Quantcast
PplWare Mobile

Tomou a vacina da Pfizer? Pode vir a ter de tomar terceira dose

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Rafilda says:

    Porque é que não admitem logo que é para ser tomada todos os anos? Andam a brincar aos acasos como se já não tivessem planeado as coisas. Ai que conspiracionista!!!

    • iDroid says:

      A toma anual já foi falada muitas vezes nos meios de comunicação, não é nada de novo.

      • pois says:

        Porque não admitem logo que estes injetáveis não são placebos em relação ao COVID?

        Porque continuam a tentam coagir as pessoas tomar um injétavel que não resulta e que vais precisar de “reforços” ad eternum?

        Porque ainda há gente a defender esta farça?

        • pois says:

          *não são placbos -> são placebos

          • TóSousa says:

            Também não é farça, mas sim farsa.

            A vacina da gripe é anual, relembro.
            A do tétano toma-se a vida toda de 10 ou 15 anos…

          • pois says:

            A da gripe não funciona e só se recomenda aos grupos de maior risco, exatamente porque tem baixíssima eficácia.

            A do tétano deixou de ser renovada na maior parte dos países de 10 em 10 e passou a ser vitalícia (porque resulta!):

            https://www.health.harvard.edu/blog/do-adults-really-need-tetanus-booster-shots-2020051219786

            PS- https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Far%C3%A7a
            No meu tempo ainda se escrevia com ph. 😉

          • Vítor M. says:

            Claramente que as vacinas funcionam. Cuidado com os negacionistas que só querem vender uma ideia tipo banha da cobra. Vacinem-se, cuidem da vossa segurança. O plano de vacinação que existe há décadas levou a que várias doenças fossem erradicadas. Não vão na treta de alguns. Vacinem-se, lembrem-se que quase todos, se não mesmo todos, que estão aqui, foram vacinados logo à nascença e isso ajudou a erradicar muitas doenças.

            Não vão na conversa idiota dos negacionistas, são só imbecilidades que dizem.

          • TóSousa says:

            Durante toda a vida:

            reforços das vacinas contra o tétano e difteria (Td) em doses reduzidas aos 25, 45, 65 anos de idade e, posteriormente, de 10 em 10 anos

            https://www.sns24.gov.pt/guia/programa-nacional-vacinacao/

            Vens cá com Harvard mas não estamos nos states…

            PS: onde está o ph, erros são erros não venham cos disfarces…

          • Mr.Smith says:

            Meus caros, existem negacionistas e existem pessoas com senso critico.
            A partir do momento em que o termo vacina é usado para descrever um conjunto de componentes sintéticos e tecnológicos injetados por via de uma seringa, torna a palavra vacina fora de contexto para o qual foi criado.
            Uma Vacina é: Vaccine, suspension of weakened, killed, or fragmented microorganisms or toxins or of antibodies or lymphocytes that is administered primarily to prevent disease.
            (https://www.britannica.com/science/vaccine)

            O seja uma vacina no real sentido da palavra, possui componentes biológicos, agora chamar vacinas a seringas com componentes biotecnológicos é um ultraje.

            Na designação da palavra não fala em “vacinas” que alteram a forma com que informação genética é comunicada às restantes células, usando um contexto informático isto é um ataque man-in-the-middle, agora se concordam em injetar isso no vosso corpo, tudo bem Sherlok’s mas lembre-se que o atalho CTRL + Z está fora da equação.

            Agora não venham para aqui com opiniões próprias, infundadas com intenção de manipular mentes “nebulosas”.

            Esta brincadeira viola os 10 códigos assinados no acordo de Nuremberga.

            https://en.wikipedia.org/wiki/Nuremberg_Code

            So do as you wish. My two cents Fella’s.
            PS: Para os professores de Gramática que por aqui aparecem lembre-se para a próxima de corrigir também a Semântica.

            Muitíssimo grato.
            FYI: http://www.globalresearch.ca <- Cultivem-se

          • Eu mesmo says:

            Mr.Smith chumbaste a biologia de certeza!
            As vacinas de mRNA continua a conter componentes biológicos.
            “Vaccine is a substance used to stimulate the production of antibodies and provide immunity against one or several diseases, prepared from the causative agent of a disease, its products, or a synthetic substitute, treated to act as an antigen without inducing the disease”
            Se queres ir à etimologia da palavra, então todas as inoculações que não sejam contra a varíola da vaca não são vacinas.
            Para de te armar em esperto quando nem percebes como é que as vacinas de mRNA funcionam.
            Vai ler e depois volta

          • Eu mesmo says:

            Se percebesses algumas coisa do assunto, saberias que os coronavires são virus +ssRNA (Baltimore group IV).
            Portanto nem o coronavirus, nem vacinas de mRNA (+ssRNA) têm a capacidade de se integrar no genoma.
            Existem vários outros tipos de viros que têm essa capacidade. Pois no seu ciclo de vida integram o genoma do hospedeiro para se poderem replicar.
            Não é o caso destes virus. É biologicamente impossível.
            Se queres fazer teorias das conspiração, ao menos vai estudar biologia primeiro

          • TóSousa says:

            Pois agora a biotecnologia, que vai ajudar à cura de muitas doenças, é um ultraje, uma coisa que não devia ser usada.
            Código de Nuremberga? Porque não voltamos para as cavernas e negamos a evolução das coisas?

          • roger says:

            @Vitor
            > Claramente que as vacinas funcionam. Cuidado com os negacionistas que só querem vender uma ideia tipo banha da cobra. Vacinem-se, cuidem da vossa segurança.

            Pois funcionam. A pergunta é para que fim?

            https://www.nytimes.com/2021/06/11/world/italy-astrazeneca-covid-vaccine.html
            https://ilpiccolo.gelocal.it/trieste/cronaca/2021/06/14/news/il-chirurgo-che-ha-operato-camilla-morta-a-18-dopo-il-vaccino-una-cosa-mai-vista-non-e-normale-1.40389792

          • Vítor M. says:

            Mas a percentagem de mortes por Covid é muito, mas muito, superior a estes casos. Além disso, os casos de pessoas que ficaram com mazelas é muito superior a esse risco.

            É uma questão de usar a cabeça e ponderar. Qual será mais arriscado, tomar a vacina, ou contrair o vírus?

            Já agora, cuidado, porque a pílula contraceptiva e outros medicamentos “correntes” têm mais contra-indicações que a vacina.

          • joseduarte says:

            Pois, também não é farça; é farsa.!!

        • Paulo Martins says:

          A vacina do tétano também obriga a reforços ad infinitum, é por causa disso que não devemos tomar ou que consideramos uma farsa?
          Não confirmaram que se vai ter que tomar todos os anos porque não se sabe se vai ser preciso, a Pfizer chegou à conclusão que uma terceira dose seria a melhor solução após mais estudos, não se pode esquecer que todas as vacinas que estão no mercado ainda estão a ser estudadas, as pessoas que participaram dos testes iniciais continuam a ser seguidas para perceber os potenciais impactos a longo termo como perceber durante quanto tempo é que vamos ter imunidade com as vacinas.

        • UnExpert says:

          Vê os casos que tem havido em lares com idosos vacinados que nem sintomas apresentam e compara com o que acontecia antes e diz me como é que um placebo tinha esse efeito

        • Samuel MG says:

          Porque é que não vais ao psicólogo ou psiquiatra? Acho que deves ter algum problema mental 🙁 Quem te avisa amigo é 🙂

    • miguel says:

      Não és nada conspiracionista, só quem não tiver dois dedos de testa é que acha que não vai ser como outras doenças respiratórias que apareceram e ficaram e que nos adaptamos a ela por exemplo a gripe onde é aconselhado todos os anos vacina a população mais frágil.

      • Joaquim Sobreiro says:

        Com um sistema imunitário equilibrado, que prefiro designar por regulador dos vários sistemas biológicos, a imunidade natural é fortalecida mais que com qualquer produto farmacêutico em regime experimental, que neste caso só terminará em 2023, com efeitos indesejáveis ainda por reconhecer.

    • Jose Mendes says:

      As pessoas sabem isso, eles sabem isso, os medicos sabem isso…. Mas so agora é q estao a aparecer os resultados dos estudos. Por isso n é uma questao d admitir ou nao. É preciso esperar

    • Antonio says:

      O milagre das rosas, ou melhor, da multiplicação.

    • Antonio says:

      Vou já comprar ações da Pfizer e da Mod”e”Rna.

  2. miguel says:

    Alterem lá o titulo “Tomou a vacina contra a covid? Vai ter que tomar todos os anos!” 🙂

    Não interessa qual a marca, vai ser para todas é uma doença respiratória e veio para ficar como a gripe.

    PS. Se tem a vacina não se pode esquecer que fica na mesma infectado quando em contacto com o vírus e pode andar a espalhar a doença igualmente.

    O negócio do século!

    • André Silva says:

      Miguel, diga-me qual a vacina que não é assim?
      A gripe é assim, a tuberculose é assim, todas as outras são assim. Ah caso não saiba, muitas vezes a vacina da gripe tem eficácia inferior a 50% e muitas vezes inferior a 30%.
      Mas claro… só falta dizer que a vacina da gripe injeta um chip 4G e a do covid um chip 5G

      • Hugo says:

        Começo a entender o porquê do discurso destes negacionistas. Um deles, noutro post, acabou por demonstrar que nem sabe como se transmite o HIV, como raio vão eles saber dizer algo de jeito em relação a assuntos tão recentes?

        • Há cada gajo says:

          LOL…o do HIV foi demais !

        • Joaquim Sobreiro says:

          Como saber como se transmite o vírus HIV, se ainda continua em estudo (em que fase?) a vacina. Como saber como se contagia se cientificamente não cumpre os postulados de Koch?
          Não é só HIV, Ébola, gripe A, gripe aviar, porcina. Desta vez não foi Tamiflu, foram vacinas experimentais porque a OMS se antecipou com a alteração do conceito de pandemia.

          • LR says:

            Desculpa?!? Não se sabe como se transmite o HIV? Em que planeta vives? Lá por ainda não haver uma vacina, não quer dizer que os meios de transmissão/infeção sejam desconhecidos.

          • Há cada gajo says:

            Tens de largar a internet. Não te esqueças que para todo o sintoma, o Dr Google dá-te cancro ou morte eminente !

          • Samuel MG says:

            Mas que?? O HIV transmite-se através do sangue ou através de “brincadeiras” com a(o) parceira(o) sem proteção.

        • Joaquim Sobreiro says:

          Também já acreditei na ciência oficial como a única e a verdadeira.
          Com as explicações oficiais para Síndroma de Imunodeficiência Adquirida, percebi que não era uma doença com prognóstico definido, mas uma série de sintomas a que se deu esse nome.
          A evolução e desfecho deste síndroma não era compatível com uma única explicação de contágio.
          Investigue Isso com espírito aberto e critico outras explicações científicas: Postulados de Koch e validade dos teste utilizados e é meu entender que algo está incompleto nesta história que os meios de comunicação, ao serviço dos mesmos interesses económicos nos contam.

      • David Guerreiro says:

        A Moderna está neste momento em ensaios clínicos para resolver isso mesmo, a baixa eficácia das vacinas da gripe, e a necessidade de tentar adivinhar quais as variantes prevalentes em cada inverno.

        https://canaltech.com.br/saude/moderna-ja-comeca-a-testar-vacina-de-mrna-contra-a-gripe-em-humanos-confira-189341/

        • Joaquim Sobreiro says:

          A vacina da gripe sazonal, de que agora há pouco infetados, é composta por 3 estirpes, preparada com a necessária antecipação no Instituto Pasteur, baseada na probabilidade de estirpe predominante do ano seguinte.
          Se tem baixa eficácia é porque falharam as probabilidades. Uns anos acertam mais outros menos.
          Nos anos que não acertaram em nenhuma estirpe existiram menos “infetados”.
          Importante notar que há grandes diferenças entre as vacinas clássicas e as experimentais de alteração genética.
          De que tipo de vacina se está a Moderna a posicionar no mercado da farmáfia?

  3. Hélio Musco says:

    Super Saiyan 3

  4. Hugo Sousa says:

    Deviam alterar ligeiramente o primeiro parágrafo porque acredito que isso pode induzir em erros os leitores. Dizer que “quem está vacinado pode na mesma ser infetado” é uma abordagem errada. As pessoas vacinadas têm a mesma probabilidade de os não vacinados de ficarem infectados pelo SARS-COV-2. A vacina não impede que o vírus entre no nosso organismo! No máximo uma pessoa vacinada não sofre de COVID, porque não tem sintomas… por estar vacinado… Acho que é assim que se diz as coisas corretamente. Se estiver errado, corrijam-me a mim!

    • Vítor M. says:

      Bom dia. Se o Hugo diz, e bem “As pessoas vacinadas têm a mesma probabilidade de os não vacinados de ficarem infectados pelo SARS-COV-2.” em nada contraria o que é dito no tal parágrafo do texto “Os vacinados podem na mesma ser infetados, mas os efeitos da infeção estão a revelar-se mais leves.”. Esta frase não induz ninguém em erro, porque diz que podem ser “na mesma infetados” e que os efeitos dessas infeções estão a revelar-se mais leves, tendo em conta o número de mortes entre as pessoas infetadas e hospitalizadas.

      Acho que está bem resumido e correto, do ponto de vista de uma informação objetiva. Entendo é a sua abordagem. Isto é, o Hugo presumiu que nas palavras pudesse alguém achar que estando vacinado não teria como ser infetado. Acho que não é essa a informação passada.

      • Hugo Sousa says:

        percebo. a minha sensibilidade à forma como foi escrito pode ter que ver com a grande estupefacção que as pessoas estão a receber notícias de “pessoas vacinadas com COVID novamente”. As pessoas andam baralhas com isso, porque para a maioria estar vacinado, significa estar “livre” do vírus. Mas bem, sim, o texto levou-me a uma interpretação errada do que que quiseram referir!

        • Vítor M. says:

          É uma realidade, as pessoas vacinadas estão a facilitar…. e os números estão à vista, tem toda a razão. Mas a vacina é a única forma de arrumarmos com esta pandemia. Além do atraso no mundo no que respeita à vacinação, porque isto não vai lá se não for algo global, temos os negacionistas que são uma praga, um atraso de vida, um cancro para a sociedade.

          Além disso, pior até que os negacionista, há o poder político e a reles política que usa a doença e os constrangimentos por ela impostos para manietar as pessoas e as suas vidas.

          Não é fácil!

          • Urtencio says:

            Então mas que interfere na vida de um vacinado o facto de um negacionista não levar a vacina? não me digas que tens restrições apenas por causa desses “cancros” como tu chamas?! como disseste acima um vacinado pode apanhar e transmitir o vírus seja o “mesmo” vírus ou uma mutação!

            Dito isto, explica-me uma coisa.. Se eu mesmo vacinado posso transmitir o vírus, porque raio posso entrar num restaurante sem fazer o teste e porque raio posso viajar para qualquer país mesmo transmitindo o vírus?

            E não, não sou um negacionista, apenas vejo factos!

          • Vítor M. says:

            Ora vamos lá ver, quem é vacinado pode apanhar a doença, mas não a tem em forma grave, logo, não vai sobrecarregar o SNS e eventualmente perder a vida. Além disso, tem mais imunidade e pode continuar a exercer a sua atividade profissional mantendo a vida a rolar, sem que com isso deixe de ter os devidos cuidados (usar máscara em locais públicos, locais fechados, manter a higiene e ter outros cuidado normais).

            As vacinas, como nos diz a história, são quem ajuda a erradicar as doenças. Portanto, os negacionistas, que são aqueles que não a querem tomar, que mentem e criam falsas realidades e tentam desmotivar outros (pessoas por vezes menos atentas), esses são um cancro, gente que não presta, criam mentiras, cenários conspiratórios, pessoas do mais baixo calibre que se possa imaginar.

            As pessoas vacinadas transmitem menos o vírus, porque não o vão desenvolver numa forma grave. Num estudo conduzido já este ano, um ano depois da pandemia estar no planeta, comprovou-se que em mais de 300.000 unidades familiares e quase 1,5 milhão de pessoas, a vacina é o melhor corta-fogo contra a propagação da covid-19.

            As vacinas reduzem em mais de 40% a probabilidade de que a covid-19 se propague dentro dos ambientes familiares e dentro de locais onde essas pessoas estarão todas reunidas (seja num avião, seja em férias nalgum lado). Se a esta proteção somarmos a proteção da máscara e outros cuidados, muito dificilmente haverá uma propagação do vírus e mesmo que haja, com as pessoas todas vacinadas, a doença não tem impactos graves.

            Se todas as pessoas estiverem vacinadas e sem a doença, o vírus acaba por desaparecer do meio corrente. Essa é a ideia e o objetivo. Mas e explicar isso a quem não tem dois dedos de testa?

            São todos negacionistas?

            Não. Há outras pessoas que não querem tomar, mas não andam a meter “nojo” por aí. Esses não são negacionistas, “negligentes”, eventualmente, são apenas pessoas que não querem a vacina, que apesar de estarem no seu direito, em caso de doença, usam o que é pago por todos e prejudicam terceiros com a sua negligência.

            Os factos são claros como água límpida. As vacinas erradicam as doenças, esta também será erradicada, o plano de vacinação existe há décadas, as vacinas há séculos e é uma verdade incontornável que precisamos delas.

            O resto são idiotices das pessoas, que juntam factos e cenários inventados para tentarem usar como balsamo.

          • Urtencio says:

            “vacinas reduzem em mais de 40% a probabilidade de que a covid-19 se propague”
            Consegues-me passar o artigo onde isso foi publicado?
            Apenas encontro essa informação em sites .BR!

          • Vítor M. says:

            Está aqui: https://bit.ly/36rlj69 mas tens mais sobre esse assunto e mais recentes.

          • RS says:

            ” Esses não são negacionistas, “negligentes”, eventualmente, são apenas pessoas que não querem a vacina, que apesar de estarem no seu direito, em caso de doença, usam o que é pago por todos e prejudicam terceiros com a sua negligência.”

            Vitor são tão negligentes como um fumador, um drogado, um obeso ou uma pessoa que não pratica desporto ou uma vida saudável. Em caso de doença vão usar o que é pago por todos e prejudicam terceiros com a sua negligência.

            Qualquer um tem o direito de não querer injectar no seu corpo uma vacina feita à pressa sem estudos dos efeitos a longo prazo.

            Qualquer um tem o direito de duvidar da medicina desde que a mesma é simplesmente um negócio que gera milhões e milhões.

          • Vítor M. says:

            Não, o drogado, o fumador ou o obeso não provoca uma pandemia. Isso e desleixo de pensamento, desculpa lá. E as vacinas, que tu também recebeste do plano nacional de vacinação, ainda mal sabias abrir os olhos, permitem que tu hoje não apanhes determinadas doenças, sejas saudável por essa via e que não contagies nem sejas contagiado. Agora, se não queres tomar para esta doença pandémica, é que nem é endémica, apenas és egoísta e negligente. Atenção que não te estou a atacar, apenas a dar um exemplo de como as pessoas mão pensam.

            Depois, desculpa, o negócio de milhões nos medicamentos não te levam a não tomar um ben-u-ron ou de dar um antibiótico ao teu filho. Isso é falso moralismo e desculpas de mau pagador.

            Como te disse, não tenho nada contra ti e estamos apenas na esfera da discussão salutar. E também referi no meu comentários o aproveitamento político da causa e não deixo de concordar com o aproveitamento financeiros por parte dos laboratórios, mas isso não pode ser justificação para não te vacinares, não pode e não deve.

            Os negacionistas são neste e noutros casos, cancros da sociedade. E são eles que estão a levar os mais incautos a usarem certos argumentos, falsos e desonestos, para também esses não tomarem e servirem causas obscuras de negacionistas criminosos.

          • Dúvida says:

            Não deu para responder ao teu último comentário teve que ser aqui.
            Eu não sou contra as vacinas aliás só me falta uma dose para finalizar à primeira parte.

            Mas tenho uma pergunta pertinente que acho que faz sentido.

            Na tua última resposta dizes que quem não quer tomar a vacina pode ir gastar o que é de todos e pago por todos.

            Ok até aqui tudo bem, mas as pessoas que fumam e bebem têm uma alimentação nada saudável, que não estão nada preocupadas com o seu bem estar físico também temos de pôr a culpa nessas pessoas também?

            Sim porque muitas doenças crónicas podem ser evitadas só por mudar alguns estilos de vida.

            Vamos proibido tudo que faça mal à saúde assim não vamos ter de pagar por pessoas que não fazem nada para serem mais saudáveis?

          • Vítor M. says:

            Já respondi a essa parte no meu comentário. Mas não misturem que não faz sentido. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, e vocês sabem bem disso, estranho é de vez em quando misturarem as coisas, estranho mesmo. Não é normal confundir quadros clínicos correntes (mesmo sendo preocupantes e que têm de ser tratados) com uma pandemia, não é normal, desculpem lá.

          • Dúvida says:

            Mas não podemos ver isto como um caso é um caso e não estão interligados.

            Porque se tivéssemos mãos na quantidade absurda de açúcar e álcool e gorduras que as pessoas comem por dia, muitas das pessoas que tiveram sintomas mais graves da doença não iam sentir tanto.

            Agora não podemos olhar para o lado nas condições de saúde que muitas pessoas têm, porquê a alimentação tipo fast food está mais disponível e em preços mais acessíveis em comparação com comida mais saudável.

            E sabemos muito bem que alimentação e exercício fisco faz toda a diferença em todas a doenças.

            Isto é uma doença nova que veio para ficar durante muito tempo que daqui a uns anos espero sinceramente seja uma coisa banal se não desaparecer.

            Agora a realidade é uma doença em evolução e ainda andamos a ver o que vai acontecer,
            Não podemos condenar quem queira espera mais um tempo para perceber o que vai acontecer.

          • Vítor M. says:

            Percebo, mas estamos a falar numa pandemia.

            Eu não condeno quem quer esperar, eu só abomino os negacionistas. Não vamos misturar as coisas.

            Há pessoas que querem esperar, estão, no meu entender, a arriscar sem necessidade, mas podem ter receios por algo. Tudo certo.

            Mas há aqui uma questão grave. Muitas pessoas têm receios por causa do que os negacionistas andaram e continuam a mentir.

            Esse é um dos grandes motivos por que algumas pessoas têm receios.

            Quando me perguntam, eu digo: tomem a vacina, levem os pais e avós para serem vacinados, protejam-se, sim eu tomei na data que consegui dentro da minha idade e aguardo agora a segunda dose.

            A doença causa danos que não se sabe se serão ou não permanentes.

          • Dúvida says:

            Concordo em tudo o que dizes e faz sentido.

            Só espero que daqui para frente às pessoas vejam a saúde como um investimento e não como uma coisa que está garantida pelo sistema nacional de saúde.

          • C.S. says:

            E pior ainda que o poder politico são todos aqueles que ampliam o alarme social.
            Hoje morreram 132 pessoas de outras doenças. Quantas morreram de covid?
            Até quando vamos continuar a alimentar esta loucura social?

          • UnExpert says:

            E de onde é que veio esse número oh CS?
            Mas por esse lógica nenhuma doença importa. Morreram 132 pessoas se estivermos a falar de 20 doenças/condições diferentes então causou mais de 10 fatalidades, deixamos nos de nos preocupar com a saude no geral entao?

          • eu2 says:

            “Mas a vacina é a única forma de arrumarmos com esta pandemia.”

            Consegue dizer como exatamente é que a vacina arruma com a pandemia? O que quer dizer com a pandemia estar arrumada?

          • Vítor M. says:

            Se as pessoas vacinadas deixarem de transmitir e de ficarem doentes, o vírus deixa de se espalhar, a pandemia passa a epidemia e mais tarde ou mais cedo acaba por ficar controlada, com um surto aqui ou ali, mas controlável. Não tem muito o que saber, a história ajuda-nos a perceber o presente.

          • eu2 says:

            Concordo. O vírus não deixa de se espalhar, se as vacinas não impedirem a 100% de espalhar. Mas desde que isso esteja controlado, acho que podemos sentirmo-nos “seguros” (fora um surto ou outro que aconteça, como disse).

      • R says:

        Defina “infectados”

    • eu2 says:

      Pelo que entendi, os estudos feitos com as vacinas foram principalmente para medir a sua eficácia na infeção. Ou seja, se uma vacina tem 90% de eficácia, isso quer dizer que houve 90% menos voluntários a testarem positivo com teste PCR no grupo vacinado do que no grupo não vacinado. A eficácia da vacina a diminuir hospitalizações e mortes presume-se que seja maior (e é).
      Claro que isto tudo pode-se ir mudando ao longo do tempo, com novas variantes, etc.

  5. Jesualdo Oliveira says:

    Ora tudo muito bem, agora quem está a morrer?
    Acima dos 70, estão vacinados ou não? A resposta parece óbvia.

    • Ricardo says:

      E só importa mortes? e as sequelas que ficam para toda a vida? existem pessoas que apanham o virus e se curam, mas pelo meio ficam com sequelas. A vacina apenas previne doença grave, no caso a morte e mesmo assim não é 100%. Vamos ter um belo problema de saude nos proximos anos para resolver com todos aqueles que estão a ter sequelas.

      • Blackbit says:

        +1
        Esse ponto é descurado quando se fala do Covid, infelizmente.

      • Zé Fonseca A. says:

        Só apanhou quem quis, não tenho pena de ninguém.
        O pessoal facilita, basta um membro do agregado familiar facilitar para contagiar o agregado todo, se tivessem bem educados e tivesse existido uma conversa nada disso tinha acontecido.
        Eu fiz a minha vida “normal” e nunca apanhei, continuei a ir a restaurantes todos os dias mas ou passei a ir sozinho ou com o meu agregado familiar, quando fui com amigos ou pessoas fora do meu agregado todos fizeram teste, o natal foi apenas a familia nuclear, todos com teste feito e mesmo assim separados por 1,5M na mesa, de mascara e com janelas abertas.
        Antes de alguem entrar em minha casa desinfecta as mãos e coloca protectores nos sapatos, a mascara é substituida por uma cirurgica e nunca tira a mascara.
        Toda gente sabia como se precaver, tivessem adoptado medidas.

        • Toni da Adega says:

          “Só apanhou quem quis”.
          Finalmente um comentário inteligente, é mais que obvio que só fica doente ou apanha infecoes quem quer. Quem não quiser não apanha, e digo mais, o pessoal só apanha doencas para se poder escapar ao trabalho

          • C.S. says:

            Ah ganda Toni, é assim mesmo.

          • Zé Fonseca A. says:

            Achas que alguém que tomou as devidas precauções apanhou?
            I rest my case…

          • Toni da Adega says:

            Conheço inúmeras pessoas que mesmo com os cuidados todos apanharam.
            Mas até soube bem assim puderam ficar 10 dias em casa sem trabalhar.

          • Hugo says:

            Não acho zé, tenho a certeza absoluta.
            Há que tenha vivido quase como um germofóbico neste último ano e tenha apanhado sem fazer a menor ideia de como e há quem tenha facilitado à grande e não apanhou, inclusivé agregados familiares a viver todos juntos, uns positivos e outros negativos. Não é uma opinião, falo com conhecimento de factos.

      • PM says:

        Ricardo, não sejas limitado, ok?

        TODAS AS DOENÇAS deixam sequelas, ou pensas que isso é inovação do covid? fosga-se que voces com o covid ja começam a meter raiva, desculpem la… ate parece a pior doença de todo o sempre.

        Tenham juizo.

        É E SEMPRE SERÁ um virus respiratorio igual ou ate mais benigno que o influenza.

        METAM ISTO DE VEZ NA CABEÇA !!!

        • UnExpert says:

          A sério, conheces alguém nos 30s que tenha ficado com sequelas meses pós-gripe? É que eu não conheço sequer alguém que a gripe tenha afetado dessa maneira nessas idades.

          O covid eventualmente vai se tornar mais um virus respiratório com que temos de conviver, sem discussão ai, agora não vai acontecer por magia ou por se continuar a desvalorizar o problema.
          Se calhar se o pessoa metesse isso na cabeça, estávamos com melhores condições atualmente

          • Toni da Adega says:

            ” conheces alguém nos 30s que tenha ficado com sequelas meses pós-gripe?”
            Conheco várias pessoas que ficaram. Eu inclusivé devido a uma gripe (que desenvolveu para pneumonia) fiquei 6 meses com problemas pulmonares e incapaz de fazer qualquer tipo de esforco.

          • PM says:

            por acaso conheço um jovem que praticamente deixou de andar devido a uma gripe, SIM… infelizmente.

          • Rui says:

            Com 28 anos apanhei uma gripe que me deixou com problemas respiratorios e sem força no corpo durante quase 4 meses

            E conheço alguns casos parecidos na zona dos 30-40 por isso sim existem

          • Hugo says:

            Pronto PM, vamos assumir que isto é como uma gripe… mas com uma maior taxa de propagação. Já está, chegámos à mesma conclusão: “É pior que uma simples gripe.”

          • Sardinha Enlatada says:

            E o Ronaldo apanhou o virus mas nao ficou com sequelas. Teve sorte nao e ? Como aquele tenista novak djokovik tambem ficou infectado e teve sorte.

          • Samuel MG says:

            Eu já apanhei gripe e constipações mas nunca fiquei com sequelas!! O único problema é que a gripe me faz dormir (mais de 15 horas) mas comparando com enxaquecas a gripe é algo fraco!! Experimentem ter uma enxaqueca durante 3 dias e vão ver como é tramada, ao terceiro dia vomitei pelo menos 4 vezes.

          • Hugo says:

            Sardinha…pegar em meia dúzia de casos e tirar conclusões é ser extremamente ignorante, literalmente e pela definição da palavra. As estatísticas valem o que valem mas a tua conclusão não vale nada. Quer queiras quer não queiras. Não consegues fundamentar isso. Conheço uma jovem de 35 anos, saudável e assintomática que morreu durante a noite (independentemente de tudo, a única doença diagnosticadaque tinha era somente covid). Se isto vale alguma coisa pra tirar conclusões precipitadas? Não. Ponto final.

          • C.S. says:

            Tadinha da jovem de 35 anos.

          • rui says:

            CS
            És mesmo mareta!
            E com uma falta de empatia que não te fica bem.
            Se fosse um familiar teu?

  6. PedroLeal says:

    Agora é mesmo para o chip não é? hehe

  7. João says:

    Não obrigado.

  8. Asbrubal says:

    Fdx! Daqui a pouco com tantas drogas que metemos na caraça viramos jacarés como diz esse grande sábio da america do sul.

  9. Manel says:

    Pessoas vacinadas podem ficar infectados pelo SARS-COV-2, é é menos provável mas podem, aliás a sua carga viral geralmente é baixa e por isso ainda não está provado que transmitam o vírus quando não tem sintomas, apesar das certezas que se ouve por aí de muita gente “responsável”.

    A vacina não impede que o vírus entre no nosso organismo! O que existe é uma GRANDE probabilidade de uma pessoa vacinada NÃO sofrer de COVID19.

  10. Manel says:

    Uma coisa é ter o vírus, outra é ter a doença.
    O que se pretende é não ter a doença.

    Quanto ás sequelas do covid19, ninguém sabe se são temporárias, o mais provável é que sim e já agora qual a doença que não as tem!

  11. Manel says:

    Uma coisa é ter o vírus, outra é ter a doença.
    O que se pretende é não ter a doença.

    Quanto ás sequelas do covid19, ninguém sabe se são temporárias, o mais provável é que sim e já agora qual a doença que não as tem!

  12. robin says:

    E depois a 4º e a 5º e sempre, tem de se manter a carraça.

  13. SANDOKAN 1513 says:

    Outra ?? Ainda não tomei a 2° dose da vacina e já se fala numa 3° dose ?? Poça.Mas pronto,seja o que Deus quiser.Tomá-la-ei também.

    • C.S. says:

      Que comentário tão inteligente.

      • PM says:

        é o comentario dos aceitacionistas, deixa lá, eles são felizes assim =)

        • LR says:

          Sendo um comentário de índole pessoal, acaba por ser bastante mais inteligente que outros que por aqui andam.
          C.S.: cuidado, acho que o HIV também se transmite por mail, sms e WhatsApp. Não tenho a certeza se se transmite através de comentários em blogues, mas, na dúvida, é melhor ires para dentro. Nunca se sabe…

          • C.S. says:

            E tu toma a vacina para ficares descansado. Assim ficas com a certeza que vais morrer saudável.

          • rui says:

            Como se pode ver, quando o CS já não tem argumentos….

          • C.S. says:

            Estás carente por eu não te ligar nenhuma? Prontos tá bem tu também vais morrer saudável.

          • rui says:

            Por acaso não, mas agradeço a tua preocupação.

            Tinha era saudades de poder dizer que és como uma bota da tropa!

            Abraço

          • C.S. says:

            Tu também não és má pessoa. É pena é teres esse feitio ranhoso, mas ninguém é perfeito, pode ser que depois de tomares a vacina fiques melhor.

          • rui says:

            Ninguem fica melhor com a idade.
            E Sendo TSDT já tenho as 2 doses ( da AZ ). Acho que na proxima dose me colocam o chip 5G.
            De qualquer forma, antes ranhoso que bota da tropa

          • C.S. says:

            Podes dizer. Além de bota da tropa sou marreta mesmo.
            Vê o ultimo comentário e diz alguma coisa.

          • rui says:

            Ainda bem que admites.
            Ultimo comentário?

  14. Chalupa pela verdade says:

    “Atualmente, cerca de 48% da população dos EUA está totalmente vacinada e em algumas zonas do país têm taxas de imunização muito baixas, locais onde o contágio da variante Delta está a crescer.”

    Mas então… tudo o que eu acreditei vindo de certos users aqui… é falso? Não pode ser.. o Pai Natal não existe também?

  15. rui says:

    é preciso reforço se os níveis de anticorpos descerem abaixo de X se a vacina tem 1 ano não sabes quanto tempo levará, nem tens estudos suficientes para saber quanto tempo em média 90% dos vacinados mantêm os anticorpos a nível suficiente para prevenir os sintomas, tanto podes ter de tomar de 3 em 3 meses como de 300 em 300 anos, mas só quando tiveres amostragem suficiente para teres estudos sobre isso, a do tétano também passou de 10 para 20 anos à alguns anos atrás

  16. pp24X7 says:

    Querem controlar a população !!
    Fujam desta vergonha
    Quem tomar a vacina fica completamente a mercê do controle dos governos

    • C.S. says:

      Vais ver que ainda vão dizer que se não
      fossem os confinamentos ainda era pior.

      • rui says:

        estás a falar deste artigo?

        Porque iriam dizer que sem confinamentos seria pior? Não percebi essa tua resposta.
        Eles não tiveram contacto com esses vírus e por isso não desenvolveram os anticorpos.

        Não vais comparar isto a Covid? ou ao HIV? Por favor não seja assim tão casmuro

        • C.S. says:

          Não percebeste o artigo?
          Eu vou explicar devagarinho.
          Estas medidas estupidas e não confirmadas de prevenção do vírus so fizeram com que os putos perdessem imunidade a outros vírus. O que quer dizer que os confinamentos e as máscaras só estão a fazer pior nos miúdos. Além de que os adultos também vão sofrer, espera pelo inverno e depois falamos.

          • rui says:

            CS
            Onde eu escrevi que não percebi o artigo? Eu vou dizer DEVAGAR!

            O que não percebi foi a tua resposta.
            Como sempre interpretas o que te interessa.

            Agora se queres comparar com o Covid, ai estas COMPLETAMENTE ERRADO! É como comparares com a gripe (como já fizeste)
            Para ti não havia confinamentos, nem mascara…. todos apanhavamos o virus e o Karma que resolvesse…
            Quem morria… temos pena! pois isso foi uma gripe que o matou…e nao covid.

            Eu enganei me sobre ti. A bota da tropa até é muito superior….

          • C.S. says:

            Sem máscaras e sem confinamentos a Suécia tinha o mês passado menos 4000 mortos covid do que nós. Qual seria o problema cá?
            Mas pronto, tu continuas ranhoso, o que é que se há-de fazer.

          • rui says:

            Lá vem a conserva da suecia outra vez?

            – Eles estão com muito mais casos que nós, tanto que até o governa ja admitiu ter sido um erro.
            – O responsavel foi apanhado em conversas onde admitiu que iriam morrer pessoas, mas como eram velhos estava tudo bem.
            – A população de Portugal é mais envelhecida que eles
            – Não conheço o sistema de saude deles, mas sei que portugal tem um racio de uci por habitantes dos mais baixos.

            Agora pergunto eu:
            Porque não comparas portugal com o Brasil, com a india, ou melhor com a italia (que tambem tem uma população envelhecida)?
            Basta ver o que a italia sofreu.
            O que o brasil (zonas mais pobres sem sistema saude de jeito) esta a passar?

            Vais procurar as noticias que te dão jeito e comparas com os paises que te dão jeito para a tua conversa da treta.

          • LR says:

            Rui, esquece. O CS tem sempre o mesmo discurso, com as mesmas bases:
            1- Gripe
            2- Número de mortos
            3- Suécia
            4- Outras doenças
            5- Insultos pessoais

            Não vale a pena perder tempo com um iluminado como o C.S. cujos conhecimentos científicos foram demonstrados, de forma ricamente ilustrativa e sapiente, no seu comentário em que compara o SARS-CoV-2 ao HIV, e a forma com este último se transmite. Deixa-o ser feliz, e acreditar nessas coisas todas.

          • rui says:

            E como já te disse antes ranhoso que bota da tropa (sem ofensas para elas).
            A tua conversa muda conforme te da jeito:
            – Não existe
            – Gripe
            – outras mortes
            – corte no ordenado
            etc…
            etc…

            És um miúdo mimado com demasiado tempo livre, que ao escrever baboseira acha que é o melhor da rua.

            Tenho muita pena de ti. Podias contribuir para uma discussão de jeito, mas não … só dizes asneiras e inventas ou tiras de artigos apenas o que interessa a tua conversa da treta….

          • rui says:

            LR

            Acabei agora mesmo de escrever isso, mas esta para moderação…

        • C.S. says:

          Comparo com a Suécia porque tem o mesmo número de pessoas.
          Mas vai lá ver quantos mortos tem a menos.
          Ó LR sabes ler?
          Mostra lá onde é que eu comparei o HIV com o covid?
          E mostra lá o artigo a dizer que o HIV não se transmite através dos fluidos corporais.
          Sabes o que são fluidos, não sabes?

          • rui says:

            Comparas com a Suécia porque te dá jeito.

            Para a tua informação, um pouco de estatistica.
            Casos por milhão: Portugal 88772 – Suécia 107498
            Mortes por milhao: Portugal 1686 – Suécia 1437

            https://www.trt.net.tr/portuguese/covid19

            Se comparares vais ver que a Suécia tem população mais jovem, o que pode explicar a diferença das mortes (estou a supor e não a afirmar).

            Sobre hiv
            Tu sabes o que são fluidos corporais?
            Podes ter a certeza que o hiv NÃO se transmite pelo suor (que não esta na definição de fluidos corporais)

            Procura formas de transmisão do HIV
            Eu ajudo:
            https://www.vihda.pt/saber-sobre-o-hiv/como-se-transmite/

            Lê e interpreta tudo, não apenas o que te interessa

          • LR says:

            Eu sei ler, tu provavelmente também, mas tens grandes dificuldades de interpretação.
            Comparas quando dizes que tal como pedem um certificado de vacinação, também deveriam pedir um de HIV ao cozinheiro. Não te lembras? Eu ajudo:

            “É preciso um teste covid para ir ao restaurante então e a pessoa não pode exigir um teste HIV ao cozinheiro?
            Que raio de discriminação é esta?”

            “Quero comparar quero. Com o HIV fico infectado para toda a vida. Com este vírus não.” (esta foi a resposta a quem te perguntou se querias comparar a COVID com o HIV).

            Chega-te? E, sim, o HIV transmite-se através de fluidos corporais. Mas não através de saliva ou suor! Agora pergunto eu: sabes o que são fluidos corporais? E sabes quantos tipos existem? Por exemplo, sabes que as lágrimas são fluidos corporais? E a urina? Pois, também é. (vê se tens cuidado quando fores a casas de banho públicas, ok?).

            Como se costuma dizer, o que é de valor é saber quando devemos para de cavar mais o buraco.

            E com isto me fico, estou cansado de explicar coisas básicas a um ignorante, cuja capacidade de entendimento é nula. E podes insultar o que quiseres: vozes de burro não chegam ao céu (e de ignorantes também não, pelo que estás tapado pelos dois lados).

  17. Rafilda says:

    Este Vitor M é o típico memé perigoso da sociedade, o verdadeiro cancro. Pela maneira que fala de quem não quer a vacina só demonstra que se for preciso é capaz de aprovar prisão ou internamento compulsivo da pessoa. Tem mas é vergonha na cara e cuidado com o que andas a dizer. Menos car neirismo! Mania que são muito inteligentes. Manias.

    Btw, já tenho a primeira dose.

  18. Chifrudo says:

    A 3ª tem que ser tomada no ku. Vai esgotar num ápice, os millenials vão todos quer dose dupal.

  19. Sardinha Enlatada says:

    Bom e so para dizer que vou arriscar com a minha imunidade natural, bem melhor que andar a tomar esta vacina, e bem vistas as coisas ainda nao conseguiram interpretar o numero de mortos ? Ate ao momento vamos com 17 135 mortos, isto em um ano e tal de covid. Entao mas expliquem-me la porque e que segundo estes obitos muitos de voces colocam as maos a cabeca ? De facto muita comunicacao social faz mal as pessoas. E essa de andarem a chamar de negacionistas tambem e outra, voces repetem como papagaios o que ouvem na televisao. A historia ja vos mostrou que isto e um embuste ou ainda nao ? Quando apareceu a gripe A foi a mesma coisa, ia comecar a arrancar mas depois paralelamente a divida dos paises veio destronar o virus da gripe A. Porque e que essa gripe desapareceu assim tao rapido mesmo ? Cometeram um erro foi o que foi. Mas muitos esquecem-se de falar nisso. O principio era o mesmo, o de arruinar a economia do mundo mas com a divida dos paises mudaram a palhacada. Igual o que esta a acontecer agora mas com a diferenca que este virus esta a faze-lo na perfeicao. Sempre a mesma conversa nao e ? Pois nao estou a fazer nada que a comunicacao social nao faca. Tambem vem sempre com a mesma conversa dos infectados e de mortos dia apos dia. Se a CS tem direito eu tambem tenho.

    • Rafilda says:

      Calma lá que já vem aí o vitor M, o cancro desta sociedade, o verdadeiro memé que papa tudo o que lhe dão cegamente, catalogar-te!

      • Hugo says:

        NUNCA vi o sardinha dizer nada de jeito neste forum. Só asneiras sem fundamento e teorias da conspiração. Não me canso de lhe chamar BURRO e IGNORANTE. Temos de chamar os bois pelos nomes. Não podes andar por aí a teorias à toa como se fosses o dono da razão.
        Sim, tem direito à sua opinião…e toda a gente tem direito a contestá-la.

        • Hugo says:

          E atenção, tenho em mente que nem tudo o que é dito possa corresponder à verdade, seja lá qual for a razão mas se até provar que 1+1 são 2 não é de todo simples, o mínimo que espero é que quando fazem determinados julgamentos tenham algo concreto para fundamentar a não ser chamar ovelhas etc, quando na verdade vocês também são ovelhas de uma ideologia diferente, que por acaso é uma ideologia que se baseia apenas em estatísticas de facebook e fakenews 🙂

          • António MRJ says:

            Imagino que seja isso que te ensinam no serviço militar.

            Conheço o perfil, e toda a gente sabe que nesse ramo quem contesta não fica muito tempo. Pensa bem em quem tem mais probabilidade de ser um carneiro (de forma conscientemente e voluntário ou não).

          • Hugo says:

            Se bem me lembro das aulas de PE, claramente os negacionistas estão em desvantagem no que respeita a probabilidades.

        • Sardinha Enlatada says:

          Jovem Hugo os meus parabens. De tudo o que eu falei, extraiste apenas que eu era burro e ignorante, nessa parte tens razao em relacao ao virus a parte tecnica deixo para os medicos, virologos, cientistas e curiosos como tu discutirem. Mas em relacao ao que eu comentei, nem uma palavra falaste. Certo Mais um individuo com tiques de politiquices. Os politicos e que costumam fazer isso, falam de tudo e mais alguma coisa menos daquilo que e mais pertinente. Bye bye.

          • Hugo says:

            Só disseste asneiras. Descontextualizaste e tiraste falsas conclusões. Não há nada a comentar, teria de te dar toda uma nova educação.

  20. joao matos says:

    Este título… sinceramente…Sem comentários.

  21. serginho says:

    quem criticar é catalogado de “negacionista”. Enfim 🙁
    Eu por acaso tomei as duas doses.. Se quiserem dar uma terceira dose força nisso!
    Qualquer dia andamos a injetar esta m€76a nas veias mensalmente!

    Quem é que lucra biliões $ e vê o valor das ações a subir? A Pfizer e AstraZeneca obviamente.

  22. serginho says:

    Os laboratórios não sabem tudo, o vírus é “novo” e pouco conhecem dele, andam a “testar” a eficácia das vacinas.
    Provas: Se estiveram atentos aos telejornais viram certamente a Pfizer a dizer que a vacina era eficaz contra a variante DELTA.
    Mas a vacina quando foi produzida ainda nem sequer existia a variante DELTA, como é que uma vacina pode proteger contra uma mutação tão diferente e posterior?

    Agora a Pfizer já diz “ehhh…Se calhar é necessária uma terceira dose”, pois com duas doses a imunidade ronda os 60%.
    Epá vamos dar uma terceira dosezinha…

    • Chalupa pela verdade says:

      tanta idiotice num comentário que nem se sabe por onde começar.. secalhar eles dizem que pode ser necessário a 3 dose ao final de 6 a 12 meses para reforçar o sistema imunitário.. não é por ter percentagem de 60 , 70 ou 90 % de imunidade agora, mas sim porque a imunidade vai baixando ao longo do tempo.

      Sendo uma variante não é um vírus novo, logo existe x % probabilidade de proteger.. é tão difícil de perceber? Após x pessoas terem apanhado a variante delta chegou-se à conclusão que era eficaz.. esta lógica é mesmo complicado, é preciso ter QI de 100000 para chegar lá.

      É o que dá tentar arranjar argumentos para os alhos e estes serem para discutir os bogalhos.

  23. Joaquim Sobreiro says:

    A vacina é tão segura que têem que ameaçar para a aceitar e o vírus é tão letal que tens que fazer uma prova para saber se o tens.

    • Chalupa pela verdade says:

      Realmente listas de espera para tomar, as pessoas ficarem na fila 1 ou 2 horas é porque estão a ser ameaçadas de morte.. a mim até me apontaram uma pistola à cabeça no momento da toma da vacina, não fosse ter dúvidas de última hora!

      • C.S. says:

        É por isso é que andas aqui armado em parvo a criticar quem não quer tomar a vacina.

        • Chalupa pela verdade says:

          Não.. tu confundes as coisas.

          Quem não quer tomar a vacina está no seu pleno direito. Agora vir desinformar, dizer barbaridades e mentiras para fazer com que outras pessoas não tomem é que já não está.

          E mais uma vez parte para o insulto <3 O típico.

  24. Sardinha Enlatada says:

    Este Hugo e um artista sublime e o que es. A pergunta que nao quer calar e porque e que alguns de voces acreditam que os contagiados e que sao o problema principal desta pandemia e nao o numero de mortos ridiculo que se ve. O ano ja terminou e podem tirar-se conclusoes. Mas afinal quem e o teorico eu ou tu Hugo que tambem vens com as tuas teorias ? Que nem sequer explicas este numero de mortos e prefere apagar com borracha os comentarios dos outros e dizer que sao negacionistas e whatever. Nunca me enganaste jovem.

    • Chalupa pela verdade says:

      O ano já terminou e conclui-se quantas mortes mesmo COM MEDIDAS? 17 mil e tal?

      Ah já sei agora, só foram 150 mortes, porque agora a nova cartilha é que só contam se forem os médicos xpto do MP a dizer que foi de covid.. quando esse nº é reduzido e impossível de estarem em todo lado lol

  25. Chalupa pela verdade says:

    Vai ver quantas tem a Hungria.

  26. SP says:

    Mais uma opinião:

    “Como é possível que Portugal, tendo sido o segundo país no Mundo a abolir a escravatura, e até dos primeiros países a assinar os tratados internacionais de defesa dos direitos humanos, passa agora a ser um país que discrimina os seus habitantes com base num passaporte sanitário e no pressuposto de que as pessoas estão todas doentes e têm forçosamente de ser submetidas a testes – no caso testes PCR’s cuja fiabilidade, já se sabe, é nula e até altamente enganadora – para simplesmente poderem almoçar num restaurante.”

    Juíza Florbela Sebastião e Silva
    https://www.oevento.pt/2021/07/10/florbela-sebastiao-e-silva/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.