Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft forçada a mudar o nome do SkyDrive

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. MigM. says:

    MsCloud ou LiveCloud e acabavam com terceiros a quererem fazer dinheiro sem produzirem nada.

  2. Carlos says:

    Eu sugiro

    Microsoft Windows Live Drive Update 2 Service Pack 3

    😛

  3. Curioso says:

    Isto é estúpido! A palavra Sky é tão comum e tão usada en tanta coisa…

    E aposto que houve tanta imparcialidade nisto. Uma empresa britânica faz queixa, é claro que um tribunal britânico prossegue com isso.

    São empresas que sabem que ganham mais dinheiro em fazer birras, portanto…

    • Lop says:

      Lol realmente, isto é no minimo rídiculo. Qualquer dia é preciso pagar pra dizer a palavra Sky. Isto é claramente um maneira de sacar dinheiro à MS. Dejá vu Metro.

      • Marco says:

        O Metro nunca foi a tribunal, a empresa alemã limitou-se a informar a Microsoft que haveria problemas caso passasse a ser um nome usado oficialmente nos produtos. A Microsoft limitou-se a mudar o nome!

    • César says:

      Então eles não processam a Sky, a equipa de ciclismo?????

      • okapi says:

        Não, são areas totalmente diferentes e isso já foi mais que explanado por aqui. O Team de ciclismo até é suportado pela SKY. in wikipedia : The creation of the team was announced on 26 February 2009, with the major sponsorship provided by BSkyB

  4. Paulo Rodrigues says:

    Não só é estúpido como é patético. Esta “estória” das patentes já começa a ser absurda, levado a extremos nenhum cidadão anglófono poderia utilizar a dita palavra, que não me atrevo a escrever não vá a televisão britânica, interpor um processo contra mim pelo uso indevido de uma palavra inglesa que define “céu”.
    É simplesmente patético, estou farto das guerrinhas da Apple, Samsung, Motorola, MS, IPhone (brasileira), etc.

    Neste caso em concreto o core business de uma, não influi na outra. Ou seja, não são concorrentes directos, porque se o fossem até entendia, não sendo…

  5. Leonardo Macedo says:

    Oportunistas

  6. Rui Pt. says:

    Eu confesso que sou daqueles que adora ver a MS a “levar na boca”, mas este caso é no mínimo pior que patético. Lá por não gostar deles pelas campanhas sujas que fizeram, não quer dizer que vá aplaudir outros só porque fazem o mesmo tipo de campanha contra eles. O meu ponto de vista é mais do tipo “ladrão que rouba ladrão, faz-lhe companhia na prisão”.
    Porque não processaram os filmes Terminator por causa da Skynet? Ou o 007 Skyfall? Ou qualquer outra das 1001 utilizações comerciais da palavra Sky?

    Ou se reformam os sistemas de direitos de autor, marcas e patentes ou daqui a nada para falar o que quer que seja temos que pagar royalties e direitos…

  7. okapi says:

    Acho bem que encontrem outro nome. A mim pouco me importa é serviço que uso, com este nome ou outro qualquer, o importante é que o serviço continue bom e melhore ainda mais. Quanto ao oportunismo ou sacar dinheiro à MS , não li nada na imprensa internacional que prove que a SKY Broadcasting o tivesse feito, tanto é que a MS ao fim de alguns anos de luta, teve mesmo que recuar e mudar a estratégia ,já a SKY Broadcasting importou-se mais em proteger o nome/marca. Com isto tudo quem sai a ganhar com a mudança de nome é a Microsoft.

  8. Abílio says:

    Ganhar dinheiro sem produzir nada foi no se especializou a Europa…

  9. Gerardo says:

    Mas qual patentes. Vocês sabem ler? Existe uma empresa que detem uma marca. Não sei se já tiveram que pensar no nome para alguma coisa, marca, empresa, banda. Dá trabalho, e é algo que nos orgulhamos e estimamos. Registar essa criação em toda a Europa custa dinheiro. Quria ver se uma marca vossa, de repente começasse a ser usada por uma empresa multi-milionária Americana só por que sim…

    Se a marca é da Sky, acho muito bem que deixem de a usar. Se fosse minha exigia exactamente o mesmo. E a Microsoft só vai pagar porque quer ficar com o nome por algum tempo. Por quando a Sky lhes disse que o nome era deles a MS só tinha que o abandonar e pronto. Agora se querem tempo, se querem usar uma marca que não é da autoria deles, acho muito bem que paguem. Diria mesmo, paguem e não bufem…

    Isto não tem nada haver com os entraves ao desenvolvimento de patentes ridículas. Usar um nome ou “Nuvenzinha da Microsoftzinha” vai dar exactamente no mesmo e não prejudica a humanidade….

    • start says:

      O k dizes é ridiculo. Uma marca só deveria ser registada se fosse composta por palavras inventadas, conjunto de palavras tipo cocacola em que cola ou coca se podia usar pa outra coisa tipo colaprego ou siglas de varias palavras (H&S). Agora palavras normais n deveria ser possivél. Este mundo tá perdido.

      • Marco says:

        Informa-te um pouco melhor sobre marcas registadas!
        As marcas estão limitadas na sua aplicação! Podes ter empresas diferentes que usam a mesma “palavra” de uso comum como marca, desde que não haja sobreposição na área de negócio. Há outras regras que são necessárias respeitar, mas resumidamente as empresas não se apropriam das palavras, mas podem se defender do uso abusivo da marca na sua área de negócio por parte de outros com interesse económico! Ou uso abusivo da imagem, mas isso já são outros domínios!

    • MigM says:

      Hum, as palavras não têm dono e “sky” não é excepção.
      Acerca dos resgistos, e neste caso em concreto, SkyDrive é uma palavra completa, uma marca, Sky é outra mas que usam uma palavra em comum. Nada impede que nao possas registar uma marca com a palavra sky no meio… ou nada deveria impedir.
      Vistas as coisas por outro lado, a MS podia evitar que a Sky usasse essa marca nos states… pelos vistos a Sky não detém os direitos da palavra fora da Europa! 😉
      Há inumeras empresas com o nome “micro” associadas, ou soft, etc. As palavras não podem ser detidas e nada te impede de chegar ali ao INPI e registares a tua empresa com a palavra “micro” associada.

      • okapi says:

        A SKY Broadcasting está nos 5 continentes e nos Estados Unidos em parceria com Murdoch. Para consolidar o novo nome também não é viável a MS ter o mesmo serviço com 2 nomes diferentes. As palavra podem não ser detidas mas as marca podem e o que a SKY Broadcasting fez e muito antes da Skydrive aparecer foi registar a marca SKY e depois foi fazer upgrades ás áreas onde o produto deles se insere.Não há muito a acrescentar, o Gerardo disse tudo. A MS podia muito bem ter evitado passar por estas cenas.

        • JG says:

          Isso é patético, por essa ordem ideias, uma empresa que registe várias marcas (palavras), pode condicionar toda uma língua.. Ridículo isto de registar marcas que são palavras comuns..

          • okapi says:

            A BSkyB registou a marca e não a palavra SKY, não condicionou absolutamente nada. Eu continuo a escrever todos os dias a palavra Sky sem ser referido á empresa SKY Broadcasting. E a prova é que não interfere com tudo/todos, tanto é que a marca SKYPE continua, a sky flyer ou até a Dark Sky Scotland. A MS não foi feliz a escolher o nome Skydrive ou pensou que passava em branco, porque se fosse para fazer publicar um livro com o titulo skybook Microsoft, não tinha problemas.

          • Nunes says:

            O registo de marcas não condiciona a língua. Qualquer marca que use palavras comuns está limitada na sua aplicação aos negócios definidos. Para além disso têm que comprovar que a marca é realmente utilizada como foi definida no registo, podendo cair passado algum tempo se não tiver uso!

    • PTO says:

      Não conheço o processo mas as áreas comerciais do Skydrive versus a Sky só muito (mesmo muito) dificilmente é que se confundem. Claro que existem sempre uns ignorantes ou com preguiça mental que iriam confundir mas não se pode legislar em função da imbecilidade ou da preguiça cerebral.

      A bem dizer a lógica é a de que se eu criar a empresa de fornecimento de fruta “Banana” e registar a palavra “banana” mais ninguém a pode utilizar mesmo que seja para uma área comercial diferente? Ok se é assim então é absolutamente absurdo, para não chamar outra coisa.

  10. Pedro Cavaleiro says:

    Isto é ridiculo no mínimo, apenas uma maneira de roubar dinheiro à MS

  11. pedro casquilho says:

    não entendo estes homens do marketing da Microsoft … ganhão milhões mas devem pensar pouco ou pelo menos com metade do cérebro …..
    A microsoft devia registar também a sigla MS, a colocava-a como prefixo em todos os seus produtos e serviços !!!!
    Neste caso poderia ficar MSdrive …. MScloud … etc
    assim acabava-se este oportunismo de ganhar dinheiro fácil.
    Cumprimentos.
    Pedro

    • Gerardo says:

      Oportunismo de adivinhar um nome que, no futuro irá ser usado por uma grande marca mundial, sem essa marca se dar ao trabalho de investigar ou prever essa possibilidade de processo???? Isso não é oportunismo, é adivinhar o futuro com um grau de detalhe upa upa 😀

      Quem quer que tenha essa poder vai ficar rico de certeza.

      • JG says:

        Isso é estupido.. Se onde escreves “adivinhar” estivesse escrito “inventar”, faria todo o sentido, agora como as coisas estão é que não faz sentido nenhum

  12. rjtpoj says:

    O Skype vai a seguir 😐

  13. Anónimo says:

    Kaspersky, se fosse a vós ia-me cuidando…
    Isto é simplesmente ridículo.

  14. viperbruno says:

    Windows BlurDesk

  15. jaquim says:

    Quem com ferros mata…
    Nada que a MS não tenha feito a outras empresas… que lhe fique caro..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.