Quantcast
PplWare Mobile

Empresas já podem pedir apoio até 112 euros por trabalhador

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Luisão says:

    Por mais pequena que seja a empresa, uma micro empresa, por exemplo, se não tiver capacidade para pagar o (miserável) ordenado mínimo, então tem que fechar portas, pois não tem viabilidade nenhuma a empresa. É uma opinião apenas.
    Gostava que os nossos governantes e políticos se governassem com 700€, para saberem o que é realmente o ordenado mínimo. Bem como andassem de transportes públicos e não de carros de alta cilindrada.

    • ervilhoid says:

      Claro, essas empresas que são as empresas que outrora eram a classe média, na tua visão ou se é rico ou se é pobre

    • Bruno says:

      Campeão uma empresa não paga uma miséria que são apenas 700€. Cada funcionário a receber um salario mínimo custa para a empresa perto de 1200€. Agora perguntas tu, para quem vão os restantes 500€? É fácil, vão para pagar os luxos de alguns. O que fez o povo português? Foi votar no passado fim de semana? Penso que não.

      • David Guerreiro says:

        Essa é que é essa, ninguém fala (e parece que não convém) sobre os custos que um trabalhador tem para uma empresa.

        • Ricardo José says:

          Sabes para onde vão esses 500€ de que falas?

          Além dos luxos de alguns que também existem, serviu também para pagar lay-offs de várias grandes empresas que aproveitaram a situação do COVID para guardar dinheiro para distribuir dividendos mesmo aproveitando os recursos que deviam servir para as pequenas e médias empresas.

          Mas esses luxos já não se fala…

          Alguém se lembra daquela vez que as empresas aumentaram salários porque baixaram os impostos?
          Não??? Eu também não…

        • Há cada gajo says:

          Mas esse é que é o problema do empresário português : olhar para o pessoal apenas como um custo.

      • Polígrafo says:

        Para um ordenado mínimo de 705€ o custo total para a empresa é de €977,38. Assim sendo, a sua afirmação é Falsa. Mais diria, Pimenta na lingua.

        • Miguel says:

          Os tones não conseguem perceber que as contas macacas que andam a circular no faKebook, a dar os tais 1200, misturam alhos com bugalhos…

        • Paulo Mendes says:

          Isso é certamente uma análise muito superficial e enganadora (como a maioria dos fact checkers…)
          1. Contaste aí seguros?
          2. formações?
          3. férias e subsídios?
          4. medicina no trabalho?

          Só para citar algumas…

          • Miguel says:

            Enganador é não referir que o salário mínimo era 776 e agora é 823.
            i.e. pelas contas macacas era 846 e agora é 898. E só este ‘pormenor’ faz ‘aparecer’ 193€ dos 500 que os comedores de Palha FaKebook andam aí a arrotar. E se disseres ao Estado que dispensas receber a reforma ‘aparecem’ mais 213€.

            Enganador é tentar fazer crer que 1. 2. 4. têm aumento com o salário mínimo.

          • Fernando says:

            Subsidio de refeição… e por ai…

          • Há cada gajo says:

            É errado olhar para o pessoal como um custo. Esse é primeiro erro quando se olha para o “pessoal”.

        • Louro says:

          Pimenta na lingua de quem do poligrafo?

          Ora vamos a contas…
          Nao casado, sem dependentes.

          Salário base 705Euros, 22 dias por mes e um subsido de refeicao de 4.77Euros.

          Remuneracao liquida do funcionário 704.19, o que faz com que o custo anual do funcionário seja de 13626.71Euros/ano, logo…

          13626.71 / 12 = 1135.56Euros

          Se quiser aprender os custos de empregar em Portugal e quem sabe até saber qual é o seu verdadeiro salário (aquilo que a empresa gasta) pode usar este simulador.

          https://www.pmesalarios.pt/simulacao/custofunc
          Repare ainda que nao estao incluidos seguros de trabalho, que facilmente fazem com que o valor ultrapasse os 1200Euros/mes de custo.

          Nao tem que agradecer, só tem é de comecar a ver melhor as suas fontes.

      • Luisão says:

        Não sei onde foste buscar esses valores, 1200€??? É melhor veres essas contas…

    • Luís Costa says:

      És um campeão, pior é que não percebes porra nenhuma de economia e depois dizes essas baboseiras e votas pêessee

    • Paulo says:

      O problema não é quanto é que o empregado custa á empresa, o problema é qual a mais valia que a empresa tem com ele. Pode pagar 700 € e ser demais para o que ele faz, ou pode pagar 10.000 € e a empresa ainda tem mais valia com ele. A produtividade assim manda. O que falta a Portugal é apostar na mão de obra qualificada e continuar a formar, assim com certeza que no futuro poucos ordenados mínimos haveria.

    • afonso Costa says:

      de sindicalistas e preguiçosos esta este pais cheio, é só ver o resultado das eleições, ainda menos mal que a trupe comunista levou um banho, por isso a tua raiva.

    • Louro says:

      Tens toda a razao…

      Esperemos que a empresa onde tu trabalhas siga o exemplo e que nao consigas arranjar trabalho tao cedo.

    • CF says:

      E os trabalhadores a recibos verdes que ganham menos que isso também podem pedir apoio?

      Esquecem-se que uma grande parte anda a recibos verdes para não estar desempregado, só há mama para as empresas?

  2. fisgas says:

    O Portugal dos pequeninos, pedir subsidios ao estado para pagar a miseria de 705€.
    Ainda são maiorias a esta gente, depois não se podem queixar, é o apoio para os combustiveis, para o miserável salario, um dia destes é para a alimentação.
    Parece um pais sul americano isto, mas quem está mal salta fora, claro.
    Daqui a 4 anos, o miserável salario minimo andara nos 700 e tal euros na mesma, e o medio nos 1000 e picos, o normal para pequeninos.
    Já dizia o frances, aqueles do sul, que nao se governam nem se deixam governar.

  3. paulo says:

    e facil fazer politica ! m ais um vez o estado passa do pobre para o rico!

  4. paulo says:

    cada um benefecia de 40 euros de aumento mas por cada um os portugueses pagam 112 euros !! isto é facil governar assim !! o povo fica com a ideia que esta a melhorar e ainda sao roubados!

  5. João Ferreira says:

    Quando não se sobe os salarios por causa da produtividade é isto que acontece. Estado a pagar o aumento do salario minimo. Nao era mais facil descer os impostos?

  6. Helder Coelho says:

    Não tem como pagar fecha portas, o Luisão tem alguma razão. Há patrões e ditas empresas que vivem das aparências, Mercedes na garagem, vivenda, 2 habitação na praia e chega ao final de contas abre insolvência e toca abrir em nome da mulher e o estado e os credores a berrar… A culpa é mesmo do trabalhador que custa muito a empresa, acho que até deveria de pagar para trabalhar….

    • Jota says:

      Se fecharem as portas muitos trabalhadores vão para a rua… Porque é que em vez de criticarem não abrem uma empresa e pagam salários churudos… Claro que há muitos empresários desonestos, mas também há muitos funcionários que nem o ordenado mínimo merecem… O problema está na carga fiscal sobre as empresas. Como foi dito num comentário atrás um ordenado de 700€ representa um custo para a empresa de 1200€, sem contar que o empregador paga 14 meses e o funcionário só trabalha 11 se nunca faltar. Aumentei um funcionário o ano passado em 100€, esse aumento trouxe me um custo adicional de cerca de 160€, no entanto o funcionário no final do mês só levou +/- 30€, adivinhem quem levou o resto…

      • Miguel says:

        Se dissesses que és o painatal e tens um coelho que põe ovos de chocolate dava para acreditar mais facilmente do que dizeres que tens funcionário.

      • Ze Cábra says:

        É a realidade Jota, infelizmente existem pessoas que não querem saber dos custos de uma empresa, só sabem olhar para o recibo ao fim do mês e reclamar porque acham pouco.
        Os Portugueses têm os ordenados que merecem graças às decadas de falta de visão e governação deste país. Os trabalhadores simplesmente não são produtivos, e não é porque não trabalhem, mas pelo facto de que o que produzem não ter valor nenhum.
        Para que percebam: Que é que tem mais valor acrescido de produzir, um carro ou rolhas de cortiça? Quem acham que vai ter o ordenado maior, os da fábrica automóvel ou de cortiça?

  7. Coveiro says:

    Ou seja, aumentam o ordenado mínimo sem garantirem primeiro que as micro e pequenas empresas tenham forma de suportar o aumento (promover a produtividade e aliviar no irc p.e) e depois para resolver, pagam os contribuintes esse aumento 😀 Mas 42% das pessoas que votou aplaude. 10 anos de socialismo e quem vier depois que feche a porta…importamos mão de obra em nada qualificada , que se tiver sorte de ter contrato receberá ordenado mínimo em muitos casos, e cada vez mais exportamos pessoal qualificado. Isto tudo porque na verdade este país cada vez mais está feito para uma aparente necessidade de estado-dependencia.
    Mas como diz o outro – a isso a história responde..

  8. John Doe says:

    Portanto, aumento do salário minimo à custa dos contribuintes… está certo! A julgar pelo resultado das eleições está mesmo certo.

  9. paulo says:

    quando joga o benfica?

  10. Rui Costa says:

    Mas o subsidio é pontual ou permanente?

  11. Mais1ComentarioCensurado says:

    Pessoas com o ordenado mínimo agora passam a ser funcionários públicos.

  12. TH says:

    Na pandemia económica, que os micro-empresários estão a viver, ninguém fala. Aumento de custo em tudo: matéria-prima, combustível, aumentar os empregados que “sabem fazer” porque senão vão embora, porque o salário de 1000 euros, daqui a nada é ultrapassado pelos salários mínimos.
    E quem recebe a maior parte dos apoios? São sempre os mesmos: os grandes – os que fizeram os layoffs, os que exploram os empregados com salário mínimo há décadas, e os medíocres – que só declaram o salário mínimo também há décadas! Esquecem-se dos outros patrões das micro-empresas que trabalham lado a lado com os empregados, quando podem repartem e só não repartem mais, porque o Estado leva tudo para distribuir para os outros! e não desfalcamos as empresas. Quando os empresários de uma microempresa, sem pedidos de pseudo-apoios parvos, com responsabilidades cívis e salários baixos porque em anos de crise (e já vamos no 3º) não se podem aumentar e porque não queremos que seja mais uma empresa insolvente -, está para aqui a fazer o quê??? A sermos parvos, a pagar a segurança social para os outros, porque nem tem direito a ter a médico de família, nem abonos, nem afins? Há maneiras directas de ajudar os empresários sem ser com jogadas de aceder a pseudo concursos – para levarmos o não redondo e ficarem com a fama que nos ajudaram!

  13. KodiakShadows says:

    Já se sabe quem vai pagar, é sempre o otário do pobre tuga com os seus impostos. Alguém aqui pode explicar para onde vai distribuído em termos percentuais o dinheiro dos impostos de cada cidadão

  14. lumia says:

    112€ Todos os meses ou só uma vez 112€?

  15. Louro says:

    Porque razao é que ao invés de as empresas terem de pagar para depois pedir o subsidio, pura e simplesmente nao baixam os custos de empregar para todos e criam uma lei que obrigue as empresas a reflectir esse valor no salário liquido do funcionário?

    Assim todos ganhavam mais e na realidade o estado até poupava uns trocos, porque alguém vai ter de ser pago para gerir toda esta panoplia de papelada que vai ser necessária.

  16. PorcoDoPunjab says:

    Tem piada, ainda há pouco tive uma discussão com um individuo sobre este assunto.
    É realmente difícil de fazer compreender que o ordenado mínimo não pode ser aumentado apenas e só por decreto.
    Isso acarreta imediatamente inflacção e dificuldades ( ainda mais ) para as empresas que andam sempre na linha de água.
    O salário mínimo deve subir acompanhado por uma maior produção industrial, de mais riqueza…
    Porque razão os países que têm os maiores salários mínimos são os de maior PIB?
    Por alguma razão será…

    Entretanto começa a dizer que os patrões são uns chulos ( e alguns certamente até serão mais que chulos, mas não são todos assim ) e eu disse lhe porque é que não abre uma empresa e paga ordenados chorudos ao pessoal… e foi-se embora.
    É o que é…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.