PplWare Mobile

Ministro alemão quer aceder às mensagens cifradas do WhatsApp e outros serviços


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Manuel says:

    Não têm nada que ter acesso às mensagens!

  2. PGomes says:

    Mais um alemão armado em chefe da Gestapo.
    Já chegou o Heinrich Himmler para este tipo de pessoas.

  3. MACnista says:

    Coitato, olha ó alemãozinho, para ti tenho conselho (mete mais tabaco nisso)!!!!!!!!!!!

  4. Zé Duarte says:

    Para surgir uma aflição do nada deve ser para ver as conversas que a ex-mulher anda a ter com os outros.

  5. Fulano says:

    Acho bem em certos casos específicos. É bom saber o que conhecidos terroristas, traficantes, redes de pedofilia e afins dizem entre si. É só usar o meio neurônio que têm para perceber que isto é uma forma do Governo Federal da Alemanha descobrir as teias da máfia turca e muçulmana no geral que estão debaixo de fogo do Governo desde o início do ano.

    • EL Nino says:

      @Fulano N

      Achas que as redes de crime organizado, terroristas, traficantes, redes de pedofilia sao ingeuas ao ponto de trocarem informacoes assim ?????

      • Paulo Martins says:

        Porque não deveram eles usarem aplicações como o Telegram? Faz encriptação ponto a ponto que torna virtualmente impossível as comunicações serem intercetadas ou achas que estas redes têm grandes equipas de IT para desenvolverem aplicações próprias e dão suporte aos utilizadores?
        Eu não digo que um cabecilha de uma organização por exemplo terrorista seja apanhado a falar no Whatsapp ou Telegram mas muitas das pessoas abaixo, principalmente aquelas que recrutam não vejo melhores aplicações para passar a mensagem. Se souberem que as comunicações podem ser intercetadas certamente que o número de mensagens irá diminuir, e se isso os forcarem a irem para plataformas mais clandestinas para evitar as autoridades é na mesma positivo porque torna mais difícil comunicar e tentar aliciar pessoas para a causa.

        Obviamente que haverá sempre o risco de abuso por parte das autoridades mas se é possível colocar telefones, sms ou emails sobre escuta por questões de segurança, e apesar dos abusos que ocorreram esporadicamente, toda a gente entende que muitas vezes só assim é que se conseguem apanhar os criminosos porque raio é que se há de permitir alternativas que impedem as autoridades de fazerem o seu trabalho. Porque é que um Telegram/Whatsapp/Mensenger merecem estar protegidos das autoridades e as minhas SMS ou chamadas não? Das duas uma, ou se proíbe todo o tipo de escutas para qualquer tipo de comunicação ou tem que se dar meios às autoridades para escutarem nas plataformas que as pessoas comunicam, não faz sentido o meio termo.

        • Hugo Araujo says:

          Por essa ordem de ideias também acha bem que acedam á sua webcam e ao microfone do seu computador para o vigiar…e devia ser proibido tapar a camara para não boicotar o trabalho das autoridades…

          • Paulo Martins says:

            Não exageremos, qual é a diferença entre uma SMS e uma mensagem de WhatsApp? Entre uma chamada de telemóvel normal e uma chamada de voz entre WhatsApp?
            Porque é que há mecanismo legais para aceder a um e não ao outro?

          • Hugo Araujo says:

            A diferença é que as SMS e as chamadas telefónicas foram desenvolvidas sem um sistema de protecção de dados por limitaçōes de tecnologia e não porque foi definida uma lei que não o podiam fazer para que podessem ser vigiadas…são sistemas obsoletos hoje em dia e as organizaçōes simplesmente exploram essas limitaçōes para chegar aos seus fins.
            Obviamente com o avanço tecnológico, existem agora alternativas mais seguras, e o que está aqui em causa é governos a quererem obrigar a que haja falhas de segurança propositadas para conseguir aceder a esses dados.

    • luis borges says:

      Conheces o Ring? (Jami)

    • Zé Duarte says:

      Também deve acreditar no Pai Natal. Achas mesmo que eles só iam usar isso para apanhar mafiosos.

  6. Joselito says:

    Fazer isso, é a coisa mais simples do mundo! Essas notícias servem apenas para os incautos acharem-se seguros e continuarem a usar as mesmas aplicações!

  7. Pintor says:

    Os Alemães a serem alemães não chegou às duas guerras que criaram e os milhões eu mataram?

    • PGomes says:

      talvez seja preciso lembrar que a 1º Grande Guerra foi causada pela Hungria.
      não foi pela Alemanha.
      A Alemanha, bem como muitos outros países, foram arrastados para a guerra por um sistema complexo de alianças.

  8. Joao Ptt says:

    Mas que mania de quererem intrometer-se na vida dos seus patrões, mas ninguém mete estes funcionários em sentido?

  9. Eu says:

    Há muito tempo que o Whatsapp tem “uma backdoor”.. onde está a admiração? Privacidade na internet? ainda vivem no mundo cor de rosa? Ah muito que o ministério publico usa mensagens “cifradas” como provas de acções
    Este artigo é demasiado tendencioso e superficial…

    • Sujeito says:

      Portanto, usando a premissa de que já se faz (ilegalmente e certamente em contexto completamente diferente), deve permitir-se que se aprove, para que se possa fazer legalmente, em todos os contextos.

      Lógica circular no seu melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.