PplWare Mobile

Oracle acaba com Plugin Java Web (Applet)


Artigo escrito por António Pinto para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. pedro says:

    Uiiiii.
    Entrega do IRS……
    Entrega do Relatorio Unico anual das empresas……
    Declaracoes de rendas e despesas de saude para os prestadpres destes Serviços……
    Se bem entendi…
    Ui Ui e Ui

    • António says:

      Pelo menos o IRS, normalmente existe sempre uma aplicação Java que é possível instalar disponível para download (Windows, OSX, e Linux), aliás recomendo-a porque é mais rápida que usando o browser. Desde que entrego IRS online que a tenho usado.

  2. pedro says:

    Uiiiii.
    Entrega do IRS……
    Entrega do Relatorio Unico anual das empresas……
    Declaracoes de rendas e despesas de saude para os prestadpres destes Serviços……
    Se bem entendi…
    Ui Ui e Ui

  3. pedrostrik says:

    Não faz falta nenhuma

    • Carlos Gomes says:

      Achas tu… Para fazer o IRS faz falta.

      • Marco says:

        existem alternativas.

      • Coiso Cenas says:

        Não, não faz. O que vai acabar é o suporte a Applets e não ao Java no teu sistema. Como tal, fazes o download da aplicação do site das finanças (que sempre existiu), instalas e corres a aplicação para entregar o IRS.

      • Rui Morais says:

        O estado assim como todas as outras empresas tem que se actualizar. Não pode ficar parado no tempo.
        Ao tempo que se fala disto estranho é que não tenho já uma solução de recurso….Mas da maneira que a coisas funcionam…..

      • Ricardo says:

        Com HTML5, o Java não faz mesmo falta nenhuma a nível de web. Dá mais problemas do que resolve.

        • Marco says:

          não é o html5, são as linguagens que correm do lado do servidor.

          • Mark says:

            O pessoal agora anda todo com a fezada do HTML5 e JS que até se esquecem que existe Server Side code.

          • Carlos Ferreira says:

            O que é eliminado é o suporte das applets web. O Java do lado servidor continua a ser válido, como é natural. Ou então não percebi o teu comment 🙂

          • lordcookies says:

            pois, mas isso não usa o plugin Web do Java. Usa o JDK que está instalado no servidor…

        • Peter says:

          Pois… “Java não faz mesmo falta a nível de web” : HTML 5 não é uma linguagem de programação é uma forma de estruturar e apresentar conteúdos web. Pelos comentários concluo que a maior parte do pessoal nunca programou nem sequer um “hello world”. Metade da internet depende de Java e o HTML5 é usado para criar interfaces que por sua vez têm muitas vezes um servidor Java do outro lado…
          O pessoal não percebe a diferença entre o que é uma plugin de browser e uma linguagem de programação que no caso da Java existe em bem mais de metade da web em quase todos os serviços financeiros e de gestão de informação do planeta.

    • Armando M. says:

      Uma palavra para ti: Citius. Para tramitares acções judiciais, precisas de Java para web. Isto vai obrigar o nosso Ministério da Justiça a adaptar-se e a gastar mais uns milhões. E provavelmente vamos ficar sem sistema mais umas semanitas, o que depois em termos de andamento dos processos se reflectirá em atrasos de vários meses.

  4. Pedro says:

    O Portal das Finanças trabalha com Java (entrega do IVA, IRS,…). Não se compreende como é que ainda não atualizaram para outra plataforma/linguagem. Vão deixar milhares de contribuintes sem forma de interagir com o Portal das Finanças.

  5. Sérgio says:

    O grande problema com esta decisão é o enorme investimento que Empresas e instituições, como o estado, terão de realizar para atualizar as suas plataformas. E no final esse investimento recairá sobre a forma de mais impostos…

  6. Marco says:

    o artigo é sobre Java e metem código Objective-C.

  7. mad says:

    e as finanças como vai fazer??? é tudo á base de java entregar declaraçoes e etc. Porra mais uma chatice para todos os portugueses.

  8. Alucard says:

    Agora é só convencer o Estado a substituir as suas plataformas Java, nomeadamente nas Finanças. Pois.

  9. g0tH1C.X says:

    Finalmente!!! Já não era sem tempo! 🙂 Mas sim…muita coisa vai deixar de funcionar…Tenho que ter VMs com IE7 e 8 por serem o recomendado pelos fornecedores…:O

  10. Joaquim says:

    E agora, Ministério das Finanças? Vamos deixar de entregar as declarações do IVA e do IRS?

  11. Luis says:

    Estou mesmo a ver o estado a mudar as ferramentas que disponibiliza online.
    Se já eram da idade da pedra agora vão ficar completamente obsoletas.

  12. Daniel says:

    Finalmente, pode ser desta que renovem as aplicações no site da Autoridade Tributária. Se bem que são meninos para lá deixar uma mensagem: “Por favor utilize Internet Explorer 9 ou inferior para enviar o seu IRS”

  13. josé says:

    Parece que finalmente o site do portal das finanças vai ser obrigado a substituir a porcaria da aplicação deles. Para um utilizador que entenda qualquer coisa, ainda consegue colocar aquilo a funcionar (porque as instruções que lá estão para a applet correr, aplicam-se a versões antigas dos browsers e nunca mais foram actualizadas). Agora para um utilizador comum, que não saiba muito mais do que ir ao google, vê-se aflito para conseguir correr a aplicação. Se o objectivo era facilitar a vida aos utilizadores, muito bem, é uma forma de evitar filas e deslocações e fazer tudo em casa… Mas a partir do momento que vissem que o java já não era uma boa alternativa dado que os browsers bloquearam a sua execução por predefinição, já há muito tempo deviam ter tratado de arranjar uma alternativa. Mas é o habitual… Faz-me lembrar aquelas estradas cheias de buracos em que em vez de serem arranjadas, coloca-se antes um sinal de aviso sobre as más condições da via… Fica mais barato! É preferível usar esse dinheiro para as obras do futuro gabinete do dr. Cavaco Silva… Pelo menos agora serão obrigados a mudar! Ou então volta tudo a ir tratar dos papéis às finanças, fica mais barato!

  14. Carlos says:

    Aleluia!

    Pera, e a cena do IRS, como é que fica?

  15. Rui LUX says:

    Tendo em conta que as applets java sempre foram uma aberração.. parece-me uma decisão acertada. Além disso, quase já não são usadas.. é muito raro hoje em dia encontrar uma página que use applets java.

  16. JJ says:

    A muitas aplicações web usadas em empresas, que usam isto.
    Mas, também como não actualizam o Windows nem as aplicações a “anos”… não vai fazer grande diferença.

    Lá vai o governo gastar milhões para fazer uma nova versão do “programa” para enviar o IRS…

  17. Rui LUX says:

    IMO, o titulo do artigo está incorrecto e é enganador.. “Oracle acaba com versão Java para web”.. java para a web.. até parece que a Oracle iria descontinuar o Java EE.. o que é claro é totalmente FALSO.

    • António Pinto says:

      O título está correcto, apenas abreviado. Logo na primeira linha do texto está bem claro que se refere ao Plugin Web do Java, assim como está referido ao longo do restante artigo.

  18. Tuga says:

    Quais são as alternativas?

  19. Rui Pereira says:

    Penso que o portal das finanças está faseadamente a mudar para HTML5, basta ver o e-factura, que é uma parte importante na posterior entrega da declaração de IRS. Vamos ver como será a entrega do IRS deste ano.

  20. Gabriel says:

    Pelo que li da notícia o que vai acabar é suporte para applets, coisa que actualmente alguns browsers não permitem executar. No entanto as aplicações Java Web Start irão continuar a funcionar. O portal das finanças sempre disponibilizou para download a aplicação para preenchimento e entrega de IRS.

  21. Peter says:

    Que grande confusão vai nestes comentários. Alguém devia esclarecer que Java não é só a plugin do browser e por isso os serviços que correm em Java continuarão a fazê-lo de formas alternativas. As finanças por exemplo há muito que fornecem uma aplicação executável Java para entrega do IRS que dispensa browsers . E ainda há uma coisa chamada Java EE que permite que qualquer browser sem plugins interaja com um servidor onde as ações são executadas com praticamente a o mesmo fonte. Entenda-se que Java não é só uma plugin ( desde sempre mal amada e com razão).

  22. rjorge says:

    Isto não vai obrigar milhentas empresas a alterações maciças de projectos acentes em Java EE?

  23. Sérgio says:

    Quem está por dentro do assunto já sabia que a versão web do Java tinhas os dias contados, era uma questão de tempo. Agora alguém que me explique o porquê do nosso país adotar esta tecnologia para serviços obrigatórios, como o IRS? Uma tecnologia web com fim à vista tal como o flash. Quem toma este tipo de decisões? Isto é falta de incompetência… ou propositado. Mas claro que alguém vai lucrar com isto.

    • JJ says:

      É o mais fácil…
      Em Portugal, grande parte das empresas que desenvolvem sites, principalmente a uns 5/6 anos atrás, estavam pouco preocupas a tecnologia que usavam na construção de sites.

      Agora é que é um pouco diferente, com as novas gerações de programadores e de exigências. Mas, a uns anos… por exemplo, fazer um site com tabelas em vez de usar CSS era o mais comum por ai. E não é difícil de encontrar esses exemplos.

      • .... says:

        é “há” e não “a”!!!!

        • says:

          É “à” e não “há” … “Há” é do verbo haver, em caso de duvida usa a palavra “existe” em vez do há e vês se a frase faz sentido, se não fizer é “à”.

          • JMF says:

            Não, é mesmo “há” em vez de “a” ou “à”, porque é usado (2 vezes) em “há X anos”.
            Segundo a infopedia, haver = existir; ter decorrido (período de tempo).

            O verbo haver «emprega-se como impessoal, isto é, sem sujeito, quando significa existir OU QUANDO INDICA TEMPO DECORRIDO, casos em que se conjuga tão-somente na 3.ª pessoa do singular» (Cunha e Cintra, Nova Gramática do Português Contemporâneo, Lisboa, Sá da Costa, 2002, p. 534).
            E isto não é novidade do (des)acordo ortográfico!

    • JJ says:

      “falta de incompetência”! -> Então é altamente competente 🙂

    • Nuno Gonçalves says:

      Uma das razões é por causa das pessoas poderem fazer o IRS em modo offline, e até faz sentido porque podes fazer o IRS em papel e papel não precisa de internet 😉

  24. Ronaldo says:

    Atenção, acho que a maioria não percebeu. Isso só afeta o plugin java que corre no browser(cliente) o que corre no servidor não vai ser descontinuado. Do lado servidor o java é recomendado e ainda vai ser usado por muito e muito tempo.
    Realmente, a aplicação do IRS vai ter que ser re-implementada.

  25. JLacerda says:

    Convém esclarecer alguns mal-entendidos (que já se vêm nos comentários): o artigo refere-se, especificamente, à tecnologia Java Applets (que corre nos browsers como um plugin) e não à plataforma Java ou à linguagem Java (que são usados do lado do servidor). A plataforma/linguagem Java estão de boa saúde e recomendam-se. São usados em milhões de aplicações empresariais em todo o mundo sendo uma solução altamente fiável, escalável e em constante evolução.

  26. J.B. says:

    Python…. vai ser a solução

  27. António Pinto says:

    O título está correcto, apenas abreviado. Logo na primeira linha do texto está bem claro que se refere ao Plugin Web do Java, assim como está referido ao longo do restante artigo.

  28. ASilva says:

    Para leigos como eu, isto é muito confuso. Sobre a entrega do IRS, coloquei essa questão à Autoridade Tributária que teve a “amabilidade” de responder hoje e que transcrevo:

    ” AT
    A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) agradece o seu contacto.
    Informamos que os navegadores de internet que suportam Java neste momento são:
    – Para Windows (Internet Explorer e Mozilla Firefox)
    – Para Macintosh (Safari e Mozilla Firefox)
    Com os melhores cumprimentos
    AT- Autoridade Tributária e Aduaneira
    [Portal Mensagem Saída] 29-01-2016 14:13:19″

    Em que ficamos?

  29. Pedro says:

    Gosto tanto quando os meus comentários são censurados

  30. tiago says:

    A começar em sistemas operativos, passando por browsers e bases de dados em java, o nosso governo tem muito que trabalhar… eles não, o pessoal da informatica… que só se vão lembrar de actualizar quando começar a dar o berro em massa… lol

  31. jedi says:

    Vai aqui uma confusão. E ainda por cima PPLWARE não explica o contexto bem, porque muitos que comentaram não perceberam. O que vai acabar é o componente responsável pela tradução e execução de programas java que executo no lado do cliente, ou seja, as Applets, Não VAI ACABAR JAVA PARA WEB . Isto porque existe outro componente faz esse tradução e execução no lado do servidor, a semelhança do PHP. Linguagens como Java e C# para além de serem executadas somente no lado cliente, podem correr no lado servidor sem depender cliente (como ter instalado plugin). os chamados Serverlets. Como por exemplo C# utiliza ou tem componentes do lado servidor através ASP.NET. Enquanto o JAVA, tem JSP e uma tecnologia mais recente JSF . Por isso pesquisem, mas pesquisem bem. Outra coisa, JavaScipt também têm lado de Servidor através de NodeJS, por isso não impede de fazer aplicações em HTML5 no lado de servidor. 😉 Atenção aos Título, não custava nada por exemplo colocar “Oracle acaba com Plugin Java Web (Applet). Mas pronto. 😉

    http://stackoverflow.com/questions/26089364/difference-between-applet-and-servlet-and-their-usages

  32. Homo Erectíssimo says:

    Quero ver agora como é que vou fazer os testes de velocidade à minha internet(download/upload),em websites como o speedmeter.fccn./pt,o qos.sapo.pt/,e nos da NOS(http://www.nos.pt/particulares/internet/internet-fixa/Paginas/teste-de-velocidades.aspx),e da Vodafone(speedtest-po.vodafone.pt/).E no speedtest.net salvamo-nos porque só exige o Flash Player da Adobe,se não estou em erro,mas se quisermos fazer o pingtest.net precisamos do Java.Além disso hoje saiu a build 103 da versão 9 do Java e nem consigo instalá-la.Corri o Revo Uninstaller Pro,desinstalei a anterior e nada.Não consigo instalar agora nenhuma versão de 64 bits.Deve haver qualquer bug,de certeza.Ou então pode ser qualquer bug que haja na minha versão do Windows Insider Pro Preview,a 14251,que saiu na Quarta-feira,dia 27 de Janeiro.Desde que sairam algumas anteriores builds que não consigo instalar nenhuma versão nova do JAVA 9.Estou pelos cabelos.Mesmo correndo o Ccleaner à procura de erros no registo que continua tudo na mesma. 🙁

  33. Andre Santos says:

    Ai que maravilha, tanto dinheirinho para o bolso de algumas empresas de outsourcing que trabalhem com o Min. das Finança e Justiça

  34. Filipe S. says:

    Adeus Java e não vou ter saudades nenhumas. Foi uma das piores coisas que já inventaram a seguir ao Flash.

  35. Marco says:

    sabem qual é a melhor parte? estão a ver os licenciamentos dos pagamento de serviços nos quiosques (principalmente telemóveis), pois… Já tive uma situação com um intermediário de uma operadora que me disse “tem de usar o ie8 ou 9, porque não suportamos mais nenhum browser, e tem de ter o java apto”. qd lhe disse que o cliente so tinha windows 8, a resposta foi: “n posso fazer mais nada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.