Quantcast
PplWare Mobile

IRS: Saiba quais as despesas que poderão dar um bom desconto

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. um funcionário público says:

    por falar em salários … fui aumentado de 0,9%, mas na realidade estou a ganhar menos 3,13 € porque (por 0,48 €) subi (os mesmos 0,9%) no índice de retenção do irs, e porque pago mais (devido ao acréscimo no salário bruto) para a adse e a ss … enfim, parece que já me fizeram (os “des”governantes) os descontos que referem na reportagem … pior, acho que não devo ter sido o único a receber descontos 🙁

  2. Paulo says:

    As despesas gerais que se colocam nos dependentes não contam? Obrigado

  3. sempre na boa onda says:

    E para quem é pro-offshores ?!

    HAHAHAHAHAHA!!!!!!!

    Saudinha !!!

  4. Privado says:

    Nao sei porque reclamam cada vez fazem menos, se ganham consoante a producao isso sim depressa se via resultado, cada vez que se vai a um servico publico seja onde for e um inferno

  5. Manuel says:

    1º Não sei qual o critério usado para que apenas sejam dedutiveis os créditos até 31/12/2011 “Dedução: 15% dos juros de créditos à habitação contratados até 31 de dezembro de 2011”.
    daí para a frente só os “ricos” é que contrairam crédito? São mais 502eur que ficam do lado de lá por crédito.

    2º (à parte) A minha Mãe foi aumentada na reforma 3eur. Foi o suficiente para subir no dito escalão e com isso perdeu a isenção.
    Quem faz as contas não é parvo e também não dá nada a ninguém.

    • André Silva says:

      Manuel, relativamente ás reformas, as tabelas vão ser atualizadas.
      Toda a gente reclama dos impostos, mas toda a gente anda nas estradas, quer ir ao médico e pagar zero, deixar os filhos na escola e pagar zero.
      Não digo que não haja “abusos” da parte do governo sim, mas também já chega de tanto ódio ao governo.
      Pode ser que quando lá chegar a IL comecemos todos a emigrar.
      Ver exemplo da Lituânia, o PIB cresceu mas perderam população pela força da emigração, perderam 50 hospitais em 20 anos. Nada de mais. E têm escalão único de IRS

      • Manuel says:

        Caro André, nada contra pagar impostos… Aliás é para onde dedico metade do meu salário.
        (1º) Não vejo a diferença entre quem contraiu um crédito até final de 2011 e depois.
        Mais 502eur no IRS quem não gostaria? mas é só para alguns.
        Ódio aos governos não é coisa que exista por estes lados, só me torna uma pessoa mais má.
        (2º) Não acho “piada” a este tipo de jogadas, para além de abusos conforme foi referido são atos de má fé. dão por uma mão retiram por outra.. Alterar escalões na classe ativa nada contra, agora mexer no bolso de quem já só quer ter alguma qualidade de vida nos “poucos” anos que restam aí já não sou de acordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.