PplWare Mobile

Vodafone: Esqueça o cartão de crédito para comprar apps Android


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. CRei says:

    efectuei uma compra no Google Play com este método de pagamento à 22 de dezembro.

    • Pedro Pinto says:

      Boas CRei. Já ouvi dizer que dava antes. No entanto, recebemos informação oficial da Vodafone a dizer que “tal sistema” apenas começa oficialmente hoje.
      “A partir de hoje, a Vodafone Portugal passa a disponibilizar uma vantagem única aos seus clientes. “

      • Maria Cunha says:

        É tudo muito giro, mas eu não estou interessado em que apareça uma conta choruda no final do mês, quando os meus filhos desatarem a comprar jogos na playstore. Pode-me dizer como faço para bloquear este serviço? Já me chegou à uns anos atrás, a confusão que foi para me devolverem os valores de serviços de valor acrescentado que eu não autorizara. Eu sou cliente vodafone e não playstore e não estou disposto a autorizar esses débitos na minha conta.

  2. Alberto says:

    Grande ideia.

  3. Anti-Obnóxios says:

    Segurança??? Se ja havia fraudes, entao agora…preparem-se!
    P ex. qdo do nada, apareciam aqueles banners de pub. e aleatorios e se tentava fechar, mesmo clikando no “x”, nao aceitando nada, por vezes la aparecia depois a sms, a dizer que foram debitados uns euros na conta vodafone e la se tinha de andar atras, pa cancelar ; varias pessoas amigas a queixarem-se disso, mm em planos empresariais, pelo menos em android ( que nao uso atualmente). A unica forma de sairem dali, com alguma segurança, ela anular o que estavam a fazer e voltar ao ecran home. O que é, absolutamente improdutivo e uma perda de tempo. E mesmo assim, algumas vezes, a “coisa” repetia-se, por artes magicas.
    Isto é tudo mto lindo, mas sem necessidade de ecrans de confirmaçao, com pass e afins….cada vez se abrem mais portas!

    • The Onee says:

      Nunca vi nada disso… nem nunca tive surpresas na conta vodafone.

      Deves estar a falar daquelas coisas em que é preciso colocar o número do telemóvel e retiram x euros todas as semanas.

      • Luís M says:

        No caso da Meo em determinados esquemas desses que falas não precisas de colocar o número nem o pin, o serviço é “facilitado” pela operadora. Já me aconteceu ter 2 serviços ativos na minha banda larga móvel Meo. Estava na net apareceram essas páginas de publicidade e simplesmente recebi uma sms a confirmar a ativação do serviço. Fiz a desativação para o nº indicado na sms, uns dias depois novo serviço do género ativo. Liguei para a Meo e pedi para me barrarem esse tipo de serviço(burlas)

        • ssx says:

          agora criticam o sistema operativo. LOL

        • Anti-Obnóxios says:

          Sim, foi disso que falei em epigrafe. Sem introduçao de numero nenhum. Pediram tanto a vodafone, como a “empresa”, o comprovativo da confirmaçao da subscriçao, nunca o fizeram ; em 2 dos casos, insistiram tanto, com multiplas queixas ( mm a policia), que acabaram ressarcidos ; o terceiro caso cancelou e reclamou, mas deixou morrer.
          Estes 3 casos, foram todos com android; nao é uma critica ao SO, ate pq acho, que a haver culpa, sera da operadora, apenas um facto, Nao faço ideia, se tb ja aconteceu em ios ou wp.
          Agora em relaçao a operadora ; é mto estranho ter-se um plano empresarial, negociado ” a la carte”, com condiçoes especificas, e depois a operadora, permitir que atraves dos numeros dos colaboradores, a empresa seja debitada, por serviços, onde nao existe, qq tipo de comprovativo de subscriçao. Mm, sendo pedido, a empresa terceira, esta alega que existe, mas nunca o consegue comprovar, recusando o mesmo. A questao é: como o consumidor se defende ? Quem debita, é que tem de fazer prova da subscriçao. Senao, vira um “forro-bodo”.
          Dai, que aqueles que se empenham e levam o caso ate onde for preciso, normalmente, sao ressarcidos, quem desiste, fica com o prejuizo.

        • José says:

          Aconteceu o mesmo com a minha sobrinha que é menor. Tinha um serviço activo, sabe-se lá como, que descontava 3,5€ por semana… Não percebo como as operadoras (ou até percebo – lucro fácil) permitem este tipo de serviços que descontam directamente ao saldo e que parece ser activado de formas simples e misteriosas…

          • epro says:

            Não são as operadores que fazem a gestão desses serviços.
            Os serviços são autorizados pela Anacom, podes consultar na página os SVA autorizados em portugal.
            O que te posso garantir é que as operadoras são as mais prejudicadas com estas situações por 2 motivos:
            Boa parte dos clientes não querem estes serviços e ficam insatisfeitos;
            Devolvem o valor retirado ao cliente e efetuam o barramento.

            Se o valor devolvido ao cliente é posteriormente devolvido à operador não sei.

      • Mr.T says:

        Para quem não sabe, as operadoras também ganham com isso, e por acaso a maior fatia é para elas… Ainda que a legislação em Portugal esteja já bastante apertada relativamente a este tipo de “serviços”…

      • Carlos V says:

        Eu tenho vodafone da empresa e aconteceu-me isso. Claro que após contacto com a Vodafone esta estudou a forma de eliminar essa ativaçao nao requerida e que deve ter vindo num banner da treta de publicidade camuflado no x para o fechar. Agora se me aparece banner, desvio o telemovel nem me apete ve-lo ate ir embora ou reinicio a pagina normalmente desaparecem. Mas que faz perder tempi e gasta dados, gasta

    • ssx says:

      estas tão mad? tem calma

  4. Freitas says:

    Não obrigado. só isso que tenho a dizer

  5. Maria Cunha says:

    Como bloquear está opção?

  6. bikes says:

    como cliente Vodafone é uma noticia.Espero que brevemente extensível também às compras na AppStore .

  7. David says:

    Também era bom que a Vodafone e a Microsoft fizessem uma parceria do género, dava bastante jeito…

  8. Pedro says:

    ui, imagino quando as crianças pegam nos telefones dos pais para jogar, vai ser só comprar items nos jogos.

  9. Maria Cunha says:

    Bloquear!!

  10. oscar says:

    Como se faz isso?
    Eu vou a Play Store e não vejo nada de novo (nenhum botão Vodafone).

    ??

  11. DoubleM says:

    O jeito que isto me tinha dado há uns anos atrás…

    Não tanto para a Play Store mas se desse para fazer outro tipo de pagamentos com o saldo.

    Por vários motivos, cheguei a ter saldo acumulado no telemóvel e foi um “problema” para me desfazer dele.

  12. Alvega says:

    “Vodafone Portugal passa a disponibilizar uma vantagem única”, como foi referido já noutros post, isto abre sim a possibilidade de BURLAS em larga escala, mas como as operadoras sao parte interessada na burla, pois obtém largos proveitos financeiros, pactuam com os burlistas, e dificultam ao máximo quando a pessoa prejudicada pretende cancelar o serviço que inadvertidamente accionou, ou mesmo desconhecendo te-lo feito.
    Eu sou cliente da vodafone e da meo faz anos, e já fui alvo de BURLA, quer num quer noutro operador, e foi um cabo de trabalhos para cancelar o serviço, horas ao telefone, mails sem conta, queixas a deco, provedores e outros que tais, lá me cancelaram o serviço a custo, mas o “guito” que me foi ROUBADO, já era, nao me devolveram nepia (MEO, 64€)
    A VODAFONE, da qual sou cliente, teve a pouca vergonha de me vender um cartão pré-pago, o qual já trazia um serviço deste género activo por defeito, como eu fiquei imediatamente sem saldo dei por ela, vou reclamar e foi preciso apresentar o meu advogado, pois os cromos da VODAFONE, queriam que eu acredita-se que tinha sido eu por descuido a activar o serviço, mas eu tenho um colega que trabalha na vodafone e ele confirmou que casos como o meu existiam muitos e para eu ir para tribunal que ia ganhar, lá se dignaram a devolver o dinheiro e deram-me mais uns trocos para eu me calar.
    Portanto, se querem segurança, ou nao utilizam, ou entao “um olho no burro e outro no Cigano (OPERADOR)”

  13. Luís says:

    Se eu quiser vou ter de instalar o gapps :´(

  14. Pedro says:

    Parece-me uma ideia interessante, visto que sou Vodafone mas como uso iOS no such luck…
    Mas o que queria mesmo a funcionar em Portugal era o ApplePlay/GooglePay (falando para estas duas plataformas) a quantidade de transações que faço usando o Cartão de Crédito é alta e é bem mas cómodo usar o Smartphone, no meu caso até uso o Apple Watch que também tem essa mesma funcionalidade.

  15. Joao says:

    É uma excelente opção para quem não quer usar o cartão de crédito, faz-me lembrar a saudosa Nokia e a Ovi Store, os pagamentos eram também a partir do saldo do cartão.

  16. Fernando says:

    Existe maneira de anular este método de pagamento? Ou torná-lo mais seguro? Tipo a introdução de um pin na altura da escolha do método?

  17. solução says:

    Abra a aplicação Google Play Store .Toque em Menu  Definições.Toque em Exigir autenticação para compras.Escolha uma definição.Siga as instruções apresentadas no ecrã.

    Nota: para alterar as definições de autenticação, precisa da palavra-passe Google. Aceda a recuperação de conta se não se lembrar da sua palavra-passe. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.