PplWare Mobile

TDT está aquém das expectativas e há conflito de interesses


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

49 Respostas

  1. DrFrankenDerpen says:

    Desde há vários anos que defendo um claro caso de conflito de interesse mesmo antes da sua implementacão. É mais do que óbvio quando entregaram o projeto à empresa detentora de um servico de subscricão mensal. Qual seria o objectivo ou motivacão para fornecerem um bom servico e gratuito para os utilizadores? Nenhum… e como se nota bem há várias zonas do país em que a qualidade de rececão é praticamente nula

  2. ahramis says:

    Alguém me esclareça, foi mesmo necessário realizar um estudo para se chegar a estas conclusões????

  3. Zed Mendes says:

    era mesmo preciso um estudo para chegar à conclusão que existe um conflito de interesses?

    • Fernando Alves says:

      Juro. É fantástico não é?! Assim se vê porque é que o desemprego está em fase descendente. Imagine, se até para isto andou gente a trabalhar?!

  4. Leandro says:

    Foi preciso um estudo para descobrir o óbvio? LOL

    • Joao ptt says:

      Foi, apesar de bastar ler a secção de comentários de qualquer coisa relacionada com o TDT em Portugal para compreender que existem pessoas que já tinha compreendido a marosca aos anos! Mas para a Anacom fez-se luz agora… a mesma Anacom que deixou a Portugal Telecom ficar com o dinheiro que deveria ter dado ao estado por ter perdido subitamente o interesse em colocar canais extra no TDT… primeiro andou à luta com as outras empresas para que não ficassem com essa parte do negócio e logo a seguir disse que afinal aquilo não era preciso… embora certamente a MEO não tenha falta de dezenas de canais e de irem acrescentando novos ao longo dos anos… mas para o TDT não era necessário… conflito de interesses? Não! É uma questão de mercado… primeiro não deixam ninguém mais entrar no mercado e depois dizem que o mercado não quer… é a comédia!

      É preciso é que não restem dúvidas que isto é culpa dos políticos! A Anacom andava sempre com a conversa que não dava para meter mais canais, mas mal os políticos exigiram que o canal do parlamento estivesse no TDT até ao dia tal, arranjaram logo maneira de colocar o canal no TDT! É impressionante a velocidade com que se ultrapassam as dificuldades técnicas quando os políticos colocam-lhes os pés em cima das cabeças e exigem que façam o que eles querem a bem ou a mal.

  5. Hugo Gomes says:

    Ai a minha antena analogica era tao boa

  6. Virus says:

    desde que haja cerveja e futebol, está tudo bem.

  7. Manel says:

    Foi preciso tanto tempo para chegar ao óbvio? Comparado com a grelha TDT da Espanha e da França, a nossa é muito pobre e fracamente diversificada em termos de conteúdos.

    • ThornC says:

      Ou de Italia… Onde os operadores tradicionais (rai mediaset) aumentaram a oferta (com diversos canais tematicos) disponivel em relaçāo ao analogico.
      A mediaset tambem usou o tdt para criar uma alternativa ao pay-tv que acabou com o monopolio da sky,.

      Em Portugal simplesmente passou-se de um sistema para outro sem mais nenhum benificio para o mercado…

      • Joao ptt says:

        Isso não é verdade, o mercado da televisão por subscrição onde a MEO está presente e por mera coincidência pertence ao grupo de empresas que explora o TDT, ficou muito beneficiado com a má qualidade do TDT (falha de sinal, sinal fraco, etc.) e com a falta da oferta de canais adicionais que estava inicialmente prevista ser adicionada (nem que fosse a pagar à parte).
        Também se venderam muitos aparelhos conversores, e quem pensava que era só deixar um fio pendurado e apanhava TDT na boa teve muitos amargos de boca, porque afinal aquilo era verdade mas só em alguns locais e na maior parte do país tinha de ter uma boa instalação ou começava a ver as emissões aos quadriculados ou a não ver de todo.

        Por isso o mercado beneficiou… mas as pessoas não. É como dizia o outro o país está melhor mas as pessoas ficaram pior. (Se é que isto faz algum sentido…)

  8. josé lopes says:

    Pagámos para ter …aquilo que já tinhamos….de borla….. enfim….

    • Joao ptt says:

      Pior, muitos tiveram de mudar porque o sinal de TDT estava constantemente a falhar por todo o país ou o sinal era pior, e muitas vezes, por mera coincidência, as empresas de televisão por cabo telefonavam para as zonas afectadas a propor a mudança para eles.

  9. CMatomic says:

    Continua-se a confundir a plataforma TDT com os serviços dos operadores de telecomunicações , essa é a essência do problema .
    Tudo fica resolvido quando as licenças radio elétricas forem atribuídas as estações de televisão nacionais e não a uma empresa de telecomunicação , nem a classe política sabe executar leis progressistas pois a RTP,SIC,TVI precisarem de uma autorização governamental para colocar o seus canais em sinal aberto , o que não faz sentido , pois as estações já possuem licenças para transmitir em sinal aberto , o problema aqui é a interpretação o que é uma estação televisão de um canal de televisão , se classe política souber diferenciar vai chegar a conclusão que a atribuição de um MUX (canal radio elétrico ) a cada estação nacional “RTP,SIC,TVI” é o mais lógico , se assim for deixa de fazer sentido a necessidade de autorização governamental para se colocar os canais temáticos das estações nacionais “RTP,SIC,TVI” em sinal aberto .

    • poiou says:

      No inicio foram criados 6 mux, 1 para a TDT pública e os outros 5 para a TDT paga que supostamente iria aparecer.
      Isso não faz muito sentido porque um mux transporta vários canais.
      Não faz sentido por exemplo entregar um mux (com capacidade para uns 10 canais em SD, dependendo da taxa de transmissão)à euronews(só 1 canal), que só iria usar uma pequena parte do mux para transmitir.
      Tem de haver sempre uma entidade para gerir o espectro, tal como acontece com as rádios é a anacom que diz a rádio x emite nos 90.4FM, a anacom podia fazer o mesmo com a TDT.
      Eu sou da opinião que a TDT podia ter pelomenos mais 3/4 canais neste mux:
      – TV Record (numa consulta pública há uns tempos mostrou interesse se abrisse concurso)
      – CMTV (numa consulta pública há uns tempos mostrou interesse se abrisse concurso)
      – Euronews
      – Canal regional (tipo1 por distrito, entregue às universidades/politécnicos (têm experiência, existem politécnicos/universidades em todos os distritos, e algumas instituições já têm o seu próprio canal, por isso já têm meios/know how), com programas produzidos na área de influência do canal)

      • CMatomic says:

        “Isso não faz muito sentido porque um mux transporta vários canais.
        Não faz sentido por exemplo entregar um mux (com capacidade para uns 10 canais em SD, dependendo da taxa de transmissão)à euronews(só 1 canal), que só iria usar uma pequena parte do mux para transmitir.”

        Acha isso que escreveu tem lógica ?
        Qual a parte escrevi, descreve que é só um canal por Mux ?

        Este o problema que falo , e parece que há gente que não entende , continua a não entender .
        repito:
        “Continua-se a confundir a plataforma TDT com os serviços dos operadores de telecomunicações , essa é a essência do problema .”

        Estações de televisão não são canais de televisão, RTP1, RTP2, RTP3, Antena 1 ,Antena 2, Antena 3, etc.. são canais pertencentes a estação de televisão RTP , uma estação de televisão defini-se como tendo os seus próprios meios para transmitir os seus canais , por isso na era analógica era assim , com este modelo da TDT ” TDT uma designação” a TDT não é um serviço , é sim meio de transmissão de televisão por antena terrestre , a PT ” ou seja la nome que for ” , foi atribuído radio frequências a PT e não as estações de televisão como era assim na era analógica , pois como o espectro radio elétrico é publico requer autorização governamental para atribuição de licenças .
        Para mim existe aqui um problema pois não se garante a imparcialidade do sinal , pois esse sinal pode ser cortado por uma empresa e assim ter autoridade a qual não lhe foi atribuída .
        Os políticos, pois isto é uma questão de lei , não seguiram a mesma analogia da era analógica ” atribuição de frequências radio elétricas as estações” , os mesmos levando a ma interpretação das atribuições das licenças .
        Também se esquece de MUXs regionais e locais , na era analógica ouve uma tentativa de criação de canais televisivos locais e regionais isto aconteceu nos anos 80 de século passado , na era digital podia-se lançar .

        Seguir o modelo da tdt espanhola é errado “numero de canais anglo-saxónicos” , pois via terrestre deve-se dar prioridade a cultura nacional .

    • Carlos says:

      LOL!
      Estás a falas em confusão e ignorância.
      Pobre ingénuo.
      A legislação foi feita assim de propósito para beneficiar a PT!
      É como aqueles “estudos” de tráfego que projetam que a autoestrada entre nenhures e parte nenhuma vai ter 100000 viaturas por dia e depois quando só tem 10 lá estamos nós a pagar a diferença ao concessionário.

  10. Greenshines says:

    Novidades há?

  11. poiou says:

    Vamos fazer uma vaquinha para oferecer um despertador à ANACOM a ver se acordam mais cedo

  12. Fernando says:

    Com 92 canais a TDT Espanhola quase que bate aos pontos a TDT Portuguesa

  13. Marco says:

    TV !? Isso usa-se ?! … em pleno 2020 aí à porta.

    • Joao ptt says:

      Consta que nos EUA a miudagem pensam que a “TDT” de lá é um serviço ilegal, porque dá para ver televisão gratuita! Imagine-se, ver canais sem pagar nada de forma gratuita… só pode ser ilegal.

  14. Tecnical says:

    Lembro-me de ter assinado várias petições, e de ter ajudado a divulgar o problema na altura.
    Lembro-me inclusivamente que uma delas chegou ao parlamento, mas simplesmente não fizeram nada. Houve ainda um investigador que denunciou a situação e ia sendo crucificado.
    Vários anos depois aparece um estudo a dizer o que é obvio… Qual é a novidade?

  15. Luiz says:

    Conflito de interesses?! A sério?! Em Portugal não há, pelo menos o Zé Povinho não tem problema nenhum. Agora para os senhores do poder têm conflitos, todos querem tacho e até bulham para o ter. Em relação às TDT, quando se pode cobrar um serviço por mais, para quê oferecer? Por falar nisso: quem tem por cabo não deveria estar isento de pagar taxa de audiovisual? Como o povo é muito pacífico deixa andar. Com isto não tarda vamos começar a utilizar a rúpia indiana como moeda, já que a mentalidade que manda é de lá. Os meus pêsames a tal mentalidade

  16. pedro says:

    quanto foi pago por esse estudo, em que quase todos os portugueses sabiam?

  17. mavidoor says:

    E, passados tantos anos….a vergonha continua,com o aval das classes politicas e da subjugação da autoridade reguladora.
    Estamos ha muitos anos,mesmo neste contexto,governados pelos mesmos politos….e o pior de tudo é que os mais á esquerda não inspiram confiança porque não se actualizam.No caso da TDT…não tenho palavras….a não ser revolta.

  18. Hefesto,o Grande says:

    Este serviço é miserável !! Acho que é dos maiores fiascos de sempre !! E ainda por cima o que os revendedores ganharam com as “falinhas mansas” de quererem vender ao “zé povinho” os chamados descodificadores da TDT !! Pra quê ?? Para o povo ver meia dúzia de canais e mal !! Que aberração !! Basta atravessar a fronteira(ou nem isso pois quem mora na raia também beneficia),e logo ali em Espanha até canais TDT em HD são às mãos cheias !! Fora as rádios que também recebem por TDT.Em França a oferta nem se fala,meus senhores !! Que revolta que isto me dá.Eu fico enervado para caramba com este assunto,a falar a sério.

  19. Hefesto,o Grande says:

    Eu também queria saber para que raio é que pagamos todos os meses a chamada “Contribuição Audiovisual” na factura da EDP ?? Para quem são esses mais de 3 euros ?? Para os chulos da RTP ?? Para os financiar,essa corja de ladrões ?? Vejam lá—»”Em 2018,o Executivo prevê uma verba de 186,2 milhões de euros para a estação pública,mais 1,4% face a 2017.” Vi isto neste artigo—»(http://www.jornaldenegocios.pt/empresas/media/detalhe/valor-da-taxa-audiovisual-mantem-se-em-2018).Até andei para cair pró lado !! “A taxa audiovisual representa 80% do financiamento da RTP.” Como ?? Com tantos milhões e temos uma estação pública de televisão com uns poucos de canais e a programação é degradante ?? Mas quem é que hoje em dia vê a RTP 1(“O preço certo”,”Agora nós”,”A praça” ?? Isto são programas para pôr burras as pessoas,de tão fracos serem !! A RTP 2(onde metade da programação do dia é para a criançada da pré-primária) ?? A RTP 3(para meter os amigos dos amigos,pois este é que é o canal das cunhas !! ) ?? A RTP Memória(dos programas da pré-história) ?? É para isto que o povo paga milhões e milhões de euros ?? Olhem,mandem-nos mas é à *erda !! É só chupar o povo até ao tutano !! É indecente,sem dúvida alguma.Isto é triste.Que país do terceiro mundo neste aspecto.Enfim…

    • CMatomic says:

      “Que país do terceiro mundo neste aspecto.Enfim”
      A RTP não é a unica estação publica da Europa , alias é a que menos recebe na Europa .
      Já ouviu falar da TVE ?
      já ouviu falar da ZDF ?
      Etc…
      Existem coisas mal na RTP isso é evidente , mas você apontou o que a RTP tem de melhor ou seja a sua programação , mas entendo o seu gosto pelo pimba da SIC & TVI.

  20. lololllll says:

    O que faz o rui vitoria a instalar uma antena?

  21. Cristóvão N. says:

    Se não colocassem entraves e liberalizassem o mercado, haveria muito mais oferta. Como gostam de regular e taxar, não se admirem se ninguém se interessar em investir cá. Ainda por cima num mercado em que mais de 3/4 da população tem TV por cabo (ainda falam em pobreza)…

  22. Joao MM says:

    o estudo é completamente tendencioso e esta questão é mais uma vergonha no nosso país. A ANACOM fez sempre de conta e olhou para o lado. A questão principal é que a qualidade do TDT é, e sempre foi fraca e nunca chegou a todos os sítios nomeadamente ao interior do país. E por ser uma porcaria as pessoas foram “obrigadas” a contratar um operador que lhes leva um dinheirão para poderem ver TV num país europeu. Por isso os lucros dos operadores dispararam. Falta ainda a questão das antenas e boxes TDT que foram mais um negócio para roubar aos reformados, com um pseudo desconto cheio de burocracias que levavam as pessoas a desistir. Este assunto revolta-me e já passaram tantos anos. Está tudo na mesma.

  23. Jls says:

    Em tempos tive que me deslocar a uma loja meo para comprar um pacote tdt complementar (tdt por satélite, em zonas do país onde não há cobertura), os funcionários da loja queriam-se recusar a vender o pacote alegando que era obrigatória a subscrição de um qualquer serviço meo para poder ter o direito de comprar o tdt complementar.

    Só depois de terem percebido que eu estava bem ciente da violação dos meus direitos de acesso ao sinal público de tv, e que ia fazer uma reclamação por escrito sobre o sucedido, é que lá cederam e me venderam o dito pacote sem ter tido que incorrer num aterrorizante contrato de 2 anos com aquela empresa, num serviço que não me servia de nada.

    Mesmo assim, no final, depois da reclamação e todo o discurso que fiz sobre o direito público ao sinal televisivo aberto, um dos funcionários ainda teve a lata de dizer “mas podia ter sido só a subscrição de um cartão de telemóvel a 10€ por mês ou assim”, aqueles funcionários estão programados para tentar vender até à última gota de orgulho!

    A política de impingir pacotes recheados de serviços, com obrigações de 24 meses aos portugueses, sem eles precisarem daqueles serviços todos, continua profundamente enraizada nos quadros daquelas empresas.

    Apesar dos avisos da ANACOM, essas empresas (meo e nos) continuam a obrigar os portugueses a sujeitarem-se a pacotes recheados de serviços, que não necessitam, para poderem ter acesso aos serviços essenciais de telecomunicações de que realmente necessitam, estando obrigados a pagarem por uma mão cheia de serviços que não usam!

  24. informado says:

    Todos sabiam destas conclusões. TDT está neste estado porque quem faz a gestão é a Altice ex Portugal Telecom que é dona da Meo. Nunca se mete a gerir alguém que é concorrente. É como meter a raposa dentro do galinheiro.

  25. Bruno Albano says:

    Agradeçam ao Cavaco os emissores que a RTP construiu e entregou à PT. Link: https://museu.rtp.pt/livro/50Anos/Livro/DecadaDe80/RTPPerdeTaxasERedeDeEmissao/default.htm

    • Joao ptt says:

      Bela historia.
      O engraçado é que +/- em 1990 existiam 6 grupos interessados em ter canais e ainda a igreja católica… e em vez de atribuírem a todos licenças e depois o mercado decidia quem tinha qualidade/ conseguia enganar melhor os telespectadores… não… decidiram que só abriam 2 canais televisivos… que foi o lixo que se viu.
      Já na altura existiam centenas ou milhares de canais no satélite… mas Portugal não poderia ter mais de 4 canais incluindo os 2 públicos… enfim… de lá para cá a coisa pouco mudou, a não ser claro que podem existir todos os canais e mais alguns mas tem de ser no cabo/ satélite pagos.

  26. Ferramentas says:

    Nós somos culpados disso tudo.
    Estamos no país do “é normal”, “tem de ser” e outras mentalidades assim.
    Deixamos que façam conosco aquilo que lhes apetecer e se for preciso ainda batemos palmas…

  27. jamm says:

    DEscobriu-se a pólvora meus senhores. já é antigo este artigo mas a situação mantem-se. na altura a TDT funcionava mal e porcamente nas aldeias e quem foi beneficiado foram as empresas como a MEO , NOS e Vodafone porque os velhinhos eram enganados à grande. Tinham de comprar um aparelho com a reforma e até tinham desconto mas depois a TDT nao funcionava e ficavam a ver navios e perdiam os 40€ aproximadamente. Funciona mal passaods tantos anos. este investigador foi ameaçado pela PT na altura que apresentou o estudo. Nunca chegou a ser concretizado. porque seria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.