PplWare Mobile

MWC19: Huawei MateBook – o portátil foi reinventado e integra-se agora com o smartphone


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. fak says:

    com uma Intel UHD e 8GB ram aquilo não vai longe… sinceramente, quando olhei para as especificações pensei que seria um computadorzito para 800€, não mais…

    • Mateus Pinto says:

      O meu Asus Flip 14″ tem uma gráfica Nvidia e o dobro do SSD e custa o mesmo. Aquele ecrã QHD com uma Intel UHD 620 vai voar… como uma tartaruga!

  2. Joao Ferreira says:

    A bateria desilude. Já há portáteis (exemplo Asus UX433FA) da mesma gama/preço a fazer:

    Idle (without WLAN, min brightness) – 19h 06min
    NBC WiFi Websurfing Battery Test 1.3 – 10h 30min
    Load (maximum brightness) – 3h 16min

    Mas existem mais modelos com melhor bateria (50Wh, 61Wh ou mais) este tem uma bateria de 41,7 Wh.

  3. Luis Silva says:

    offtopic:
    Alguém conhece os portáteis da inphtech? queria feedback sobre eles.

  4. Devsys says:

    “…um portátil de 13 polegadas com um ecrã generoso…”
    Ter 13 polegadas é generoso?
    Ainda bem que é rara a pessoa que tem problemas de visão, e o problema está a diminuir.

  5. Pensamento Positivo says:

    …Sei que o mercado de PC e Portáteis está “na mó de baixo” faz algum tempo. Mas; ou é só de mim, ou os preços subiram anormalmente muito de Setembro para cá?…

    Ainda não há muito tempo era possível encontrar qualquer coisa básica, mas durável aí por uns EUR400-450. Hoje essas mesmas propostas estão praticamente nos EUR550-600, se não mesmo mais! Alguma justificação para isso?…

    E esqueçam os preços destes novos Intel de 8ª geração! Parecem os preços dos PCs de meados da década de 90!… Dos tempos do 486DX100 ou coisa do género!… 🙂

    Vá lá que aqui e ali ainda aparece qualquer coisinha razoável com processador AMD a preços “decentes”, mas mesmo assim uma coisa durável vai por mínimo para uns EUR515!… 🙁

    • Mateus Pinto says:

      Muitos preços começaram a subir porque diversas razões:
      – os CPU de 8ª geração atualizados (ou seja, na mesma de 8ª geração mas com mais velocidade porque…os de 9ª geração são limitados)
      – SSD (até há pouco tempo traziam HDD ou eMMC)
      – alguns atualizaram os ecrãs para 1080p (até há pouco os entrada de gama não eram Full HD)

      Todas estas “atualizações” vieram com um preço acrescido. Eu tenho um i5 de 8ª geração e o único que a Intel devia era ter vergonha de ter um GPU TÃO FRACO e cobrar tanto por CPU tão banais. A 8ª geração é das melhores a nível de IPC/W e nota-se, mas o preço é inconcebível…

      • Pensamento Positivo says:

        …Tem razão em tudo o que diz… Talvez estejamos a passar por uma fase de transição… Mas; ou é de mim ou há algo mais para uma diferença que nos base de gama pode chegar aos EUR200 e nos topos pode ser estratoesférica; sendo que esta diferença apareceu em tão pouco tempo!… E a razão pode ser mesmo porque a tecnologia está a ter dificuldade em vender-se: Porque o consumidor mudou os seus hábitos de consumo em direcção aos smartphones e tablets, por um lado, e porque o senhor Trump quis arranjar uma guerra comercial com a China, por outro… Esperemos que as coisas normalizem porque estes preços actuais são de todo fora da caixa…

  6. JCFB says:

    podiam lançar uma versao com o 3700u, ao menos tinha uma vega 10. agora um uhd é horrivel

  7. rrb says:

    “portátil muita apelativo”???!! aderimos ao pretoguês?

  8. MarioM says:

    A Huawei está a entrar num caminho de copiar a Apple durante uns tempos pode funcionar mas depois começamos a ver que outros fabricantes também fazem bom e mais barato.
    Por exemplo para quê comprar um Huawei se posso comprar um Honor ou um Xiaomi ou outros.

  9. informado says:

    Especificações fracas e como Windows LOL ! Sinceramente com Windows NUNCA! Metam um vídeo do mesmo portátil mas com um Linux a ver se funciona da mesma forma.

    • Pensamento Positivo says:

      …E depois é toda a questão do ecossistema… Um dos grandes trunfos da Apple é ter um ecossistema só deles. A Samsung se quiser faz o mesmo em pouco tempo… Já as restantes marcas não sei. Sim: cria-se uma app toda “catita” e depois mete-se no portátil e no smartphone… Está feito… Mas, não é a mesma coisa. Vamos ver como reage o mercado se a Google quiser matar o Android que apesar de tudo é grandemente open source por um sistema totalmente fechado e a pagar… Aposto que a Samsung sai fora até porque nas suas smart TVs ou em parte delas pelo menos já tem alternativa…

      Quanto ao SO que corre nas máquinas para os utilizadores isso será irrelevante. Já toda a gente sabe que há mais mundo para lá do Windows! O que é necessário é que haja coerência e consistência nos ecossistemas, para lá de uma retrocompatibilidade aceitável com outros equipamentos de outras marcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.