast Studio), de resto…GIMP, CD Burner XP, KDENLIVE, etc, não têm uma qualidade tão boa quanto as aplicações pagas….agora…VLC toda a gente tem ele instalado…OBS….todo youtuber de gaming tem instalado….e são grátis e têm muita qualidade!

      • Ci says:

        Em equipa que ganha….não é preciso mexer.

        • MSC says:

          Acho que quem questionar o título do artigo é porque não leu atentamente, porque foi exclamado a chegada da nova versão so SO e depois perguntou se é o adeus do outro.

      • HRamos says:

        Pois é Cicrano, o Windows é tão mas tão diferente, não impõe nada tens uma liberdade descomunal, é a última bolacha do pacote, ou será o Linux.

      • Miguel says:

        Há muita liberdade no macOS, na verdade. Afirmações dessas, obviamente vem de quem nunca usou!

  3. Fusion says:

    Chegou um novo filho, está na altura de dizer adeus ao antigo filho…
    Não consigo perceber estes títulos! É assim tão difícil escrever artigos ou dar opiniões sem ter que referir A ou B?
    Juro que as vezes, acho que estes títulos só servem para alimentar ódios e guerras, ao invés de realmente salientar os pontos positivos de cada sistema.
    TODOS os sistemas são bons e todos têm vantagens, e todos eles precisam uns dos outros.
    Estar com esta postura de dizer adeus só porque sim só fica mal a um site tecnológico.

    • Spoky says:

      Virgem ofendida, ficas tão ofendida por tão pouco.

    • Vítor M. says:

      A tua perceção é que não foi a correta, mas de muita gente foi. A ideia é claramente puxar ao desafio. Muitas pessoas querem experimentar mas ainda julgam que no geral da utilização ficarão sem funcionalidades ou com uma má experiência de utilização, o que não é verdade. Portanto, o desafiar o utilizador Windows ou macOS a arriscar é tirar fora da caixa quem acha que não consegue. Essa cena de guerras na tecnologia, é para a malta que não tem as mínimas de perceber que devem usar a tecnologia e não serem usadas.

      Mas se não consegues perceber 😉 estás a ser usado 😉

  4. CMatomic says:

    Esta verão só suporta atualizações durante seis meses , é recomendado a utilização das versões LTS 16.04 , 18.04 , 20.04 .
    Qualquer das ver versões LTS da Canonical tem serviços por subscrição para suporte de atualizações .
    mais informações
    https://ubuntu.com/about/release-cycle

  5. TugAzeiteiro says:

    Tanto utilizo Windows como MacOS como Ubuntu… e a grande maioria das pessoas nunca ouviu falar de Ubuntu, depois Mac grande parte compra porque dá prestígio ter um, mas não percebe grande coisa do OS, sabe usar apenas o básico. Windows todos sabem usar minimamente, mas grande parte reclama de ser lento e ter vírus… mas o grande problema geralmente é comprarem computadores fraquinhos (baratinhos) e por norma o problema maior estar entre o computador e a cadeira….

  6. Fui says:

    Se eu mandasse deixava já o W10.

    However… não posso, perdia ligação à AP.

  7. pan0ra says:

    concordo com o comment do vitor e eu acrescento o seguinte, quem usa software proprietário como ex o win ou mac está a ser usado e não o sabe ou não quer acreditar, é só pensar um pouco e percebe-se logo, disse…

    • Vítor M. says:

      Pagar para usar não é ser usado (estás a misturar a beira da estrada, com a estrada da beira. No teu ponto de vista, que não é o meu, lembra-te disto, quando usas alguma coisa que é de borla… o produto és tu 😉

      Contudo e não misturando as coisas, o sair da caixa é usar por exemplo este sistema operativo que traz um conjunto de ferramentas que são tão poderosas como outras de outras empresas. Fica o nosso desafio 😉

      • pan0ra says:

        voçê compra o windows e memo assim é bem sabido que contua ser o produto. eu refiro-me a software proprietário vs Free and Open Source Software, agora se falarmos de apple , microsoft, google, facebook, amazon etc quer queira quer não voçê pagando ou não é o produto 🙂

        • Vítor M. says:

          Se pagas, não és o produto, podes sim ser submisso, mas não és o produto, dado que pagaste pelo produto. 😉

          • Samuel MG says:

            Não é bem assim como #pan0ra disse na Mirasoft e na Apple continuas a ser o produto.

          • Vítor M. says:

            O produto é o que pagas. Não és produto, usas o produto, porque é teu, pelo dinheiro que despendeste. Esse é o ganho de quem disponibiliza o produto. Noutros casos, dispensar o produto gratuitamente, o ganho és tu.

          • Samuel MG says:

            “O produto é o que pagas. Não és produto, usas o produto, porque é teu, pelo dinheiro que despendeste. Esse é o ganho de quem disponibiliza o produto”. Diz isso aos que usam o Windows e são forçados a levar com programas que não querem.

          • Jorge Fernando says:

            Samuel que programas é que o windows me força a usar? nunca entendi isso tudo no Windows pode ser desativado e desinstalado até o explorador. Sendo assim o ubuntu também me força a usar coisas como o Firefox, o Thunderbird ou o libreoffice.

        • Miguel says:

          “Você”, escreve-se com “C” de cão e não com “Ç”!

    • acs says:

      nem toda a gente tem conhecimentos para mexer num SO como o ubuntu sem grande suporte caso precises de ajuda. Enquanto ubuntu não for tão facil de usar como window ou osx nunca será mainstream. Ainda falta compatibilidade para muita coisa, desde jogos, bons drivers ou um ecosistema. Estão a caminhar para lá mas ainda falta muito. pessoal de IT safa-se bem e muitas vez nem tem alternativa se não tiver um MAC, já o comum dos mortais irá ver-se à rasca.

      • Samuel MG says:

        O quê não existem jogos no Linux!? Em qual distribuição? No meu Linux tenho Eternal Lands (mmorpg), Freecol, Freeciv, Openarena, um jogo tipo worms, opencity (melhor que o simcity), Endless sky, etc. Sem contar com os jogos para o windows que eu jogo no Linux. Acabei de mostrar que não sabes nada do Linux.

        • José Figueiredo says:

          Tens os mesmos joguinhos que existem no mobile. Não tens GTAV, por exemplo call of duty, fortnite, Jogos mais pesados não tens. Os jogos que mencionas te são joguinhos que corre em qualquer pc fraco. 🙂

  8. Cicrano says:

    Linux para o utilizador normal nunca vai estar ao mesmo nivél dos outros
    Porém, se alguém não pode ter uma máquina nova e gostava de ter um sistema que possa correr uns jogos e fazer coisas simples, não há duvida que é uma boa alternativa.
    Provavelmente o meu velhinho Toshiba que anda a ganhar pó nos ultimos anos vai levar com uma distro, nem que seja só para servir de centro multimédia.

    • jorge santos says:

      Há 5 anos atrás concordaria. Hoje vejo o Linux a fazer quase tudo que o macOS e Windows fazem.

      Aliás, a Microsoft em pouco tempo terá o Windows a funcionar numa base Linux e manterá um modo de compatibilidade para programas Windows “antigos”. É assim que vejo o futuro.

    • Pensamento Positivo says:

      Como já lhe disseram; há 5 ou até 10 anos atrás estaria certo. Hoje não. Até o Edge já existe para Linux. E não tardará muito cada marca de computadores correrá a sua distro Linux e a MS viverá de subscrições de serviços como o Ofice 365 tudo online, dos jogos e de patentes! O SO será pura e simplesmente a parte “menor”, e digo menor em jeito de expressão pois não é aí que vai estar o dinheiro…

  9. clodoaldops says:

    Creio que só aqueles que gostam de testar o Ubuntu trocarão uma versão LTS como 16.04 18.04 ou 20.04 pelo 20.10. Ninguém deixa de usar W10 para usar Ubuntu, no máximo fazem dual-boot até terem certeza que podem “viver” sem W10.

    • Almaister says:

      Mas se tiverem um 2º PC podem sempre testar… 😉

    • Nuno Santos says:

      Quando comprei o meu Lenovo ideapad Ryzen 3 com Windows 10 a primeira coisa que fiz foi eliminar partições (incluindo a de reposição) e colocar o Linux mint. Neste momento uso o Kali a 3 meses. Nenhum dos dois me deu problemas aplicações tão boas ou melhores que do Windows. Exemplo disso temos o Libreoffice que para mim bem mais completo e totalmente compativel com ficheiros do office da microsoft. Por isso e resumindo não existe dual boot neste portatil e muito sinceramente vivo bem sem o win10 ou outro qualquer (atençao que o meu primeiro windows ainda se instalava via disquete (6 do msdos e 11 do win3.11)

  10. Mastermind says:

    Por acaso instalei muito recentemente o Linux Mint 19.3 numa máquina bastante obsoleta, com arquitetura de 32 bits e características técnicas bastante modestas, o que limitou a escolha em relação ao SO. Com o tempo vim a descobrir que realmente é um sistema alternativo a ter em conta para alguém como eu que necessito sobretudo de navegar na NET e utilizar o Office (Libre Office, neste caso). Mas claro, depois podem surgir alguns “pormaiores” que para quem só utilizou Windows desde o “95”, como eu, acabam por atrapalhar um pouco. Por exemplo, a forma de instalar aplicações fora da oferta do sistema Linux, pode ser uma “experiência labiríntica”… Outra situação a ter em conta, dependendo da máquina na qual queremos instalar Linux, é a questão dos drivers, que no meu caso em particular não servem para detectar todas as redes Wi-Fi. Penso que estará relacionado com a marca dos routers, uma vez que, como disse, não consigo encontrar pontos Wi-Fi que antes encontrava no Windows.
    Não obstante, fiquei bastante contente por ter recuperado um “tijolo” que tinha cá em casa e já pouco fazia com o Windows 7.

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Adeus Windows ?? Essa é boa.Estava bem lixado e abandonado à minha fraca sorte se optasse por uma qualquer distribuição do Linux.Cruzes,credo. 🙂

    • Vítor M. says:

      😀 tens de experimentar o novo Ubuntu 😉

    • Cicrano says:

      Eu que nem sou muito fan de Linux só não mudo porque 99% das aplicações que utilizo não funcionam em Linux. Porque se fosse só para ir a uma qualquer rede social, e navegar na internet, e uma ou outra aplicação, o Ubuntu chega na perfeição.
      Infelizmente no meu caso, tenho de ficar pelo Windows.

  12. Paulo says:

    Usei Ubuntu durante alguns anos mas na altura em que passaram a usar Unity saltei fora. Agora instalei aqui numa máquina de testes e está realmente mais rápido e mais leve que versões anteriores testei, mas não consegue fazer com que eu abandone o meu Linux Manjaro 🙂

  13. ZeDasCabras says:

    O meu novo Ganoo/Shitux Ubuntu

  14. Mr.Dias says:

    Meus caros

    Cada utilizador é como cada qual se adapta a usar um SO seja ele qual for. Há muitos que utilizam Windows, outros MacOS e outros Linux. A experiência de utilização varia consoante o que o utilizador prefere. Eu no meu caso trabalho com os três sistemas e não tenho qualquer problema. Por outro lado não dou preferência por este ou por outro. Todos necessitam uns dos outros para comunicar e interagir. Vou dar-vos um caso recente. O meu avô queria um PC só para navegar na internet. Eu dei-lhe um equipamento antigo com Linux Mint. Ele ficou super contente com a rapidez do sistema. Expliquei os passos todos e ele percebeu perfeitamente o funcionamento básico. Para uma pessoa com 86 anos é dose. Tenho dito

  15. Tiago says:

    À mais de 10 anos que vejo os mesmos títulos da treta “Adeus Windows e MacOS?” Enfim!!!

  16. informado says:

    Ubuntu é para iniciantes e para quem quer algo pronto a usar.
    Eu continuo com o Linux Fedora e continuará.

  17. Sardinha Enlatada says:

    Cada um escolhe o que quer e verdade. No caso do windows vao estar eternamente sempre preocupados com virus, bugs criticos, e outras coisas que irritam qualquer comum dos mortais. No caso do linux vao estar eternamente felizes, sem preocupacoes, bugs criticos, virus e outras coisas que nao irritam absolutamente em nada o comum dos mortais. Aceitem que doi menos lol.

    • MJSantosLx says:

      Confesso que a minha preocupação com virus e afins é nula. Tenho um antivirus instalado, a funcionar e dá-me 0 de chatices mantendo o W10 a funcionar sem problemas.

  18. José Eduardo says:

    Open Soure vai ultrapassar os SO comuns.

  19. Godofredo says:

    Toda semana tem uma matéria com um OS que vai substituir o Windows e acredito que vou morrer de velhice e não verei nenhum desbancar a janelinha.

    • Vítor M. says:

      Todas as semanas há quem o tenha feito, saído da sua zona de conforto, e arriscado em algo novo. É essa a ideia, nem que seja apenas um 😉

      • Godofredo says:

        Sai da zona de conforto, arrisca algo novo e pouco tempo depois volta para o Windows. Não estou defendendo, gostaria sim que um SO como o Linux batesse de frente com o Windows, mas o monopólio nunca permitirá.

  20. Luís Ferreira says:

    Bom para uso pessoal. Para uso profissional não recomendo de todo.
    Sempre gostaria de ver alguns aficionados a prestar assistência técnica a grandes contas.
    Tudo o resto são desvaneios de quem nunca trabalhou em ambientes críticos e profissionais, onde não existe mais do que 30 minutos para resolver determinados problemas.
    Até ao momento ainda não encontrei nada mais fiável, para ambientes profissionais, do que sistemas profissionais, PAGOS A PESO DE OURO.

  21. Ruben F. says:

    Grato pela notícia. Aguardo o processo de instalação.

  22. JSantosu says:

    Bom dia a todos
    Eu não percebo nada de Linux, mas acho que é bom ter alternativas. Agora o que é triste é ver o português mal escrito

  23. clodoaldo says:

    Ubuntu-20.10 não instalou grub no meu laptop que tem Fedora-32 em dual-boot. Reinstalei o 20.04 e está funcionando perfeitamente.

    • valterpinho@gmail.com says:

      “não instalou grub”
      É por essas e por outras que o Linux dificilmente chegará ao utilizador comum…tipo…não há um tempo em português de Portugal para dizer grub ? Um leigo lê isso do grub e não entende porra nenhuma do que é porque o seu velho amigo Windows dizia as coisas em português de Portugal…dizia “Gestor de arranque” ou “Menu de arranque” ou coisa que o valha…bem mais fácil do que “não instalou o grub”…eu numa primeira leitura pensava que o grub éra ali o bacano do bar da esquina….

      • clodoaldo says:

        Como eu entendo perfeitamente se alguém falar grub ou gestor de arranque ou menu de arranque, mesmo eu não sendo profissional da área de tecnologia, acabei me esquecendo que o mesmo não ocorre em Portugal!
        Desculpa por incomodar tanto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.