Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft pede patente que permite a substituição de um jogo físico por digital

                                    
                                

Fonte: Game Industry

Autor: Marisa Pinto


  1. Manuel da Rocha says:

    É para o regresso ao passado. Cada jogo passará a ter um código que deve ser adicionado à conta do utilizador, aquando da utilização do jogo. Com esse código, passará a poder jogar a partir daquela conta, mesmo não tendo o Bluray consigo.

  2. Carlos Seixas says:

    Não me parece que o objecto em causa seja passível de protecção, de acordo com o disposto no Código da Propriedade Industrial.
    Não há aqui uma actividade invenção inovadora, susceptível de aplicação industrial, mas antes um método do exercício de um trabalho intelectual no domínio de uma atividade económica.

    E nos podemos esquecer de que aferição do requisito ou pressuposto de patenteabilidade de actividade inventiva não é concretizada ou efectuada pelas diferenças entre a invenção patenteanda e o “estado da técnica mais próximo”, mas antes pela adopção da doutrina da abordagem problema-solução, carecendo a invenção de actividade inventiva se o perito na especialidade, partindo do problema e do estado da técnica mais próximo, chegar de forma óbvia à invenção…

  3. R!cardo says:

    Mas é preciso patente para isso? Já o fazem com os jogos da Xbox e Xbox 360 nas novas gerações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.