PplWare Mobile

Encomendas transportadas por drones – este é o Futuro!


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Ivo Pereira says:

    E abre assim a época de caça ao drone!
    Fora de brincadeiras, é uma excelente iniciativa por parte da Amazon, não só entrega rapidamente as encomendas como também “despacha” o trabalho de estafetas e tudo mais!

    Pergunto se para além do limite de 2kg existira também limite de dimensões, visto que aquela caixa (talvez protótipo) seja um pouco pequena…

    • Antonio says:

      ” também “despacha” o trabalho de estafetas e tudo mais!”

      Depois é vais ver os estafetas a queixarem-se que deixaram de ter trabalho e tão no desemprego. lol

    • André Luz says:

      “E abre assim a época de caça ao drone!”
      Tu estavas a brincar mas eu acho que isso ia acontecer mesmo… Pessoal com o intuito de roubar encomendas de outras pessoas, ou até mesmo vingança por parte de pessoas que fiquem no desemprego (sim, porque isso vai acontecer).

      Não deixa de ser uma boa iniciativa, mas eu pessoalmente não confiava uma encomenda minha a esse entregue por esse meio

  2. Pedro says:

    Vai abrir a caça aos drones, um tiro de caçadeira no drone e vamos ver o que a caixinha nos traz 🙂

  3. Silva says:

    Na publicação deste artigo no gizmodo ha dois ou três dias atrás, alguem salientou (e bem) que dada a quantidade de encomendas que a amazon processa por dia (e mesmo por hora), se estas entregas por drone chegarem a ser implementadas vamos ter algumas dificuldades em ver a luz do sol! hehehehe

  4. Ricky says:

    E caso sejam talibans ou afins podem ser “enviar” uma bombita a alguém…

  5. Luís says:

    Quando começarem a cair drones na cabeça do pessoal, a expressão “morte por encomenda” vai ganhar um novo significado. 😀

  6. No raio de 16Km…
    Humm… com uma carrinha demoravam menos de meia hora 🙂
    Mas acho piada à coisa. Mais pelo conceito do que pela utilidade que lhe vejo.

    • Profect says:

      Mas não têm que pagar o ordenado..
      isso em longo prazo vai-lhes poupar muito dinheiro..

      • Nunes says:

        Tenho muitas dúvidas que assim seja! Primeiro será necessário que as autoridades permitam isto, e depois há a questão de nº de aparelhos, manutenção, licenças e seguros e pagar ao pessoal responsável pelos aparelhos. Os seguros para uma coisa destas serão de certeza altos, tornando isto financeiramente pouco atractivo, pelo menos até que a tecnologia tenha dado provas de segurança e permita que um aparelho possa transportar mais do que uma encomenda.
        Eu acho que isto é só a Amazon a marcar território para o futuro ainda distante que poderá nem ser concretizável por causa das autoridades e segurança pública!

    • lmx says:

      bom isso depende to trânsito…so se fosse de mota…em lisboa segunda circular…da quase para ficar parado a ver um file no portatil 😀

      Eu por acaso vejo uma solução optima para estes aparelhos…

      nestes armazens gigantes, as coisas podem estar muito longe, e é preciso muitos estafetas e estes demoram tempo a ir buscar os artigos…porque não uma coisa destas dentro dos armazens??

      Com rotas bem defenidas…caso contrario, nem de capacete a malta la pode estar lol hehehe

      cmps

  7. Jorge says:

    Vai td para o desemprego.

  8. Rui says:

    Cá para mim o Jeff Bezos tem alguns aviões e helicópteros telecomandados e agora quer tornar este meio de transporte frequente……
    Eu via este meio como um método de transporte de algo urgente e pouco frequente e mesmo assim teria muitas dúvidas em ver implementar este sistema.

    Além disso o artigo parte de um pressuposto errado, tudo bem que 86% das encomendas têem menos de 2Kg, mas seguramente um valor diminuto é que está dentro do raio de 16Km!
    Já agora a que altitude voam? Para evitarem os “caçadores” 🙂
    Eles voam para “pequenos espaços/aeroportos”? Ou pousam na varanda/jardim de qualquer um? E se o cliente ficar com a encomenda e o drone? Desviam-se de árvores, fios eléctricos, torres, montanhas, etc?

    Acho que pelas bandas da sede da Amazon é melhor andarem com um bom capacete, que aguente com os 2Kg da carga mais o peso do drone! 🙂

  9. TGameiro says:

    Interessante, mas muito pouco provável. Como conheço a área em questão, os ‘drones’ (UAVs) têm capacidades reduzidas, devido às baterias, e navegação imperfeita. Isto porque existem demasiados obstáculos no ar, tais como postes, fios, árvores, etc. Não basta introduzir as coordenadas de GPS. A indústria de UAVs tem um futuro muito promissor, e são ideias como estas que impulsionam a pesquisa e investimento. No entanto não esperem por estas tecnologias. Mais depressa irão encontrar ‘drones’ a patrulhar o céu, ou a recolher dados.

    • Carlos says:

      Esqueceste-te dos tipos lá mais acima com as caçadeiras :)~

      E do processo astronómico que a Amazon vai levar no dia em que um drone se espetar contra uma pessoa…

  10. O Silva says:

    É um conceito interessante, mas dificilmente implementável em escala.Creio que será mais uma acção de marketing visto que há actualmente alguma discussão acerca do tema dos drones e o seu uso civil.

    – Primeiro teriam de ser criados corredores aéreos ou rotas.
    – Garantir uma localização com alguma precisão, para a entrega.
    – Vivo em apartamento…a encomenda é entregue onde? na varanda? O erro de 2 ou 3 metros no gps e suficiente para a encomenda cair na rua?!?
    – Após uma viagem, troca-se as baterias ou recarregam-se? A recarga ainda demora algum tempo. Pela imagem, é um Octo e tem duas baterias.
    – Com vento a autonomia será reduzida…
    – A rota será a direito ou é preciso ser traçada? Grandes cidades, logo maiores altitudes… não estou a ver uma coisa destas a circular entre os prédios de Nova Iorque!

    …podia enumerar mais algumas, mas creio que estas razões chegam para criar a duvida.

    Mais uma nota…uma cidade do Colorado-EUA, vai emitir ou já emite licenças para caça de drones… vai ser giro!

  11. David says:

    Eu quero 1 pizza,ops com o vento das elices vai arrefecer ;(

  12. João Oliveira says:

    Deviam era pensar numa forma de entregar mais rápido em todo lado. Tive que encomendar o MotoG noutra loja porque o prazo de entrega que me davam era para o dia 24, apesar de eu ter feito a pré-reserva. Fiz a encomenda aqui: http://www.unlocked-mobiles e já chegou.

  13. MC says:

    Isto é um perigo para a aviação comercial.

    • Filipe YaBa Polido says:

      LOL… comentário priceless… Aviação comercial? Really? queres comparar a altitude a que o drone voa com a de um avião comercial?
      E de certeza que vai ter as mesmas restrições que qualquer outro objecto perto de um aeroporto.
      lol

  14. Diogo says:

    E a questão prende-se… qual o futura da humanidade? Sim porque um dia os humanos não vão servir para quase nada. O futuro deverá passar pelo controlo da natalidade, certamente.

    É bom que haja avanço tecnológico mas o desemprego irá arrasar por completo a sociedade civil. Uma questão a pensar…

  15. okapi says:

    O mais certo é ser só serviço para um cliente alvo, o empresarial. O tal que precisa de um item em tempo e pode pagar o serviço de urgência. E provavelmente com isto venham a instalar pequenos armazéns nas grande cidades para servir esse mercado. Por exemplo eles na UK já tẽm o serviço em que o cliente pode levantar a encomenda num deposito, por norma são pequenas mercearias de bairro e que nalguns casos facilita e muito, porque assim tem a encomenda no regresso do emprego e não guarda para o dia seguinte ter que levantar nos correios. Para isso basta assinalar no acto da compra a forma de entrega e até chega-se a pagar menos de portes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.