Quantcast
PplWare Mobile

Marcelo Rebelo de Sousa promulga diploma contra “pirataria online”

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Juiz says:

    Fecham uma porta, abrem-se 500 logo a seguir.

  2. Elektro says:

    E os cidadãos promulgam: Ir buscar o João Rendeiro e faze-lo cumprir a justiça como todos cumprem com os impostos.

    • Swappie Guy says:

      E o Ivo Rosa? E o Ricardo Salgado? E o Sócrates? E todos os outros que andaram e continuam a andar a brincar com os portugueses?

      Mas também verdade seja dita, os tugas só se preocupam com futebol porque aí não há quem não vá apitar para a rua, agora assuntos sérios é para esquecer.

      • jorge santos says:

        Tens PROVAS para os colocar na cadeia? No caso do Rendeiro pelos vistos há mesmo PROVAS e por isso mesmo ele fugiu da condenação.
        A Justiça não se baseia na tua opinião nem na minha… mas em FACTOS comprováveis.

        • António says:

          A justiça é feita para que grandes grupos económicos e políticos escapem na maioria das vezes pelas pingas da chuva. A lei é pensada e aprovada pelos governantes com “lacunas” para que possa ser contornada quando condenados. Têm a faca e queijo na mão.

          • Luis Borges says:

            So uma pequena nota: a letra da lei ‘e mesma FEITA pelos grandes grupos economicos. Eles tem as grandes firmas de advogados que fazem o texto da lei com as “virgulas” nos sitios “certos”.

    • Espanha é que é bom! says:

      Ora nem mais. Estes gajos falam de 1 milhão de euros como se fosse um valor astronómico. E os valores dos Salgados e afins devem ao fisco e os bancos que deixaram falir?!

      Infelizmente temos um presindente que gosta é de selfies.

  3. Tim says:

    Quero ver o que vao fazer quando o Signal apresentar os seus canais na plataforma!

  4. Ricardo Moreira says:

    E quando os jornais usam videos de outros com publicidade em cima e apenas disponibilizam esse mesmo vídeo que se encontra no twiter ou em outra rede social, também é ganhar com o trabalho dos outros… E o nónio que me obriga a usar vpn para não chatear… Tão temos dinheiro para aquecer a casa vamos ter para comprar toda a informação que deviamos ter por direito?! Morre 1 nasce 10

  5. SANDOKAN 1513 says:

    Concordo com esta medida tomada pelo senhor Presidente da República,e com qualquer outra que vise combater a 100% a pirataria online.

  6. Pedro L. says:

    Não fossem quase todos os jornais generalistas cópia chapada da Lusa ainda ia ver. Tenho aqui ainda uns gigas livres no telemóvel que já fora taxados para a sociedade portuguesa de autores.

    • RatazanaDoPunjab says:

      Pedro L, Lusa, esse antro de comunas…
      Jornais portugueses, só os leio se me pagarem mil euros por cada um.
      Apenas leio regularmente um, todos os outros recuso sequer ver a primeira página.

  7. Man do tasco says:

    Como é que perdes vendas que nunca foram realizadas?

  8. JS says:

    E que tal promulgar o aumento geral dos salarios?
    Ainda acham que a maioria a ganhar o salario minimo ganham muito?
    Enfim so se fazem leis para os Ricos e com meia duzia de anos de deputados/ministros e assessores vêm com a reforma completa e eu a trabalhar á 42 anos venho com uma M**da de reforma e tenho que chegar aos 66 anos de idade ainda falta trabalhar mais 7 anos a sustentar Boys

  9. Francisco Esteves says:

    Então mas tenho que pagar por um jornal ou uma revista cheios de publicidade? Pensava que eram gratuitos…

  10. Sapito says:

    “No mês de julho, o diretor-executivo da Visapress disse à Lusa que a imprensa portuguesa perdeu 22 milhões de euros no primeiro semestre deste ano com a partilha ilegal de jornais e revistas nas redes sociais.”
    Estes gajos nao sao nada “pecos” a fazer contas!!
    Entao tambem deve fazer contas aos cafes que “disponibilizam” o jornal gratuitamente aos clientes.
    Eles que vao mazé trabalhar!

    • JJ_ says:

      Apresentar esses números é fácil.
      Mas não apresentam os números que indicam que mais de metade das pessoas que acederam a esse conteúdo, não o iriam comprar. Simplesmente não o iam ver.

      Isto é a mesma guerra que andou a industria da musica a tentar combater durante vários anos, até que percebeu que se disponibilizar o conteúdo gratuito ou pagou por valores muito baixos, vai ganhar mais dinheiro com concertos e afins. De repente deixou-se de ouvir falar na pirataria na musica. Ela continua a existir, mas a industria já percebeu que se usarem os mecanismos certos, tem mais a ganhar do que a perder. Até em parte da industria do cinema, já alinha no mesmo sentido.

      Agora falta os jornais e afins, perceberem o mesmo.

    • Tonheco says:

      A maioria que consulta jonais de partilha ilegal online nunca compraria a revista ou jornal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.