Quantcast
PplWare Mobile

Na Suécia um dador de sangue recebe SMS quando salva uma vida

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. cc says:

    Esta sensação de reconhecimento como receber um sms destes encoraja qualquer um a doar e a voltar a fazê-lo mesmo não sabendo se quem o recebeu realmente o merece ou n.

    offtopic:
    Fala-se tanto de inovação em Portugal que sistemas deste género (alertas) já deveriam existir por todo o lado e serviços(finanças, hospitais, etc) com ganhos em produtividade a nível geral.

    • Pedro C. says:

      Em Portugal o que interessa é a construção civil, a informática não tem qualquer peso para os políticos e é até de evitar pois mexe com postos de trabalho e certos tachos.

  2. Luis says:

    Cá em Portugal também reconheciam o esforço que os dadores faziam. Agora acabou-se tudo e ainda têm de pagar para dar sangue…

  3. rand says:

    Como assim pagar para doar sangue?

  4. Regis says:

    Sou, há mais de 15 anos, dador regular. Nunca me senti prejudicado no que quer que seja.
    Reconheço a importância do reforço positivo, porém somos Dadores Benévolos, sabemos bem, e antecipadamente, o valor das nossas dádivas.
    O sangue é sempre administrado para salvar vidas! Não conheco outro objectivo para tal acto.
    Se esperássemos qualquer recompensa, seja de que espécie for, não seriamos dadores.
    Esta é a minha visão.
    Aproveito para lembrar que, para além dos que doam, há por de traz de cada acção de recolha, fora dos hospitais ou instituições estatais, um grupo de Gente que trabalha garciosa e benevoleamente, na logística destas sessões. Para além do sangue também se dá muito suor.
    Obrigado ao pplware por trazer a este forum um assunto indispensável à vida de tanta gente.
    E que tal divulgarem aqui (não sei bem como :-)) as acções de recolha de sangue que diariamente se fazem e, simultaneamente, motivarem os leitores a doarem sangue?
    Desculpem o abuso

  5. Pintor says:

    Ser dador de medula não doí ?
    Só quem nunca doou é que pode dizer tal coisa.

    • DC says:

      Para se ser dador de medula óssea é necessário retirar uma amostra de sangue que é enviada para o CEDACE. Depois de validada o dador fica numa base de dados que é utilizada quando se procuram dadores. No caso de haver uma compatibilidade, o dador é convocado e é informado de todos os procedimentos e só depois assina o devido consentimento. A dádiva de medula, actualmente, já pode ser realizada apenas por processo semelhante à dádiva de sangue mas mais demorada. Já existem equipamentos que estão disponíveis em Portugal que filtram as “células da medula” que circulam no sangue evitando a punção do osso para a recolha das mesmas células. Este processo mais invasivo fica reservado para os dadores em que é impossível utilizar a máquina, por exemplo quando existem maus acessos venosos. No caso de ser necessária a punção óssea dá-se anestesia geral.

      • Pintor says:

        E quando a anestesia passa ficas como novo sem dores ?
        Doei medula 3 vezes a primeira para um familiar as duas outras para desconhecidos.
        Nas 3 vezes foi efectuado com punção do osso (espetam uma agulha na coluna) quando a anestesia deixa de fazer efeito tem se muitas dores durante alguns dias, sendo que nos primeiros dias ficas incapacitado para trabalhar.

  6. int3 says:

    Doar medula não doi? hum…

  7. Pintor says:

    A alguns anos doar sangue dava isenção de pagamento de taxas moderadoras.
    Cancelaram essa isenção aos dadores e depois fazem campanhas para terem mais pessoas a doar sangue no mínimo esta por aqui qualquer coisa errada.

    • André dos Santos says:

      Decreto – Lei nº. 249/90, que regulamenta o Instituo Português do Sangue (IPS), Artigo 26º.
      4 – Os Dadores de Sangue têm direito à isenção de taxas moderadoras do Serviços Nacional de Saúde, de acordo com a legislação em vigor.

      Essa isenção porque ainda está em vigor.

      • Pintor says:

        Com um pouco de pesquisa pode se verificar que não esta em vigor.

        • Andre says:

          Ficas isento em tudo o que esteja relacionado com o que fazes no posto médico do teu médico de família. Não pagas a consulta e não pagas quaisquer exames que sejam passados diretamente pelo médico de familia.
          De qualquer das formas, não é suficiente saberes que ao doares o teu sangue estas a ajudar a salvar uma vida?

          • Pintor says:

            Se fores ao hospital por exemplo numa urgência pagas, se fores a uma consulta de especialidade pagas se fizeres exames no hospital pagas.
            Se fostes dador durante a tua vida tinhas isenção de todas as taxas moderadoras mesmo depois de não teres idade para dar sangue, já a uns anos atrás cancelaram essas isenções.
            Se em Portugal a saúde fosse gratuita para todos com em Espanha e Reino Unido aceitava que dar sangue sem obter qualquer comparticipação era justo.
            Caso não existam dadores suficientes em Portugal o “sangue” é comprado no exterior, sendo assim porque não beneficiar quem o doa e deixar de o comprar no exterior.
            Felizmente tenho a opção de não utilizar o sistema nacional de saúde pago do meu bolso dois seguros de saúde um geral e outro para o caso de ter alguma doença grave.
            E sou dador de sangue e medula simplesmente porque sim qualquer benéfico que me seja facultado derivado a isso não o vou utilizar mas muitas pessoas neste pais não tem a mesma sorte que eu logo esses benefícios eram algo que podia ajudar a vida de muitos.

  8. Jonas says:

    Cá o plasma é deitado fora e depois comprado à empresa onde o 44 foi funcionário.

    https://www.facebook.com/tvi24/videos/10153483883660992/

  9. César Oliveira says:

    Iniciativa muito boa

    Faça o bem que fazer o bem faz bem

  10. Rodrigo says:

    Sei que na Rep. Checa cada vez que doas sangue recebes +/- 70 euros na altura de fazeres os impostos.

  11. Licínia Brito Cruz says:

    Um bonito gesto de agradecimento

  12. Edith says:

    É certo que doar sangue é um gesto nobre,isso pq não existe fábrica para fazer sangue a não ser nosso corpo.Há pessoas q dependem dele para viver ou melhorar a sua vida. Viva os doadores pois são heróis.

  13. Luis Gonçalves says:

    Sou dador desde os 17 anos (sim 17 devido a um incorrecto procedimento de secretaria na minha 1ª dádiva). Já dei para lá de meia centena de vezes. Não foi a falta de isenção que me fez refrear o ânimo em dar, mesmo que nem sempre possa chegar à melhor utilização. Ainda faltam meios e informação aos profissionais e utentes, mas tenho visto melhorias substanciais com o decorrer do tempo. As mensagem são uma realidade, bem como cartas de felicitações em tempos festivos. Quem de facto se preocupa, pensa no que os outros estarão a receber e não nas contrapartidas que possam daí advir. Muitos parabéns a todos que assim pensam e não se refugiam em desculpas.

  14. JOSE GAMA says:

    Boa tarde
    Desejava informar a comunidade que o Serviço de Sangue e Medicina Transfusional dos Hospitais da Universidade de Coimbra, também envia desde inicio de 2015 este tipo de agradecimento e informação por SMS aos seus dadores de quando o seu sangue foi transfundido. e ajudou a salvar uma vida. Portanto na Europa e no Mundo estamos em 2 lugar neste tipo de agradecimentos, reconhecimento por um gesto altruísta que ajuda a salvar milhares de vida em Portugal e no Mundo. Afinal não estamos assim tão mal neste tipo de . BOM ANO ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.