Quantcast
PplWare Mobile

Monkeypox tem novo nome e a culpa é dos estigmas

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. z-life says:

    Vacas Loucas, Gripe Suína, Gripe das Aves, Febre da carraça…..

    Ou só os macacos são importantes 😉

    • TheRealTruth says:

      Isto é a culpa e o crescente número de LGBT’s em que andam a ter relações sexuais desprotegidas. Foi assim que se deu monkeypox (podem pesquisar a vontade) os pro-lgbt já tentaram e vão tentar ocultar a realidade! Nem que para isso peçam para o artigo seja apagado por “homofobia” mesmo que seja verdade, o mais importante é encher e engolir e calar-se. O Gruppies LGBT é que importa..

      • Nuno V says:

        Se for o caso disso, então as mulheres deveriam ser todas lésbicas, afinal de contas estas são o grupo onde a doença menos se propaga. Mas o que interessa é a retórica homofóbica.

        • Z-life says:

          Retórica? Meu caro, são factos, matemática, números.

          A grande incidência da doença é em homens homosexuais. FIM.

          Qual a razão disso acontecer?……Lol

          • Nuno V says:

            No entanto as lésbicas continuam a ser o grupo de menor risco nesta doença, tal como o são nas restantes doenças venéreas.

            A razão pela qual acontece? Muito simples, uma pobre educação sexual que mais tarde leva a crer que os preservativos apenas têm uma função, a de contracetivo.

          • Nuno V says:

            No entanto as lésbicas continuam a ser o grupo de menor risco nesta doença, tal como o são nas restantes doenças venéreas.

            A razão pela qual acontece? Muito simples, uma pobre educação sexual que mais tarde leva a crer que os preservativos apenas têm uma função, a de contracetivo.

  2. o Abreu says:

    Deviam fazer um artigo sobre o VSR, um vírus criado pelo homem

  3. Fusion says:

    Adoro 😀 😀

    “..foi observada e comunicada à OMS uma linguagem racista e estigmatizante online, noutros contextos e em algumas comunidades.”

    Talvez seja só eu, mas a malta de esquerda e os wokes não foram longe de mais agora com isto??
    É que parece-me a mim que quem está racista é a OMS, porque:

    1) macacos são macacos, é um animal como todos os outros
    2) lá porque o macaco possa aparentar “semelhanças” com algumas raças de seres humanos, isso não é racismo é o que é. (Alias a raça humana é descendente dos primatas)
    3) a OMS só por estar com este discurso já ela está a ser racista por pensar nisso

    Proximo passo seria abolir as fabricantes de automóveis de pintar os mesmo de preto, porque pode ser racista. A mesma coisa com o carvão ou qualquer outro tipo de material/matéria que seja escuro ou preto.

    • freakonaleash says:

      “Proximo passo seria abolir as fabricantes de automóveis de pintar os mesmo de preto, porque pode ser racista.”

      Não podes, depois iam queixar-se de racismo por não haver inclusividade, representatividade e sei lá mais o quê nas cores dos carros.
      Não esquecer que não há carros com traseira rosa e frente azul…o que é uma falha grave que os arautos dos LGTVHD+ mega BT turbo deluxe modelo special premium não vão deixar passar despercebido por muito tempo.

    • Nuno V says:

      Santa ignorância, tanta asneira junta. As pessoas que contraem a doença é que estão a ser vítimas de linguagem racista e estigmatizante, não as restantes espécies de macacos.

      O macaco aparenta semelhanças com algumas raças de seres humanos? E eu que pensava que todos os humanos, sem excepção, não são apenas parecidos com macacos, mas realidade estes são macacos. No entanto é racismo dizer que apenas algumas raças de seres humanos o são. Até porque raça não é um termo biólogo, ou um termo útil para a classificação de qualquer espécie, é sim uma construção social.

      • Z-life says:

        Aí sim? E porquê?

        Eu tenho cães de diferentes raças! Pombos também! E canários….

        Deixa lá im pseudo-intelectismo canhoto para o teu grupo de amigos, a malta aqui quer é rir-se.

        • Nuno V says:

          Sim, pois claro o ignorante é que é o especialista da matéria, os biólogos que dizem que o conceito de raças é uma construção social é que são os burrinhos. Mas é normal a malta rir-se, os ignorantes e racistas são facilmente entretidos.

          Existem várias espécies de pombas.

          No que toca aos cãos, este são uma única espécie sob o nome canis lupus familiaris, as raças de cães são, todas elas, construções sociais. Como por exemplo, tens os dachshund e os beagles, se o cruzamento entre estes for de interesse para nós damos-lhe um nome passando a ser uma nova raça, neste caso um doxle. Se não for, então passa a ser um rafeiro sem qualquer classificação relevante. Se fosse uma classificação biológica, todas as variações teriam que ter uma designação, que não é o caso. E mesmo os cães sendo todos da mesma espécie, existe bem mais diversidade morfológica entre estes do que entre qualquer ser humano. A única espécie de seres humanos que teve bastante diversidade foi o homo erectus, e mesmo estes nem sequer estavam próximos de possuir a diversidade que observamos nos cães. As diferenças morfológicas e genéticas entre todos os seres humanos são praticamente não existentes.

          • Z-life says:

            Blá, blá, blá, blá….

            Tretas canhotas, vindas o imaginário de fracis e sensíveis.

            Realidade:

            Se caucasiano se pintar de preto ou amarelo todos sabem que se trata de um caucadiano pintado. Vice versa para outras raças. FIM

          • Nuno V says:

            Mas quem é que te disse que não existe diversidade no ser humano? Não fui de certeza. No entanto, continua a ser um facto que somos todos a mesma espécie, bem como continua a ser um facto que o conceito de raça não passa de um conceito social e não biológico. Vai lá chorar para um canto e chama a tua mãezinha, por a ciência ser mazinha e não concordar com a tua retórica racista.

  4. deepturtle says:

    2) não há provas que a raça humana é descendente dos primatas. o que estás para aí tu a regurgitar?

    • Nuno V says:

      Claro que não há, os fósseis das várias espécies de australopitecos, bem como testes genéticos que demonstram a nossa proximidade com todas as restantes espécies de primatas ainda existentes foi tudo colocado por alguém apenas para enganar os mais incautos, que estranhamente são precisamente os mais educados na matéria. Não serás tu quem regurgita asneira?

      • deepturtle says:

        não, não sou. mas se sou mostra-me (com dados científicos) que a tua afirmação prova o contrário ao que eu referi.
        Estou à espera… sentadinho!!!

        • Nuno V says:

          Se eu colocar uma miríade de publicações científicas de biologia, principalmente de paleontologia e genética que demonstram a nossa familiaridade com os restantes macacos, tu aceitas? Ou quando dizes dados científicos queres dizer tudo menos dados científicos?

  5. Mário Pinto says:

    É por causa dos estigmas ou porque estavam a associar a doença ao facto das vacinas terem na sua composição células de chipansé? Ummm, nop, é mesmo para não ofender o macaco…

  6. Mr. Y says:

    Que comentários mais sem noção. Eu faço um desenho…

    O estigma não é sobre os macacos mas sim sobre quem apanhou a doença. Como o foco foi em homens homossexuais, não demorou muito a que macaco fosse incluído ao rol de ofensas.

  7. °0° says:

    O que é isto?

  8. Bruno Mota says:

    Os macacos ficaram melindrados ?

  9. Paulo says:

    Vai ser sempre monkeypox porque a doença vem dos macacos, tal como o HIV. Se certa gente deixasse de violar os animais, talvez fosse melhor…

  10. Profeta says:

    A questao que se prende aqui tal como a origem do virus da Sida. Como e que isso foi parar no corpo da pessoa ? Pergunta que ninguem sabe responder.

    • TheRealTruth says:

      Profeta, há um profeta que diz que nem todos os buracos são apetecíveis… zoofilia explica muita coisa.. Digo eu ou não há malucos desses e o mundo é um mar de rosas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.