Quantcast
PplWare Mobile

Netflix: Partilhar contas não irá ser considerado crime

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Xinuo says:

    Essa confusão ocorreu pois um juiz quis comparar, o caso que estava julgando, com as contas de serviços como Netflix, Play Music, etc. Ele fez uma analogia arreda, pois não conseguiu ver a grande diferença entre uma coisa e a outra.

    Aposto que se algum funcionário da Netflix compartilhar o login na rede interna da Netflix com alguém de fora, a postura da Netflix será totalmente diferente.

    Uma coisa são os logins usados para acesso à infraestrutura interna, outra são acesso aos serviços, que é o que o utilizador/consumidor usará.

    A confusão deve ser referente ao termo usado para individualizar o acesso. Normalmente usando termos em inglês: login, logon, userid, etc. ou conta, chave (de acesso), etc. em português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.