Sabe como obter um “Código Mais” de um local no Google Maps?


Destaques PPLWARE

11 Respostas

  1. Ricardo says:

    Mas este Código Mais só funciona com o Google Maps, certo? É diferente das coordenadas de GPS, que podem ser introduzidas em qualquer software de GPS, como o NDrive, CoPilot, TomTom, etc. Estou errado?

    • Vítor M. says:

      Verdade, por agora. O que a Google quer fazer (e não tenhamos dúvidas disso), é criar uma espécie de standard para este tipo de interpretação da posição geográfica. Desta forma, segundo eles, além de haver um rigor posicional, há uma grande facilidade de partilha de uma localização.

      Um exemplo claro é nos sites empresariais (institucionais e afins), no menu ‘Onde estamos’ ou ‘contactos’ ou ainda ‘Como chegar até nós’ é mais simples deixar este código do que escrever as coordenadas GPS. Depois, colar estás coordenadas no motos de pesquisa ele vai directamente ao local, a pessoa não tem sequer de perceber de coordenadas, se primeiro coloca a longitude ou a latitude….

      Mais mês menos dia, as empresas de mapas irão adoptar este código.

  2. transcendez says:

    pergunta parva: um GPS “normal” daqueles de carro consegue interpretar esse código+?

  3. aaaaa says:

    Sou só eu a não ver nenhuma utilidade nisto? Qual é o problema de se usarem as coordenadas gps? Qualquer software de gps em condições as suporta. A Google quer obrigar a malta a usar o software deles?
    Se alguém me enviar uma coisa destas não sei o que lhe faça. Abro no browser para poder converter em coordenadas normais?

    • Vítor M. says:

      Se lesses percebias, tirar pela pinta… não chegas lá. Lê, isto vai mais além que as coordenadas.

      • Paulo Gonçalves says:

        Trabalho em SIG (Sistemas de Informação Geográfica) e acho esta inovação da Google MUITO interessante e facilitadora. Agora não haverá mais o problema de trocar a latitude pela longitude e ir parar ao meio do mar ao tentar localizar um ponto!
        Acho que é também muito mais fácil de decorar a localização de um ponto com este sistema…

        Parabéns pelo excelente artigo!

  4. Sergio J says:

    Boas, creio que a descrição feita no artigo acerca do código está mal. Penso que o código + nada tem a ver com regiões, cidades ou vizinhanças.

    Na realidade é algo semelhante ao código longitude/latitude. Mas como utilizar letras irá resultar num código mais curto.

    Imaginai o mundo dividido em pequenos blocos, onde esses blocos se dividem em blocos mais pequenos e depois em blocos mais pequenos ainda. Se repararem os códigos vão variando uma letra se deslocam para este/oeste ou sul/norte.

    Esta é uma forma mais interessante de dizermos a latitude/longitude.

    Nota: posso estar a dizer uma grande baboseira, pois apenas tirei estas conclusões dos dois minutos que estive a usar o Google Maps após ler este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.