Quantcast
PplWare Mobile

Japão quer ter rede 6G já em 2030, e será 10 vezes mais rápida do que a 5G

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Asdrubal says:

    Não vem que não tem!
    Vou ficar à espera do 30G.

  2. Luís says:

    Vão acabar com o ser humano.
    Essas frequências vão dar cabo de nós, só doenças que podem aparecer e ninguém vai querer admitir que vai ser dessas redes 5G 6G e por aí fora.

  3. Hugo Nabais says:

    “já em 2030”
    LOL, isso é mesmo “já”! Só falta uma década inteira!!!!!!!

  4. Joao Ptt says:

    Entretanto em Portugal nem conseguimos ter net lenta (tipo 8/ 8 Mbps) mas realmente ilimitada (tráfego, tempo, acesso a tudo…) a um preço baixo tipo 5 euros por mês… para que todos possam realmente ter Internet por toda a parte (3G, 4G, 5G, …).

  5. SANDOKAN 1513 says:

    2030 ?? No Japão ?? Eu acredito que daqui a 5/6 anos eles já podem ter o 6G implementado no próprio país.Ali não se brinca,nem se perde tempo !! Tá bem !! Ali,como na Coreia do Sul,não se brinca em serviço !! Por isso é que são os maiores países em termos de vanguarda informática.E fazem eles muito bem. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.