PplWare Mobile

Recorde: Internet a 44,2 terabits por segundo? Sim, já é possível


Autor: Pedro Pinto


  1. XJarreta says:

    Boas;

    Poderiam colocar a fonte do artigo original?

  2. Filipe Rafael says:

    Muito boa velocidade – 44,2 Tbps = 6.07 TB/s
    Já tenho uma net boa para aquilo que faço – > 200 Mbps ou 20MB/s (download) | 100 Mbps ou 10MB/s (upload)
    Mesmo assim chego a ter 30MB/s de download e quase 15MB/s de upload – A net que tenho é MEO Fibra.

  3. Unknown says:

    vou já telefonar ao ISP quero um aumento de velocidade para 44.2 terabits, para conseguir mandar email’s mais rápido ainda…

  4. JS says:

    Eu já tenho esta velocidade desde 1 Abril
    Obrigado

  5. SANDOKAN 1513 says:

    “Arnan Mitchell,do RMIT,sublinha que com uma velocidade de 44,2 Tbps,é possível fazer o download de 1 000 filmes de alta definição numa fração de segundo.” Meu Deus do céu,eu até estou tolo. 😐

  6. Acéfalo, o pensador says:

    Isto só vem revalidar o investimento massivo que tem sido feito nos últimos anos em fibra-óptica. Trocam-se as pontas (OLT – ONT) e os cabos mantêm-se. Fibra-óptica é o presente e o futuro, veio para ficar durante décadas.
    Só é pena ainda uma grande parte da população não ter acesso a esta tecnologia essencial (sim, considero uma boa connectivade à Internet essencial, não só para lazer mas para trabalhar e estudar, como tem sido evidenciado pelo surto) por picuinhice, burocracia e incompetência. Ficariam surpreendidos pelo nº de localidades que ainda não têm fibra porque os operadores não estão autorizados a estender redes de nova geração.

    • SANDOKAN 1513 says:

      Não estão autorizados a estender redes de nova geração porquê ?? Não deveriam fazer isso para o bem de todos ?? Eu acho que sim. 😐

    • Unknown says:

      antes o problema fosse autorização, o problema é mesmo o orçamento que é preciso despender para fazer chegar a nova infraestrutura de rede a essas zonas remotas e depois o retorno do investimento que vai ser mínimo e anos para conseguirem retorno, dai optarem por nem sequer avançar com a prolongação da rede.

      é vergonhoso mas é o País que temos.

  7. Manel Gomes says:

    Não preciso de tamanha velocidade. Estou satisfeito com o meu SAPO ADSL.

  8. Joao Ptt says:

    100 Tbps/ 100 Tbps em 3… 2… 1… nunca.

  9. Sergio says:

    2 ou 3 anos? Talvez nós “backbones” ou entre grandes operadoras.
    Para o público, só em 10 ou 20 anos.
    Como já foi referido, muitas zonas nem ADSL de jeito ou fibra.
    Não acho que seja por falta de autorização, acho mesmo é que as operadoras não o consideram o investimento lucrativo o suficiente

    • SANDOKAN 1513 says:

      Velocidade de 1 Tb em download ?? Daqui por 10 anos para o utilizador comum ?? Você está completamente doido,ganhe mas é juízo !! Então se actualmente todas as operadoras de telecomunicações não conseguem fornecer mais do que 1 Gb(download),para os seus clientes,e você já pensa em propostas de 1 Tb para daqui a 10 anos ?? Vão passar esses 10 anos e nós em Portugal com velocidades que não irão ultrapassar sequer os 5 Gb(na melhor das hipóteses !!),você vai ver.E outra coisa,já viu se toda a gente tivesse 1 Tb de velocidades de download ?? Onde é que a rede aguentava ?? Ah,ah,ah,esta é boa.Por favor,nada de exageros. 🙂

      • Filipe says:

        Calma avô. Olhe a tensão. 🙂

      • Tman says:

        As operadoras podem e conseguem dar bem mais de 1Gbps aos clientes. Não é uma velocidade que o comum dos mortais precise no seu dia a dia, daí também os operadores não terem a necessidade de aumentar as velocidades actuais.
        Agora quem quiser mais que isso. É só abrir a carteira pois os operadores já têm a nível empresarial velocidades de 10Gbps, ou até 50 ou 80Gbps.
        Só que lá está, qual a necessidade disto em casa nos dias de hoje? Para enviar mails mais rápido? Ou para ouvir os berros da cristina Ferreira mais como se estivesse no estúdio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.