Quantcast
PplWare Mobile

Huawei poderá vir a instalar-se em Portugal

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Andreia de Almeida


  1. P.E.M. says:

    “Portugal sempre esteve tecnologicamente avançado”
    Pplware ai Jazus, não escrevam estas coisas senão as pessoas ainda acreditam! 😀
    Só para dar um exemplo, quando cá chegou a televisão a preto e branco (1956) foi na altura em que a televisão a cores já chegava a outros lados (1957). E a nossa primeira emissão a cores foi em 1975! Por este exemplo e muito mais escreverem que sempre fomos tecnologicamente avançados não pode mesmo ser uma afirmação verdadeira, tirem o “sempre” e apenas indiquem que “estamos tecnologicamente avançados”.
    Cumprimentos e continuação do bom trabalho.

    • Vítor M. says:

      Mas no mundo, quantos países tinham televisão? 😉 principalmente países fora do arco do poder. É fazer as contas. Tal comparação aplica-se hoje ao resto da tecnologia. Um pequeno país como é o nosso tem tecnologia criada dentro de portas espalhada por todo o mundo. Um exemplo que muitas pessoas desconhecem é a famosa Via Verde. Esta invenção saída da Universidade de Aveiro está espalhada pelos 4 cantos do mundo. 😉 e já não vamos mais atrás ao tempo da Caravela ou da Passarola 🙂

      No que toca a tecnologias emergentes, Portugal tem tido um papel importante, quer ao nível académico quer ao nível empresarial onde muitas empresas portuguesas são parceiras de colossos mundiais que apresentam produtos revolucionários.

      O que falta cá é dinheiro, porque o resto temos tudo 😉

      • ptpedropt says:

        Via Verde.. UAU excelente exemplo……. mas ao contrario
        enquanto nos outros países fazem auto estradas de graça, para melhor todo o tipo de condiçoes, das pessoas à economia, aqui ficamos todos contentes por pagar portagem com a super tecnologia via verde,
        porque o que é português é BOM!

        • Vítor M. says:

          Quais países têm autoestradas de graça?

          • ptpedropt says:

            “autoestradas” de graça? Alemanha, Bélgica, Holanda, Dinamarca, etc (enfim países de jeito), mas o que eu queria dizer era que a maioria dos países desenvolvidos, podem até ter “autoestradas” pagas, mas também têm estradas do nível das nossas autoestradas que não são pagas.. conhecidas como “estradas” sem o “auto”, mas que funcionam tão bem ou melhor que as que têm “auto”

            enfim, vais ali rapidinho a Espanha que vais ver o que são “estradas”

            Conclusão.. porque raio as pessoas de outros países quereriam a “nossa” super inovadora tecnologia Via Verde, quando eles nem sequer portagens têm..

          • Vítor M. says:

            Só digas asneiras 😉 nesses países tens autoestradas pagas e muito mais caras que cá. Digo-te mais, se não estou enganado, na Bélgica pagas um valor anual para poderes andar em qualquer autoestrada.

            Espanha? Só asneiras. São tão boas ou tão más como as nossas, o sistema de pagamentos deles, por exemplo o que tens de Pontevedra a Tui nem por multibanco podes pagar no serviço de ‘Pago rapido’

            Tu sabes lá o que dizes 🙂

          • Vítor M. says:

            Só digas asneiras 😉 nesses países tens autoestradas pagas e muito mais caras que cá. Digo-te mais, se não estou enganado, na Bélgica pagas um valor anual para poderes andar em qualquer autoestrada.

            Espanha? Só asneiras. São tão boas ou tão más como as nossas, o sistema de pagamentos deles, por exemplo o que tens de Pontevedra a Tui nem por multibanco podes pagar no serviço de ‘Pago rapido’

            Tu sabes lá o que dizes 🙂

  2. fla says:

    “Portugal sempre esteve tecnologicamente avançado e se a isto juntarmos a crise pela qual passamos, que faz com que consigam investir no nosso país com valores mais baixos, o nosso país torna-se apetecível para grandes empresas.”

    Este parágrafo mostra um grave desconhecimento de economia. Portugal tem ordenados baixos, no entanto os ordenados baixos estão longe de significar “investir no nosso País com valores mais baixos”. A carga fiscal idíotica que Portugal possui acaba com qualquer ideia de uma empresa internacional se instalar em Portugal. Antes de Portugal tentaria a Irlanda, a Holanda, a Polónia, etc…

    • Caro FLA,
      Penso que todos sabemos que a carga fiscal existe, no entanto, nestes casos é sempre negociada de forma a que as grandes empresas venham para o nosso país. 🙂
      Infelizmente os baixos ordenados, apesar de não serem o único factor, são um dos factor que ajuda a que as empresas se estabeleçam. De relembrar que a nível de formação e adopção estamos bastante bem posicionados, pelo menos nas áreas tecnológicas.

      • fla says:

        Antes de mais faço a pergunta:

        “…nestes casos é sempre negociada de forma a que as grandes empresas venham para o nosso país. ”

        Quais? Apenas como exemplo. Na última década que grandes empresas se mudaram para Portugal?

        Eu tenho conhecimentos (e trabalho) para umas das maiores 30 empresas do mundo. Eles pensaram em mudar-se para Portugal há uns belos anos. Contas feitas, sai-lhes mais barato e conseguem lucrar mais pagando um ordenado 3x superior ao que pagariam em Portugal se se instalassem no UK. Tal dito tal feito. Estão no UK.

          • fla says:

            A Embraer está a investir única e exclusivamente devido a isto:
            http://economico.sapo.pt/noticias/embraer-acredita-que-portugal-vai-comprar-avioes-kc390_253174.html

            O dinheiro que eles estão a investir (93M€), vão cobrar com juros ao governo.

          • Mário says:

            Acredita que não é por aí. O KC390 ainda é um protótipo que depende do dinheiro do estado Brasileiro e que devido á instabilidade política no Brasil a produção em ser ainda deve demorar um pouco a ver a luz do dia. Agora se me disseres que é devido ao acesso que têm aos fundos comunitários e ao facto de uma boa parte da força de trabalho serem estagiários profissionais e os consequentes benefícios fiscais ainda acredito. E provavelmente com a Huawei deverá ser semelhante.

        • APereira says:

          Se fossem os únicos…

          Nao imaginas a quantidade de pequenas empresas que se mudaram para paises como o UK nos ultimos anos… nao so de Portugal como de outros paises.

          Posso dizer-te que com a nossa mudanca para o UK conseguimos aumentar salarios em 30% e ainda aumentamos o nosso numero de clientes devido a mudanca.

      • Just Saying says:

        As grandes empresas mundiais preferem sub contratar em Portugal, pelos salários baixos, do que abrir cá filiais. Portugal é muito competente na mão de obra qualificada, neste caso nas TI, e através do outsourcing subcontratam essa mão de obra pelo tempo necessário e descartam-na quando o deixarem de precisar. Com todos os benefícios de ter mão de obra própria e sem a carga fiscal ou leis de trabalho pouco flexíveis.

    • Filipe Teixeira says:

      Concordo.

    • PMS says:

      Tenho de concordar com o fla…

      A Irlanda entrou em crise ao mesmo tempo que nós… O que fizeram para corrigir?
      Tornaram as condições apetecíveis para as empresas se estabeleceram lá. Não andaram a diminuir as condições de vida como andaram a fazer aqui e preocuparam-se em atrair investimento…
      Eu estou trabalhar numa start-up e vejo as dificuldades, taxas e impostos que a empresa tem de pagar por tudo e por nada e sobre os seus rendimentos..

      Se trabalho de qualidade com ordenados baixos e seriam um motivo óptimo para as empresas se mudarem para cá (porque está a nosso favor), se a isto não se juntar boas condições para as empresas, de nada vale…

  3. Amilcar Alho says:

    “geitosas”?
    lolol

  4. Tiago Miranda says:

    Penas os sucessivos governos pouco ou nada fazerem, nem sequer terem uma visão, um plano para o futuro para Portugal ser um país mais competitivo.

  5. MACnista says:

    Só lhe fica bem, uma vez que está cada vez mais a ser uma marca de sucesso e qualidade. A propósito de Huawei, alguém tem um P8 (não Lite) para venda a preços decentes??

  6. TiagoC says:

    Oxalá que venha e a seguir outras sigam o exemplo.

  7. Miguel says:

    fla relativamente à tua questão: Na última década que grandes empresas se mudaram para Portugal?

    Bem tem várias, BNP Paribas é logo a primeira que me vêm à cabeça. Tens também a Euronext no Porto, e em breve Natixis no Porto. Claramente não estás bem informado sobre o mercado empresarial.
    De qualquer das formas concordo contigo relativamente à carga fiscal que Portugal têm e que outros países europeus não. Podemos e devemos melhorar isso.

  8. Atenção says:

    Claro que todas as empresas tem as suas directiva de ética, boas ou más. Não tenho nada contra empresas chinesas nem de outro país mas estes senhores tem uma reconhecida falta de ética e de respeito pelos clientes nos serviços que prestam. A estratégia passa sempre por baixar preços até que a concorrência não consiga acompanhar à custa do financiamento do governo chinês. Suportar estes senhores é rebentar com o mercado tecnológico a longo prazo.

  9. Prodígio says:

    Da série: “Quem é que põe dinheiro num país dirigido por comunistas e bloquistas?”

    Comunistas chineses…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.