TDT chegou a Portugal há 5 anos mas as queixas continuam


Destaques PPLWARE

32 Respostas

  1. Luís M says:

    Em certos dias por volta da meia noite a TV fica sem sinal ou com sinal intermitente. Deve ser a forma que eles arranjaram de dizer que é hora de ir dormir.

  2. Telmo Alves says:

    Se chegou em 2008, não foi há 15 anos ??o.O

  3. Marco says:

    Sendo a concessionária … uma operadora de “cabo” … holy corruption batman. TV nem vê-la … 3 dos canais em sinal aberto são miseráveis … mas estamos em 2020 … a TV como está, tem os dias contados …

  4. Andre says:

    Giro giro… é que antes de haver sinal TDT, o problema já existia.. sim.. porque “chuva” na imagem, era falta de sinal! Boa parte das razões são as mesmas.. antenas mal orientadas, cabelagem defeituosa ou mal instalada, falta de manutenção.. ou ainda, o mais radical de todos, sintonização no sinal “fantasma”. Mais giro ainda, ninguém falava disso.. tudo caladinho… compravam-se pacotes satélite em barda e zero notícias..
    Mudou-se para melhor? Acredito que sim… não era difícil ser melhor com um sinal digital.. resolveu-se os problemas todos? Oh por favor.. chega! Não são capazes de por um bocadinho de óleo na desgraçada da porta que range há 20 anos, e querem que a TDT resolva os problemas.. certo…
    É perfeito? não.. é melhor? Obviu… Há espaço para melhorar? vai sempre haver… as queixinhas vão continuar? Sim! é mais fácil queixar do que mexer uma palha…
    Aos que têm razão de queixa.. juntem-se.. exponham a situação com dados! Falem com os vizinhos, marquem num mapa a zona, e falem com a ANACOM.. ou estão à espera que alguém vá realizar medições cada metro quadrado do país? Tenham dó… chega de idiocracia não?

    • CMatomic says:

      Um boa verdade.

    • ToMa says:

      E aquelas pessoas que estavam servidas pelo sistema analógico e com a TDT não vêm televisão Portuguesa metade do tempo, mas têm uma carrada de canais espanhois apesar de estarem a 50Km de Espanha, aa muitas reclamações deram em nada, nem tiveram uma resposta decente.

      • Loix says:

        Eu estou a 20km da Espanha e tenho Vodafone fibra. A minha tv está sempre sintonizada nos canais espanhois, as garotas preferem ver a bonecada em espanhol, fora os outros 25 canais em sinal aberto, a funcionarem a 100% mesmo nos dias de maiores tempestades. Andes de chegar a fibra montei 2 antenas novas (uma sintonizada na espanha e outra em portugal), com cablagem nova, tomadas novas, amplificador novo, etc…. e nem assim consigo ver os canais tugas…..

    • alforreca says:

      não queres mesmo comparar “chuva” na imagem, que bem ou mal se ia vendo e ouvindo, com a imagem parada e cheia de pixéis coloridos em todo o ecrã ou nem isso, pois não ??

      falta de sinal em ambos os casos, mas resultados finais bem diferentes…

      • CMatomic says:

        Uma coisa é sinal fraco a outra cortes de sinal , na era analógica com sinal fraco via-se mal com chuviscos , na era digital quando o sinal esta fraco a qualidade imagem é igual quando esta a 100 % esta é a vantagem do digital em relação ao analógico , quando sinal é muito fraco tronasse instável em digital existe cortes de imagem , analógico com mesmo nível de sinal não irias ver nada de imagem só o audio poderia estar audível .

        • Técnico Meo says:

          Exactamente o contrário. No digital tem de ter receção mínima de snr de sinal para abrir. No analógico o sinal está lá, mas pode é ter mais ou menos degradação. Ninguém fala aqui também que o tdt passou para alta frequência quando em vhf tinha 4 vezes mais cobertura….

        • Técnico Meo says:

          CMatomic, ” …CMatomic 6 de Outubro de 2017 às 11:46
          continuando……
          O sinal pode ser fraco no digital , mas se for estável ”…Não é uma questão de ser fraco ou forte; é uma questão de qual é o snr minimo aceitável para que o tipo de modulação digital usado ( 64-QAM) , onde o minimo de sinal aceite é acima de 55 dBµV, o que é relativamente alto. Dependerá tambem da performance do desmodulador, e como lida com o ruido / ganho. As coisas não são assim tão simples ou que se possam descerver por senso comum. Um sinal em analógico , em termos de modulação ocupa mais espectro mas tem maior cobertura. Agora, no limiar desse extra de cobertura, o que interessa saber é se preferes receber um sinal que tem ruido mas ainda percebes alguma coisa, ou não teres sinal algum. E a mudança de de VHF para os 700 / 800 Mhz que agora é usado tambem teve um impacto muito grande. Agora, a direcionalidade / ganho nas antenas é um factor iliminatório.

  5. tiago says:

    so falta vir mais um estudo encomendado pela PT a dizer que está funcionar perfeitamente o serviço TDT… nunca deviam ter ganho o concurso e deterem esse serviço… mas coisas dos amiginhos do estado é sempre assim. Importa é cobrar o povo.

  6. CMatomic says:

    Mas não têm que aderir ao serviços de tv dos operadores de telecomunicações , existe a TDT complementar que é alternativa quando exite a ma recepção do sinal .
    Mas uma coisa é verdade , o nosso serviço de tv de acesso livre é fraco na oferta , comparado ao de outros países .

  7. José Diniz says:

    As pessoas que tem sinal fraco e se problema não for da instalação, tem a opção TDT por SATÉLITE e acaba os problemas de falta de sinal.

  8. Rui Pedro says:

    Metem uma empresa raposa a guardar um galinheiro querem o quê? A TDT já foi minada à nascença pra não vingar.

  9. iFernando says:

    A maioria das pessoas nem imagina a excelente qualidade de som e imagem da TDT. Tomara que as Televisões por cabo tivessem o som da TDT.

  10. Joaquim says:

    Eu tenho TDT no meu portátil sem problemas adaptador USB AVerMedia com mini antena interior qualidade de sinal %

    • Samuel says:

      Pois eu uso o mesmo e não tenho sinal. E quando passa um carro à porta de casa torna-se impossível ver enquanto o carro não acaba de passar. Nas aldeias é tramado. Raios partam a Altice, o MEO, a PT e a incompetente da ANACOM. Eles que venham viver para uma aldeia e tudo muda logo nesse momento.

  11. Pedro says:

    Como diz o André e muito bem, falta de sinal sempre houve.

    O problema é que antigamente com o sinal analógico, falta de sinal dava apenas direito a grão ou chuva.

    Agora com o digital, sinal abaixo de um certo limiar, significa ausência total de recepção.

    Claro que tudo continua a estar relacionado com uma enorme quantidade de factores. Há quem se queixe de não ter TDT… mas por exemplo, num 4º piso de um prédio na Costa da Caparica (onde existe um emissor TDT, já coloquei uma TV a funcionar com um garfo a servir de antena, tendo chegado a uns bons 77% de intensidade e uns impressionantes 97% de qualidade! Pimba!!!

  12. Antenista says:

    A TDT em si funciona bem.. o erro principal chama-se simulcast ou frequência única.. erro crasso do regulador (ou interresse,basta ver de onde a maioria das pessoas trabalharam anteriormente) pouca e má informação quer para os utilizadores quer para os instaladores.. os fabricantes também não ajudaram pois querem vender.. uma rede em simulcast não pode ter receção com muito sinal e ainda amplificada pois começa a apanhar outros emissores em linha e intervalo de guarda já foi.. principalmente a noite e no verão.. pessoas que têm sistemas para apanhar dezenas de km e têm o emissor perto vão apanhar não de um mas de vários.. virar a antena de modo a que a linha seja diferente, colocar atenuadores, ou mesmo alterar para antenas e amplificadores com menos ganho fazem muita diferença.. para quem pode já existem alguns emissores que emitem em frequências diferentes em localizações antigas. basta procurar de novo os canais.. em alternativa o kit dth por satélite que custa cerca de 80euros já pode ser comprado por qualquer pessoa e não só as pessoas que estão em zona sombra (nessas zonas tem comparticipação) . espero ter ajudado alguém a não ter de pagar. abraços

  13. Jls says:

    Estou numa zona que assumidamente não há sinal TDT, pelo que tive de aceder ao serviço TDT complementar, que passa pela instalação do dito satélite.

    Nisto tudo há uma pequena nuance, temos de comprar o equipamento numa loja da MEO…

    Quando lá cheguei, o espertalhão do funcionário/comercial disse “tenho aqui a informação de que você só pode comprar um kit destes se fôr cliente nosso num serviço qualquer, por isso, se não está fidelizado conosco, tem que o fazer para poder comprar o pacote”.

    Depois de ele ter tido que ouvir um discurso sobre o direito de acesso aos canais de tv abertos e sobre a gravidade da afirmação que ele tinha acabado de fazer, fiz uma queixa no livro de reclamações e no final lá me venderam o kit sem fidelizações.

    Agora pergunto: quantos devem ter já caído neste engodo e aderiram a um serviço para poderem comprar o kit, ou pior, foram levados a desistirem da compra do kit e a aderirem a um pacote meo com dezenas de canais que não assistem?

  14. Natália Pinto says:

    Acontece quando uma mota passa na estrada, a imagem da televisão fica toda aos quadradinhos, a mota vai longe e volta tudo ao normal. Deve ser interferências com o sinal de TDT. Para quando as melhorias na TDT, quando está tudo normal a imagem e som é excelente até dá gosto ver televisão principalmente nas televisões de grande formato.

  15. Manuel Nunes says:

    As instituições responsáveis pela cobertura de sinal de televisão, estão a chamar incompetentes aos utentes consumidores de TDT, se o sinal é quase nulo em muitas casas na minha aldeia, é só com amplificadores para chegar a 90%, como vem dizer que muitos casos é ligações mal feitas, no litoral dão tem bom sinal, estou a falar Gondar Amarante Porto

  16. Natália Pinto says:

    Os utentes da TDT não são consumidores incompetentes. Na minha residência existe o sinal de TDT que é fraco porque já foi medido pela ANACOM. Tem a vantagem de se poder orientar as antenas exteriores para dois emissores Odivelas Centro e emissor de Benfica, mas neste local apanha-se melhor o emissor de Benfica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.