PplWare Mobile

Policia de Segurança Pública compra dois Drones TEKEVER


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. int3 says:

    Daqui a pouco é drones com outras tecnologias que vai invadir a privacidade das pessoas. Teorias da conspiração devem vir aí.
    just wait.

  2. Prodígio says:

    A PSP, deve estar muito feliz.

    Para novas armas, coletes à prova de bala, treinos das forças e meios caninos, não há $$$, mas para carros blindados, e aviõezinhos de brincar…

    Mais um belo negócio, de adjudicação directa.
    Ainda por cima, tem muito bom aspecto. Com uma pressão de ar, vai logo ao charco.

    É bom saber que os meus impostos são gastos no que realmente faz falta!

    • Ricardo Santos says:

      Percebo o que dizes, mas segundo eu entendi o investimento nao está feito, acho que é mesmo um teste piloto, pelo que caso queiram ai sim é abanar as notas… mas o mais certo é querer qt mais não seja para monitorizar a senhora do 25º andar =). ou então entregar “encomendas” e fazer concorrência a amazon.

    • Rui says:

      Secalhar e no passado se os agentes não vendessem clandestinamente as armas de serviço, as forças de segurança talvez tivessem melhor armamento!

      Receberam as novas Glock 19 que podem carregar entre 17 a 34 balas de 9mm. Não é propriamente uma arma fraca!!!!!

      • Tiago Santos says:

        E sempre positivo poderes usar a arma depois de levar um tiro xD A policia devia ter permissão para atirar tiros de borracha caso o individuo estivesse em fuga

        • Rui says:

          Isso foi sempre uma das coisas que critiquei. O facto da nossa justiça PROIBIR que um polícia atire primeiro. O bandido é que tem a primazia do primeiro tiro………..

      • NTV says:

        Até podiam ser fisgas, o resultado era o mesmo: não serem utilizadas porque se matarem algum criminoso ainda vão presos… Triste justiça a que existe (ou não…) em Portugal.

    • Marcelo Barros says:

      Bom dia,

      Sim porque acertar com uma presão de ar num objecto que se desloca a 55km/h de velocidade cruzeiro é muito fácil.

      Sabe porque as caçadeiras levam cartuchos com varias esferas?

      Cimprimentos.

  3. Ricardo Santos says:

    Quanto a mim é porreiro para ser lançado em dias de sol sem vento.. alias tudo que se tem visto com estes modelos é assim… em dias de inverno e com ventos de 80km/ ou mais ou ate mesmo menos será que um aparelho com menos de 8kg aguenta direito, ainda por cima nao sendo telecomandado (apenas segue a rota traçada)?, por acaso seria interessante perceber em que condições consegue operar. a menos que quem introduz a rota tenha em conta (caso tb o software permita) as condições climatéricas..

  4. CA says:

    “Comprimento entre asas (wingspan): 180 cm”

    Não será envergadura de asa? Porque comprimento entre asas não é um parâmetro considerado, isto não é um carro com comprimento entre eixos.

    Wingspan é o comprimento entre as pontas das asas, ou seja, envergadura de asa.

  5. Nuno de Sousa says:

    “a verdade, é que este tipo de veículos aéreos não tripulados só começou a ganhar grande destaque depois da Amazon ter divulgado a ideia de começar a fazer entregas das suas encomendas através de Drones”
    Os drones são maquinas em destaque à muito tempo. O autor do texto é que não está atendo, pois não se fala de outra coisa nos últimos 2 anos.
    A notícia da Amazon, que n passa de uma campanha publicitária pois este tipo de aeronaves não podem recorrer ao see and avoid, despertou o interesse do Sr. Pinto, mas está muito longe de ser um feito realizavel.

  6. Valter Silva says:

    300mil???? eu com 50mil ( já a esticar a corda) fazia a brincadeira.

  7. Antonio says:

    Quem não deve não teme. Óptimo para vigiar gangs de bairros sociais, claques desportivas, etc.
    Se não gostam ponham de lado no pratinho!

  8. João Costa says:

    Big Brother Portugal, encabeçado por alguns dos maiores traficantes do país…

  9. None says:

    ate ao dia que se parte uma asa, e acabou-se o drone da PSP. Mal ha dinheiro para arranjar as viaturas, quanto mais drones…

  10. rick says:

    Epá…eu tenho um Drone com 2,20 de envergadura com autonomia para 2h atinge 500m de altura e já tenho feito filmagens com uma camera de video que me custou 400€…bela treta que a policia tem!

  11. Duarte Nogueira says:

    “Oh minha senhora, não podemos enviar um carro patrulha à sua residência, que está a ser assaltada, porque não temos combustível para os carros patrulha, mas fique descansada que estamos a ver tudo… já agora, pode solicitar ao larápio para olhar para cima para vermos a cara dele?”

  12. Edgar says:

    A noticia da Amazon foi mesmo lançada para as pessoas verem que os drones é uma coisa boa, mas afinal acham mesmo que é possivel a amazon começar a entregar usando drones?! é um grande lol… estão a lançar estas noticias para as pessoas verem com bons olhos isto, quando de bom, isto não tem nada…

  13. navyseal says:

    Só para dizer que em Portugal não há legislação que permita as forças de segurança recorrerem a este tipo de tecnologias, portanto não poderão ser usados.

  14. Alex says:

    (…)em Portugal não há legislação que permita as forças de segurança recorrerem a este tipo de tecnologias, portanto não poderão ser usados.

    Precisamente por não haver legislação é que não há nada que os impeça de voar.

    Eu tenho um quadcopter que uso regularmente para fazer filmagens aéreas e não me podem proibir de o fazer porque não podem alegar uma lei que não existe nem me podem passar uma multa cujo valor não está estabelecido.

    No entanto, a criar-se uma legislação, acho que devia ter em conta quem o faz, como eu, para tirar umas fotos ou uns vídeos porreiros sem violar a privacidade de ninguém. Senão tem que se começar a proibir o uso de gruas e o acesso das pessoas às janelas das suas próprias casas.

    • Pedro Cerqueira says:

      As forças de segurança precisam sempre de legislação para poder usar determinados meios, não estão à balda, são forças organizadas. Por norma este tipo de equipamentos terá como objectivo fazer vigilância de suspeitos, não se trata de um uso para lazer, além do mais não são conhecidas as tecnologias que o meio tem incorporado.

  15. lab says:

    fotografei um aparelho destes a uns meses (algures no verao)

  16. fakir says:

    Ora, aqui temos uma belo exemplar de um patrulheiro aéreo. Obviamente que se for bem gerido só trás vantagens à segurança pública. O surgimento deste tipo de equipamentos atormenta aqueles que em tempos, também achavam que os computadores eram uma ferramenta maléfica para o cidadão, e que as polícias iam controlar tudo e todos.

  17. Undercode says:

    Então e para quando um passatempo pplware para ganhar um drone? 😀

  18. Nuno F. says:

    Não têm dinheiro para por carros a andar, mas rebentam ás centenas de milhar em drones? Amazing..

  19. Toys R Us says:

    E fica muito mais barato.

  20. Carlos F. says:

    Isto cheira-me a propaganda.. e este mediatismo todo vem mesmo a calhar!!
    Na realidade a empresa deve ter fornecido dois drones à PSP a custo zero para tentar divulgar a tecnologia.
    Dizem que a operação de aquisição foi classificada como secreta para se desculparem do facto de ser uma adjudicação directa (não seria possível de outra forma quando está em causa um valor destes) mas aparecem dias antes num programa da SIC. Afinal é secreta ou não?

  21. antónio says:

    Espero que acordem, porque os drones que a PSP comprou não valem 1000€ é a porcaria de um planador de aeromodelismo com uma câmara HD. Qualquer user do sistema FPV (first person view) ou aeromodelista experiente constrói uma porcaria igual e melhor por menos de 1000€ e se retirar-mos a GO-Pro como câmara e usar uma mais barata consegue-se construir por menos de 600€ essa porcaria eaté já há aeromodelos com navegação por GPS que o caso da DJI Ace waypoint. É aqui que gastam o vosso dinheiro que tanto vos custa a ganhar. Este país mete-me nojo. 200.000€ por esta merda. Eu não vou descansar enquanto eu não vir este caso ser investigado, e os responsáveis punidos!

  22. BIG BROTHER says:

    É começarem a usar e o crime acaba de vez (bem como a privacidade)… Comprem mais que é bem preciso!

  23. Fernando Ferreira says:

    Eu estou a poucos dias de poder adquirir um drone. Quando se fala de privacidade é tudo uma questão de respeito. Quanto no meu caso o que poderei fazer, imagens ou fotos ou mesmo vídeos, só os farei com autorização dos intervenientes ( sejam eles particulares ou empresas ).Se trata da própria imagem da minha empresa que vai sempre zelar por todos os valores de Cidadania. Apesar de não haver ainda legislação ( espero que seja feita em parâmetros justos )os Drones são o futuro á que usalos devidamente.

  24. Fernando Ferreira says:

    Quanto ao investimento que a PSP fez ( faço este comentário com todo o respeito )pelas características dos dois Drones e o valor, foi precipitada a escolha. Vou deixar aqui um indicativo de um modelo usado pela Polícia Alemã o md4-1000 que por metade do valor seria o ideal, com uma capacidade fantástica, podendo dar uma boa autonomia ao pretendido pela própria PSP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.