PplWare Mobile

Presidente da Microsoft: Mulheres não devem pedir aumentos…

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Valter says:

    Este Sr. Nutella não deve ter tido muito sucesso com as miúdas durante a adolescência.

  2. kekes says:

    Digas o que digas, vais estar sempre lixado com o que respondes.

  3. guilherme santos says:

    Comentários perfeitamnete imbecis (volta Bill Gates, estás perdoado!). Para além disso, ou a tradução está incorrecta ou as frases são completamente incoerentes e destituídas de sentido. Em resumo: o homem pode ser um grande gestor e/ou um fantático técnico mas quando abre a boca…
    … “Por qué no te callas, hombre?”

  4. Ro301 says:

    O pplware colocou 3 ou 4 links de artigos relacionados com as mulheres. Devm ser os únicos aqui da casa jejeje :p

  5. Carlos says:

    Sinceramente depois de ler o artigo não percebo o título da notícia.

  6. Pato says:

    Deviam mudar o titulo. Quem não ler o artigo todo fica a pensar outra coisa..

    • Pedro Pinto says:

      Colocamos a segunda parte do que foi referido para não haver falsas interpretações

    • Pedro Pinto says:

      Mas o artigo deve ser lido na integra. Como sempre refiro, não dá para meter toda a informação num titulo. O que o CEO da Microsoft disse, e concordo verdadeira com o que ele referiu é que :”Não se trata realmente de pedir um aumento, mas saber e ter fé de que o sistema vai realmente dar-lhe o direito de um aumento à medida que avança [no seu trabalho]“. Ou seja…o mérito!

      Resultado…foi mal interpretado!

  7. Alexsandro says:

    Isso de ter fé e esperar pelo reconhecimento da chefia tá bem tá…Se trabalhares para alguma empresa tercerizada então nem se fala, como diz o ditado quem não chora não mama.

  8. Hugo Rodrigues says:

    Esta notícia para mim não tem impacto tecnológico, mas sim social.

    O que destaco neste tema é que, ao contrário da Apple e da Google, a Microsoft tomou uma posição pública acerca de remunerações. Será um risco calculado e aceitável?

    As declarações podem afectar o orçamento da Msft deste ano. A Msft pode ter de incorrer em custos adicionais, que por sua vez vão impactar no stock market price.
    Podem ser custos excepcionais como correções de ordenados em empregados femininos (nivelamentos), ou até ações de motivação dos funcionários. Muitos homens podem-se ter sentido afetados com o efeito social viral de desvalorização do seu posto de trabalho. Daí o CEO ter de imediato enviado um email internamente a justificar as declarações…

    Por outro lado no contexto externo, a Microsoft está a desafiar a concorrência, colocando esta “bomba” na rua que pode minar a estabilidade da sua concorrência.
    Qual é a percentagem de funcionários masculinos em empresas deste sector? Com uma maioria masculina, em países onde a maioria dos habitantes são masculinos (devido a políticas governamentais como foi o caso da China), às mulheres resta apenas uma percentagem marginal de vagas, menos bem pagas do que os homens.

    Acredito que este tipo de intervenções visam a criação de espaço para a salvação da pequena quota de mercado do BING, agora que existe um concorrente no mercado ainda maior do que a GOOGLE.
    Refiro-me à chinesa ALIBABA.COM

    • Nunes says:

      “O que destaco neste tema é que, ao contrário da Apple e da Google, a Microsoft tomou uma posição pública acerca de remunerações.”
      Estás um pouco equivocado.
      Estas declarações aconteceram numa conferência em que várias empresas participaram a debater a situação das mulheres nesta indústria – Google, Apple, Microsoft e muitas outras. Sabes das declarações do CEO da Microsoft por causa da polémica que gerou, mas outras empresas tb falaram

  9. Maria says:

    A pergunta é que foi mal feita. Não deveria ter a ver com as mulheres a pedirem aumento, mas sim toda e qualquer pessoa que ache que a ele tem direito, independentemente do seu género. Daí a resposta….

  10. Jaime Neves says:

    Esta faz-me lembrar a tirada espirituosa dum patrão aquando dum aumento de salários, disse:
    – Vou conceder um aumento de ordenado ao primeiro funcionário que leve mais tempo a pedi-lo por escrito:

  11. André says:

    Epah este título valha-me deus….!!! Já se notou uma insistência pro apple e contra a microsoft infelizmente 🙁 Adoro a página mas sinto um pouco isso

    • Vítor M. says:

      O mal é não conseguirem interpretar tudo. O título é parte da notícia e cuidado que ele disse com intenção o que está patente em todo o artigo e até vem depois a pedir desculpas pelas declarações.

      Abram os olhos 😉 os títulos estão correctos, vejam bem tudo o que está implícito.

      http://www.forbes.com/sites/amitchowdhry/2014/10/10/microsoft-ceo-satya-nadella-apologizes-for-comments-on-womens-pay/

      • André says:

        Atenção…..eu não falei por não ter interpretado, aliás li todo o conteúdo antes de escrever o quer que fosse, também sei que há pessoas que não o fazem. Apenas falei para alertar de casos de pessoas que só lêem os títulos e que vão deturpar as informações. E tenho sentido uma certa tendência na página para apoiar a apple e deturpar a microsoft, sendo isto apenas uma opinião que acho que devem ter em conta como a de qualquer outro leitor vosso 🙂
        Olhos abertos tenho eu desde que nasci, obrigado pela dica 😉 Cheios de títulos sensacionalistas estamos todos… depois saem destas: “O que é isso, CMTV?” 😀

        • Pedro Pinto says:

          O titulo é uma pequena parte da noticia…são poucos caracteres para se dizer muito. Mas penso que está tudo esclarecido…tal como ele foi mal interpretado quando referiu aquilo, mais uma vez alguns interpretaram mal o titulo…mas é parte do que ele disse.

        • Carlos says:

          Tens toda a razão, o Vitor M é que não sabe aceitar uma crítica, dispara logo em todas as direções, como se errar não fosse humano… O titulo não transmite o que ele disse, pelo menos eu não entendo isso. Mas parece que a imprensa toda quis perceber mal o que ele disse, não foi só o pplware, é o jornalismo de hoje em dia.

  12. Tiago Rodrigues says:

    Reação do pessoal a ler o título da notícia: Que otário!!
    Reação do pessoal que lê realmente a notícia: ok, ele está certo.

  13. SC says:

    Não percebo as críticas feitas ao título publicado, na minha opinião o título foi bastante inteligente e motivou-me a ler o post.
    Caso não tenham reparado, o título tem reticências, as reticências indicam um pensamento ou ideia que ficou por terminar.
    Estou de acordo com o Tiago Rodrigues… a minha reacção à notícia foi idêntica à observação dele.

  14. JP says:

    Até que enfim alguém têm a coragem de desmistificar a falsa questão da imparidade das mulheres no mundo laboral. Salário igual trabalho igual, independentemente de ser mulher e ter cotas próprias

  15. pedro says:

    Tudo o que envolve mulheres sera sempre um caos, o capitalismo concedeu-lhes igualdade de “coisas” agora tamos lixados. Elas sao mais, mais discriminatorias…tamos lixados! 😀

  16. Hugo Rodrigues says:

    É curioso ver que estes últimos comentários têm sido maioritariamente superficiais… à volta do título.
    Comunidade pplware…
    Coloquem o cérebro a funcionar. Para alguns pode ser novidade, mas Sim, vocês têm um! Está por cima dos olhos.

    Esta notícia tem muita informação relacionada, vejam os links, e vejam também o que foi complementado pela equipa pplware nos comentários.
    E leiam os comentários dos outros. Parem de ser papagaios!
    🙂

  17. Zefra says:

    As mulheres no mundo ocidental em quase todo o lado tem os mesmos direitos que os homens. O que acho é que os movimentos feministas quando ouvem disto aproveitam logo para fazer guerra onde não existe. Nas empresas de software e hardware as mulheres de uma forma geral tem salários equiparados aos homens. Não me venham com a cantiga do bandido. E o que o homem disse claro que foi mal interpretado. Se ele veio pedir desculpa foi apenas para acalmar os ânimos. Algumas vez ele vai retirar o que disse. Eu nem sequer pedia desculpa. Deixem-se de tretas e das cantigas das queixinhas no mundo Ocidental. Muitas dessas mulheres acho que até têm poder demais.

  18. Rui C says:

    Por ser uma sociedade em que o Homem é que manda , algumas recebem aumentos na horizontal.

    O ser Humano é incrível!

  19. Hugo says:

    Estarei a precisar de óculos ou os primeiros comentários (que classificavam esta noticia de sensacionalismo e afirmavam que é o estilo habitual do seu autor) foram vitimas do lápis azul virtual?

  20. probiotico says:

    Então o homem não sabe que,
    PARA TRABALHO IGUAL SALÁRIO
    IGUAL…P,,,

  21. MM says:

    Onde está a notícia que o Satya Nadella pediu desculpas no dia seguinte numa entrevista?
    Em que diz mais ou menos que esteve mal naquela resposta e que explicou melhor a situação, etc.

      • MM says:

        Pois tenho, mas é tipo informação de rodapé! 😉
        Aliás, o artigo está mal feito desde o início, começando no título.
        Quando vocês deram a notícia já tinha saído o comunicado / explicação acerca do tal comentário que vem no título.
        Portanto, vocês deram a notícia com 2 dias de atraso e mesmo assim insistiram num erro de discurso que já entretanto tinha sido explicado e reforça essa ideia com o título?!
        É o mesmo que eu noticiarem hoje que há um caso de suspeita de ébola no Porto (quando já foi desmentida).
        E como alguém já disse por aí, isto é um assunto social e não de tecnologia.
        Será que vão meter aí a notícia que o Balmer comprou LA Clippers ou que a Fundação do Gates tem uma iniciativa nova chamada: “Grand Challenge: Putting Women and Girls at the Center of Development.”?

        • Pedro Pinto says:

          MM

          O artigo tem sequência…o que aconteceu antes, o que aconteceu depois. Está tudo lá, é so leres.

          • MM says:

            Contínuo a achar que dada a data de publicação não faz sentido fazer-se um artigo assim!! Mas pronto, eu não sou director de redação.

          • Pedro Pinto says:

            Repara MM,

            Tens um artigo que conta o que o CEO falou (temos vimos que foi mal interpretado), as reacções nas redes sociais (derivadas das má interpretação) e as palavras de “justificação/esclarecimento” …que mais é preciso dizer? Não percebo sinceramente porque tanto alarido? Afinal ele disse alguma coisa assim de tão grave?

          • MM says:

            @Pedro Pinto
            Continuo a achar que é o mesmo que abrirem uma notícia hoje a dizerem “Possível caso de ébola no Porto” quando já foi desmentido.
            Repara que há muita gente que só lê os títulos (seja por preguiça ou seja porque recebe as notícias formato RSS). Eu ao ler num agregador de notícias “Presidente da Microsoft: Mulheres não devem pedir aumentos…” o que penso? Que é efectivamente o que ele pensa, quando ele já explicou melhor o discurso.
            Mas pronto, não vale a pena insistirmos neste detalhe editorial, são as vossas escolhas, a vossa responsabilidade, e eu sou apenas leitor.

          • Pedro Pinto says:

            Ah!!!!! ok ok, então és do tais que aprender a ler artigos pelo agregador 🙂 tas desculpado. Va, para a próxima clica lá que tens toda a informação necessária (garantimos).

            Há no entanto um coisa que eu ainda não percebi…porque deu tanto “estrilho” nas redes sociais? ok, ele depois veio explicar, mas isso também está no artigo.

            Abraço MM

          • MM says:

            É a mesma coisa que ires à banca de jornais e leres os títulos do dia. Só os jornais sensionalistas é que puxam o lado negativo para a primeira página mesmo que no interior as desmintam.
            Abraço Pedro Pinto

          • Pedro Pinto says:

            Discordo 🙂
            Tu não compras todos os dias jornais diferentes. Logo compras o que é mais credível. Se lês o Pplware é porque temos o mínimo de credibilidade…logo é preciso leres a noticia toda para entenderes do que se fala. Escrever ha muita gente que escreva…mas é preciso ir ao detalhe para as vezes não haver mal entendidos. Ok o titulo é agressivo…concordo, mas é parque do que foi dito…e explicado depois.
            Está tudo aí 🙂

            Abraço
            MM

  22. joao says:

    este gajo precisa de ver o filme do steve jobs.

    tem la bons exemplos deste tipo de pessoa.se e que se pode chamar pessoa.

    o maior erro do steve foi contractar o CEO para a empresa dele.

    o karma deve estar a acontecer a BILL GATES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.