Quantcast
PplWare Mobile

Quanto gastou este Natal em compras online?

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Joana says:

    Ja la vai o tempo que se gastava muito no natal, hoje em dia recuso me gastar mais de 2000 euros em prendas. Este ano porque comprei o macbook m1 max acabou por sair do orcamento mas vale cada centimo.

  2. diogo says:

    Prefiro na loja física.

  3. Vasco Mata says:

    Se olharmos para a mentalidade comercial que se instalou nesta altura, ficamos é com a sensação de que o Natal nos comprou. E ainda por cima em saldo!

  4. sempre na boa onda says:

    Nada compro no online e nunca o farei.

    Como diria o outro , o natal é quando se quer tal como todos os outros dias “especiais”…

  5. Marta says:

    Devem ter muito a ver com isso…

  6. Há cada gajo says:

    Sempre que posso faço compras online. Só roupa e sapatos me obrigam a ir à loja física.

  7. Zé Fonseca A. says:

    Gastei cerca de 3.000€ na apple store, as restantes compras foram todas as lojas fisicas.

    • Vasco Mata says:

      Caramba! 3.000 euros na Apple store?! Isso é de português das Arábias! O que terá uma Apple store que o senhor já não tivesse?! Faria melhor fazer como eu, que enviei 5.000 euros para crianças na Tanzânia poderem ir à escola, antes de vir para aqui alardear o seu poder de compra! Tenha decoro e vergonha! E ainda fala em restantes compras…

      • Há cada gajo says:

        Mete-te na tua vida.

        • Carlos Silva says:

          O seu comentário foi deselegante e incompreensível, porque está a meter-se no que não é chamado recomendando que o usuário não se meta onde não é chamado. A isto chama-se falta de vergonha e de decoro.

      • Luis Henrique Santos Silva says:

        lool sim 5.000€ acredito……

        • Vasco Mata says:

          Mas o senhor tem lá que acreditar! Mas eu vim aqui comentar para o senhor acreditar? Que importância tem o senhor? É juíz em que causa? É autoridade alguma seja no que for? Comente-se a si e deixe de ser lorpa.

        • Vasco Mata says:

          Olhe, amigo comente-se a si e corrija-se. «lool» não existe. «sim» deveria começar por maiúscula. O sinal de € escreve-se separado do número. Falta pontuação na sua frase. E quanto a pontinhos, na língua portuguesa só há o ponto, o ponto e vírgula, os dois pontos e as reticências, que são 3. Portanto, que baboseira foi essa, se nem escrever sabe?

          • Luis Henrique Silva says:

            Baboseira és tu que dizes, 5000€? Sim claro, e lá pra fora? Enquanto há muito cá debtro e pra ajudar e nem precisamos de dar tanto, idiota.
            Eu ajudo e bastante e não preciso vir praqui duzer que dou 5 mil euros vêse logo que é só pra mostrar e logo com discurso de agressão.
            Vai lá pra sua vidinha e em vez de vir praqui fazer-se que dá 5 mil euros faça mesmo, mesmo que isso seja pouco mas faça de coração, e não venha praqui dar lições de moral a dizer quem é que deve gastar o quê e em quê se o outro amigo gastou 3000 na apple que importa? É a ecolha dele, já voçê acha-se convencido e vem logo aqui até corrigir a ortografia dos outros quando tem atitudes indesentea que é pior que errar ortografucamebte, como já disseram aqui meta-se na sua vida, nem preciso que me prove que os gastou os 5000€, o que nem se quer acredito. Já vi pessoas a ajudar pra fora e nem foi tanto e só lor si mesmos….
            Enfim…..
            Antes de nos preocuparnos com o mundo lá fora preocupemos com o que está à nossa volta e perto que é o que tento fazer.

          • Luis Henrique Silva says:

            Com essa linguagem logo se vê quem és.
            Não preciso de dizer onde ajudo, e não tenho de te dar satiafações.
            Não importa se o rapaz gastou dinheiro, saber respeitar é bom coisa que parece não saberes o que é.
            Estás a dizer que ando a dizer em que deves gastar dinheiro mas fizeste o mesmo do nosso amigo? Ou não?! E agora quem é que esteve mal?
            A classe escolar pouco importa, há quem nem ler e escrever sabe e sabe bem mais do que tu! Pelo vistos já demonstras o que és pelos teus comebtários.
            Primeiro devias ter respeitado o amigo de ter ou não gasto os 3 mil nâo importa o que seja.
            Segundo exibicionaste teres feito ou não isso.
            Terceiro só disse que há muito pra ajudar cá em Portugal sem ter de ser lá pra fora.
            Quarto acusaste-me de algo da qual tu mesmo fizeste logo do inicio.
            Se calhar há gente que faça muito mais sem se quer gastar tanto dinheiro, porque dar dinheiro é fácil, dificil é ajudar e enfrentar as situações e por as mãos na massa como se costuma dizer.
            Dar dinheiro não apaga muita coisa, mas o amor em ação dá muito mais.
            Fica lá satiafeito com os cinco mil que todos acham que destes ou não, que a verdadeira felicidade está na verdadeira caridade.
            Fica bem.

          • Luis Henrique Silva says:

            Inveja nem sei o que isso é.
            Já parece que o senhor deve saber o que é, que é o que deve ser.
            Pois parece que o Sr é que tem inveja de quem desconta menos.
            Deve ser daqueles que fica com raiva de quem é mais pobre e tem ajudas por não conseguir o indespensável pra vida.
            Eu não tenho de ter inveja de nada pois vivo bem com o que a vida me oferece e sei agradecer o pouco que tenho e sou feliz sem invejar alguém.

          • Vasco Mata says:

            «mesmo» é uma gralha. Deve ler «menos».

          • Luis Henrique Silva says:

            “Os seus argumentos são de uma cabecinha muito simples. Pobre, em suma.”
            Olha quem fala, veja-se ao espelho que é melhor.
            Eu só trato por vocês pessoas que merecem mesmo respeitoe mesmo essas não gostam do tratamento por voçê.
            Essa atitude demonstra de ser de u.a pessoa que acha que é melhor do que os outros, que ganha bem por isso se exibe e não suporta que pessoas mais baixas lhe digam a verdade.
            Adeus, espero que a vida lhe demonstre as coisas reais da vida.

      • Zé Fonseca A. says:

        Modelos mais recentes de produtos que já possuía.
        Não dou dinheiro para caridade, não gosto de encher bolsos para ver 5% chegar às causas, muito menos dou dinheiro para ajudar pessoas, faço muito mas é por animais, esses não têm escolha.

  8. Luis Henrique Silva says:

    “Por que não há de o sr. Silva viver bem com o facto de haver gente muito mais inteligente do que o sr.?”
    Acho que mais uma vez está muito enganado, vivo muito bem com quem é mais inteligebte do que eu, mas não daqueles que tem canudo tirado numa Universidade, mas aqueles que tem experiência de vida para mostrar e com uma sabedoria moral muito grande, pois sabedoria e inteligêbcia intelectual são coisas bem diferentes.
    E conheço pessoas assim e nem se quer são muito conhecidas que ao pé de nós os doia fazianos de bem pequeninos.
    Se se acha mais ibteligente que eu fico feliz, pois tenho pena de ter ntanta presunção e vaidade, pois essa tanta inteligência não a vai cobrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.