Quantcast
PplWare Mobile

Ao devolver as garrafas de plástico vai ganhar descontos já em março

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Luis carvalho says:

    a pagar esses valores duvido que tenha muita adesão.. 0.02€ ?

    • Ivan says:

      com 5000 garrafas ja consegues 100euros, não é mau.

    • rjSampaio says:

      Realmente outros países tens a volta de 0.20€, seja como for, já é qualquer coisa e garanto que muito boa gente que têm vergonha de mendigar vai agradecer esta oportunidade.

      • jorjão says:

        Havia de ser bonito. Compra-se uma garrafa de água de 30cl por 0,25€ e devolviam 0,20€ pela garrafa hehehehehehe

        • rjSampaio says:

          não sei se era o mesmo preço por tudo, mas numa garrafa de sumo ~2.50€ era 0.20€ (filandia)

        • Fulano says:

          Não… compravas uma garrafa ppr 0,25€ + 0,20 de depósito que te seria devolvido quando fosses reciclar, tal como acontece nos Países civilizados mais a Norte.

        • Mestre em direito says:

          Em países civilizados compras cerveja e água pelo preço deles acrescido da tara (mínimo 0,15€ em muitos países).

          Por 15 cêntimos a garrafa já pensas no assunto; por 2 cêntimos a maioria deita para a rua / lixo normal infelizmente. Alguns mendigos poderão fazer alguma recolha, mas a maioria também pensará que é muito trabalho para pouca uva.

          Como sempre em Portugal implementa -se tarde e mal… (ex: TDT)

        • José Brota says:

          A água de 33cl tem supermercados a vender a 8 cêntimos xD
          Se dão 20 cêntimos de volta ainda te pagam para trazer a água

      • Silas says:

        Já vejo os sem abrigo a recolher todas as garrafas possíveis da rua para ganhar algum dinheiro. O que é muito bom.

      • Paulo says:

        Não sejas ignorante, a devolução dos 0.20€ e 0.25€ (na Alemanha por exemplo) são valores que são pagos pelo consumidor a título de depósito. Se a garrafa de água custa 0.20€ pagas mais 0.25€ pelo depósito, ou seja, pagas na caixa 0.45€. Se posteriormente fores colocar a garrafa na máquina devolvem os 0.25€ do depósito em talão para descontar na caixa.
        Era fantabulastico comprar uma garrafa de água de 1.5l por 0.19€ e depois darem-te 0.25€ pela garrafa vazia, seria o chamado, pagarem-te para comprares…

      • Paulo says:

        Não sejas ignorante, a devolução dos 0.20€ e 0.25€ (na Alemanha por exemplo) são valores que são pagos pelo consumidor a título de depósito. Se a garrafa de água custa 0.20€ pagas mais 0.25€ pelo depósito, ou seja, pagas na caixa 0.45€. Se posteriormente fores colocar a garrafa na máquina devolvem os 0.25€ do depósito em talão para descontar na caixa.
        Era fantabulastico comprar uma garrafa de água de 1.5l por 0.19€ e depois darem-te 0.25€ pela garrafa vazia, seria o chamado, pagarem-te para comprares…

  2. Mario João Castro says:

    E os garrafoes de 5L não entram nesta campanha?

  3. O Burro sou eu... says:

    Mais uma medida que é uma risota….alguem primo do costa precisava de dinheiro e la vem 1,7 milhoes para ele trabalhar 🙂

  4. security says:

    Já se vê disto há imenso tempo noutros países e eu apoio. Na Alemanha há muitos anos que assim é. Pagas o produto e tens uma tara… na devolução, voltas a ter a tara de volta. Para quem quer, tem o dinheiro de volta e recicla, para quem não quer, mete ao lixo e dá dinheiro aos restantes que andam à procura dessas latas e garrafas… conclusão: reciclam e ainda há quem ganhe dinheiro com isso pelo “trabalho” de reciclar. Os valores são diferentes desses, claro. Mas é pago na aquisição do produto. Depois o dinheiro retorna ou ficas arder.

    • João Henriques says:

      Sim, estive lá em 2017 e tenho a dizer que gostei do sistema, comprando uma embalagem de águas, sumos, cerjeveja o pessoal (éramos cerca de +-16 portugueses) ao fim de 3 semanas conseguíamos ter algum € para descontar na despesa para o churrasco… A parte mais chata? Passávamos imenso tempo a meter as garrafas, uma a uma na maquineta… Mas para um grupo de 16 pessoas, não me recordo de alguém a falar mal deste sistema…

  5. ProGuy33 says:

    Querem dinheiro fácil vão trabalhar. Oportunistas da treta parecem uns parasitas da sociedade

  6. falcaobranco says:

    Deixem de ser picuinhas e ajudem o ambiente pessoal… nao se esqueçam que é uma medida nova no país e quem sabe, se tudo correr bem, podem aumentar os valores…

    Agora tambem nao podem querer pagar 1€ por uma garrafa de 500ml de uma coca-cola e quererem 0.50€… tenham calma…

    • rikardo pereira says:

      eu neste momento ja faço separação sem ganhar um tusto..

    • Rui says:

      Mas posso querer que o valor pago seja o mesmo de la de fora, afinal as nossas garrafas não são mais baratas do que as deles.

      Também posso querer que qualquer loja me aceite as garrafas e não apenas as lojas dos amigos….

      • rjSampaio says:

        “Mas posso querer que o valor pago seja o mesmo de la de fora”
        para isso tinham de subir o valor do produto, é isso que queres?
        É o mesmo das garrafas de vidro com tara, pagas mais mas se devolveres a garrafa devolvem o valor.

        • Rui says:

          Deixa de ser ignorante.
          O mesmo produto cá já custa mais do que la fora.

          Apenas porque sim, pois muitas vezes são da mesma fábrica…..

          • rjSampaio says:

            existe uma ferramenta fantástica que é o google, que tal usares e veres por ti proprio…
            Como já disse antes, uma garrafa de sumo são 2,5 na filandia, não sei o que bebes, mas diria que não pagas 2.5€ por um sumol…

        • Rui says:

          O Google serve para ti que falas sem sair do sofá.

          Eu por outro lado todos os meses vou a Alemanha França Espanha e outros.

          Conheço também pessoas que por lá vivem.

          Esta medida e pura demagogia.

          La fora os produtos alimentares são em supermercado mais baratos do que aqui excepção carne, peixe e legumes e fruta.

          A medida certa era proibir garrafas de plástico e obrigar a usar o vidro lavável mas claro a sociedade ponto verde perdia uns milhões que recebe para reciclar .

          E como todos sabemos reciclam só o que lhes dá lucro e o resto não interessa.

          Todos sabemos que recolhem cartão e algum material para reciclar, mas muitas coisas não existe interesse deles em recolher pois fica mais caro reciclar.

          No entanto cobram uma taxa “verde” de reciclagem por TODOS os artigos produzidos mesmo que nunca lhes vá interessar reciclar

          Um negócio de milhões que conta com os portugueses cegos para continuar a prosperar.

          Muito a imagem das fundações e recolhas de alimentos solidárias que só servem para engordar conselhos de administração de entidades bem vistas e nunca chegam a quem precisa.

          Abram os olhos

          • rjSampaio says:

            “O Google serve para ti que falas sem sair do sofá.”

            não fosse requisito da minha profissão estar fora de portugal 9 meses por ano…

            tentaste mas falhaste…

            “Eu por outro lado todos os meses vou a Alemanha França Espanha e outros”
            idem idem aspas aspas…

            quer quiser realmente comparar isto e não se basear no que tu dizes, é ir a um site de comparação tipo numbeo, tens lá os comparativos, em supermercado por exemplo os preços são ~22% mais baratos que na alemanha, e esta?

          • Rui says:

            O Sampaio se não fosses comentador de sofá sabias quanto custa uma Coca Cola num supermercado português e saberias quanto custa na Alemanha ou França a mesma Coca Cola , o mesmo se aplica a uma fanta ou outra coisa comparável.

            Desconfio que deves ser um dos deputados tontinhis que teve está ideia mal nascida de tão preguiçoso que és e desinformado.

            Já várias pessoas confirmaram o que eu disse, os preços em supermercado são mais baratos lá do que cá.
            O site que falas compara o custo de vida e claro que no geral sai mais caro viver la porque comparam preço de habitação refeições fora e outras coisas que nada tem a ver com artigos recicláveis discutidos aqui.

            No geral todos sabem que se fizeres uma vida casa trabalho la fora apenas a habitação pode ficar mais cara, de resto poupas muito dinheiro.
            Também todos sabemos que se fores tomar café todos os dias e várias vezes e almoçares e jantares fora não chega onorfldenado de lá.

            Mais uma vez países estrangeiros para ti só existem no Google.

            Quem sabe fazer contas e precisa de as fazer para esticar o dinheiro sabe quanto custa uma Coca Cola no Carrefour em França ou no LIDL na Alemanha e sabe que não são mais caras do que cá .

            Todos sabem que por lá recebes bem mais por entregar a garrafa de plástico do que por cá.

            Sabem ainda que ao contrário do que tu dizes não precisam de máquinas enormes pra fazer isso pois nós pequenos supermercados basta um saco onde as recolhem para posterior entrega.

            Agora queres ser teimoso e ignorante isso e la contigo.

            Certamente o teu partido vai-te dar um prémio por atirares areia aos olhos dos outros.

            Eu vou continuar a achar que andas aqui por frete ou por ver ceguinho.

            Quando todos os comerciantes poderem aceitar garrafas para reciclagem como la fora e pagarem mais ou menos o mesmo valor começo a reciclar. Até lá vai para o lixo e eles que façam a reciclagem que já pago por isso a sociedade ponto verde.

          • rjSampaio says:

            @rui

            felizmente não preciso comprovar nada, simplesmente porque meto facturas todas as semanas para a empresa com origem em varios paises dentro e fora da europa.

            Aparentemente tu é falas do sofa…

            seja como for por acaso tens razão, nao sei o preço de uma coca-cola, não bebo, mas tudo o resto é como disse é correcto.

            Aqui tens especificamente o preço da cocacola, faz as contas como quiseres, tens paises com index mais baixos com preços superiores, e index superiores com preços inferiores…

            https://www.numbeo.com/cost-of-living/region_prices_by_city?itemId=6&region=150

          • Tomé says:

            Rui mas a Coca-Cola (ou outros referigerantes com açucar) não é mais caro aqui devido ao imposto sobre o açucar?

          • FAR says:

            @Tomé
            A cola zero não tem açucar e custa tanto como a que tem açucar, e agora?

            @Rui
            Bons pontos e boa argumentação, mas repara numa coisa, ao não colocares os recicláveis nos ecopontos apenas estás a ajudar a sociedade ponto verde, uma vez que eles assim não têm que tratar esse material. Como disseste e muito bem já toda a gente paga o imposto verde sobre qualquer embalagem, agora é fazer esse imposto render e colocar TUDO o que é material reciclável nos ecopontos para que eles tenham de o tratar.

            E para além disto é a atitude ecológicamente correta a tomar.

  7. Rui says:

    Deviam ter vergonha, só os grandes grupos tem direito?

    Porque não tem direito o pequeno comércio?

    Seria muito fácil instalar máquinas junto dos eco pontos que depois emitissem um talão com desconto para usar em qualquer loja, fosse ela grande ou pequena.

    Moro numa aldeia a 25 km das grandes superfícies, fará sentido usar o carro para ir reciclar?

    Mera propaganda aos senhores do mundo.

    Ninguém devia aderir em protesto, eu garanto que não vou aderir.

    • João says:

      Mora a 25 km para reciclar, mas já não mora a 25 km quando vai comprar “plástico” que leva para casa? Lol
      Ninguém o obriga a comprar produtos embalados, se os compra é porque quer. Portanto a lógica é facial, compra plástico, devolve-o ao ecoponto.

      • rjSampaio says:

        em defesa dele, penso que ele queria dizer que compra local, mas que para ter o “bonus” teria de fazer os 25km, seja como for, desde que não mande para o lixo…

        • Rui says:

          Você ao menos lê, infelizmente por aqui existe muita gente que não pensa e alguns nem se dão ao trabalho de ler.

          Se analisasse o negócio da reciclagem veria que não passa disso um negócio.

          Não lhes interessa reciclar, em muitos sítios vai tudo para o aterro porque lhes fica mais barato.

          Eu continuo a achar que o problema se resolve não fonte evitando produzir o plástico.

          Usar garrafas de vidro e recipientes reutilizáveis , seria mais fácil e ecológico .

          Infelizmente como todos sabemos os grandes grupos económicos não querem.

          Preferem produzir Coca Cola em plástico e ter países com montanhas de plástico sem uma única fábrica para o reciclar do que usar o vidro ….

      • Rui says:

        Se não fosse cego tinhas lido e percebido.

        Tenho várias lojas a metros de casa, grandes superfícies (negócios dos amigos) o mais próximo está a 20km
        Percebes ou queres um desenho?

        La fora podes devolver em qualquer loja e recebes bem mais.

        Ca só podes devolver nas lojas dos amigos e recebes menos porque alguém tem de ficar com umas comissões…..

        Percebes ou queres outro desenho?

    • Rui says:

      Os insultos vão directo a ti.
      Imagino que a máquina seja maior do que um eco ponto estou para ver quando as colocarem.
      Existem muitas formas de validar uma garrafa sem ter de estar lá uma pessoa.

      Duvido que o continente ou outros se disponham a ter um empregado só para essa máquina .

      E já agora quando depósito notas no multibanco eles sabem bem quais são as boas e de que valor são. Imagino que para garrafas seja bem mais fácil.

      Mas pronto deves ser funcionário de um desses grupos de amigos ou apenas um idiota que prefere insultar a pensar.

      Se pensasses sabias que la fora por todos os lados podes entregar garrafas e descontar.

      Saberias também que pagam bem mais.

      Mas como nunca saiste da bastava onde moras comes a palha toda que te dão.

      Já agora se fosses mesmo ecológico revoltavas-te era contra as empresas que preferem produzir bebidas em recipientes de plástico quando podiam usar vidro ou outra coisa qualquer.

      Se fossem de vidro eram lavadas e reuitilizadas (dou ainda desse tempo) podias reutilizar milhares de vezes lavando mas preferem produzir em plástico e por o ónus da reciclagem no cliente burro.

    • Mestre em direito says:

      Rui, óbvio que é vergonha. Na Alemanha TODOS os estabelecimentos que vendam bebidas são obrigados a recolher. Mas só os supermercados têm máquinas, os pequenos têm sacas/ caixas onde armazenam. Tugalandia…

      • Rui says:

        Mas cá nem dão chance aos pequenos comerciantes.

        O povo vai reciclar as grandes superfícies e fica de consciência tranquila, os donos das grandes superfícies aproveitam e convertem esse dinheiro em vendas deles.

        Os pequenos ficam a ver a banda passar e a reciclagem fica um mero negócio de amigos que nem interessa muito por isso se dão valores muito inferiores aos de la de fora.

        Temos o que merecemos porque votamos neles.

    • Rui says:

      Ri Sampaio
      No continente 1l de Coca Cola custa 1,75

      Se consultares outro site

      https://www.expatistan.com/price/coke/berlin
      Veras que em Berlin 2L custa menos 1 cêntimo .

      Embora esses sites valham pouco da para veres que por lá e bem mais barato

      https://www.continente.pt/stores/continente/pt-pt/public/Pages/ProductDetail.aspx?ProductId=6640991(eCsf_RetekProductCatalog_MegastoreContinenteOnline_Continente)

      E está hein?

  8. Fulano says:

    Por esses valores vai tudo direito ao lixo. Vão gozar com o c*****lo.
    Em toda a Europa o valor é 10x superior, em Portugal serve, como sempre, para encher os bolsos dos parasitas do costume.

  9. Bruno says:

    Excelente medida!
    É tão fácil criticar tudo o que se faz cá em Portugal. Faz-se muita coisa mal, mas também se fazem coisas boas.
    Tenho pena sim, da pequenez das mentes de muitos portugueses, isso sim.
    Aliás, reciclar deveria ser ato voluntário mas infelizmente tudo roda a volta do dinheiro. Quando o Zé povinho que reclama de tudo e de todos perceber que neste planeta que piora de ano para ano, e o meio ambiente se degrada a olhos vistos, vai perceber que os cêntimos que estão a dar como incentivo e que muitos acham pouco não se comem… Nem moedas nem notas.
    Mas força continuem a hipotecar o vosso futuro e o da vossa descendência. E reclamem. Há-de chegar o dia em que não há maus nada para reclamar.

  10. Tomé says:

    Estas me#€as nem deviam de ser pagas. Se as pessoas olhassem para o meio ambiente não faziam nem metade do que fazem relativamente a desperdicio de comida, água e energia. Um povo mimado pelo dinheiro, visto que para pessoas assim compra tudo mas esquecem-se que dinheiro não compra um planeta novo, só chegaram a essa conclusão quando já for tarde e a realidade chegar a eles.

    • fak says:

      @Tomé
      lembra-te que há que ter possibilidades para isso. por exemplo, uma pessoa que ganhe o ordenado minimo, por mais que queira, não vai estar a comprar coisas em plástico reciclado reciclado por exemplo, pois geralmente são mais caras… ´
      cada um que for consciente sobre o ambiente, lá vai fazendo as coisas à sua maneira e como pode, no entanto também temos a outra vertente: o planeta já está num ponto sem retorno, se bem me lembro, foi em 2012 que o planeta deixou de ser auto-sustentável, por isso a menos que saias à rua e comeces a matar pessoas, já estamos num ponto sem retorno, por mais que a população se torne verde e não desperdice, só vai adiar o inevitável e mesmo eu sinceramente, já me começo a desleixar quanto ao ambiente um bocado, por exemplo, deixei de fazer a reciclagem (que me obrigava a deslocar 5KM (ida e volta) de casa de propósito para ir ao ecoponto) e passei a usar o lixo normal que tenho a 10 passos de casa. agora já não adiante muito andar-se com a cena do “ser verde”, isso já devia ter começado em finais dos anos 90/inicios dos anos 00.

      também da maneira que a tecnologia avança o pessoal não têm de se preocupar muito, lá para 2100, antes ou depois, já está a ir uma colonia para marte e talvez bem antes do planeta morrer já estão lá os ricalhaços todos que podem pagar a viagem, que não te preocupes que o pobre não vai ganhar viagens de graça, nessa altura ficam lá os ricos, com os seus robôs para lhes plantarem as horticulas e criar o gado.

      • gonsa says:

        É este tipo de pensamento que não é suposto termos. É a tendência para a falta de esperança e até mesmo depressão. Deixar de fazer reciclagem porque já não há volta a dar é aumentar a velocidade com que nos exterminamos. Ora vamos lá todos agora parar de reciclar, mandar lixo para o chão, voltar a caçar como antigamente, e sei lá, o que me apetecer pois vamos todos morrer…
        Não sei se tens filhos ou se tens familiares com crianças mas todas as nossas acções afectam o futuro de todos. A mais pequena acção, tem sempre consequências.
        É o pensamento à velho egoísta, como para mim isto já não vai dar muito mais, que se lixem os outros.
        E sim, eu também ponho o plástico, o vidro e o papel no carro para levar ao ecoponto mais perto. Se podia não fazê-lo? claro que sim, mas tenho consciência dos impactos que todas as nossas acções têm. É ao fazermos coisas pelos outros que somos verdadeiros seres humanos.

        • Tomé says:

          Concordo plenamente contigo!! Temos de pensar em nós mas a cima de tudo na próxima geração mesmo sendo próximos/familiares ou não. E para fazer a diferença temos de pensar primeiro no que nós podemos ajudar como fazer a separação do lixo e se todos fizermos “grão-a-grão a galinha enche o papo” e também optar-mos por alternativas ao plástico e evitar sempre comprar objetos com embalagens, por exemplo, na minha casa quando vou às comprar já não compro sumos nem água engarrafada, o que eu faço é comprar a fruta e depois comer ou se já estiver um pouco estragada (se tiver com bolor tiro o bolor) e faço um sumo natural e que eu tenho a certeza que não leva conservantes nem nada disso e depois a longo prazo vão reparar que é muito mais barato fazer o sumo em casa e muito melhor para o ambiente.

          Eu ainda fico extramamente chocado com as pessoas que não querem saber nada sobre o ambiente e estão-se literalmente a cagar sobre isto assunto visto que já não vão estar aqui, isto é só a pura das ignorâncias e estupidez que me deparo.

          Nisto tudo, todos sofrem visto que o desleixo dos outros e também dos governos de não incentivarem à separação do lixo é o que motiva a isto tudo mas o lixo não é a única razão, há tantas outras como os combustíveis, as baterias a lítio etc.

          Resumidamente, o meio que nós vivemos não é definitivamente sustentavel como os nosso bissavos/tetravos eram.

    • 2123 says:

      Se não forem pasas, o lucro é todo para os ecocentros, onde recebem a materia prima de forma gratuita.

      • rjSampaio says:

        mas já não é assim com os ecopontos?
        ou achas que esses cêntimos vão ser retirados dos lucros dos centros de reciclagem?

        • 2123 says:

          Eu só acredito quando vir. Aposto que o supermercado vai vender a garrafa com o preço do plastico taxado e depois será esse valor devolvido se devolver a garrafa. Beneficio para cliente é 0.

          • rjSampaio says:

            mas isso é o que acontece em muitos paises, e o que acontecia aqui com as taras das garrafas de vidro.

            Aumentão 0,20€ ao preço e devolvem o mesmo valor na devolução.
            Isto não é para beneficio directo do cliente, é para benefício da comunidade/humanidade.

          • Hugo says:

            Com as grandes superfícies é fácil…o “prejuízo” fica do lado do fornecedeor, assim como acontece na grande maioria das promoções que vemos.

  11. Samuel MG says:

    As garrafas de plástico vão mas é para o lixo pois não compensa ir entrega-las. O valor nem cobra o valor que se gasta na compra.

  12. John Santos says:

    Na Alemanha fazem isso nos supermercados ou cafes, mas o valor e superior! Em berlim comprei uma garrafa pequena com 0.20cts de imposto, depois e ir a um supermercado para reciclar e receber o valor. Garrafas de vidro e igual tambem. Os sem-abrigo na cidade andavam sempre de volta dos contentores pq as pessoas deixam as garrafas no chao para eles levarem e receber o dinheiro da maquina

  13. Luis Maia says:

    ALguém no DESgoverno socialista deve ter umas máquinas lá por casa e lá as vai vender para esta FANTOCHADA e meter ao bolso uns milhões de euros ao bolso.

    • Rui Machado says:

      A medida é fraca mas nada tem a ver com socialistas psd’s ou cds, nisto sao todos iguais uns tristes governantes.
      Escusa de aproveitar temas para atacar cores politicas, somos mal governados desde o tempo dos reis…..

      Critique sim porque a medida peca por ser uma fraca imitacao de um procedimento já de si não muito bom.

      O correcto seria regressar as garrafas de vidro e ás vendas a granel poupa-ve o planeta da poluicao de fabricar coisas em plastico bem como do custo da energia e poluicao causada pela reciclagem.

      Mas parece que os grandes interesses fazem com que isso nao seja possivel.

      • Luis Maia says:

        Eu como não vivi no tempo dos reis, critico quem agora, vem com estas medidas avulso só para ficar bem na fotografia e fazerem passar a ideia que se preocupam muito com o ambiente. É como andar a plantar arvores no meio de lisboa por causa da pegada carbónica. É RIDICULO.
        Se nunca passou num centro de tratamento de lixo ou até lixeira vá até lá e veja o que fazem ao lixo que em casa muita gente separa 😉 E o pior é que pagamos os serviços de “lixo” na factura da água.
        Portugal no seu esplendor !!!

  14. Ramiro says:

    Infelizmente ainda não consegui entregar as minhas garrafas vazias em denhum super nem no barreiro nem em Montijo todos me dizem não ter máquinas nem saber de nada.

  15. Pet says:

    Apenas a título de informação, em 2004 , visitei uma conhecida fábrica de cerveja nacional, onde já se falava em acabar com a linha de garrafas reutilizáveis, pois o custo era mais elevado que as linhas de sem retorno. Imaginem, é mais barato.comprar vasilhame novo que reutilizar.
    Relativamente a esse refrigerante de cor castanha, mundialmente conhecida, posso dizer que a garrafa de vidro custo 25 cêntimos de dólar a produzir. Razão pela qual a marca decidiu acabar com a mesma durante a crise dos anos 70 nos EUA, valeu a voz de alguns fans da marca que.afirmaram ter um sabor diferente na garrafa de plástico.
    No que toca ao comparativo preço, esse refrigerante, pode ver o seu preço alterado, quer pelo fabricante quando negoceia em quantidade, quer pelo supermercado a título de promoção, para dar uma ideia de barato para atrair cliente, de forma a levar o cliente a pensar, “se a c. Cola é barata , tudo é barato.” Chama.se o efeito isco.
    Um dos benchmark de custo de vida muito utilizado no início do século XXI, era o preço do bigmac. Ou seja se o produto é o.mesmo, e tens preços diferente em cada país, logo é proporcional ao poder de.compra. ora isto não é totalmente verdade, porque está marca ajusta o preço não só relativo ao poder de compra mas não só. Concorrência, esforço de penetração no mercado, posicionamento, etc. Etc.

  16. Pet says:

    Acerca do numbeo, sim é uma ferramenta interessante, mas que por um lado tem um erro grande, pois é baseado nas correções feitas pelos próprios utilizadores. Uma experiência interessante é calcular o custo de vida na nossa própria cidade. Por exemplo para Lisboa em 2015 eu encontrei uma diferença de 15%.
    O segundo problema é que é sempre.baseado num cabaz típico. Exemplo: quem é que consome um galão de leite por semana? Alugar um automóvel?ou se for alguém com problemas de saúde? Ou seja, basta que seja uma família com um padrão de consumo fora deste, o cenário.muda completamente.

  17. Pet says:

    Acerca do numbeo, sim é uma ferramenta interessante, mas que por um lado tem um erro grande, pois é baseado nas correções feitas pelos próprios utilizadores. Uma experiência interessante é calcular o custo de vida na nossa própria cidade. Por exemplo para Lisboa em 2015 eu encontrei uma diferença de 15%.
    O segundo problema é que é sempre.baseado num cabaz típico. Exemplo: quem é que consome um galão de leite por semana? Alugar um automóvel?ou se for alguém com problemas de saúde? Ou seja, basta que seja uma família com um padrão de consumo fora deste, o cenário.muda completamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.