PplWare Mobile

Ubuntu – Nova versão com Look redesenhado


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. infimo says:

    Cuidado com a inspiração no Mac OSX, qualquer dia também são colocados em tribunal pela Apple.

  2. Angolano says:

    Essa de mudar o look é boa. mas no final cada um de nos pode fazer isto e a sua maneira que nao é assim tao dificil.

    Sim o ubuntu é para um uso serio, e ate tentei usa-lo para o meu trabalho, mas quando se trata de aplicaçoes e multimedia começa a dor de cabeça.
    Aplicaçoes- falo eu de algumas que so existem para o windows, como por exemplo o PRIMAVERA.
    Multimedia- este é o maior pecado do ubuntu, imagens videos e musica, para profissionais é um Deus nos acuda.
    Nao sei porque mas os 3 dias que estive a usar o linux tinha de estar constantemente a actualizar a pagina para ver se ele ligava senao dizia que estava desconectado da internet.
    Uma das coisas boas era ter todas as impressoras ja defenidas no pc, sem ter de estar a instalar impressoara por impressora.

    Bem agora so resta continuar a esperar, porque ve-se que o Linux melhora a uma velocidade incrivel, e tal como é hoje nao o era a algumas versoes atras, por isso espero que em breve isto vai mudar.

    • Jorge E. says:

      A questão da multimédia depende, se estás a falar de desenvolvimento de produtos multimédia, sim tens razão, mas o problema não é do Ubuntu. Tens duas hipóteses, ou trabalhas com a suite da Adobe no Windows ou Mac, ou procuras alternativas (algumas delas não estão ao mesmo nível) para linux. Eu trabalho com 3 SOs diferentes, MacOsx, Ubuntu 9.10, Win 7, isto porque ainda não perdi tempo para me habituar ao Blender para substituir o 3dsMax, que só existe para Win. Uso o Mac para edição de vídeo, porque estou dependente do Final Cut Pro, e uso o Ubuntu para tudo o resto, profissional e pessoal. O Ubuntu é o meu sistema preferido, realmente é pena que não haja mais aplicações de desenvolvimento multimédia para linux, mas aos poucos vamos lá, mas muitas vezes as pessoas não se dão ao trabalho de aprender uma ferramenta nova, só porque a abordagem é diferente do que estão habituados.

    • phoenux says:

      Em 3 dias é muito complicado descobrir todas as potencialidades de um sistema operativo; aposto que não demoraste apenas 3 dias a aprender a trabalhar com o Windows…

      De facto existe software exclusivo para Windows, como é o caso, por exemplo, do primavera e do 3D Studio max. No entanto existem boas alternativas. No caso do primavera recomendo o Colibri, várias vezes mencionado aqui no PPLware, e que funciona em vários sistemas operativos incluindo o Linux.

      Para 3D, recomendo o Blender; não é igual ao 3D studio max (aliás é bastante diferente), mas possui enormes potencialidades para modelar, animar, renderizar e executar tarefas de pós-produção como por exemplo edição de video. Segundo me disseram alguns colegas que estão a estudar a ferramenta a fundo, alguns deles preferem a nova versão do Blender que está a ser desenvolvida, do que por exemplo Cinema 4D ou Maya. São opiniões pessoais, é certo, mas que me pareceram ter justificações pertinentes.

      Para edição de vídeo, sei que estão a surgir novas soluções dedicadas, mas acredito que para esta área um ubuntu studio tenha uma série de alternativas pré-instaladas que poderás experimentar…

      • jmtdstoc says:

        O ERP Primavera é MUITO mais abrangente que o Colibri (que é um software somente de Gestão Comercial).

        O ERP Primavera além da Gestão Comercial tem ainda aplicações para Contabilidade, Tesouraria, Gestão de Imobilizado, Gestão de Recursos Humanos, etc.

        As duas aplicações não estão, de forma alguma, ao mesmo nível em termos de funcionalidades.

        • phoenux says:

          Eu não digo que o primavera não seja mais abrangente do que o colibri, mas como não foi referido qual o fim para que o primavera era utilizado, assumi que pelo menos para a gestão comercial o colibri poderá ser uma alternativa em Linux.

          O Blender também poderá não ser um substituto para todas as funcionalidades do 3D studio max, mas ambos se destinam a trabalhar em 3D.

          Resumindo, as recomendações que fiz não são soluções perfeitas para todos os problemas mas apenas possíveis alternativas que devem ser analisadas caso a caso.

    • d05 says:

      Bem vocês não sabem o que dizem.

      Em 2003 a fez o filme sinbad só e mesmo só utilizando linux.

      Bem estamos em 2010.

      Vocês precisam de algo mais, não de software mas de inteligência.

  3. cfernandes says:

    está giro mas acho que podiam criar um utilizar um tipo de cores e wallpaper que não parecesse com nenhum outro S.O.
    ps: nas páginas em questão da conical só falam do ubuntu e do xubuntu, não vi nenhuma referêcia ao kubuntu men ao tão esperado lubuntu.

    • Ecchin says:

      De facto, porque is buscar inspiração a outros oO
      Eu sinceramente nao sou muito fan do look standard to Ubuntu. Mas também nao suporto o look standard de nenhum programa quase lol. Mas ao menos o ubuntu era bastante único. :s

  4. “Esta mudança vem de encontro a declarações”

    Queriam dizer “Esta mudança vem ao encontro de “.

  5. Alexsandro says:

    Realmente faz lembrar um pouco o OS da Mac, mas de qualquer das formas sempre que utilizo ubuntu vou sempre buscar um tema ao gnome-look ou entao instalo o tema do ubuntu-studio que acho muito bonito…

  6. Wilson Silva says:

    Está giro, mas não gostei do botão de fechar a janela. Nunca achei piada a gradientes de vermelho para branco, ainda pior se for uma gradiente radial.

  7. Ryan says:

    Estou de acordo em mudar o look dos OS. Sou e contra fazer da Apple ou seja la quem for o standard para algo que em Linux, Windows ou sei pode funcionar. E verdade que o utilizador pode mudar e estilizar o OS como quer mas acho que um pouco de cuidado e necessario. E em jeito de piada cuidado com as inspiracoes tiradas a Apple que eles poem tudo em tribunal. O melhor mesmo e ser-se diferente e tentar inovar sem ir buscar ideias a lugar nenhum.

  8. luis says:

    Em boa altura mudei para KDE. Esse gnome do ubuntu está a ficar muito “mac like” …

    • Daniel Martins says:

      xD
      Já tinha ouvido muitos motivos para trocar de ambiente gráfico. Mas este…

    • jmtdstoc says:

      São gostos 🙂 .

      Eu adoro o Mac OS X e vejo com bons olhos esta aproximação ao Mac OS X.

      O KDE, por outro lado, deixa-me completamente frustrado… tal como com Windows. Tem a ver com a forma como gostamos de trabalhar e como queremos usar as “ferramentas”.

  9. FatGiant says:

    Gostei. Não que seja muito diferente. Aliás, para alguém mais distraído, a única alteração de monta que se nota é a mudança de wallpaper. De resto, para além dos botões de manuseamento das janelas (que não gostei) do lado esquerdo (que deve ser excelente para canhotos a mim não me dá jeito nenhum e sim já tentei) não vejo grande diferença. Ou seja, eu ali mudava quase tudo. Mas, como as mudanças que se podem fazer acabam por ser um pouco de mais do mesmo, já nem sei o que fazer.

    O Gnome necessita de uma abordagem diferente. Em termos de facilidade de uso, acho-o superior ao KDE, mas, em termos gráficos, puramente estéticos, o KDE está a agradar-me.

    Ao fim de 25 anos a abrir e fechar janelas, acabo por chegar à conclusão que estou farto e refarto disso, será que não há mesmo outra maneira de fazer as coisas? Antes que perguntem, se eu soubesse qual não perguntava e se soubesse fazer, acreditem, já estava feito.

    Em conclusão, não “vi a luz” nesse tema. Ah! e DETESTO os ícones laranja enferrujados. E os restantes ícones apresentados nas janelas, por favor, se era para inovar, há concerteza opções melhores.

    Portanto, continua a ser um ambiente sem absolutamente graça nenhuma, que até pode proporcionar desempenho, mas não conforto e muito menos elegância e sofistificação. Em termos de classificação, dou zero estrelas, porque em quase nada difere do que já tinham.

    • DreamWave says:

      @FatGiant : a cena do “fat” nao tinha nada a ver contigo 🙂

      E tb vou mais á bola com o KDE.

      • luis says:

        Sem duvida que o gnome é bastante mais simples de usar e é isso que me agrada. A canonical tem feito um excelente trabalho. Mas para quem quer um ambiente para trabalhar, o kde está de facto mais a frente. Mesmo em outros campos, o kde está mais a frente, como usabilidade do sistema, ferramentas disponiveis….etc

    • Ricardo Ferreira says:

      Ainda não é certo,nem eu acho provável, que os botões fiquem de facto do lado esquerdo na release final do Lucid Lynx. O mais provável é serem imagens de uma configuração custom. Seja como for, isso é algo bastante simples de configurar; como quase tudo em Linux. 🙂

      Quanto a outra forma de gerir janelas, talvez o GNOME Shell te agrade:

      https://www.youtube.com/watch?v=1R2EJny8RDM

  10. Jorge Januario says:

    OFF TOPIC
    Alguem conhece algum programa freeware que faça o mesmo que o ISOBUSTER? Recupere ficheiros de CD/DVR RW que contenham sessões perdidas?

  11. DreamWave says:

    “O novo tema, na nossa óptica, tem algumas inspirações em componentes visuais do Mac OS…”
    Para mim , infelizmente. Não tendo nada contra, apenas não gosto.

    Sempre achei os temas por default do ubuntu um pouco “fat”
    serei apenas eu ?

  12. prom says:

    Gosto bastante. Eu uso o tema normal que vem com o ubuntu. Adoro os icons. Só troquei as bordas da janela e pus os icones do menu pequenos. Provavelmente vai ser o que vou ser no 10.04 🙂

  13. JC says:

    Como a maioria dos comentários que li, não achei nada de inovador neste tema. Bem, trata-se de apenas um tema, certo? Pois o artigo não concretiza com nenhum novo software, kernel, módulos, etc. E se é apenas um novo tema isto não será mais marketing que outra coisa?

    Mas pronto, voltando ao tema, este em particular tem a variante “escura” que até me agrada apesar de ser “gordo”. O que não me agrada são aqueles botões do lado esquerdo da janela, aquilo requer habituação. (Experimentem e vão ver que é muito estranho no início)

    Quando é que o ubuntu irá ter uma versão que dê para escolher o software que queremos instalar, logo no início? Quando assim for voltarei ao ubuntu.

    • Paulo39 says:

      Quando é que o ubuntu irá ter uma versão que dê para escolher o software que queremos instalar, logo no início? Quando assim for voltarei ao ubuntu.

      Isso sempre foi possível… -.-
      Basta fazeres uma instalação minimal e ires adicionando os pacotes que queres.

  14. Pedro says:

    Cada vez mais parecido com o leopard, sinceramente não gosto. Para uma comunidade tão grande a cada versão tenho sempre fé num ambiente gráfico minimamente “não banal” , é a minha única critica ao sistema, de resto LUUUUUUV IT!! <33333333 ^^

  15. bruno says:

    generalizando, agradou-me a nova imagem do ubuntu(canonical). está + moderna, sofisticada.
    não desgosto dos temas apresentados apesar de me parecer que ainda se encontram em desenvolvimento.

    desde que retirem aquelas cores manhosas habituais(castanho e algum laranja?!) eu já fico contente.

    leio imensos comentários refilando com as opções estéticas da canonical mas ainda não vi nada superior apresentado pela comunidade(talvez com uma ou outra excepção). aliás, a generalidade dos tunnings efectuados por aqueles que tanto criticam as actuais opções são do mais foleiro possível (há temas gtk e metacity que parecem saídos de cabeças extra-terrestres).

    em suma, constata-se que existe vontade de mudar e parece-me que estão a seguir o bom caminho.

  16. lmx says:

    este tema realmente parece muito abixanado, e este tipo de coisas comigo não pegam, acho que melhoraram em 20% mas pioraram 40%, que se passa…?bom…eu depois mudo, mas não concordo em andarem a perder tempo com bichanices.
    Comconrdo e acho interessante o gradiente por cima do menu a dizer onde esta instalado o recurso xpto.
    penso que ja faz mais doque falta optimizar o sistema para i686,nem que deixem uma versão generica para o resto, ou seja meia duzia.
    Devem é gastar também muito tempo na usabilidade e facilidde.Eu acho que copiar o que quer que seja para tentar ganhar apenas com isso é mau pios demonstra falta de capacidade, de ceteza que não foi essaa ideia com que a equipa do ubuntu fez isto, eles são capazes de muito mais por isso força ubuntu.
    De resto Ubuntu rulezzz

    cmps

  17. como posso baixar este novo?

    • racoq says:

      Parece-me que ainda não está disponível para download. Para todos efeitos é apresentado como conceito desenhado “mockup”.

      Porém, não me admira que brevemente esteja disponível

  18. Felipe Rei says:

    Já era hora! Aquele tema marrom era horrível…

  19. racoq says:

    Já agora permitam-me também deixar aqui a minha opinião. Se para muitos não importa que o aspecto do Ubuntu mude, porque sabem que podem personalizá-lo.

    Lembrem-se que muitas pessoas não se preocupam. Cada vez que me lembro aquele azul horrivel (presente na barra de tarefas e na barra de titulo das janelas) e que vinha omissão que o Windows XP, até me dá as voltas. E olhem que esse tema é usado na maioria das máquinas de hoje que têm instalado o XP, e eu acho o tema por omissão simplesmente horrivel

    Tudo isto para dizer que o utilizador normal não está para se chatear com mudança de temas, usa com o aspecto que vem por omissão e não se preocupa mais.

    Por isso acho de extrema importancia a Canonical juntamente com a comunidade, desenvolverem um tema que seja mais apelativo que o anterior, e a meu ver conseguiram-no. Afinal as primeiras impressões contam e se há algo que a comunidade de utilizadores sempre se queixou, foi o castanho e o laranja usado pelo ubuntu, pois bem agora essas cores desapareceram.

    Está na minha opinião distintivo em relação Às outras distribuições, isso é uma certeza e se é uma evolução em relação ao tema anterior, eu tenho a certeza que sim, está muito mais bonito.

  20. @AntunesK says:

    Achei que a comunidade iria inovar com um tema belissimo mais esses ai aff…

  21. darkxp says:

    eu qq dia perco uns dias e faço eu uma remake as janelas… detesto janelas… bons tempos o da linha de comandos… tabs, etc …

    agora sem rato n se sobrevive… e depois janelinhas aqui e ali..

    para mim, é tudo maximizado, ver toda a informação a frente… de preferencia em tabs… o win 7 anda-se a safar bem e ja me cativou, so detesto o raio da tree no explorer.. 😐

    a nivel de ubuntu… n me agradava o castanho, mudem p roxo, lilas… cores da moda! 🙂

  22. O ubuntu ficará muito mais bonito, mais a unica coisa que estraga essa nova faze foram os botões de max., min. e fechar. Ficaram estranhos no Branco… e esse wallpaper me lembra o do Mac OS… Mais mesmo assim ficou legal…

  23. dockme says:

    Já estou a ver o que vai acontecer. Com esses temas não vai faltar gente a perguntar se estão a correr OS X num PC. xD
    “Isso é MAC OS?”
    Ou ainda melhor.
    “Eishhh, que Sistema Operativo é esse? Nunca vi nada assim!”

    Quanto ao novo look, está porreiro é bonito mas não é algo significativo para mim. Nunca gostei dos tons de castanho no ubuntu são cansativos.

  24. Alexsandro says:

    Realmete faz lembrar o OS da Mac, mas de qualquer forma sempre que utilizo ubuntu vou buscar um tema ao gnome-look ou instalo o tema do ubuntu-studio que gosto muito…

  25. RCS says:

    Quase que está mais feio do que o original.

    Qualquer pessoa consegue por o ubuntu mais bonito do que isso.

    • DGC says:

      Acho que deve ser das primeiras coisas que muita gente faz: livrar-se de todo aquele “castanho” horrivel… Como é que uma distro tão boa, cometeu um erro tão grande em escolher das piores corzinhas possiveis para o tema default.. :s

  26. BigOix says:

    Eu não vejo nada semelhante ao Mac Ox , la por vermos carros da mesma cor não quer dizer que eles são copias de outras marcas, ou sera sou unico que esta errado

  27. Fábio Maia says:

    Sublime. Ainda que practicamente igual ao Mac OS X, é realmente muito bonito. Acho que vou aproveitar o lançamento do 10.04 para fazer a troca para o mundo Linux e open-source, já me cansei do Windows.

  28. isto é bonito says:

    isto é tudo muito bonito mas no fundo com estas brincadeiras qualquer dia o ubuntu está a consumir 2gb de ram em vez de consumir o mínimo possível. Isso foi isso o que sempre me agradou no ubuntu, os IDEs a não demorarem 10 min pra abrir. O que eu gostava era que eles em vez de se porem com estas remodelações, desenvolviam era mais a aceleração 3D neste sistema, que é o grande entrave para o desenvolvimento de melhores aplicações multimédia (como havia sido referido anteriormente)

  29. Daniel Martins says:

    Os temas default do ubuntu são escolhidos a partir de temas submetidos pela comunidade.
    Quem não gosta que não use ou que faça melhor.

  30. viperbruno says:

    Nem sei como não vi o A Friend por aqui, pois iria certamente felicita-lo pelo seu comentario. Associar isto ao MacOSX (em termos de interface) não é disparate nenhum!

    Eu sei qual é a tecnica deles, fazer uma associação ao visual da Apple é a melhor jogada que podiam ter feito para ganhar quota. Agora que isto é jogar sujo, é!

  31. Rui Silva says:

    Boa gente, vamos lá pensar aqui um minuto, sim?

    Isto é de Borla, Nicles, Rien, nicht, zero, nada! Nao se paga um centimo pelo programa! Há uma montanha de gente que dá o litro para que tudo aquilo que lá está funcione!

    No meio de tudo isto, ainda vem gente reclamar de falhas e erros!

    Que reclamem de um windows ou MAC e sofwares pagos??? Sim, concordo plenamente! Eu pago, logo exijo!

    Mas um software livre e gratis??? Tenham dó por favor!

    Como se dizia antigamente. Nao quer, ponha na beira do prato!

    Boa pascoa a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.