PplWare Mobile

10 discos externos de Rui Pinto encriptados estão fora do alcance da PJ


Imagem: Expresso

Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. RUI PINTO says:

    RUI PINTO PARA PRIMEIRO MINISTRO DE PORTUGAL

  2. Jota says:

    Rui Pinto é o conhecido hacker… por extorsão, roubo a bancos, violação de correspondência , sabotagem, etc!!! Ou também aqui estão a tentar lavar-lhe a imagem?

    • Guerreiro says:

      O clubismo è um dos maiores problemas da justiça Portuguesa e do Zè povinho, ou a opiniāo è a mesma em relação ao Snowden e ao Assange?

      • Jota says:

        Que eu saiba o Snowden não andou a tentar roubar ninguém!

      • Paulo says:

        O Snowden e o Assange também tentaram extorquir alguém antes de divulgarem o que divulgaram?

        • Jota says:

          Claro que não! Pelo menos o Snowden, não! A clubite de muitos jornalistas, e comentadores faz com que andem a tentar limpar a imagem ao Rui Pinto tentado cola-lo ao Snowden e ao Assange, mas não tem nada a ver um com os outros! A ÚNICA FINALIDADE DO RUI PINTO SEMPRE FOI A DE EXTORQUIR DINHEIRO!

          • BC says:

            A clubite começa literalmente em ti. Mesmo que negues, nota-se a milhas de onde vens.

          • Rrrrrr says:

            desculpa la. ele pode ser a pior pessoa, pode ter roubado ou feito o que quer que seja. e se fez essas coisas más, deve ser punido. mas tb n lhe tirem o valor ou merito se está a mostrar a porcaria que se passa em certos sitios!

          • M.Oliveira says:

            Ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão… excepto se roubar a ladrões que roubaram milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões e milhões de todos nós – nesse caso vai preso enquanto os outros continuam a gozar a vida à nossa custa.

          • Paulo says:

            Caro Rrrrrr, a partir do momento em que ele tenta extorquir sob ameaça de divulgar o quer que seja, perde TODA a credibilidade. Aguardemos pelo trabalho da Justiça.

    • Gervásio says:

      Sim, cá em Portugal é conhecido assim…
      A nivel mundial é conhecido de uma forma muito diferente…

      Já agora, a nível internacional quem está a ficar bem conhecida é a autoridade portuguesa… nunca por bons motivos!!!

      Mas quem só acompanha os meios de comunicação portugueses… não consegue aperceber-se da verdadeira dimensão do caso.

      • Alexandre says:

        O homem não é paladino nenhum. É no mínimo ser ingênuo acreditar ele tenha recolhido aquela informação para salvar o mundo.

        Sejamos práticos, ser hacker é ser criminoso, uns mais que outros. Se ele realmente pretendia praticar o bem, tinha entregue tudo à polícia (de vários países) para ver se a informação era divulgada ao público.

        No entanto ele optou por divulgar umas, esconder outras…. sabe-se lá porquê? Á espera de vender alguma informação?!

        Agora a coisa devia ser ainda mais simples…ele vai dentro e se a informação que recolheu é verdadeira e incriminatória, vai dentro o resto da malta que cometeu ilegalidades, seja verde, vermelho ou azul!

        • John says:

          Ser hacker nao e’ sinónimo de ser criminoso. Há os que entram, e informam as vulnerabilidades existentes nos sistemas, enquanto que há outros que fazem o mesmo mas exigem algo em troca, fazem extorsão, etc etc.

        • Bruno Pinto says:

          É importante informar-se o que é um hacker. É muito diferente de um cracker.
          Vamos lá instruir-nos… Existem milhares de hackers que têm essa mesma profissão para nos proteger de crackers. Vamos lá ter atenção no que dizemos…

        • Tecnical says:

          “ser hacker é ser criminoso”…
          Sabia que na realidade isso pode ser uma profissão (sem a parte do criminoso)?
          Acredita que há empresas que pagam (e bem) a estes “criminosos” para encontrarem falhas nos sistemas deles?
          Antes de se referir a hackers, tenha em atenção que não pode generalizar. O que disse está simplesmente errado.

        • Luís Martins says:

          Ser hacker não é sinônimo de criminoso ser imbecil e dizer e passar espalhar a sua imbecil aos outros, isso sim é criminoso. Para tua informação há mais de 30 anos atrás fui um White Hacker e nessa altura 99,99% dos tugas nem sabiam o que era a internet ou como usar as redes de telecomunicações para comunicar com outros computadores.

    • art says:

      Ai é ? E como é que tens tanta certeza ?

    • jose says:

      calado lampião

    • Francis says:

      a Fáfá de Belem já dizia
      vermelho, vermelhasco, vermelhisco,vermelhante, vermelhão……………….

    • Coelo says:

      Jota, isso condiz com a maioria dos politicos

    • Costa says:

      Diz isso quem.? Quem não quer que nada se saiba. O que já ficou a descoberto já foram investigar os verdadeiros criminosos? A PJ não consegue aceder aos 10 discos ou será melhor dizer assim para não ter que mostrar o que lá está.?

  3. Miguel Porto says:

    Mandem os discos ao John McAfee que ele em 2 dias abre isso tudo 🙂

  4. Pedro Guerreiro says:

    mas o homem nao queria colaborar com a Justiça? Pode começar por facultar o acesso aos Discos!! hehe!

    • Jota says:

      Isso é dar o ouro ao bandido meu caro

    • BC says:

      A troca de quê? Nada? O homem não é parvo nenhum.

    • Hugo says:

      Para quê? Para ver mais podres do Vieira e companhia limitada?

      • Paulo says:

        É mais Doyen Sports, Sporting & Companhia, Lda.

        • BC says:

          Nesse caso até bates palmas né? Mas deves ser daqueles que grita alto que o rapaz deve ser preso por roubar os emails do benfica que eram falsos mas que não são mas que não têm informação mas que afinal já entala os encarnados em centenas de coisas.

          • Jorge Santos says:

            O rapaz está preso por razões que nada tem a ver com os emails !!!
            Acesso ilegítimo até às máquinas de procuradores ?
            E whistleblower apenas e só depois de ser apanhado ?
            Eu quero que venha tudo cá para fora mesmo, seja de que clube for !
            Mesmo dos que pagaram para ele ficar calado 😉
            Se calhar esses são os que estão mais preocupados e o defendem tanto 😉

          • Paulo says:

            Caro BC, limitei-me a responder à provocação do Hugo. Acho curioso ver uma suposta superioridade moral de alguns sportinguistas esquecendo-se que tudo isto começou com uma denúncia da Doyen. Enfim, aguardemos. Se se provar que algum – ou alguns – clubes prevaricaram, então que sofram as devidas sanções. Mas primeiro, têm de PROVAR. Até agora, só tenho visto insinuações. E insinuar, qualquer palerma consegue fazer. Agora, provar… Aguardemos pela Justiça. Se é que querem mesmo fazer Justiça.

    • Rrrrrr says:

      Mas a justica nao quer colaborar com ele. ao contrario do que aconteceu com o rui pinto e outros paises…

  5. poiou says:

    Alguém duvida que os 2 discos não cifrados serviram de amostra? (Tipo estão aqui estes 2 com informação, agora vamos negociar os outros 10)?
    Alguém dúvida que estes discos têm backup algures?

  6. heavyrui says:

    A Polícia Judiciária conseguiu abrir, há cerca de um mês, os discos rígidos que o Rui Pinto encriptou.

  7. ToFerreira says:

    Quem é o “Rui Pinto”? Não age certamente sozinho… Alguém sabe detalhes?

  8. Samuel says:

    Photorec e fica feito.

    • Jeremias says:

      photorec e fica feito? Era bom, não era?!

      • Samuel says:

        o Photorec é um programa do Linux que permite obter ficheiros de discos estragados e possivelmente até de discos encriptados.

        • poiou says:

          Para obter ficheiros de discos encriptados, não é preciso software nenhum, basta uma pá e saber onde está a cripta (não te preocupes, não és o único a desconhecer isto).
          O photorec apenas analisa o disco todo e tenta reconstruir os ficheiros. Se o disco estiver cifrado ardeu. Se houver ficheiros cifrados, no máximo recupera o ficheiro, mas depois ainda precisas de o decifrar.

  9. Crow- says:

    Bad timing? Segundo uma noticia de hoje, a PJ já conseguiu aceder aos dados dos discos há um mês…

  10. Alvaro Campos says:

    ” Isto porque a encriptação criada por Rui Pinto está a criar um entrave às autoridades.”
    Será que o Rui Pinto sabe assim tanto para criar uma criptografia ou usou algo como o Truecript ou Veracript?
    Penso que não será assim tão BLACK hacker quanto o fazem parecer…. É a minha opinião.
    Como já alguém aqui escreveu, mandem os discos para o doido do John McAfee
    que ele, em dois dias, trata deles. Nem que seja com uma AK-47!!!!!

    • Emanuel says:

      Antes de desacreditar os outros deve se informar dos termos corretos. É black hat e não black hacker.

      • Alvaro Campos says:

        Verdade, é “black HAT” e não “black HACKER”
        Escusas de bater! o problema foi do corretor ortográfico que tentou ajudar desajudando… 🙂
        Além disso, não desacreditei ninguem. É a MINHA opinião que ele saberá tanto da poda como eu de medicina molecular (a minha formação académica é na área de informática). Penso que poderá ter comprado algumas ferramentas para tirar partido de exploits a grupos como os Lizard Squad e foi brincando… até ser apanhado.
        Mas, caro Emanuel, é a MINHA opinião. Não estou a desacreditar ninguém. Estou sim, a expressar a MINHA opinião e não peço que a aceites ou estejas de acordo. Tu terás a tua e eu não a discutirei, da mesma forma que não discuti alguns comentários bem vincados por clubites. São opiniões e somente isso.

        • UserX says:

          Dependendo do que se lê. Se lerem um artigo da visão, de como ele actuou, e segundo aquele artigo, que em termos lógicos está mal contextualizado, ele usou uns programas que foi aprendendo a usar. Se isso torna alguém especialista em segurança? Não, mas tbm nenhum especialista em segurança usa apenas as próprias ferramentas e scripts.
          Eu tenho a opinião muito forte que ele sozinho não ia longe e que a fazer fé no volume de informações que ele tem, e dos mais variados sítios de onde as tirou, era impossível fazer tudo sozinho.

  11. Luís says:

    Já experimentaram a password “123456”?

  12. Carlos Correia says:

    O Rui Pinto não é mais que um “Testa de Ferro” e temos por cá gente capaz da decifração desses escritos , sem necessidade de recorrer a especialistas estrangeiros.

    • Miguel Porto says:

      Um pormenor, usou “decifração”.
      Há 2 estrangeirismos que são mal traduzidos mas que são cada vez mais usados:
      – encriptação
      – por defeito
      Obrigado por não usar 🙂

    • Joao Ptt says:

      Se o homem perceber realmente do assunto (programação), pode fazer de raiz um programa de cifrar à séria, que de certeza absoluta não terá “portas de entrada secretas” se ele for minimamente competente… existem para aí montes de programas a cifrar os computadores para depois exigir dinheiro para dar acesso de novo aos dados, a maior parte ninguém consegue ultrapassar a cifra e ou pagam, ou reinstalam tudo de novo… por isso não pensem que é difícil, tudo o que é necessário para alguém competente fazer por si está disponível, sem contar com todas as outras opções já prontamente disponíveis… coisa que duvido que alguém competente utilize se levar a sua segurança/ privacidade a sério já que é conhecido o apetite pelas agências de espionagem de subverter tudo quanto seja muito utilizado.

      Com ou sem acesso à informação nos discos, está visto que o homem irá passar muito tempo na prisão para repensar a sua vida, se as acusações se confirmarem.

      • Joao Ptt says:

        E ainda existem mais duas hipóteses, o homem pode ter utilizado um programa para subscrever todo o disco com dados aleatórios de tal forma que se torne inviável a recuperação dos conteúdos, ou ter encriptado todos os discos com uma chave secreta que nem mesmo ele sabe (gerada aleatoriamente) para subscrever os discos de tal maneira que fosse impraticável aceder de novo aos conteúdos.
        No primeiro caso é simplesmente impossível para ele dar uma chave porque nunca existiu uma, no segundo caso a senha pode ser tão complexa que não seja de facto possível descobri-la e ele pode ter gerado uma, copiado a mesma, utilizado e descartado tudo sem nunca a ver sequer pelo que também não seria possível verdadeiramente saber qual é… mesmo que ele próprio depois quisesse.

        É preciso lembrar que ele sabia que estavam à procura dele, teve tempo para fazer tudo isso. Aliás admira-me que tenham sequer apanhado algum disco com ele intacto… seria de esperar ter sido tudo destruído logicamente e até fisicamente.

      • UserX says:

        Fazer o programa, espero que te estejas a referir ao programa no sentido do I/O e não no sentido do algoritmo em si. O algoritmo em si, há muitos e são públicos e super testados, não é preciso “inventar” algo que não tem a cobertura de testes que existem já para muitos deles. Quanto a ser apanhado com discos encriptados com informações, bem, se tiverem todos encriptados, a PJ sabe que não vai a Aldo nenhum, nem com o software a milhões de euros que comprou (o estado tuga para ser mais exacto) a uma empresa italiana.
        Depende sempre do que ele usou claro.
        E obviamente que o rapaz não é parvo e deve ter tudo em servidores espalhados pelo mundo, tudo encriptado, portanto, a visão da PJ do temos aqui o material do Rui Pinto e só precisamos de tempo para saber tudo… Dependendo da competência do rapaz, se for razoável, a PJ está e vai continuar a ver navios. Os 2 discos que dizem ter desencriptado, das 2 uma, ou nunca tiveram encriptados, ou o rapaz forneceu a chave, até porque assim que a polícia o apanhou, ele ia na rua, e provavelmente não tinha nenhum computador ligado em casa, portanto, nenhum disco estava a funcionar, e no limite, uma análise à RAM pode ter exactamente nada… E ele pode ter tido o cuidado de correr algo que ao encerrar o computador, a tal seja várias vezes reescrita.

  13. Radamel says:

    Eu acho mal que se ponham de um lado ou de outro. Porque nao estar dos dois? Condenar e punir a extorsão, mas usar os dados para punir os infratores que la são indiciados. O problema é que os grandes patrocinadores desta empreitada contra o Rui Pinto não têm interesse nenhum que se discuta o que lá está, mas sim o caso. Basicamente, anda-se a discutir um caso fraco penalmente e a esquecer N casos muito mais graves penalmente.

  14. Jorge Rodrigues says:

    É giro queimarem uma pessoa que certo, roubou informação.. mas que mostrou as verdadeiras cores de “muito boa gente” ligada directa e indirectamente ao Futebol…
    Só espero que essas ditas pessoas sejam perseguidas pela “justiça” tão fervorosamente como estão a fazer no caso desse “hacker”.

  15. CMatomic says:

    Este tipo não é hacker , mas sim um pirata informático , hacker é indevido que procurador falhas ou altera ou programa de formar não intrusiva , a definição de hacker foi distorcida pelos media , e por filmes .

  16. João M says:

    PElo que andei por aí a ler, a justiça estrangeira a que alguns destes documentos eram relevantes, usaram isso como prova para incriminar corruptos nos paises em questão. O memso com os PAnama Papers.
    Cá por Portugal, as escutas em que alguém admite ter feito asneira – não podem ser usadas. Documentos que comprovam corrupção, não podem ser usados. E, no fim, culpa-se o mensageiro.
    É este tipo de coisa que desacredita a justiça portuguesa… O Rui Pinto não é nenhum santo mas acredito que usar a informação que ele recolheu pode ser uma mais valia para colocar muito boa gente atrás das grades. Paises como Alemanha, França e Espanha (salvo error) acho que foram por esse caminho.

    MAs vá, neste país até temos o governos a mandar parar investigações judiciais a pedido de terceiros (Tancos, Caso da Maddie Mccain, etc..)

  17. Pedro says:

    Metam a viola no saco e peçam ajuda aos Israelitas, eles têm “tempo”…

    • UserX says:

      Lá por haver umas notícias sobre os iPhone e desbloqueio por meio de software de uma empresa israelita não quer dizer que eles têm uma chave mágica.
      Como dito em comentários acima, há desde soluções já feitas que impossibilitam qualquer tipo de acesso ao disco, e tbm dito acima, quem não quer usar tais soluções, desde que use algoritmos já conhecidos e testados de encriptação, pode até fazer a sua própria ferramenta de encriptação/desencriptação.
      Não confunda um telemóvel com um disco encriptado.

      • Fixo says:

        Num iPhone bloqueado pode-se extrair a memória flash, com o conteúdo do iPhone – mas está encriptado.
        Qual é a diferença entre desencriptar o conteúdo de um iPhone ou o disco de um computador?

        • UserX says:

          São várias, pontos de acesso, tecnologia em si.
          Num telemóvel, existem mais pontos de acesso que num disco.
          Como referes, se tirares a memória de um iPhone e a ligares noutro lugar, os pontos de acesso serão praticamente os mesmos do que um disco. Do ponto de vista de um atacante, quanto maior a superfície de ataque,que é como quem diz quantos mais pontos de acesso, maior a possibilidade de corromper a segurança.
          Portanto, ter um disco encriptado, por exemplo, com o mesmo algoritmo que é usado num telemóvel, não quer dizer que tenham os dois a mesma segurança, que será sempre inferior num telemóvel.

    • David Guerreiro says:

      E achas que Israel iria ajudar um governo de esquerda que é contra o povo de Israel? Diziam logo que não tinham tempo para isso. Agora se fosse de um país amigo, ajudavam de bom grado.

  18. Jorge Santos says:

    Informação desactualizada, ao que parece.
    De qualquer forma se estiverem muito enrascados, mandem para o FBI ou Mossad que eles resolvem isso com uma simples pen 😉

    • Urtencio says:

      Claro típico tuga os outros é que são bons!! Estranho que quem consegui a informação encriptada em causa é um português!

      • Jorge Santos says:

        Eu escrevi … ” Informação desactualizada, ao que parece.
        De qualquer forma se estiverem enrascados … ”
        😉
        Temos muitos gajos bons na PJ !! Mas não custa a colaboração entre Unidades de Combate ao Cibercrime. Não é vergonha nenhuma pedir ajuda. Quando não sei, pergunto. Não faço figura de artista que sabe muito e no fim não sabe nada !!!

  19. Rodrigo says:

    “… porque a encriptação criada por…”. Ele não criou nenhuma encriptação. Correto: “…porque a encriptação utilizada por…”.

  20. abiper says:

    A “escola” de jornalismo do CM está a vingar.

  21. O novo do Restelo says:

    se eu tiver o Bitlocker ligado podem aceder aos dados se (hackers experientes) me roubarem o PC? Ou é fácil de aceder?

  22. NM says:

    Será só a mim que me faz impressão aquele penteado?
    Confesso que também já tive um destes quando descobri o gel e tinha tipo 5 anos…
    Ou será que a PJ dá-lhe choques eléctricos para confessar a senha de encriptação?
    Acham mesmo que os tipos não tem backups por aí fora, isso é se realmente tem alguma informação sequer!
    Enfim, uma comédia…

  23. blinzk says:

    Imagine-se a seguinte situação… (ficção)

    “Um ladrão arromba uma casa, para subtrair um relógio de ouro com diamantes e outros bens e para, inclusive, fazer chantagem ao dono da casa.

    Ao entrar na casa, o ladrão depara-se com o dono da casa a violar uma criança, percebe que o homem armazena toneladas de droga na habitação e que, é reconhecidamente um traficante perseguido internacionalmente.

    O ladrão perante ameaça do dono da casa, foge, com o relógio no bolso e o laptop do dono da casa, cheio de informação útil para desmontar esquemas de tráfico, pedofilia, etc…

    Entretanto, o dono da casa faz queixa à policia…”

    Portanto, o que muita gente está a querer defender, é que somente o ladrão é que deve ser condenado e investigado e nada mais. É isso? Reflictam…

  24. Pedro says:

    Rui pinto tinha muito boa informação com ele só que o problema foi não saber lidar com ela.
    Ao contrário do snowden fez foi procurar ajuda com quem realmente o podia ajudar e não usar essa informação conforme lhe apetecia.
    Cometeu esse erro e agora não há nada a fazer…tudo por água abaixo.

  25. Samuel says:

    Em resume os postes foram da codificação dos discos até ao dicionário da Língua Portuguesa passando pelo “clubismo”. Se o gajo morrer então vai até as teorias da conspiração.

  26. Pirata says:

    Esse gajo é um puto que deve continuar preso porque não lhe foi concedida autoridade legal para violar leis e a privacidade de terceiros, mesmo que seja de criminosos. Criminoso que denuncia um crime de outro criminoso, não faz de si inocente.
    Quanto aos discos, perguntem ao Chico que ele deve ter cópias quase de certeza. Kkkkkk

  27. Buckethead, o meu coração só tem uma côr, azul e branco says:

    O que convinha saber é quais os programas usados pelo Rui Pinto para travar a PJ.
    A melhor combinação que conheço passa por PGP, para o disco rígido todo, incluindo o pré boot, e depois pelo Veracrypt, para criar contentores também encriptados.
    Assim, teria que se arranjar maneira de quebrar o PGP, para arrancar o sistema, e depois disso ainda teria que se conseguir abrir o contentor…
    Com passwords correctamente criadas duvido muito que haja alguém que anule esta protecção… Pelo que diz o Snowden, o PGP é inquebrável, desde que seja usado como deve de ser.

    • UserX says:

      Não é preciso saltar de programa em programa, encriptação em cascata é possível apenas usando o programa que referiu, o pgp.

      • Buckethead, o meu coração só tem uma cor, azul e branco says:

        Certo, eu tenho e uso pgp.
        Não tenho o sistema encriptado mas tenho um contentor criado com o pgp.
        Mas o perigo de usar apenas um programa é que no caso de haver alguma falha, fica tudo livre, enquanto que usando 2 programas diferentes dá mais segurança.

  28. Carlos says:

    Este povo português por vezes não compreendo quando foi prisão do Sócrates houve quem fosse protestar para porta a exigir a sua libertação, o Rui que sabe tudo desta chulagem toda que rouba o povo português ainda não houve ninguém a protestar que o libertem.

  29. Buckethead, o meu coração só tem uma cor, azul e branco. says:

    Quando o Rui foi detido, as autoridades Francesas, belgas e talvez outras, pediram acesso aos discos e demais informação, ANTES das coisas virem para Portugal.
    Quer isto dizer que os tipos pensaram assim, vamos arranjar maneira de apanhar as provas antes de irem para Portugal, porque depois de entrarem naquele ninho de corruptos o mais certo é ser tudo destruído e ficamos nós sem nada tb.
    Resumindo, somos o penico da europa.
    Não é que os restantes sejam grande coisa, mas nós somos mesmo uma desgraça…

  30. FERNANDO GONÇALVES says:

    Todos sabemos que Rui Pinto foi preso por, supostamente, ter praticado o crime que eles pensam que cometeu. Eles estão-se nas tintas para a suposta tentativa de extorsão, que ocorreu em 2015, e que eles sabiam muito bem que tinha acontecido. Só quando os outros se começaram a queixar que era ele o homem dos e-mails, é que eles o forma buscar a Budapest. Até pediram à Doyen para apresentar queixa outra vez. E mais. Se não fosse pelos e-mails, não havia tanta gente a querer vê-lo preso. E depois há este detalhe maravilhoso: os nossos peritos informáticos não conseguem entrar (ou pelo menos não conseguiram até agora, quase um ano depois) nos discos encriptados por um autodidacta, licenciado em História.

  31. Alex says:

    Depende da crypto que usou para o efeito e de quandos níveis usou…. btw hacker é um indivíduo que se dedica, com intensidade incomum, a conhecer e modificar os aspectos mais internos de dispositivos, programas e redes de computadores. Graças a esses conhecimentos, um hacker frequentemente consegue obter soluções e efeitos extraordinários, que extrapolam os limites do funcionamento “normal” dos sistemas como previstos pelos seus criadores; incluindo, por exemplo, contornar as barreiras que supostamente deveriam impedir o controle de certos sistemas e acesso a certos dados. Ser hacker não é um conotativo de ser criminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.