PplWare Mobile

Reino Unido quer robôs a substituir 250 mil funcionários públicos


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Luis Borges says:

    O robot do lado esquerdo tem muito bom aspecto 🙂

  2. Rsrsrsrsr says:

    Boa politica de emprego….

  3. Milkshaker says:

    Com o andar da carruagem qualquer dia apenas uma pequena parte da população ativa tem trabalho. O resto terá de se contentar com subsídios para nada fazer. Caminha se no sentido errado, na minha opinião.

    • Rui Paiva says:

      Sure nem mais! Depois vem as tais noticias do sedentarismo e da falta de exercício ou atividade física.. Até porque trabalhar faz com que andemos, mexemos todos os dias mesmo que não seja grande coisa, faz com que isso aconteça.. Agora imagina sem trabalho lool noticias como estas vão surgir nas capas dos jornais e revistas, estão a espera do quê? Subsídios? No dia que isso acontecer o País já nem tem mais dinheiro para isso.

      A enorme quantidade de pessoas no desemprego, caso os robots roubem os trabalhos de vários empregos é gigantesca e com isto a dívida do estado aumenta, isto é no caso de PT.

      • Carlos Alberto Teixeira Fernandes says:

        Os robôs não roubam trabalho, vão simplesmente fazer trabalhos que as pessoas não querem ou não são produtivas. Mas vai aparecer outro trabalho para as pessoas fazerem.

      • José Rodrigues says:

        Fala por ti, a mim o trabalho cola-me à cadeira durante todo o dia, sou um daqueles que vai ter ainda mais trabalho quando as coisas evoluírem no sentido da automação.

        Isso já está a ser resolvido, chama-se eutanásia, as pessoas deixam de ter motivações e objectivos de vida e pedem os serviços de morte assistida como já acontece na Holanda e Bélgica com os velhotes e com pessoas com depressões.

        Can’t wait 😀

    • naoliveira says:

      Para nada fazer não, para fazer o que mais gostas, apeteça, etc.
      O problema está em quem escolher para trabalhar, pois embora reduzindo irá ser sempre necessário intervenção humana, e neste caso poderá ser difícil encontrar quem queira fazer esses trabalhos.

  4. Rui Paiva says:

    Não temam os robots, porque já é tarde demais.. Os robots vieram para ficar e cada vez mais vai aumentar, leiam bem, vai AUMENTAR O NÚMERO DE EMPREGOS que vão ser “roubados” por um robot.. Não é hoje, não é amanha mas daqui a alguns anos isso vai acontecer, quer queiram ou não.

    E quem são os culpados? Não só são as empresas, mas quem criou os robots é que são os verdadeiros culpados.
    A Tecnologia em si, é boa.. é claro que ter robots é bom na sociedade mas a nível de emprego isso vai roubar muitos postos de trabalho, e muitos deles AINDA NÃO SABEMOS, se vão ser remunerados ou se vão ir para o desemprego.

    O mais provável é irem todos para o desemprego ao cabo de X meses! Os robots são uma verdadeira ameaça a qualquer posto de trabalho, não pensem “isso nunca vai chegar ao meu trabalho” claro que vai, e até te vai substituir, pode demorar mais? Pode, mas isso vai acontecer se ninguem parar com os robots.

    Não existe regulamentação, não existe prevenção dos robots nas empresas qualquer dia em vez de irem trabalhar vão estar sentados no Sofá a beber, comer, a engordar e claro com problemas de saúde.

    Depois como é lógico iria sair noticias “Os portugueses em media praticam pouco desporto ou exercicio fisico do recomendado” e a culpa de quem é? Quando os robots substituirem-nos vamos ser mais sedentários, pessoas sem emprego.

    E ai é que quero ver, vão pagar para estar em casa? Duvido, vai haver uma revira volta isto é.. Todos os humanos vão se revoltar contra o uso de robots e é ai que vão dar razão a quem dizia que os robots vão dominar e tirar muitos postos de trabalho e gerar menos empregos.

    Não me venham com aquela “ter os robots na sociedade é mais economia, é muito melhor e muito mais eficaz!” tudo bem, dizem isso enquanto o robot não chega ao vosso/a empresa ou trabalho depois disso acontecer vamos ver se continuam a pensar assim.. Ou se vão mudar de ideias.

    Os Únicos que estão a salvo são quem produzem robots esses empregos vão durar anos bem mais que os atuais.

    Vir com esta culpa “mas ao usar robots na medicina só tem vantagens, mais precisão e menos erros” isso não está em causa, em causa está quem estudou anos e anos tirou e pagou, sim.. pagou do seu bolso para fazer mestrado, tirar licenciatura e pagar as propinas!

    Tantos anos de estudo para quê? Se um dia vamos ser substituidos da nossa função? E quem sabe ir para o desemprego? Ou então mudarem a “nossa especialidade” como médico e passar a ir para o balcão ou então a observar a cirurgia, ah e controlar o robot até a coisa ser de forma automática, quando for despede-se os médico para rua! Até haver o processo automático sem necessidade de ter alguem a controlar, desligar e ligar.

    Até lá, muita guerra, muitas manifestações sobre robots vão existir! Apontem, isto não vai falhar.. É quase certo, e claro os que acham os robots uma excelente ideia que poupem dinheiro, senão são mais outros nas portas da segurança social looool

    • Rui Paiva says:

      Conclusão: Cá na minha Região nos super mercados pingo doce tem máquinas automáticas com pagamentos, apenas 2 disponíveis.. A maioria das pessoas jovens, adultos não vão para essas caixas.. Embora eu já experimentei e algumas pessoas experimentam, porem é raro ver pessoas sejam jovens ou adultos a ir para essas maquinas, as filas onde tem pessoas humanas estão cheias.

      Deve e DEVERIA existir um limite de robots por empresa, emprego não passando mais que 3 ou 2 robots (dependendo da função) isto porque se existir regulamentação nesta coisas dos robots evita-se guerras e manifestações… Reduz muito mais.

      Como é obvio a regulamentação passaria por um conjunto de regras, limites e impostos (para pagar as pessoas que foram para o desemprego receberem um aumento no subsídio) nos robots.

      • Carlos says:

        Na minha região é o contrário. O Continente optou por inserir 2 caixas automáticas, e tiveram que abrir mais 4 (no total agora são 6) porque as máquinas automáticas estavam sempre cheias. Pelo que vejo a maioria das caixas automáticas são usadas por jovens e pessoas com idades de 30anos…

  5. blabla says:

    Ao contrário de algumas opiniões pessimistas, partilho convosco um vídeo, do qual a minha visão é muito similar – https://www.youtube.com/watch?v=kYIfeZcXA9U

  6. Ivan says:

    Falta responder a questão:

    Como é que a sociedade se vai organizar com a substituição em massa dos trabalhadores por robot/maquinas?!

    Sistema de subsidio ou desemprego efetivo?

  7. danny says:

    É só uma questão de tempo para que todos ou pelo menos grande parte da populaçao a nivel mundial nao tenham o seu emprego, abdicando-o para os robots.
    Hoje em dia temos os aspiradores robot, temos app das mais variadas temáticas como os guias de cidade, que claramente substituem, seguindo a ordem, empregados de limpeza e guias turísticos.
    Os carros autonomos tambem ja vão aparecendo.
    Penso que as pessoas poderão ter mais tempo livre e desfrutar da vida de outra forma mas claro, as empresas terão de pagar ou distribuir os seus lucros a população, caso queiram que usemos pois de outra forma, como vamos paga-los se nao trabalhamos e ganhamos o dinheiro para isso?

    As áreas que hoje são das mais desprezadas, como por exemplo a educação, pois nao dão o valor aos professores e muito menos se interessam em melhorar as escolas para haver melhores rendimentos, dentro de pouco tempo serão as mais procuradas pois o cérebro precisa de estímulos, de conhecimento. Disciplinas e areas ocupacionais e desportivas serão das que mais terão destaque o futuro.
    Sei que posso estar a ser demasiado futurista, mas basta ver o star trek e verificar a população que preenche das cidades. Muitos deles estão a falar, a passear e poucos sao aqueles que efectivamente estão presos ao trabalho. e mesmo aqueles que tem o trabalho, fazem-no por gostar e nao porque tem de “ganhar a vida”.

    • Oscarwyze says:

      +1 concordo com a visão correta que o danny apresentou aqui. temos de ser positivos e tudo correrá bem no futuro. Mantermo-nos ocupados a aprender e a exercitar o corpo sem stresses estúpidos é essencial. O futuro é a projecção dos nossos pensamentos.
      Só digo isto: Vivam sem medo…

  8. Alvega says:

    UI….. se a moda pega.
    Eu sugeria que em Portugal, nao se ficasse pelos empregados Públicos, (na verdade pode ser até contraproducente, pois o PUBLICO, nao está habituado a ser bem tratado, e atendido com rapidez e destreza, vai dai pode até estranhar, isto quando é ATENDIDO, pois se nao existir “incentivo” bem pode esperar sentado.
    Já sei que existe um LIVRO, Branco ou algo do género, mas eu já fiz parte desta classe “TRABALHADORA” e sei como se processa o dia a dia, da grande maioria, claro que existem BONS e PROFISSIONAIS (mal pagos), mas estes cons as companhias rapidamente degeneram.
    – Voltando ao inicio, em PT deveriam substituir, CEO´s, Gestores (de bancos e outros que tais), Políticos (corruptos), Advogados (sem Princípios, exceto o LUCRO Pessoal), POLICIAS, GNR (estou-me a lembrar do RoboCoop), e talvez uns MÉDICOS, corporativistas, que nao querem nem por nada sair da capital, (provavelmente durante o curso, que eu e outros contribuintes pagamos, nao lhe ensinaram geografia).
    Bem vindas as maquina, e vamos todos a lá Playa, e quem quiser que pague as contas.

  9. Delta says:

    A nossa sociedade depende da produção de bens e serviços; voluntariamente não haveria pessoas suficientes para os produzir, pelo que se torna necessário recompensar o trabalho. Se os robôs produzirem os mesmos, torna-se desnecessário que sejam pessoas a faze-lo e como consequência as pessoas precisam de trabalhar menos é idealmente nada, ficando com tempo para outras actividades mais interessantes, para a família, por exemplo; não vejo em que isto possa ser negativo a não ser para os workaholics.

  10. Nope says:

    “No Reino Unido foi produzido um relatório de reformas no setor público onde é projetada uma substituição de 250 mil funcionários públicos. Nos seus lugares serão colocados robôs.”
    Em que página do relatório está isso?

  11. ribaslac says:

    Podiam começar por substituir os políticos!

  12. Pérolas says:

    Absentismo, baixas prelongadas, falta de produtividade, “forças de bloqueio”, chantagem sobre as chefias e o sector privado vão ser coisas do passado… Robot da esquerda anytime 🙂

  13. José says:

    A questão de baixo ficou por responder…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.