PplWare Mobile

Vai ao Multibanco? Muita atenção às burlas com skimmers


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Caribe says:

    Mbway multibanco …melhor solução

  2. carlosM says:

    Viva, uma caixa de multibanco actua praticamente como uma gaiola de Faraday perante um skimmer com tec BL ou wifi . o receptor teria que estar tao perto que nao é viavel o seu uso . existem outros protocolos mais eficazes para o efeito. cheers!

  3. José Moreira says:

    Julgo ser mais seguro evitar “caixas” de rua. Prefiram o interior de um banco, ou um suparmercado. Ou seja, locais sujeitos a vigilância.

    • Joao Ptt says:

      É indiferente. Eles demoram poucos segundos a montar estes dispositivos.

      • Eu says:

        +1 e existe casos registados dentro das agências contudo sim é menor o número de casos devido á vigilância.

        Mas deixo aqui uma simples sujestão e muito muito muito eficaz…
        “Uma das mãos insere o código e a outra por cima tapa essa mão.”
        Parece estúpido mas é verdade, porque as câmaras são colocadas na parte superior. Normalmente na coluna ou no refletor então se colocarem a mão por cima da outro não é possível visualizar o código e como este tipo clonagem funciona por banda magnética a inserção do código é obrigatório e sem ele nada feito….
        Ou podem ter a sorte de usarem uma das de menos de 100 máquinas existentes em Portugal do Crédito Agrícola e do BancoCtt que têm um sistema de segurança no leitor (sem muitos detalhes está relacionado com magnetismo) que até ao momento impossibilita a clonagem de cartões através deste método skiming.

  4. José Moreira says:

    Julgo ser mais seguro evitar “caixas” de rua. Prefiram o interior de um banco, ou um suparmercado. Ou seja, locais sujeitos a vigilância.

  5. Mac says:

    Por estas e outras mais, há mais de um ano que levanto dinheiro e faço operações no Multibanco sem introduzir o cartão.
    Uso o MBway.
    Top 🙂

  6. Cosme says:

    Eu fui skimado o mês passado, mas não me importei muito, só tenho o cartão para mostrar que tenho por que no banco nunca tenho mais que 20€. A conta está quase sempre a descoberto .

  7. André Chasse says:

    Desde que o MBWAY permite levantar dinheiro nunca mais quis outra coisa.
    E outra solução que também uso é o revolut, desativei a banda magnética na app 🙂

  8. Jorge Gomes says:

    Sempre que me encontro na Tugolandia uso sempre o MB WAY, é dos melhores seviços que conheço, na europa em muitos paises nem sembra.

    • Eu says:

      Mbway é um “produto” Sibs…
      Sibs só “funciona” (meti funciona com aspas para evitar algum possível mal entendido porque estou a simplificar as coisas) a nível nacional como tal não percebo como usas o Mbway fora de Portugal.

      Infelizmente o meu/nosso país tem muitos problemas mas felizmente temos uma situação que nenhum outro país no Mundo tem…. Isso chama-se Sibs…
      Uma entidade que interliga todos os bancos nacionais a nível de comunicações, permitindo assim efetuar um simples pagamento de uma fatura da água em qualquer multibanco independente do banco (atenção que existe máquinas dentro de agências “chamadas internas” e este tipo do equipamento apesar de dar para fazer as mesmas coisas não é um multibanco ou ATM se olharem para a tabuleta que tem em cima simplesmente não diz nada e só podem ser usados por cartões ou cadernetas desse banco).

    • xuppita says:

      tretas – bull – sempai – sembra – vês muitos filmes

  9. Daniel says:

    E depois ainda tem gente que acha que Portugal tem uma segurança a nível da Islândia

  10. José Silva says:

    E é por isso que eu uso o MB Way!!

  11. zezinho says:

    pois, e depois andam com tlms todos cheios de viroses nem se apercebem pra onde vai o guito!

  12. Koelhon says:

    Exato, para ter um bom funcionamento das apps de banking, convem que as pessoas tenham a consiencia de onde estao a aceder e oa quê é que estão a aceder, bem como o tipo de aplicações que instalam.

    Há que ter sempre um cuidado extra quando se usam as apps Banking, ter sempre um anti-virus ou algo do genero para que ajude na protecção de dados\informação.

  13. dragaoen azulee says:

    fizeres isse no NUORTE lebas parradinha

  14. Miguel Costa says:

    O dispositivo é bastante visível. Ao introduzirem o cartão vão notar que o cartão irá descair. Ao passarem o dedo vão notar que está algo felpudo e não plástico.
    Já me aconteceu numa máquina, em Paris este ano, introduzi o código errado e retirei o cartão. Chamei um polícia, que confirmou que existia lá algo que não era do banco, chegou a PJ lá do sítio, retiraram o encaixe. Só que o dispositivo não usava wifi ou bluetooth. Gravava os dados num cartão de memória, que estava no próprio encaixe.
    Por outro lado, a maioria das máquinas já usam os dados do chip e a banda magnética acaba por falhar nos pagamentos, a não ser que sejam feitos no país de emissão. E não usem apps… é muito mais simples roubar-vos através do telemóvel do que do cartão.

  15. Brian says:

    Ė fácil resolver isso.
    Metam sempre uma mão por cima da mão qie mete o código

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.