Quantcast
PplWare Mobile

Satan II: Míssil russo é capaz de atingir o Reino Unido em 3 minutos

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Filipe says:

    É tempo mais que suficiente para a IA de defesa do Reino Unido aniquilar esses mísseis.

    • Rui says:

      Já para não falar de que o RU tem também centenas de ogivas nucleares prontas a disparar!!!!!
      E para além de tudo o resto, o RU tem 4 submarinos Vanguard, escondidos algures pelos oceanos….. cada um carregado com 16 mísseis Trident II, cada um também pode levar várias ogivas a mais de 12 000km!!!!!!!

    • AlexS says:

      Não há defesa anti míssil no RU.
      Só Israel, uma parte dos EUA e uma parte da Rússia se pode considerar com capacidade para destruir as cabeças de um ICBM e mesmo assim muito limitado.

      • Grunho says:

        Exactamente. Seja como for, o melhor é o UK e a Rússia não terem a infeliz ideia de fazer testes disso em condições reais. Porque os resultados vão seguramente exceder as piores previsões.

  2. aj says:

    Satan 1 deve ser o Putin, mais um “humano” que não devia ter nascido.

  3. João P. says:

    Era só mandar queres ver? se calhar não levava logo com uma detonação mesmo no centro do kremlin. ele tem medo porque sabe que era o fim da rússia só os vizinhos ali na polónia, Alemanha, frança arrumavam com a rússia. os tipos já mostraram que não valem nada. material obsoleto, falta de treino nas suas forças armadas falta de estratégia. têm é misseis com força e aviões que podem lançar longe mas perto. frente a uma nato já tinham sido dizimados e nem vamos falar frente aos eua. esses já os tinham comigo com cebolada. putin é um fraco frente a meia dúzia de combatentes mal preparados anda há mais de 3 meses para fazer não se sabe o que nem ele sabe é um palhaço.

    • Theboice says:

      Nota-se que o que dizes é certo, por isso é que o putin tem feito o que quer e não é de hoje antes desta “brincadeira”, temos 2014 onde “brincou” e aproveitou para ver as “modas”, saiu-se tão bem que fez e vai fazer ainda mais à Ucrânia e não deve ficar por aqui. Não sei quem tem medo de quem, agora sei quem sofre e irá sofrer nas próximas décadas…

      • João P. says:

        Claro, com Macron, Merkel e afins, claro que faz. abana-lhes com a faturas do gás e eles borram-se todos. agora vamos ver como vai sair de uma crise interna. não pensem que esta guerra é barata e que se paga com a venda de gás aos indianos e aos chineses. não pensem que o desinvestimento do ocidente se recupera em 10 ou 20 anos. não pensem que as relações entre o mundo aliado e a rússia vão ficar iguais. e não pensem que os chineses, indianos e alguns países africanos gostam dos russos. porque sabemos muito bem que gostam é do que os russos vendem o gás, claro. e com as dificuldades que enfrentarão para passar as suas mercadorias, a fragil economia da rússia vai atravessar um período negro., não digo que a europa, africa não estejam já a pagar, uns com a carteira, os ucranianos com a vida e a áfrica com a barriga. mas os russos vão ficar isolados.

        • Sabe-se lá says:

          Pois. Já todos temos a noção que nesta guerra não há vencedores, a não ser os neutros que no fim vão vender “medicamentos e ligaduras”. O que eu acho que não é certo ainda é quem vai sofrer mais (depois da ucrânia)!

  4. paulo says:

    Bastava armá-lo que os radares do mundo inteiro entravam em alerta, nem sei se teria oportunidade de o lançar.

  5. Bruno says:

    Não estou preocupado, ainda me lembro o que se passou com o submarino nuclear Kursk… afundou sem ser atacado…, e mais recentemente um navio também explodiu e também afundou…

  6. secalharya says:

    Com a fiabilidade Russa aquilo avaria depois de ser lançado e destrói as redondezas.

    • PorcoDoPunjab says:

      secalharya, a fiabilidade Russa, não sendo a melhor, foi suficiente para manter o Assad no poder quando todos no Ocidente andavam a dizer para ele sair.
      Adoro a democracia, não gosto de ti, sai mas é daí.
      Só pode ir para o poder quem eu gosto….

      Na Síria, a exportação americana de democracia, que vai dentro das bombas, correu mal.
      Desolée…

      Atenciosamente, PorcoDoPunjab

  7. jorgeg says:

    Para mim resolvia-se o conflito de uma forma simples enviar para a linha da frente do conflito o tres stooges LGBRandon, Fat Boris & o tipo do circo a comandarem o batalhao de de inut… do ocidente!

    ps.: preparem-se para irem buscar lenha ao monte, porreiro voltar aos bons velhos tempos!

  8. Há cada gajo says:

    Já para não falar do arsenal nuclear americano que está há décadas estacionado na Alemanha, apontado à Rússia e que vai ser modernizado. Os russos vão ser sempre os culpados de tudo…

    • o consciente says:

      Curioso que há sempre uns tipos que, faça a Rússia o que fizer, a culpa é sempre do “ocidente”. O Putin acorda um dia e diz que vai recuperar a Ucrânia porque era da urss, matando milhares, que tem uns matemáticos brutais que fizeram todas as simulações possíveis e vão sair em grande disto; no entanto a culpa é do ocidente, dizes… LOL

      Já parece a teoria de que se um tipo é roubado às 22h, a culpa não é do assaltante, mas do tipo que foi passear às 22h…

      • asimoto says:

        Não sejas tão dramático..
        Aproveita o show que a Rússia está a dar que é de borla!
        Os Ucranianos andaram a matar civis durante mais de 8 anos, e continuam…
        It’s pay time bitch..!

      • Há cada gajo says:

        Meu caro, a culpa deste e doutros tantos conflitos é sempre de todas as partes. Achar que só um é culpado é de uma infantilidade tal que só faz com que os conflitos perdurem. Este conflito há muito que poderia ter terminado ou nem mesmo começar. Não acredites em anjinhos. Só existem nas estorinhas.

        • asimoto says:

          Eu concordo com o que dizes, mas há pessoas que não são capazes de usar o cérebro para pensar..
          Se a EU e os EUA não estivessem envolvidos até ao pescoço no conflito, muito provavelmente ele nem tinha começado..
          Porque os Ucranianos nazis por mais malucos que sejam eles não iam começar um conflito que iria arrastar a Rússia para o mesmo, sem o aval da EU e dos EUA..

    • AlexS says:

      Qual é o arsenal nuclear americano estacionado na Alemanha? umas bombas de queda livre?

  9. Ze Jose says:

    Se for certeiro como os outros, este acerta de certeza na sede do pcp.

  10. Tiago says:

    Mais propagranda. A Russia tem misseis dentro do pais prontos a disparar. Se isso acontecer, chovem misseis da Alemanha, Turquia, Polonia, Lituania e de todos os membros da Nato que estao a sua volta.

    • Sabe-se lá says:

      Certo! Mas a hipotética chuva de misseis a cair na Rússia não anula os que a Rússia já lançou….
      Vai sempre haver destruição e morte! E depois de começar, só acaba quando não houverem mais misseis….

  11. Juvenal says:

    Só “especialistas” em Nuclear warfare. Até os EUA admite que é impossivél parar um ICBM vindo da Russia. Deve ser porque têm tecnologia “arcaica” como aqui dizem…. Não acordem para a realidade que não é preciso.

    • Joao Ptt says:

      Eles sabem perfeitamente que os Russos conseguem destruir todos os locais de lançamentos de mísseis e instalações com mísseis para serem carregados para os aviões que os lançam. Já que estas áreas não dispõem de defesas anti-míssil eficazes contra as armas mais recentes dos Russos.

      Resta saber se os Russos conseguem também acertar nos aviões todos que transportam os mísseis no ar, e restam os poucos submarinos com armas nucleares dos EUA, que teriam de estar muito perto da Rússia para a atingir, e nada garante que a Rússia não consiga interceptar as comunicações ou que não tenha a estrutura de suporte monitorizada para os descobrir e destruir também antes que possam atacar de facto… ou que não tenham sistemas anti-míssil capazes de os destruir.

      Mesmo que algum míssil nuclear caia na Rússia, a população está praticamente toda coberta por abrigos resistentes a ataques nucleares, pelo que o número de vítimas seria muito reduzido… e a Rússia ganharia num ataque em larga escala simplesmente porque os outros países não apostaram na construção de abrigos para toda a sua população, excepto a Suíça que ainda tem capacidade para proteger a sua população em abrigos… desde que consigam avisar a tempo.

  12. JRamos says:

    Meus caros, tenham calma. Pelos vistos estão-se a esquecer da mais actualizada arma para evitar uma guerra nuclear que, com a sua persuasão, inteligência e capacidade de diálogo, resolve qualquer problema belicista deste Planeta: o Costa.pt

  13. Lucas says:

    Ninguém pára uma guerra nuclear .
    Ninguém sobrevive mais do que 2 meses a nenhuma guerra nuclear.
    Não há cá superiores ou inferiores…vai tudo.
    A radiação não perdoa.

    Só começa uma guerra nuclear quem se quer suicidar ou seja psicótico.

    • Sabe-se lá says:

      Então agora imagina um psicótico na frente de uma das maiores potências mundias…

      #putin

    • Sabe-se lá says:

      *mundiais

    • Joao Ptt says:

      Isso é invenção de malta de movimentos contra as armas nucleares.

      O problema é que os Russo sabem que isso é treta, e que ao fim de poucos dias já se pode sair para o exterior que já é seguro excepto talvez se tiver muito próximo do local da explosão, que poderá eventualmente demorar mais um pouco.

      Uma guerra envolvendo armas nucleares em larga escala não só pode sobreviver-se como ganhar-se, e os Russos que não comem cá publicidades dos grupos anti armas nuclares sabem-no bem, e tendo a maior parte da população Russa acesso a abrigos de protecção contra armas nucleares, existe uma elevadíssima probabilidade da maior parte da população sobreviver… por isso os estrategas militares e políticos de topo, consideram a utilização de armas nucleares em larga escala como algo muito viável e talvez até desejável, já que os seus inimigos ao contrário da sua população não possuem abrigos anti nucleares para a maior parte da população, e assim a probabilidade de uma grande quantidade de pessoas morrer aumenta exponencialmente… e todos esses territórios podem então ser facilmente convertidos em territórios Russos, a menos que os seus inimigos no contra-ataque consigam destruir todas as infra-estruturas navais e aéreas e seus meios…. o que é uma possibilidade, mas não muito realistas, já que é muito fácil mandarem os barcos e aeronaves espalharem-se por todo o lado para os inimigos não os conseguirem localizar e destruir a todos antes de realizar o ataque preventivo em larga escala.

  14. Stanley says:

    A elite russa tem muitos imóveis em Lontres. Não vão qurer destruí-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.