Quantcast
PplWare Mobile

Médicos tinham caixa de e-mail de 50GB… agora passou a 2GB

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    No onedrive tem 50gb a mesma gratuitos, 2gb não da para nada.

    • scp says:

      Na minha conta pessoal do outlook são 5 para o onedrive, 15 para o gmail/google drive/photos. Mas atualizei para 100GB por 1,99€ (2,00€ 100gb onedrive) ao mês por causa das fotos, não sendo necessário se mudares a qualidade para Alta em vez de Original onde o armazenamento passa a ser ilimitado e gratuito na google.
      No entanto se fores trabalhador que usa muito o office e precisa de armazenamento mais vale ter o microsoft 365 personal que dá o office e 1000GB.

    • Pedro Reis says:

      O OneDrive já teve 25GB gratuitos.
      Agora oferecem 5GB e mais nada.

      • Realista says:

        Neste momento o meu OneDrive tem 131Gb gratuitos:

        – 15 Gb de subscrição inicial;
        – 15 Gb por ter activado a opção de upload de fotos;
        – 1 Gb por aderir de familiares por mim;
        – 100 Gb grátis se usasse a aplicação num Samsung S7…

        • Realista says:

          PS:
          Os 100Gb eram grátis durante dois anos, mas o certo é que já passou mais tempo do que isso e continuam cá. Acho que alguém da Microsoft se esqueceu de retirar, portanto boca calada pessoal 😀

          PS: Também não uso assim muito, tenho 7 Gb usados e para mim chega e sobra 30Gb

    • Jonny says:

      Como tem 50?

    • Felipe Cardoso Bezerra says:

      Peguei essa época dos 50Gb, sai pegando pra todos daqui de minha casa kkkk
      pois sabia que um dia iriam diminuir, dito e feito xD
      Hoje são somente os 5Gb

  2. Bafora says:

    Governo(antes) entraram numa espiral de burrices … trapalhices e aldrabices , quem está a acompanhar o dia a dia percebe isso sem pestanejar

  3. Joselito says:

    Um dia o dinheiro dos outros acaba…

  4. Pedro says:

    Acho que devem abandonar o velhinho email por completo.
    Podem adoptar antes o slack (mais orientado a trabalho) ou o discord.

  5. Sardinha Enlatada says:

    De facto isto e uma autentica anedota. Rir para nao chorar. Numa era da informacao, hoje em dia quanto mais capacidade de armazenamento melhor. Principalmente para os medicos. Quer dizer que o ministerio da saude tem dificuldade em manter 50gb mas 2gb ja consegue ? Sera que a diferenca dos custos e assim tao grande ?

  6. Pedro says:

    Um governo de xuxas que os tugas adoram….

  7. José Martins says:

    Também nem 8 nem 80.
    50 gigas é um exagero só para e-mail.
    Talvez 10 ou 15 GB já sejam muito razoáveis se for feita uma gestão correcta das mensagens recebidas/enviadas.

  8. Ze says:

    A capacidade baixou para todos os que trabalham no Min da Saúde.
    Pensem assim menos capacidade da caixa do correio implica menos mails guardados, logo a probabilidade de se ter no mail um daqueles ofícios do M Saúde que contradiz o anterior e coloca em causa tudo diminui drasticamente.

  9. Urtencio says:

    Não sabem o motivo? Portugal está falido amigos!
    Este governo percebe é disto: https://youtu.be/L2oXn9VMz1A
    E até vir os €€ o Costa até suores frios tem sem dinheiro, pois só vejo anunciar ajudas ajudas mas no final não se viu nada.. só malta na Caritas a buscar comida!!
    É triste ver onde estamos a chegar…

    • So7t says:

      Venha de lá a 4a para ver se é desta que os Portugueses aprendem…

    • Tony Costa says:

      # um governo que controla tudo (bdp, justiça, tribunal contas,etc etc)
      # practicamente esta a governar quase como partido unico já que oposição… bem…. onde esta?
      # Antonio Costa governa a cada dia que passa como um outro Antonio que que morreu em 1970
      # esta muito perto de usar as autoridades como policia politica
      # corrupção de forma descarada e nem tenta esconder, ainda sorri para a comunicação social (propaganda melhor dito)
      # nem fez 10 anos já estamos na bancarrota, mesmo que este governo finja que não e que vem ai recuperação….. deja vu…. também o socrates dizia o mesmo….
      # mes a mes destroi a economia e centenas de milhares no desemprego, e empresas falidas, todos os dias vejo lojas a fechar, é uma tristeza…..
      # mente a 10 milhões de portugueses sobre valor real do desemprego e défice e divida publica….
      # de novo vem ai novo resgate/troika mas com “um novo diferente” não sejamos ingénuos e a grande fatia vai para banco, empresas ligadas ao governo e amigos e o povo…. migalhas mas vai pagar até o ultimo centimo no proximo decada….
      # e como já não existe poucas famílias que apenas tem comida e conta pagas graças a varias associações que já estão no limite porque verbas do estado…isso é para novo banco e co. para quem ajuda o povo na miséria nepias….
      # e por este andar não me surpreende que ainda neste mes haja novo confinamento e ainda mais restrições para que quando chegar o natal as familias festejem na rua a mendigar….

      fazendo as contas, este governo faz parecer que o tempo da troika + coelho parecer como uma brincadeira de criança em comparação….

      @Urtencio ajuda e promessas…. todos os dias falo com pessoas que tem empresas e acreditaram nessas promessas….faz meses e…… nem um cêntimo chegou…. falar é facil e promessas com este governo leva o vento, costa e marcelo é o mesmo…. samaritanos da treta.

      • Jorge Costa says:

        tu estás no sítio errado…ou melhor no ano errado. De certeza que te ias sentir à vontade antes de 74.

        • PeterOak says:

          E tu? Sentes-te confortável com a situação económica do país? Deixa-me adivinhar: ainda vives em casa dos pais.

          • Sujeito says:

            É irrelevante. Ou porque vive em casa de pais ou porque é bem sucedido, simplesmente não se importa. Ele nega a realidade dos outros porque não é a dele.

        • Luis says:

          Tem vergonha na cara ao menos!! Achas bem que maior fatia do dinheiro que vem seja para os coitadinhos do público quando a economia privada é que dá riqueza em impostos para organizar as despesas do estado?? Tenho vergonha de portugueses como tu!

          • Sujeito says:

            Tu estás noutro mundo.

            A “economia privada”, como lhe chamaste, é mesmo isso, privada. A maioria do dinheiro não vai parar ao Estado do teu país, e se não te lembras ou caso não saibas, são os que mais têm isençoes de impostos, não o povo.

            E o dinheiro que vem É EMPRÉSTIMO ao Estado Português, que vai SER PAGO PELO POVO. Deve ser dado às empresas privadas?

            Tem juízo.

          • Luis says:

            Quem falou em dar dinheiro aos privados? Investir na modernização e outras coisas na economia é dar dinheiro aos privados ou é dar opções ao povo??.. isenções de impostos? Tu vives mesmo em Portugal?? As empresas grandes tiram as suas sedes de Portugal exatamente por isso! Azar de Portugal que vivemos dentro de uma comunidade com troca de bens e serviços onde outros países têm impostos mais baixos.. e outra, os 15 mil milhões que vem são a fundo perdido!

      • ToFerreira says:

        Correcto.

  10. Nightingale says:

    Para quem deu ideias de outras plataformas não se esqueça que muita da informação é extremamente confidencial. Há quem use outros meios para partilhar informação mas é a ver até ao dia em que corre mal. E 50Gb não é assim tanto. Muitas vezes é preciso enviar e receber imagens, documentos, exames que não foram enviados pelo sistema,… Durante todos os dias e durante vários anos… Já para não falar que convém guardar os documentos como prova em tribunal ou para procura futura.
    Quem não é da área pode não perceber, mas o SNS está a definhar de dia para dia. Muitas vezes nem betadine, compressas ou um simples catéter há. Depois é fazer o que se pode com o que se tem. Acho piada reclamarem de tantas coisas inúteis, mas não reclamarem de um país em que não há sequer material básico para os profissionais de saúde trabalharem. Quando até nas contas de email cortam para poupar uns cêntimos por conta…

    • Luís Costa says:

      “Adeline é uma dos 250 profissionais de saúde que morreram na região sul e oeste dos Estados Unidos, pontos críticos da pandemia de covid-19 durante o verão, revela um estudo do The Guardian e da Kaiser Health News.

      No total do país, já morreram 12 médicos com idades inferiores a 30 anos, adianta o mesmo estudo. A idade média de morte por covid-19 entre os profissionais de saúde norte-americanos, é de 57 anos, contra os 78 para a população em geral, e num terço dos casos, a morte tem a ver com falta de equipamento protetor adequado. ”

      https://tvi24.iol.pt/internacional/coronavirus/medica-americana-morre-de-covid-19-apos-usar-a-mesma-mascara-dia-apos-dia-devido-a-escassez

      O SNS …….. Bolas …. afinal é nos states ….

    • jonathana says:

      Desde que haja dinheiro para prémios o resto que se lixe.

    • PauloT says:

      vai-se a ver foi culpa do informático que queria criar um mail com 2 gigas e defeniu todos com 2 gigas. Lol

    • Asdrúbal says:

      “mas o SNS está a definhar de dia para dia” e depois vamos a ver e Portugal tem o 13º melhor sistema de saúde da europa (35 países) de acordo com o Euro Health Consumer Index (EHCI)

      Fonte: não é a melhor fonte, mas a mais simples de consultar): https://en.wikipedia.org/wiki/Euro_health_consumer_index

      • ToFerreira says:

        O melhor com que indicadoras? E como são recolhidos os dados para esses indicadores? Eu sei de um grande hospital que no dia em que foram recolhidos alguns desses dados, abriram um serviço provisório (que fechou logo a seguir) para esconder alguns doentes em excesso. Coisas que não deviam ser vistas foram escondidas em gabinetes, profissionais foram chamados para haver mais a trabalhar do que o costume… Somos os melhores a aldrabar… Somos tugas!

      • Nightingale says:

        AHAHAHAHAHAHAH Se soubesse como estes indicadores são “conseguidos”… Temos sim alguns dos melhores e mais procurados profissionais de saúde da Europa, mas isso custa a admitir.

  11. Gonçalo says:

    Choca-me alguns cometários…
    Começa por dizerem que 50GB é muito, e falarem de “gestão correta dos emails”. Não há gestão correta para medicina, claro que os médicos não querem guardar spam e newsletters desinteressantes. Mas diminuir o espaço é comprometer a receção de exames, de pedidos de consulta ou outras coisas de extrema importância. E fazer “gestão” da caixa de entrada significaria apagar outros emails do género que podem ser precisos no futuro. E não me parece que seja indicado obrigar todos os utilizadores de um hospital a usar um Slack, Discord ou outra app para enviar informações úteis aos médicos.

    Also, OneDrive não está diretamente relacionado com a receção de emails.

    • Sergio says:

      Eu diria que os exames não tem que vir por email. Tem que estar disponível numa plataforma acessível a todo o sistema de saúde. Até mesmo do privado. isso sim era solução. 2GB chega perfeitamente para emails. é só indo guardando localmente e apagando do servidor.

  12. SANDOKAN 1513 says:

    Fogo,que troçada.É passar de cavalo para burro.Tinham 50 GB e agora passam só a ter 2 GB ?? Nem sei que diga… 😐

  13. Rrrrrr says:

    Ridiculo…. todos os profissionais de saude que precisam de email para trabalho, em especial com contacto com utentes, deveria ter melhores condicoes para este meio de comunicacao.
    2GB nao da para nada… NADA!

  14. André silva says:

    No Office 365, se olharmos aos pvps das contas é fácil de chegar a essa conclusão.
    Uma Conta E1 custa cerca de 6 a 7€ por mês com 50Gb de Email e 1 Tera de OneDrive. Obviamente que o ministério da saúde pagará menos.
    Uma conta F com 2Gb custa 2€ . Não é difícil perceber o porquê

  15. André says:

    Agora questionem esses mesmos médicos quantos se deram ao trabalho de dar uso ao email profissional.
    E dos que usam qual a % que ultrapassa os 100 ou 200 mb de espaço usado.
    Já agora, questionem se usam para algo mais que não sejam recibos de vencimento.

  16. Louro says:

    É de rir na realidade.

    Ao invés de investir em espaco na caixa postal deviam era de investir em ensinar as pessoas a usar a porcaria do email.

    Alguém explique aquela gente que o email é feito para enviar texto e eventualmente um documento como anexo, nao para tentar enviar tudo e mais alguma coisa através do email, é ridiculo que em 2020 as pessoas nao saibam usar um email devidamente.

    2Gb dá para 1073741823 caracteres, para teres um histórico de 10 anos, seriam 107374182.3 por ano, ou 294175.84 por dia.

    Considerando que cada palavra em média nao tem mais de 10 caracteres, dá para enviar 29417.58 palavras por dia.

    Para porem em prespectiva, o livro Harry Potter e a Ordem da Fênix (versao portuguesa) tem 257045 palavras… estamos a falar de durante 10 anos escreverem mais do que esse livro, todos os dias, sem excepcao…

    • DB says:

      Essa está boa, a sério que fez essas contas? Usa email? de certeza que usa? 2 Megas dá para 10 anos atualmente? Tem a certeza? Esta a falar em Exchange Imap ou Pop? com ficheiro PST ou OST?, sabe que parte dos megas ocupados estes nada tem a ver com os emails propriamente? Uma fantasia.

    • adbu says:

      É de rir que em 2020 ainda pensem que o email é só para enviarem texto simples.
      As radiografias digitalizadas, e todo um grande conjunto de exames que são todos enviados para os médicos no formato digital acabam por ocupar muito espaço.
      Não querem que um tac seja enviado com resolução de 1Mpx.

      • José Fonseca Amadeu says:

        As radigrafias e TACs são guardadas num sistema especifico com storage dedicado para o mesmo, e ocupam entre 100 MB e 1GB cada, mesmo que fossem digitalizados em jpg e png não teriam qualquer utilidade pois não seria visivel 90% das patalogias pretendidas..

    • Asdrúbal says:

      Amigo, a caixa de correio é para armazenar o email que RECEBEMOS, ninguém controlamos o que recebe.

      O povo usa e-mail para (por exemplo) pedir medicamentos e esclarecer as dúvidas com o seu médico de família, pode enviar o que achar melhor e essas coisas tem que ser guardadas na nossa caixa de correio, nem que seja entre o período me que são enviadas até alguém deliberadamente as apagar (para o lixo).

      Explicando melhor, se alguém enviar uma foto em full resolution ou um vídeo para o seu médico e com isso a inbox do médico ficar cheia, até que esse mesmo médico perceba que tem a caixa cheia e apague esse (e/ou outros e-mails) pode perfeitamente dar-se o caso de não receber outros e-mails muito mais pequenos e “de texto” como apregoas… percebes?

      Portanto, a não ser que o teu plano seja ensinar 11 milhões de portugueses a ENVIAR e-mail, então estás enganado na tua analise

      • José Fonseca Amadeu says:

        Por isso se criam soluções com zonas de transferencia de ficheiros que ficam lá por 30 dias e são apagados após 30 dias.
        Além disso as quotas o que fazem em primeiro lugar é impedir o envio, eles continuam a receber, só que precisam de eliminar para conseguir enviar..

    • Nightingale says:

      Loool Deve pensar que os hospitais, USF’s, UCCI,… são a última tendência em tecnologia. Se soubesse a quantidade absurda de programas que os profissionais de saúde têm de lidar diariamente e se soubesse as gambiarras/sucatas que esses programas são… E depois os enfermeiros e os médicos passam muito tempo no computador. O que ninguém se lembra é que tudo que é feito tem de ser registado. Tudo mesmo. Isto não é como nas séries em que a resposta aparece do nada e que nada é registado. Muitas vezes os exames não estão no sistema sequer e têm de ser enviados por email (alguns deles com vários Mb e por vezes até são entregues em papel por o sistema estar constantemente a ir abaixo). É preciso enviar imagens para análise, documentos,… Ninguém tem prazer em usar esta quantidade de espaço de email. Simplesmente a quantidade de informação trocada é enorme e na ausência de um meio melhor (e na impossibilidade de usar outros serviços externos por ser ilegal sequer), esta é a única solução. Se até nos emails pessoais o Gmail tem 15Gb, ainda acha que 2Gb chega a um profissional de saúde que trabalha diariamente durante vários anos, e que tem que manter o arquivo de tudo… Esta é a forma ideal de trabalhar? Não, mas também não temos outra alternativa. Se até nisto que é relativamente barato cortam… dá para perceber o que se passa com o resto. O nosso trabalho é cuidar de pessoas e não escrever livros.

      • ToFerreira says:

        Criticam os profissionais por passarem tanto tempo no computador, mas se alguma coisa der para o torto querem saber o que foi registado ao pormenor e vão aos arames se o profissional não tem informação de algo que se passou com eles há uns anos atrás. Lidar com pessoas é profissão de risco.

    • xtremis says:

      Certo, agora junta lá umas imagens de raio X, PDFs com os exames dos doentes, mais umas coisas leves desse género e plim, lá se vai o Harry Potter à vida.
      Uma boa comparação seria ver quantos Harry Potters cabem num ficheiro PDF ou num raio X em JPG. Fica a dica.

  17. Ricardo says:

    A minha Ideia, pelo menos a que uso na minha empresa, tenho 5gb para 10 emails, cada empregado tem um email cliente, descarrega emails para a maquina, automaticamente de 30 em 30 dias os emails sao apagados do servidor, e de 30 em 30 dias fazer backup do pst (ou de outro formato), pode ser isso que queiram implementar.

  18. Antonio Gomes says:

    A diminuição da capacidade do email, afetou TODOS OS PROFISSIONAIS, que trabalham para o Ministério da Saúde, e não apenas os médicos de família, como é adiantado na noticia.

  19. Pedro Costa says:

    Tenho no email da empresa desde sempre (7 anos ) com 2GB na caixa de correio e nunca foi motivo para que não receba por dia/semana dezenas de e-mails com anexos de vários Mb de informação . Tem é que ser feita a gestão via Outlook com pastas locais e backup regular. Nunca deixei de receber nada e nunca tive que apagar os e-mails que recebi por falta de espaço. Sempre que se recebe o email e o assunto está tratado guarda-se em pasta local criada para o efeito dentro do Outlook e assunto arrumado, o espaço online fica disponível. Tenho várias pastas locais com 6 a 7 Gb cada. Quanto mais dividirmos os ficheiros locais melhor para que o Outlook carregue mais rápido.
    Portanto, o Governo otimizou o serviço, poupou o espaço que tem para guardar dados mais relevantes que necessitam de serem partilhados, e passou para o armazenamento local a informação que não necessita estar online e partilhada de forma permanente, alias até é um beneficio para a N. proteção de dados uma vez que os e-mails medico/ doente devem ser confidenciais e menos sujeitos a acesso de terceiros, portanto armazenados localmente no PC do médico e com backup para o servidor do local de trabalho é o melhor.

    Onde está o problema afinal?

    • xtremis says:

      Vai lá fazer gestão de PSTs e backups regulares nos centros de saúde, nos hospitais e por esse país fora. PC do médico? sim, sim o PC que é usado por todos os médicos que fazem rotação, e ainda mais os enfermeiros talvez. Servidor local? Ah o Windows 2003 que tem pra lá uns ficheiros, faz backups para uma tape que ninguém muda há anos, e que nunca ninguém testou? E que se calhar tem permissões de “everyone full control” nos shares para facilitar, ou porque o informático que implementou isso há 15 anos foi transferido para outro organismo do estado há 5, e desde então que não há informático dedicado? Pois. Eu sei, é um desastre à espera de acontecer.

      Isso funciona numa empresa em que o ambiente é controlado devidamente por um departamento de informática capaz. Ou lá em casa. Não funciona no nosso SNS, onde até a gestão do próprio equipamento hospitalar é uma miséria, quanto mais a gestão da informática.

    • ToFerreira says:

      Se fizesses ideia da tecnologia “local” percebias logo o problema de sugerir sequer armazenamento local. Por outro lado, os profissionais não estão circunscritos a um local.

    • José Fonseca Amadeu says:

      Lol.. Eles usam VDI, não existe isso de armazenamento local.
      Além disso, PSTs corrompidos ou que desaparecem quando se troca de PC é mato.

  20. Lostinaberdeen says:

    Falando como Administrador de Sistemas com mais de 20 anos na área, confirmo que 2GB não servem para nada hoje em dia.
    Tenho imensos utilizadores que estão actualmente com utilização muito acima dos 50GB, em alguns casos mesmo acima dos 150GB!
    Basta que os utilizadores recebam/enviem propostas por email, ou desenhos técnicos por exemplo.
    No caso dos médicos de família, falo por experiência que já por muitas vezes enviei emails para a minha médica contendo as digitalizações dos resultados das análises ou ecografia por exemplo.
    Isso resulta imediatamente num email que ultrapassa os 1/2MB muito facilmente.
    Multipliquem isso por 10.000 utentes (penso que essa era a média de utentes por médico de família, pelo menos até recentemente) e vê-se que 2GB não chegam para nada.
    Já se sabe que apenas uma minoria envia emails e mesmos esses emails a maior parte é apenas texto, mas mesmo essa minoria rapidamente vai esgotar a capacidade de 2GB das caixas de correio.
    Penso que meteram a pata na poça outra vez e desta vez não foi apenas um qualquer iluminado em algum gabinete escuro que ainda vive na década de 80 que fez essa decisão.
    Isto teve que passar pelas mãos de bastante pessoas que deveriam de ter conhecimentos técnicos e um bocado de bom senso e parar isto antes de sequer ter sido aplicado, ou no mínimo perguntar a quem percebe do assunto!
    Se não o fizeram, pergunto-me se não estaremos perante um caso de negligência grosseira.

    • Sujeito says:

      Exatamente, teve de passar por muita gente.
      Portanto, remete-se para uma conclusão simples: ou incompetência extrema a vários níveis ou ação maliciosa.

      É irrelevante qual, ambas não são de se confiar, muito menos de se ceder poder de decisão.

  21. Atento says:

    O problema é que o email não é a forma correta de partilhar informação dentro de uma empresa.
    Ao longo dos anos, por laxismo e ignorância, o email foi-se tornando o mecanismo «de facto» para comunicação, no entanto, qualquer empresa com um sistema de informação devidamente montado, dispensa essa ferramenta para os fluxos de informação interna.
    Na comunicação externa, a utilização generalizada de email para partilha de MB de dados, não só coloca sérios problemas de segurança, como gera entropia desnecessária na gestão dos servidores quem têm que transportar toda esta informação.
    Uma diminuição da dimensão das caixas parece-me certa no sentido de regular a incorreta utilização do email (desde que acompanhada das ferramentas que permitam a partilha colaborativa da informação).

  22. José Fonseca Amadeu says:

    Tanto comentário e nenhum deles sabe daquilo que fala, hoje em dia temos cerca de 56.000 médicos, sendo cerca de 29.000 do SNS, se fizermos contas a 50 GB para os médicos e 10 GB para enfermeios e pessoal adminitrativo facilmente chegamos aos 3 PB de dados, sabem quantos milhões é preciso para ter um exchange com recursos para isto e ainda capacidade de armazenamento?
    O email no contexto de trabalho tem de servir para circular informação, e ser apagado, não deve ser usado com histórico, para isso existem sistemas que guardam historicos de conversação e documentos necessários.
    No banco onde trabalho as caixas vão desde os 200 mb para os administrativos até aos 2GB para directores e é suficiente para toda a gente fazer o seu trabalho.
    Depois existe sempre a possibilidade de ter arquivo para determinados casos, assim como legal hold e compliance hold, mais que 2 GB de email nos dias que correm, numa empresa que disponibilize os sistemas certos para as funções é de malucos e nem sequer é seguro.
    A classe médica como está muito envelhecida é que não sabe trabalhar com mais nada a não ser email e telefone, ainda por cima médicos de familia…

  23. LL says:

    lol…vejam o e-mail da Ordem dos Engenheiros. 100mbs lol

  24. AlexX says:

    Se o utente pretende enviar fotografias ou um clip de filme ao médico que mostre ou relate as suas condições de saúde, pode antes alojar esses conteúdos algures e enviar um link para eles. E vice-versa. 2gb chegam para 10 anos de email contendo apenas texto mesmo que o médico envie e receba 100 email por dia. São anexos quem ‘engorda’ mais uma conta. Alguém me corrija se estiver errado.

  25. Robin says:

    Como Informático cada vez mais tenho menos paciência, á dias pretendi enviar uns docs para um organismo do estado só era permitido enviar em Jpg, pdf e zip portanto depois e tdo preparado abria a pagina net e upload de tudo até tudo bem.
    Depois de tudo feito e com cura de emagrecimento + zip tamanho do ficheiro 25 MB tamanho permitido para upload no site do estado 2 Mb , Conclusão em Portugal temos de fazer milagres se quisermos usar a tecnologia que os nossos ignorantes políticos passam a vida a vender .
    Obs: só é permitido enviar a informação no dito organismo daquela maneira.

  26. Peace says:

    Têm de ser mais seletivos na pornografia que guardam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.