Quantcast
PplWare Mobile

Muito cuidado com as PensUSB, o seu computador corre perigo

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. João Silva says:

    Tem de se começar a usar USB com preservativo 😀

    Mas fora de brincadeiras basicamenteo USB ao estar vuneravel desta maneira dispositivos como estes tornan-se insignificantes?

    https://pplware.sapo.pt/informacao/preservativo-usb-promete-proteger-dispositivos-do-malware/

    • Sampas says:

      esse dispositivo é a mesma coisa que pegares numa tesoura e cortares dois dos 4 cabos que compoem o USB, neste caso, cortar os de dados.

      Isso é so para ter a certeza que so carregas um telemovel ou semelhante, nao serve para usar num rato por exemplo, a nao ser que so queiras carregar a bateria claro 😛

  2. Fonseca Marques says:

    Estou todo borrado de medo 😮

  3. GothicX says:

    Bem…é desta que vou tapar tudo o que é porta USB com epoxy…xD

  4. Alexsandro says:

    Usem USB’s a vontade…basta desligar o cabo de rede ou placa wireless xD. Agora a serio quem iria dar-se ao trabalho de entrar num pc de um simples mortal?

    • Pedro Costa says:

      Não é dar-se ao trabalho de um simples mortal mas sim ao trabalho de um simples objecto que pode calhar a N mortais.
      Da mesma forma que os telemoveis, pen’s e outros obectos de eparelhamento sao feitos por algumas empresas, essas mesmas nao fazem o firmware com o conceito de querer te atacar so a ti, mas sim a todos que usarem aquilo.

      Isso pode ser para acederem a dados do teu pc ou a dados teus.
      Dai depoes darem-se ao trabalho de validarem o conteudo que receberam ou no conteudo que querem atacar/ receber.

      Por exemplo:
      Se usas o paypal eles podem injetar codigo para procurarem todas as chamadas que o teu pc fizer para o *paypal* e dai mandar tudo o que carregas, desde teclado até mesmo a posiçao do cursor.
      Podem criar um sistema que tente detectar o teu disco e que tente queimar o disco.
      Podem criar um sistema que detete certa marca de equipamentos e que tente os flashar de novo sendo esses novos equipamentos tambem infectados.
      Podem controlar o que querem do teu computador ou da tua rede.

      Lembra-te que o Anti-virus/ anti-malware nao vai negar as permiçoes que deste sobre um objecto ou sobre algo que permitiste na rede.

      Tal como te ligas a uma rede que nao conheces ( ou um equipamento se liga a tua rede) e que essa rede esta totalmente aberta ( tipo o caso das portas USB ou qualquer tipo de porta que tenhas no teu pc) essas mesmas vao poder fazer o que querem.

      O maior virus/ problema informatico. Nao é as pen’s nem a rede. Mas sim o que esta a frente ao computador e que diz sim sem saber o que se trata. Esse virus é chamado de BAD_USER.

    • Mota says:

      oh Alexsandro, não leves a mal o que vou dizer mas vê desta maneira:

      pq é que um simples mortal fecha a porta da casa de banho?
      pq é que um simples mortal não “faz o amor” às outdoors (alguns fazem ok haha) ?

      As analogias podem ser cómicas ou até ridiculas mas são funcionais e o principio e o fim delas é o mesmo:

      PRIVACIDADE. Temos direito a ela.

      Quem cria virus não tem publico alvo, o alvo é chegar a todos os possiveis.

      Quanto à melhor maneira de proteger? Cloud. É que eu duvido muito que isto se resolva, já pensaram na quantidade de usbs que existem?! Mesmo que daqui para a frente o firmware tivesse fechado, iriam haver 10000000000x usb’s “antigos” espalhados pelo mundo.

      • Alexsandro says:

        Não levo a mal, só estava num tom de brincadeira, mas a analogia está um pouco exagerada, mas sim tens razão, quanto a forma de prevenção trabalhar num pc offline…

  5. Luis Silva says:

    tá bem…..tenho tanto emdo, isto não passa apenas de meros alarmismos para criarem alguma coisa que dê dinheiro a alguém, o USB já existe à tantos anos pra quê tanto alarido….tenho mais medo dos pc’s publicos do que eu faça em minha casa no meu….

    • Nunes says:

      a questão é que este tipo de vulnerabilidade permite que qualquer dispositivo USB infecte outro. Podemos por exemplo imaginar um carregador USB a infectar um smartphone, e a partir daí…

  6. ZE MANEL DAS COUVES says:

    arranjaram maneira de ganhar mais dinheiro com uma coisa para limpar os virus….
    la vao os chineses ganhar milhoes com isto

  7. Alfie says:

    Pronto, ganharam!
    Desta vez é sério. Vou deixar de usar computadores!!!

  8. Alex says:

    Se fizessem um aplicativo que saca-se o serial do hardware e calcula-se o hash dà flash que contem o firmware acho que ajudava mais os utilizadores…ha alguma forma de aceder a flash das pen’s utilizando dllcall’s?

  9. Pedro Nunes says:

    O Nelson vai chegar cá e dizer: “ainda bem que tenho um macbook, e nao entra qualquer virus ou malware!” LOL!

  10. Marco says:

    esta noticia não foi já publicada aqui?

  11. RJCA says:

    Quer então dizer que quem usar as USB Wine para a ter vinho rasca nos PCs???

    -> http://www.usbwine.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.