PplWare Mobile

Strava Global HeatMap… continua a dar que falar


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

13 Respostas

  1. ds says:

    Que deixem de usar a app é simples!

  2. abiper says:

    O Strava desempenha corretamente a sua função, a questão deve-se colocar em quem o utiliza e onde.

  3. Paulo says:

    As bases em Portugal não são secretas, por isso, a meu ver, não existem problemas relacionados.

  4. Alfie says:

    E todo esse perigoso arsenal bombístico só pesa 1,4 toneladas?
    Há por aí um problema de colocação de vírgula e de zeros…

  5. Bruno says:

    Correr ao lado de bombas ?
    As pessoas agora correm/pedalam na agua ? E se me disserem que é na costa, o pior não é correr lá mas sim ter casa…. Não percebi mesmo

    • Vítor M. says:

      Dizem, segundo os entendidos, que o material explosivo ainda a bordo, se rebentasse, aquela área em volta, e vários kms ao redor, seriam completamente destruídos, aquela zona tem mesmo alguns locais fechados em terra e no mar á passagem.

      Sugiro que faça uma leitura (eu também desconhecia tal situação) ao assunto da embarcação de guerra lá afundada, até é interessante perceber o que foi deixado pela história.

      Cumprimentos.

  6. Paulo says:

    Bom artigo e muito interessante o. Heat map. Quem não quer ver a sua atividade pública, basta colocá-la como privada.

    O ponto negativo do artigo: “…pesquisa realizada em no ano 2000 pela Agência Marítima…”. Estamos em Portugal. Lá por ser altura do carnaval há que evitar estes brasileirismos.

  7. JJ says:

    Este heatmap… tem alguma informação estranha.

    Olhando, para a zona onde moro e por onde passo a varias horas diferentes do dia, reparo que existe uma grande manja vermelha, dando a intender que existe muitos utilizadores a fazer o mesmo percurso, em locais que por incrível que parece raramente vejo alguém a praticar a respectiva actividade, nomeadamente corrida.
    Mais curioso ainda, em estradas sem passeio, nem iluminação, fraca visibilidade, sem falar na sequência de subidas e descidas… Ou seja um local nada recomendado para a pratica desse tipo de desporto.

    Isto sem falar da malta que anda a correr nas autoestradas… dai haver tantos atropelamentos…

  8. Tiago Ferreira says:

    O heat map é bastante útil. Já usei varias vezes para desenhar tracks em zonas que desconhecia para posteriormente seguir de bike.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.