PplWare Mobile

Uber chega à cidade onde nasceu Portugal


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Ilídio - Taxista com paixão e alma says:

    Essa praga continua a se espalhar em território nacional. Agora querem invadir minha cidade. Eu sou guerreiro e como bom vimarense eu irei lutar contra essa UBER Mafia, mesmo que tenha que recorrer a jogo sujo, pois se essa mafia pode operar em ilegalidade… eu tambem me posso defender recorrendo a “armas” pouco convencionais. Cheira-me que a UBER MAFIA vai ter que lidar com muitos pneus rebentados…
    Taxistas Camaradas! Está na hora de lutar e defender o que é nosso! Um Abraço!

    • LR says:

      Quando se refere a “Está na hora de lutar e defender o que é nosso”, refere-se a um monopólio sobre-avaliado, certo?
      Não sou contra os táxis, mas também não sou contra a UBER. Acho é que, de uma vez por todas, se deveria criar um enquadramento legal para esta actividade. E com direitos e deveres iguais. Não podem estar os direitos apenas aplicados a um dos grupos, e ao outro não. O mesmo se aplica aos deveres, claro.

      • Louro says:

        Nao podem nem os taxistas querem…

        Porque os taxistas dizem que a UBER é concorrencia desleal mas nao querem ter os mesmos direitos e deveres que eles, querem antes que os UBER tenham os mesmos deveres que eles…

        Só o desconto que eles levam nos carros, nao terem obrigacao de andar a trocar de carro de X em X tempo e também quando se decidem reformar o que ganham quando vendem o alvará… upa upa…só a venda do alvará da-lhes de lucro, em muitas situacoes mais do que aquilo que um Portugues ganha em média em 10 ou mais anos.

        Os taxistas que ganham mas é vergonha, usarem “armas” menos convencionais, andarem a furar pneus e afins aos UBER só os faz ter uma imagem ainda pior que aquela que tem perante a populacao..

        Ganhe vergonha Ilídio…

    • Carlos Morais says:

      Sr. taxista eu como bom vimaranense (e sou porque não escrevo vimarense) também irei lutar contra a máfia dos taxistas! O monopólio está a acabar!

    • zemanel says:

      queriam voces ter tanta qualidade nos taxis como tem a uber e cabify… enfim taxistas revoltados….

    • Brasão SS says:

      A mim parece-me que a questão é a falta de regularização. É neste aspeto que tudo falha. Se não há regularização, não se pode dizer que seja ilegal. São interpretações muito particulares e opacas, da parte de quem julga. O governo tem que regularizar a atividade dessas plataformas online de transporte,de forma bem clara e objectiva. Com atitudes como as do senhor, isso só vai denegrir a imagem dos taxistas, que já não é muito famosa. Nunca viajei na Uber, já viajei de táxi, na maioria, não tenho razão de queixa, mas já tive experiências muito negativas, inclusivamente uma senhora jovem taxista, que passava semáforos vermelhos, e fazia arranques com o carro sem sentido nenhum, podia fazer uma condução suave… Mas não, parecia uma street racer. Vá lá que o carro era novo, um Class E. Outros eram uns parolos e mal educados, mas isso passou-me ao lado. Em Guimarães tenho reparado que a frota de táxis, é na sua maioria carros novos e bons, mas isso não chega. Há que ser profissional, e não ser gangster. Quem com ferros mata, com ferros morre amigo. As conquistas à base da porrada já acabaram amigo.
      Fica aqui um artigo, para perceber o porquê da Uber ainda continuar a atuar em Portugal. Convém ler as notícias completas, não meias notícias.
      Um abraço.
      😉

      https://www.idealista.pt/news/financas/economia/2017/12/07/35026-relacao-de-lisboa-declara-uber-ilegal-mas-decisao-nao-influencia-para-ja-atividade-no

    • Marco says:

      Oh sr taxista onde andava o senhor, quando eu alugava o serviço de motorista por uma a duas horas? é que sabe muitas das empresas que trabalham para a UBER são as mesmas que vendiam serviço de motorista à hora ou ao dia.

    • Manuel says:

      Amigo, apareces só quando se fala de UBER e com uma postura apenas para agitar águas e criar comentários. Isso tem nome…

    • Alvaro Campos says:

      Guerreiros somos os de Braga!
      Deves ser tanto VIMARANENSE quanto o Conde D. Henrique!

  2. Brasão SS says:

    Bem vindos ao Norte! 😀
    Bem vindos à cidade berço!
    Nunca pensei que chegassem cá tão rápido.

  3. Joao Pedro says:

    Onde é essa cidade com o nome de Algarve?????

  4. Brasão SS says:

    Bela foto! Castelo de Guimarães, Paço dos Duques, Igreja de Santo António dos Capuchos, estádio D. Afonso Henriques, Tribunal, a muralha, o centro histórico, Santa Casa da Misericórdia, Edifício do centro de emprego, muito bem, seja quem for que tirou a foto, conseguiu apanhar uma boa parte da cidade.
    🙂

  5. Eric Mac Fadden says:

    Temos no Brasil já meio milhão de motoristas… QUASE que semana passada tudo foi por água abaixo…
    Acho uma enorme burrice do governo querer impedir tal modalidade. Mais pessoas trabalhando, mais pessoas conseguindo pagar impostos (e os embutidos em produtos), comprando e se ocupando… só há vantagens pro Estado.

    Táxis são onerosos para se manter do ponto de vista burocrático, mais caros e consecutivamente menos pessoas utilizam o serviço (pelo valor).

  6. Paulo Pinto says:

    Ainda nem estão legalizados e já estão em metade do País e com toda a publicidade da comunicação social, enfim é o País que temos…

  7. Armindo says:

    Por acaso pensava que já havia Uber em Espanha.

  8. Ricardo says:

    Finalmente acabem Co. Esses taxistas parasitas

  9. Hugo Gomes says:

    Ainda se tem de pedir ajuda aos padeiros de Aljubarrota

  10. Hugo Gomes says:

    Se D. Afonso Henrique fosse vivo ele dava lhes um burrito e um cavalinho e tava bem bom

  11. Tiago Rodrigues says:

    Fico satisfeito de a Uber ter chegado a Guimarães. Há alguns anos que utilizo a uber, cabify e outras empresas em alguns países do mundo.
    Só agora os Taxis de sentem incomodados, pensassem em tratar melhor os clientes. Há anos que não ando de táxi e não tenho saudades. Farto de ambientes cheios de fumo, palavrões, sujidade e desvios na viagem para facturar mais.
    Tenho uma amiga que veio do estrangeiro e do aeroporto até a Alcântara ao Hotel, foi simplesmente roubada, para o taxista o caminho melhor foi ir pela Ponte Vasco da Gama e regressar pela 25 de Abril….muito muito triste. O problema é que para os Táxis nunca houve algo que se chama de “Controlo de Qualidade”, modernização…entre outras.
    Prefiro até pagar mais e ter uma viagem calma, simpática e limpa e sobretudo saber o que vou pagar no fim, sem surpresas e pressões para colocar a mala na bagageira.

  12. dajosova says:

    Viseu?
    ahahah

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.