PplWare Mobile

NOS critica duramente ANACOM por causa do serviço Universal


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. thewane says:

    Que grande resposta!

  2. ze ninguem says:

    acabou a mama NOS não comemos mais gato por lebre

  3. JJ says:

    Parei de ler no ponto 2!
    Eles usam o serviço satélite para disponibilizar um suposto serviço “fixo de telefone”.

    Depois, dizem “em condições de preço acessíveis”… no site fala em 12,29€/mês sem pacote. Por mais 1€, eles tem um pacote com TV 4 canais. Logo quando um cliente tenta fazer só telefone, os comercias vão logo empurrar para o pacote dos canais. Visto que a diferença de preços é “insignificante”, a maioria irá aderir a esse pacote. Ao aderir ao mesmo, deixará de estar no serviço universal…

    Alem disso, a MEO tem o mesmo contrato de telefone fixo por apenas mais 20 centimos. Afinal, qual é a vantagem que o cliente tem em a NOS ter o contrato de serviço universal com a ANACOM? Poupar 20 centimos!?

    • André Liezma says:

      Vantagem? A vantagem está do lado do estado que fez um contrato do serviço mais barato 70x.

      Parar de ler foi uma má ideia.

      • JJ says:

        Má ideia são estes contratos da treta, que não beneficiam a população.

        A rede de cobre é da MEO e a NOS para poder prestar um bom serviço universal, tinha de pagar a MEO para utilizar a rede, o que não o faz. Até porque a NOS nem postes e cabos passa se for caso disso… utiliza a solução móvel. Mas isso não é um serviço fixo…

        Alem disso, este tipo de negocio são vai levar a que a rede de cobre fique ainda pior. Porque a MEO agora não é obrigada a fazer uma manutenção de modo a garantir os serviços mínimos, porque esses serviços são a NOS que os tem de garantir. Isso por sua vez causa uma degradação da rede e acaba por ninguém investir em nada.

        Um contrato 70x mais barato, que dentro de uns anos vai custar muito mais, quando for preciso mudar toda a rede, e ai vai ter de ser o estado a pagar 100x mais do que poupou.

    • Paulo Martins says:

      A NOS é obrigada a garantir o acesso ao serviço, isso implica que se eu comprasse uma quinta enorme no meio do nada e quisesse ter um telefone fixo, desse por onde der a NOS é obrigada a por o telefone, já a MEO ou a Vodafone podem recusar porque o investimento não justifica, eu trabalhei na MEO e sei que estas situações ocorriam em que não eram feitas instalações porque não se justificava o investimento. Outro produto que a NOS tem que ter é tarifários mais baixos para reformados com baixos recursos, na MEO esse tarifário era menos 3€ que o tarifário comum, hoje em dia não sei os preços. Mas na NOS tal como a MEO estes produtos não eram publicitados normalmente e só eram atribuídos a clientes que souberam do tarifário por outro cliente ou pela retenção como último recurso, portanto até aqui tudo igual à MEO.
      Mas pelo o primeiro argumento que dei demonstra a necessidade de haver alguém que garanta o serviço universal o valor é que tem de ser revisto, caso contrário haverá algumas zonas do país sem qualquer tipo de cobertura de comunicações porque simplesmente não é lucrativo.

      • JJ says:

        Se trabalhou na MEO, deve saber então que antes de a NOS ganhar o concurso do serviço universal, era a PT Comunicações/MEO que o tinha de assegurar um telefone fixo em qualquer lado, independente do investimento necessário. Dai haver o apoio do Estado.

      • Cada um.. says:

        Exacto, telefone FIXO, não GSM como a nós o assegura…

  4. transcendez says:

    Independentemente de simpatias ou antipatias a resposta foi boa. E contratos são para se cumprir.

  5. Voz do Povo says:

    Preocuparam-se em escrever uma resposta tão coloquial. Se tivessem a mesma preocupação em prestar aos seus clientes um serviço de qualidade e não fossem das prestadoras de serviços com pior reporte na satisfação dos clientes e gestão de reclamações, aí esta resposta seria digna. Como tal, acho que é apenas ridícula e insensata.

    • Bruno says:

      Insensata é a critica da anacom quando foi esta que esteve envolvida no concurso e da decisão. Parece-me que o problema com as entidades publicas é que quando as situações não lhes convém (por diversas razões) tentam anular os contratos, é este o caso e também foi o caso do santander totta entre outros. Pergunta-se, porque razão também não criticou os contratos celebrados com a antiga PT? porque estavam muitos políticos a comer?

    • Marco says:

      Tal e qual. No apoio ao cliente a NOS é um exemplo a não seguir. Do piorio. Só quando o assunto é tratado via livro de reclamações (sendo que já nem me dirijo a eles de outra forma) e passado algum tempo é que se dignam responder, sendo que evitam toda e qualquer circunstância de assumirem que as infra-estruturas deles estão cada vez piores.

  6. Democrata says:

    As telecomunicações devem ser públicas e não privadas; a empresa “NOS” se não está satisfeita e o negócio não dá, que abra insolvência ou então dediquem-se a outra actividade; está toda a gente marimbando-se para este tipo de empresas privadas.

    É altura do Estado voltar a assumir o Serviço de Telecomunicações na República de Portugal (RP).

    • Rui Sousa says:

      Ahahah é só rir!!! Como se o Estado ( funcionários públicos) tivesse competência para gerir uma empresa de telecomunicações.
      Utopia comunista. Tenho dito

    • josé almeida says:

      A partir deste momento quem acredita na ANACOM? Não é preciso ser muito “esperto”, para verificar que a “Mensagem” era envenenada!!! Uma Pessoa atenta escolhe o Operador de confiança ou de fidelidade. O Futuro é a velocidade da Net, a fiabilidade e acima de tudo: a Confiança…Aguardemos.

    • Rui Costa says:

      Não saber ler é muito mau. A NOS não se queixa do contrato. Quem se queixou, foi a ANACOM. Provavelmente querem ter um contrato mais alto com a MEO.

  7. jonhy says:

    Contrato é contrato. Os das parcerias público-privadas com grandes prejuízos para o estado (todos nós) e os investimentos em SWAPs também estão a ser cumpridos.

  8. josé almeida says:

    A partir deste momento quem acredita na ANACOM? Não é preciso ser muito “esperto”, para verificar que a “Mensagem” era envenenada!!! Uma Pessoa atenta escolhe o Operador de confiança ou de fidelidade. O Futuro é a velocidade da Net, a fiabilidade e acima de tudo: a Confiança…Aguardemos.

  9. Lisbon Lover says:

    NOSjo!

  10. LM says:

    o povo devia estar contra o estado e os políticos por fazer este tipo de contratos ruinosos para todos nós, mas não preferem ignorar e atacar um empresa que só visa lucros e em que os clientes são só números. Portugal no seu melhor!!!

  11. lulu@rroz says:

    Eles amanha ao almoço todos a comer juntos lagosta “comentam”
    – Oh ze podias pegar mais leve no comunicado
    – Manel temos que de vez em quando atirar um bocadinho de areia sabes como é, já agora a lagosta está boa não está?

  12. Pedro 100 says:

    A Nos só tem duas pessoas fidelizadas neste serviço,e,está a mamar 6,95 milhões de euros do estado.A Nos meteu-se numa coisa mafiosa,pois a Nos sabe muito bem que não tem rede nenhuma em toda a zona interior do país,esta operadora só tem rede (alguma) na orla litoral do país,portanto isto é um roubo descarado patrocinado pelo PSD/CDS.Eu até nem sei o porquê da existência desta rede,não têm rede de qualidade pois só cobrem 32% do país em rede movel GSM e em 4 G só têm rede em algumas partes de Lisboa e em algumas partes do Porto,mais nada.Não têm rede fixa,não têm rede de fibra óptica,enfim tirem as ilações pois eu sei o que se passa dentro da Nos.Tudo mesmo.

  13. Joao ptt says:

    Foi engraçado ler a resposta da NOS, e depois ir ao web site deles e ver que AINDA AGORA continuam a não destacar o serviço público e o tal tarifário para idosos e tudo o mais que possa beneficiar a população devido a esse contracto com o estado português.

    Por tanto, essa empresa nojenta que se chama NOS vêm com uma resposta óbvia que é: o contrato tem de ser cumprido, já que é legal… ao mesmo tempo que CONTINUA a demonstrar que não ter interesse em prestar esse serviço pois não o promove, e se o que li em outros comentários é verdade, nem mesmo quando se lhes diz que se quer esse serviço eles (comerciais) recusam dizendo que tal oferta não existe.

    Por tanto: NOS deixa de ser uma operadora NOJENTA e VERGONHOSA e assume que não tens prestado um bom serviço e melhora, em vez de andares a chorar-te “que coitatinhos que nós somos”, quando são a pior empresa de telecomunicações do país desde o início (TV cabo) e continuam a mesma mete nojice ainda agora como NOS.

    Quanto à ANACOM poderia perfeitamente ter feito um web site com endereço dedicado com um link bem destacado através da página inicial do seu, onde promove-se esse serviço universal dando indicações clara de todas as condições e de como o conseguir passo-a-passo para que nem os comerciais da NOS possam dizer que não existe… sem levarem com fortes multas em cima por negarem-se a cumprir o contracto com o estado de prestar o serviço (pois se recusam prestar o serviço, estão a recusar-se a cumprir o contracto como é óbvio).

  14. André says:

    “Ser prestador do Serviço Universal é um marco crucial na história da NOS que assim se assume como o operador de telecomunicações móveis e fixas de referência em Portugal. A NOS tem primado pelo rigor, pela eficiência e sobretudo pela inovação e dinamização do mercado global de telecomunicações, tendo como foco primordial o desenvolvimento de produtos e serviços que venham trazer uma melhoria da qualidade de vida dos consumidores portugueses.”
    Fonte: http://www.nos.pt/particulares/outros/condicoes-da-oferta-de-servicos/Pages/servico-universal.aspx

    Todo este texto é uma anedota!
    Referência nas telecomunicações móveis? Rigor? Eficácia? Inovação?
    Será que eles próprios não têm noção que a rede móvel deles é uma vergonha, e que a rede HFC já devia ter morrido há muito? Enquanto a MEO e Vodafone andam a investir forte e feio em FTTH, a NOS ainda está presa ao HFC!
    Tenham juízo, no que depender de mim não ganham nem um cêntimo.

    • Joao ptt says:

      Boa! Encontrou a página! Andei lá à procura nos menus e não aparece em lado nenhum… imagino que utilizou a busca.
      Mas continuam a não destacar aquilo na página inicial ou sequer nos menus!

      Provavelmente será do contracto que o estado elaborou, mas não consigo resistir a chamar a atenção: se alguém vir a ligação à Internet é paga ao MB (€0,0146)(por ex.: 1GB = 14,9504€) e a velocidade são uns estonteantes ATÉ 128 Kbps! A verdadeira loucura da velocidade “nunca” antes vista 😉 Ok, talvez os clientes da NOS já estejam habituados a esse tipo de velocidades de tão má que é a rede deles em muitas áreas do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.