PplWare Mobile

Cinnarch 2013.04.05 – Um Arch Linux em versão LiveCD


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. James Bond says:

    Pedro Pinto,

    O Manjaro Linux sempre teve a versão LiveCD. Eu tenho aqui à minha frente um DVD com a versão LiveDVD.
    Se quiseres experimentar faz o download do Manjaro, grava a iso
    e faz o boot pelo DVD como habitualmente! :-))

  2. Carlos Carvalho says:

    James Bon ,

    Boa tarde , tens o Manjaro instalado ? … se sim como é que esta distribuição se porta , eu quero passar a usar Arch puro e depois instalar a minha interface preferida a KDE , mas queria antes de mais ambientar-me a esta família do Linux que tanta curiosidade me tem despertado , mas que de facto nunca contactei .

    Desde já agradeço os teus comentários .

    Carlos Carvalho

    • Emanuel Lopes says:

      se não conseguires instalar o arch linux puro, instala o bridge linux, é a mesma coisa, e tens disponivél várias interfaces gráficas.

      Os repositórios são os oficiais dos arch linux.

      Instala não te vais arrepender 🙂

      o arranque do meu arch linux é 11 segundos, segundo o system-analyse,

    • James Bond says:

      Carlos Carvalho,

      Eu tenho o Manjaro instalado só para ir testando porque a minha intenção é exactamente igual à tua: instalar depois o Arch puro e duro. Aliás eu já tive o Arch instalado. Só que desinstalei porque achei que foi fácil demais instalar e pensei que eu tivesse deixado passar alguma coisa 🙂 É curioso, mas é verdade: -))
      Quanto ao Manjaro devo dizer-te que se porta muito bem. Podes experimentá-lo com o LiveDVD.
      O boot é o mais rápido que eu já vi e o halt ou o reboot também.

      [ ]’s

      James

      P.S. Mas não troco o Debian por nenhum outro, como não troco
      o Benfica por nenhum outro.

      • Pedro says:

        Sim, de facto o boot e extremamente rapido, eu experimentei a partir de uma live usb e fiquei maravilhado com o manjaro.Tentei criar persistencia para manter as alteraçoes que ia fazendo mas nao consegui.

      • Filipe85 says:

        O que se perde por instalar o Manjaro em vez do Arch?
        Eu sei que instalar o Arch é a “viagem iniciática” do Linux (mas não para iniciantes), e qualquer dia penso meter-me nisso. Talvez também explorar o Gentoo. Mas agora não tenho o conhecimento e o tempo para isso.
        Se instalar o Manjaro e depois retirar os pacotes que não me interessarem, perco muito em termos de experiência de utilização?
        O que me atrai é a customização e a utilização do software mais avançado. estou a pensar instalar algo de base arch com interface KDE, provavelmente com o homerun.

        • Simão says:

          Há uma acesa discussão entre a comunidade Arch e a comunidade Manjaro em que se diz que Manjaro não é ArchLinux uma vez que não utiliza os repositórios do mesmo e tem scripts próprios para instalação/configurações. Os pacotes mais actuais são testados e só passado umas duas ou três semanas é que estão disponíveis para o Manjaro.

          A minha opinião é que este tipo de discussão é o mesmo que Ubuntu/Mint não é Debian, mas este último por vezes traz mais dificuldades aos iniciantes.

          Para quem disponha de pouco tempo Manjaro é o caminho mais fácil. Para quem queira ter um controlo maior e tenha tempo/vontade para aprender coisas novas – ArchLinux.

          • Filipe85 says:

            Obrigado pela resposta.
            Acho que vou experimentar Manjaro numa máquina virtual e depois quando tiver tempo e paciência logo me lanço no Arch.

      • Carlos Carvalho says:

        Obrigado aos dois (James Bond e Emanuel Lopes) ,

        Eu já tenho o Debian Puro instalado com a interface KDE e sinceramente para mim foi muito fácil fazer tudo , aliás demasiado fácil , no fundo os anos que uso Linux vão-te dando conhecimentos que muitas vezes até ficamos surpreendidos .

        Perceberam bem o que pretendo quero ver como se comporta o Arch , mas quero começar com uma distribuição mais friendly para depois passar ao ataque .

        Mais uma vez os meus agradecimentos

        Carlos Carvalho

    • Simão says:

      Quando o Arch ainda tinha o AIF (Arch Installation Framework) baseado em ncurses demorava uns 10 minutos a instalar, mas esta framework foi descontinuada. O Manjaro permite experimentar sem instalar e nunca gravo CD’s ou DVD’s para testar as distros. Gravo sempre para Pen USB, com o comando “sudo dd if=/caminho/para/a/imagem.iso of=/dev/sdx”, em que sdx é a pen USB inserida pode ser sdb,sdc, etc mas regra geral nunca sda que é o disco principal. (Atenção que este comando mal utilizado pode levar à perda total de dados, consultar a informação disponível para o mesmo).

  3. ZiLOG says:

    O Manjaro linux tem LiveCD. Vou experimentar este Cinnarch…

  4. Emanuel Lopes says:

    experimentem o bridge linux.

    • slblxs says:

      Boas já agora como conseguis-te resolver o problema das actualizações ,já o instalei correu tudo bem .Depois quando faço pacman -Syyu para actualizar só dá erro.Desde já o meu obrigado.

    • ZiLOG says:

      Instalei o Bridge Linux com KDE, mas fica no ecrã preto da consola a pedir o login.
      Faço login e tenho que fazer startx para iniciar no modo gráfico do KDE.

      Como faço para isto acontecer sozinho sem ter que estar sempre a escrever startx.

      Há algum forum bom para fazer estas perguntas sobre arch linux? Em Português de preferência.

  5. Roney says:

    Excelente dica!!

  6. sakura says:

    “””Arch ainda tinha o AIF (Arch Installation Framework) baseado em ncurses demorava uns 10 minutos a instalar””””
    ola, isso é pq e complilado não instalado e por isso o arch e bom ..
    pacman….. <um pilar do arch

    arch the best ….. may opinion,

    http://www.archhurd.org/ <– testado ..do menhor bem ===ao window 8
    finalmente um kernel de jeito 10 anos mas ….
    ????

    hurd+mir <…… go kill M$<— microsoft.
    only
    if …. work todos juntos, o que é impemssavel…. tenho pena.

  7. sakura says:

    I love arch.
    and I+D

    “a minha opiniao não é valida para quem só usa o pc para facebock”

    por onde vão os tiros ???????????

    hurd kernel é 1000X menhor que linix …. for me
    mir ….. pq?

    serio não entendo a comunidade linux….. sera que algem pagou para não sair o hurd… ^????? já tinha dito que prefiro multi tarafa como no kernel do NT. mas 10 anos para ……..
    bem já tem suporte para sata, e este kernel este sim pode acabar com o windows ……. in may omil. opinion.

    well cam all pl to arch we need pl. tk.

  8. Pedro A. says:

    “O Arch é uma distribuição desenvolvida com o objectivo de ser o mais simples possível, dando ao utilizador o poder de tomar o maior numero de decisões possíveis quanto à sua configuração.”
    Ser o mais simples possível e ao mesmo tempo dar o maior numero possível de decisões é incongruente.
    Quanto maior o nivel de configuração maior a complexidade.

  9. Nuno Nunes says:

    Existe alguma maneira para o instalar sem ter ligação a net, visto que o modem 3G não funciona 🙁

  10. Tiago Santos says:

    Bom dia pplware,

    Instalei o cinnarch no meu computador da empresa numa partição que já tinha reservada para instalar linux, apenas não sabia a distribuição e , após este artigo, decidi o cinnarch.

    Tenho um pequeno problema, depois de instalado o grub2 não me detecta a partição do windows apesar de a conseguir abrir no linux não consigo arrancar por ali. Alguma dica?

    Cumprimentos,
    Tiago Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.