Quantcast
PplWare Mobile

Project Open Air: O ventilador “Made in Portugal” para a Humanidade

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. andregoms says:

    Se é português, porque é que o preço não está em Euros.
    MAS É UM BOM PROJECTO.. ESTAMOS SEMPRE NA LINHA DA FRENTE!

    • qqq says:

      provavelmente não serão fabricados em Portugal. talvez na China LOL

    • Marco says:

      Simples, todos os custos de material deste tipo são sempre em USD, moeda “universal” digamos assim, tal como por exemplo o Inglês é a lingua “universal” nas instituições internacionais. Já agora todas as Patentes são registadas em Inglês também, com o idioma de origem como opção, a não ser que sejam patentes apenas para o mercado interno!

  2. Paulo says:

    Simplesmente espectacular! Parabéns ao investigador João Nascimento e à sua equipa! Muito orgulho! “Owner of patent: humankind. From Portugal with Love.” #TogetherWeRise #ProjectOpenAir

  3. Avlis says:

    Como escreveu alguém junto às obras paradas do Alqueva, já há muitos anos antes destas serem feitas: “Construam-me, porra”.
    Tem um preço muito inferior ao de qualquer outro, é de construção simples e nesta altura pode salvar milhares de vidas.
    Espero é que no futuro as empresas Portuguesas acordem e comessem a produzir bens estratégicos e não só, cada vez mais em portugal, para em situações como estas estarmos menos dependentes de outros. Espero de igual modo que o governo nos concursos públicos, ponha uma clausula em que um dos factores de escolha seja a produção nacional. De certeza que o custo não vai ser muito maior, vão ser criados empregos em Portugal, diluindo esses mesmos custos, e criamos independência.
    Vejam o que está a acontecer com os testes ao coronavírus, os institutos superiores, segundo noticias de ontem, vão conseguir suprimir praticamente toda a procura dos mesmos.
    Temos mão de obra, capacidade técnica e pessoal habilitado, o tão famoso desenrascar Tuga, agora só temos que aproveitar e fazer o país crescer.

    • José says:

      Subscrevo inteiramente.

    • Rizzo says:

      Tens a nocao que para medir corretamente a temperatura do corona virus tens de por o termometro no anus pois a expansao do virus na garganta empurra o ar quente viral para o lado oposto. Fisica quantica.

      • Avlis says:

        Por isso é que os Chineses não detectaram o vírus mais cedo, estavam a medir a temperatura com termómetros de infravermelhos.
        Não desejo que tu, nem nenhum familiar ou qualquer outra pessoa apanhe esta doença, mas se a apanhar vai estar mesmo preocupado por onde lhe tiram a temperatura.
        Já agora não te aconselho a viajar para a China, não vão eles saber da tua opinião e lá experimentam um prototipo de termómetro pelo teu anus acima.
        Ganha juízo que já deves ter idade para isso.

        • Rizzo says:

          Tem calma filho, isto e so uma limpeza biblica como no genesis aos egicpios. Jesus Cristo castiga nos pela poluição e ambicao desmedida e vai purificar o mundo. O virus infelizmente foi uma necessidade para o planeta se restaurar.

  4. Dark Sky says:

    A quantidade de posts com produtos milagrosos sobre o Covid-19 é impressionante.
    Agora foram o portugueses com um ventilador com “custo de produção que deverá rondar os 1000 dólares, um valor muito baixo comparativamente ao custo dos ventiladores que podemos encontrar no mercado”.
    Alguém percebeu que o ventilador dos 1000 dólares não substitui os ventiladores que (dificilmente) se encontram no mercado usados nos cuidados intensivos?
    É um ventilador de emergência, se não houver os que se podem encontrar no mercado, como os autores referem no site.
    Não há milagres … mas tudo ajuda.

    • Avlis says:

      “Em tempo de guerra, não se limpam armas”
      É verdade que esses ventiladores provavelmente não conseguem ter a durabilidade dos outros, mas se cada um salvar uma vida, com 10 000 euros salvas 10 vidas, enquanto com um dos mais caros salvas uma vida, o que é preferível?
      Lembra-te que estamos a viver tempos nunca vividos nas últimas décadas e o que ontem não era o ideal, hoje se houver, para ontem já era tarde.

    • Paulo says:

      Não entendo essa postura, esse negativismo… “produtos milagrosos”?… Mas queres comparar este projecto com outros que por aí andam só para sacar dinheiro às pessoas? Trata-se de um trabalho de voluntariado, feito por pessoas credíveis, com trabalho reconhecido por instituições universitárias nacionais e internacionais. Não é dito em lado nenhum que vai substituir os ventiladores mais caros. É apenas mais um contributo para colmatar a falta de ventiladores. Pode, com certeza, em muitos casos, fazer a diferença entre a vida e a morte.

  5. Joaquim Sobreiro says:

    Penso que esta patente, que felicito, seja tipo”patente livre”.
    Como diferente é o negócio que a indústria farmacêutica está a fazer com as patentes. Se organizações mundiais, ditas de interesse comum, custeassem os estudos das universidades e patentassem o resultado em patente livre estou certo cumpriam então o fim a que dizem destinar.
    Ou será que isto não virá a acontecer porque essas organizações são financiadas por que têm os lucros da situação existente?

  6. Rizzo says:

    Desde que a quarentena comecou os divorcios não param de aumentar, o meu vizinho farta se de arriar na mulher e gritos o dia todo. Como não chegasse ainda andam em obras a perfurar paredes. Com o sol de hoje vim para a praia, esta se bem

    • nao says:

      o pplware devia mandar o teu comentário e o teu IP para a policia, para ver se gostas de andar a fazer piadas com a situação.

    • Vítor M. says:

      Não sei se sabes mas a Violência Doméstica assume a natureza de crime público, o que significa que o procedimento criminal não está dependente de queixa por parte da vítima, bastando uma denúncia ou o conhecimento do crime, para que o Ministério Público promova o processo.

      O procedimento criminal inicia-se com a notícia do crime, e pode ter lugar através da apresentação de queixa por parte da vítima de crime, ou da Denúncia do crime por qualquer pessoa ou entidade, numa Esquadra da PSP, Posto da GNR, ou directamente no Ministério Público.

      Portanto, tu tens obrigações e o facto de não estares a denunciar um crime não abona nada a teu favor. Tens a obrigação de denunciar ao abrigo da lei.

      • pacheco says:

        para depois a mulher dizer que nao se passou nada, o caso ficar arquivado e ele ter um inimigo a viver ao lado dele… mas claro nao digo que nao seja nossa obrigação 😀

        • Vítor M. says:

          Vê pelo outro lado, uma denúncia pode salvar a mulher, que neste andar pode aparecer nos números de vítimas mortais. Agora é assobiar para o lado ou ser responsável.

          • ze says:

            Se ela não se vai embora é porque não se importa.

          • pacheco says:

            isso é 100% verdade, mas quando a mulher pode desistir da queixa diretamente ou indiretamente, as pessoas que reportam as coisas é que ficam a perder. Ainda ha muito a fazer nesse campo para o tornar verdadeiramente praticável.

          • Avlis says:

            As situações infelizmente não são tão simples como parecem. Vou mencionar dois casos que são verdadeiros. Num deles, o companheiro (que se metia na droga) numa determinada altura entrou dentro de uma escola atrás da companheira, que teve que se esconder na secretaria. Chamada a policia, este já tinha ido embora. Depois de localizado foi preso. No dia seguinte a companheira não apresentou queixa e já andava a passear com o mesmo. Passado uns anos, este degolou-a, matando a mesma.
            O outro, um casal (com alguma amizade)que parecia que se dava às mil maravilhas, carinho e amor em publico por todo o lado. Um dia, em conversa com a minha mulher diz-lhe que o marido lhe batia, mas para ela não dizer a ninguém e que se dissesse ela dizia que era mentira. É claro que as coisas nunca mais foram as mesmas e não nos sentimos bem com a situação, mas se fizéssemos alguma coisa, nós é que passávamos por mentirosos. Soubemos mais tarde que se separaram. Por mais que se queira quem tem a ultima palavra são as mulheres, e o estado deve apoiar.
            Quanto à situação aqui reportada, não sei se um telefonema anónimo para a policia, na altura das agressões não poderia desencadear a abertura de um processo, ou então uma carta para a CPCJ da zona (se tiverem filhos), em principio contactam a escola, professores e tentam informar-se da situação.

  7. rui says:

    Parece-me muito bem ,mas deste projecto até ver um ventilador testado a funcionar ainda vai um grande caminhoa , e precisamos ainda este se manter o nº d e infectados de pelo menos mais 600 ventiladores e portanto alguém que invista rapidamente e comece a produzir com urgência mas a funcionar.

  8. jorge says:

    Esta invençao é para ser fabricado na china, eles ja copiaram o dito ventilador, mas so ja vai ser utilizado na proxima pandemia, para esta talvez ja venha tarde, estes engenheiros se é que sao engenheiros lembraram-se agora 5 meses depois de isto ter começado, é so publicidade, agora inventam tudo, apenas falta a vacina.

  9. Curioso says:

    A notícia logo a seguir diz que o MIT fez um, com custo de 100$, isso mesmo CEM dólares.
    Eu pus-me a pesquisar e cheguei a esta conclusão:
    Tubos – 10$, vá
    Selenóide – 10$
    Gerador de ondas quadradas (substituindo o tlm) – 36$
    Chip 555 – 2$
    Fonte de alimentação 2Amp – 20$, vá
    Fios, interruptores – 5$
    Provetas – 5$
    Caixa para esconder tudo – 12$
    Mão-de-obra – 100$, vá, por exagero…

    Total – 200$
    Intermediários + IVA – 800$

    Acho que está caro

    ah… esqueci-me do balão no final, pelo que deve ultrapassar os 1000!

    • rui says:

      1000 paus em quê?
      é este tipo de engenheiros que temos…
      o que se mostrou no video, faz se em 10 minutos sem qualquer estudo possivel pela sua simplidade.
      protagonismo, isso é que eles querem.
      agora todos fazemos equipamentos médicos…

    • Vicente says:

      Leia a notícia por completo amigo.

  10. MARIO TIAGO says:

    Fiquei um bocado baralhado, palavra que fiquei, mas secalhar a culpa foi minha.
    Pensava eu que estavam a desenvolver um ventilador “completo” como aquele que se vê na foto, criado pelo MIT, em que o ar é pressurizado pelo próprio ventilador.
    Afinal, vendo o vídeo percebe-se que estavam a desenvolver basicamente uma válvula que regula a pressão do oxigénio que chega pelas canalizações do próprio hospital. Não tira o mérito ao trabalho. Sou um leigo e nada percebo de ventiladores. Mas, 1000 “broas” não é um bocado exagerado???
    Fica outra pergunta. Afinal aqueles ventiladores como o do MIT servem para …?

  11. Carlos says:

    Acho piada, foi só alguém lembrar-se se fazer um equipamento de cerca de 20k euros (preço de mercado) que tem de ter não sei quantas certificações e aprovações como dispositivo médico, já para não falar nos testes e testes feitos para garantir a fiabilidade que obviamente está directamente relacionado com a qualidade dos componentes que o compõem, e já está!

    Está feito, só custa $1000, vamos mandar fazer e tudo começa assim.

    Not True…. sorry!!
    Estou para ver quando é que vai entrar em produção este concreto equipamento, quando vai ser colocado no mercado e EXACTAMENTE, quem o vai comercializar e realmente por que valor!!!

  12. MAURICIO NINOMIYA says:

    não achei o projeto no link. alguem tem disponivel?
    a pagina do link é toda confusa…

  13. Ana says:

    Como é que se regista uma patente em nome da Humanidade? o.O

  14. carlos says:

    Eles não patentearam nada. No máximo fizeram uma “aplicação a patente” que depois será negada já que não vejo nenhuma novidade no sistema.
    Além disso não queiram dar falsas esperanças às pessoas, estes sistemas toscos de ventiladores quando aplicados durante longos periodos nos pacientes causam traumas nosl alveolos pulmunares.
    Veja-se o vídeo sobre o assunto: https://www.youtube.com/watch?v=7vLPefHYWpY

  15. Rui Vieira Coelho says:

    Fantástico ,parabéns a todos os que o desenvolveram. Sr Primeiro Ministro porque não comprar este dispositivo em vez de estar á espera dos que vem da China?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.