Quantcast
PplWare Mobile

Jackpotting: Quando as máquinas multibanco “cospem” dinheiro

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. TM says:

    Então mas como é que eles têm acesso ao interior da máquina sem ninguém ver ou suspeitar? Disfarçam-se de técnicos?

    • Sognimod says:

      Não é bem como esta no vídeo, as máquinas mais vulneráveis são aquelas que permitem a conexão do cabo de áudio “Jack” e com 1 arduino programado e adaptador rj45 para jack 3.5 consegue interligar o arduino na rede e estando na rede consegue controlar tudo devido às permissões da base de dados do servidor que não tem muitas limitações internamente.
      ×obs: isto dito pelo especialista que acusou as várias falhas de segurança.

  2. Miguel Almada says:

    Sou engenheiro especialista na area e com grande experiencia em testar caixas multibancos e ja consegui mais de 400 mil euros em varias caixas atms do pais. Quando confrontei os donos eles disseram que não valia a pena reforcar a seguranca pois existem cameras de Infravermelhos para garantir a seguranca.

  3. André T says:

    É peta, deve ser o estagiário da empresa que monta as tomadas para ligar os ATM que está a imaginar que quando terminar CTeSP vai ser um engenheiro especialista em fazes os ATMs cuspir notas. 😀

    • Alex says:

      Muita descriminação por base no curso. Já vi muita gente a sair dos cursos profissional de TSI e chegam a universidade e nao aprendem nada de novo, quase todos os que conheço. Podes dizer que muitos professores e escola não ensinam os alunos ou os alunos não querem saber e tem a mania que são campiões, mas isso aplica-se também a quem sai da universidade sem saber nada, então daí conheço muitos! Muitas mas muitas vezes já passei à frente de meninos licenciados em trabalhos que pensam que saiem de lá a saber tudo e não sabem, compraram só o diploma depois de andaram 7 anos a fazer a licenciatura.

      • Alex says:

        *cursos profissionais *saem *andarem

      • André T says:

        Tudo depende de cada pessoa!
        A nível de mercado de trabalho, ao contrário dos antigos CETs, os CTeSPs só trazem problemas, no que diz respeito a valores de vencimentos, etc… (não é preciso explicar, porque qualquer um que pense chega lá).
        O principal objetivo dos CTeSPs é agarrar mais gente no ensino superior, quer pela duração do CTeSP quer por darem mais equivalências às UCs das licenciaturas e assim agarram mais alunos do que com os antigos CETs.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Ao que isto chegou !! Aqui há tempos também vi um programa(penso que no canal National Geographic,se não estou em erro),onde nos Estados Unidos os gatunos se muniam de pc’s portáteis com programas para abrir as portas de carros de luxo(especialmente SUV’s),e fazê-los trabalhar.Davam a volta àquilo tudo.Que gatunagem !! 😐

  5. Abreu says:

    Já vi isso no extreminador implacável 2

  6. int21h says:

    Boa sorte a tentarem isto nas nossas. Antes de dizerem bacoradas, informem-se das diferenças entre as ATM nacionais e os brinquedos americanos. Nas nossas, só funcionários com más intenções é que podem fazer estas habilidades, estamos mil anos à frente neste campo.

  7. Roubanotas says:

    Onde compro uma black box ja pronta??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.