Quantcast
PplWare Mobile

Governo vai comprar mais 600 mil computadores para as escolas

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Miguel says:

    A bazuka vai dar trabalho a PJ nos próximos 10 anos, espero que tenham uma parte reservado dessa bazuka a PJ. 🙂

  2. Zé Fonseca A. says:

    Ora bem, 2º, 3º ciclos e ensino secundário têm algo como 800 mil estudantes, mais algo como 300 mil estudantes universitários, para que raios são precisos 1M de portáteis? É tudo carenciado? Vai tudo ter direito a um computador?
    Desperdicio absurdo de dinheiro para daqui por 3 anos encostarem os equipamentos e não terem dinheiro para comprar mais 1M.

  3. aiaiaiPT says:

    Menos de 180€ por computador?!? hmmm

  4. Fernando Jorge says:

    Neste governo não acredito.
    Já foram 2 as vezes que disseram que vão comprar equipamentos para as escolas…. e não aconteceram.
    Porque é que agora vai ser diferente, se são os mesmos a dizer isto??

  5. Jonny says:

    Portateis para os pobrezinho os filhos da classe média não recebem. E já agora calha bem com a tarifa social de internet

  6. Luis says:

    Mais ??? Nem vi os anteriores que supostamente compraram. Publicidade enganosa. 🙂

  7. José says:

    Suspeito que essa sua conclusão está cheia de razão. A História tem-nos ensinado que o que afirma é tão certo como amanhã ser dia 16 de Julho. Infelizmente, neste país há neste momento gente a babar-se-se pela dita “bazuca” e não é por preocupações sociais de certeza! Num país com tanta gente de talento – basta ver como os portugueses progridem “lá fora”, “cá dentro”, estamos condenados a esta espécie de indigência nacional que faz adiar sempre o futuro desta antiga nação.

  8. Miguel says:

    Basta procurar no portal base as especificações das máquinas. Tudo Celeron ou i3 lol 12 ou 14pol

  9. Luís Costa says:

    Vão comprar quando? Hoje, amanhã? Daqui a 10 anos? Neste governo socialistas as promessas são sempre muito boas mas concretizá-las é que nem ver

  10. Ze das quintas says:

    Povo anda distraído…

  11. Hugo Silva says:

    Falando com experiencia no campo, não entendo a necessidade de tanto dinheiro. Computadores que se arrastam, falam em licenças de software, quando a maior parte leva com kms e está a andar.. windows martelado, office martelado, laboratórios de multimedia com ferramentas Adobe marteladas.. Portáteis que vão para casa de alunos e voltam no fim do ano letivo todos num “canho”, tablets bloqueados a contas pessoais dos alunos. É uma selva autentica

  12. Arlindo says:

    Não sei se já usaram um destes portáteis do Governo. Eu tenho um tipo III, que é suposto ser o melhor

    O ecrã é pior que o meu portátil antigo de Windows XP e o processador é muito fraco. As restantes specs são boas.

  13. Português de Portugal says:

    Não melhor amigo para o capitalista que um chucha no governo. É à enfarta brutos!!!!!!

  14. Luís says:

    Mais um gasto do dinheiro público sem grande sentido. Compra de computadores que dentro de um par de anos estão todos desatualizados. Mais valia darem vales de desconto para as pessoas poderem descontar na compra de um computador à sua escolha. E também deviam, dotar as escolas de salas TIC com todas as condições, como por exemplo um computador por aluno e espaços para os alunos acederem a computadores, sem serem na biblioteca.
    Isto é o PS no seu melhor, desbaratar o dinheiro público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.