5 fantásticas distros Linux a ter em consideração em 2017


Destaques PPLWARE

35 Respostas

  1. daiquiri says:

    O KDE Neon tem dado cartas!

  2. Amilcar Alho says:

    Pedro,
    “O SoluOS é uma distribuição GNU/Linux moderna para iniciantes neste mundo, baseada no bastante estável Debian”.
    Errado!
    “Independent
    Solus is built from scratch”
    Fonte: https://solus-project.com/

  3. lipex says:

    Quais os requisitos mínimos para cada um deles?
    Maquinas com o Win10 posso instalar estas ‘distros’?
    Instalar na mesma partição do SO Windows ou numa partição diferente só para Linux?

  4. clodoaldops says:

    Fedora-26 será minha aposta p/ 2017.

    • Pedro Albuquerque Santos says:

      Recentemente troquei o Ubuntu GNOME 16.10 pelo Fedora 25. Até agora tudo Ok. Há uma ou outra coisa que dá um pouco mais de trabalho a pôr a funcionar porque normalmente tudo o que é 3rd party foca-se em Ubuntu e Debian. No entanto, tirando isso, o sistema é sólido, rápido e bastante actualizado. É menos conservador do que o Ubuntu no que diz respeito a versões e updates de software mas sem cair nos, por vezes perigosos, exageros das rolling releases. Parece ser o sweet spot para mim.

      Vamos ver se continuo satisfeito. Se não tiver nenhum problema de maior, e o Ubuntu / Ubuntu GNOME 17.04 não trouxerem nada de interessante de novo, vou certamente continuar com Fedora e fazer upgrade para a versão 26 mais para meio do ano.

  5. ssx says:

    então e o ubuntu mate?

  6. Antônio says:

    Desde outubro, estou a usar o Manjaro 16.10, no computador de mesa, e devo dizer que nunca tive um sistema operacional tão rápido e estável. Nenhuma mensagem de erro ou coisa parecida até agora. Desempenho impressionante para uma OS que usa as versões mais atualizadas dos programas. Comparável ao Debian que uso no laptop. Por isso, faço-lhe essa homenagem.

  7. hugo says:

    Dá para instalar numa máquina velha, tipo um Celeron a 1,7 GHz com 2GB de RAM ou será muito lentixxxx

  8. Edisson says:

    Com certeza apostaria no Open Mandriva. Baixei a iso da versão 3.0 KDE para testar, e posso garantir que está muito boa, diria que tem tudo para voltar a ser grande como no passado.

  9. Pérolas says:

    debian, ubuntu e xubuntu

  10. jAugusto says:

    Voar com Arch e amarar com Mx debian…

  11. Diogo says:

    O Solus é independente, não é baseado no Debian…

  12. Crow- says:

    Vou continuar a usar Ubuntu que é a minha favorita, mas vou ver como vai sair o Ubuntu Budgie.
    Ainda experimentei pouco o Budgie, tenho de gastar umas horas numa VM para ver se vale a pena a troca.

  13. rc_joaopedro says:

    para 2017, pelo menos para mim aposto no…. macos sierra 🙂
    penso que o OpenSuse vai continuar a surpreender, acho bastante rápido no meu laptop ex windows vista.

  14. lmx says:

    Slackware… pa machos!

  15. maccgyver says:

    Bom dia. Gostei do artigo e deixo um desafio ao PPlware. Sugiro ao Pedro Pinto um artigo de instalação em Linux passo por passo ( pplware é TOP nisso) da placa gráfica Nvidia GTX 1060 no Linux Mint.
    Um grande abraço ao PPlware e aos seus colaboradores pois é o meu site de eleição!! BOM ANO de 2017!!!

  16. Carlos says:

    Entre Antergos e Manjaro, vou com a segunda opção.

  17. borges says:

    existe tambem o mx-16 ,pouco conhecido, mas exelente para quem ta começando,simples,rapido e estavel , experimentem, nao iram arrepender.

  18. borges says:

    mx-16, ninguem aqui fala deste maravilhoso distro, leve, rapido , bureau xfce, mas vc pode instalar qualquer outro, experimenten, nao vao arrepender

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.