Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: Posts a desencorajar a vacinação? Facebook vai proibir

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. joão silva says:

    Por isso sou desorientado, que não tenho facebook… Tenho que ganhar juízo e voltar aos trilhos…

  2. Julio says:

    os iluminados tambem vão dizer que o facebook esta outra vez a acabar com a liberdade de expressão das pessoas?

    • MANEL says:

      era isso messmo que ia dizer
      é assim que se dominado fantoches dominando aquilo que se pode ou não saber
      O grande problema é que qualquer burro pode estudar e ver com os próprios olhos estudos , depoimentos etc… sobre aquilo que eles não querem que se saiba
      porque em vez de vacinar crianças comvacinas de velhinhos quando na verdade as pessoas estão desertas é de magnésio , vitamina d e outros nutrientes necessários á saude e indispensável para que o corpo tenha condições de atacar esses pio-agentes infecciosos opurtunistas que so atacam os desnutridos
      mas de nutrição ninguem fala pois claro a saude não dá dinheiro a doença é que dá,
      abre mas é os olhos tu e o resto dos fantoches que são puxados pela vida de um lado para o outro guiados por telemóveis e pelo o subconsciente
      estudem e vão perceber que afinal não são são conspiração coisa nenhuma é a ciência e os prémios nobel que o dizem
      não interessa o virus o que interessa é o terreno biológico .
      Vacinar não é prioritario
      há que bombardear o corpo como nutrição a começar pelos minerais que são tão somente a chave do carro
      sem eles nada , nada funciona
      mas isso eles não informam claro nem falam da curumins nem do coco da da vitD3 nem do magnésio nem do iodo nem dos vegetais enfitado o que é necessário , tambem…
      OPEN YOUR EYES!!!!!!!!

    • O Monstro Precisa de Amigos says:

      Vão, pois. Desinformação combate-se com muita e boa informação, não com silenciamento. Não é calando os ignorantes que eles vão desaparecer. E só se os deixarem falar é que é possível perceber a quantidade de informação que é preciso produzir e divulgar. Os tiranetes é que não sabem resolver estes problemas sem recorrer ao expediente fácil da censura.

      • Hélio Musco says:

        Partilho da mesma opinião até certo ponto. Como tu dizes, é preciso combater a desinformação com informação correcta. A questão aqui é que a informação correcta já existe e está mais “à mão” que a informação falsa e corrupta. Ou seja, não existe nenhum problema com a informação em si mesma, o problema está nas pessoas.

        Quantas vezes já encontraste pessoas que só vêem aquilo que querem (muitas por ignorância outras por pura maldade)? É muito difícil de mudar pessoas com essa mentalidade. Agora imagina que uma dessa pessoas tem bastante poder (e.g. ocupa um cargo importante). Isso pode afectar outras pessoas e isso pode levar a problemas mais graves.

        Acho que tem de haver um limite, principalmente quando são temas bastante perigosos para a sociedade.

  3. Spoky says:

    Movimentos antivacinas é um movimento como qualquer outro. Se assim fosse não poderia existir movimento ambiental, movimento LGBT (violaria as leis da natureza) e por ai fora, a lista segue e continua (não é necessário uma panóplia de exemplos).

    Querem proibir porque razão? Discordo totalmente, é um movimento como todos os outros. Não há qualquer crime aqui, o único crime que possa ver aqui, é ditadura.

    Querem obrigar o ser humano a ser vacinado, num CORPO que é SEU. O Corpo não é do Estado, nem do Governo mas parece que é! Quem são eles para mandar no nosso corpo, e no que tomamos ou deixamos de tomar? A continuar assim, perdemos o direito que temos como cidadãos.

    O suposto “movimento anti-Vacinas” é apenas um pretexto da industria farmaceutica e os seus parceiros (que não são poucos) quererem banir, e evitar a todo o custo que se diga alguma verdade, ou que demonstre que afinal existe algum perigo e/ou não serem tão seguras quanto dizem.

    Banir isso é como banir quem é contra a poluição e quem é a favor e vice versa.

    E quem concorda com isto, ao concordar com este tipos de ações então são a favor de que todos os movimentos incluindo o LGBT deveriam ser proibidos. Com a mesma justificação “Facebook anunciou hoje que vai proibir publicações que desencorajem os utilizadores a serem vacinados”

    Sendo assim, e se for banida então o mesmo contexto poderia ser alegado “Facebook anunciou hoje que vai proibir publicações que desencorajem os utilizadores a serem homens ou interesse pelo mesmo sexo”

    Não faz sentido? São duas coisas diferentes, é verdade. Mas faz todo o sentido. Quem diz LGBT, diz muitas outras.

    Não não é perigoso, não é nenhum acto de terrorismo. Quem aceita esta censura, então esta encaminhado para um pais com censura, ditadura e falta de liberdade de expressão.

    Não me venham com aquelas tretas “ah e tal é a Vacina, se não tomares podes por a vida dos outros em risco” e se eu tomar e tiver um efeito secundário não estou a por a minha?

    O mais importante é divulgar a Vacinação, quem quer tomar toma. Quem não quer não toma, mas vendo a quantidade de gente que só sabe ler e ver constantemente noticias do COVID, serão os primeiros a tomar.

    A Quantidade de gente que vai aderir as vacinas é enorme, não sei o porquê da preocupação, só uma minoria vai evitar ou não vai querer tomar, e essa minoria agradece.

    E eu agradeço que as cobaias tomem todas, assim não a terei de tomar.
    Cada um sabe de si! E mais, não sei até que ponto isto não viola os direitos humanos (obrigar a tomar uma vacina, mas isso é outra história).

    Só acho e continuarei a achar patético estas medidas contra movimentos antivacinas, façam um favor é banir todos os movimentos LGBT incluindo. Logo veremos como se queixam, e choramingam os LGBT nas redes sociais.

    • Almaister says:

      Concordo plenamente!

    • MANEL says:

      Uma pequena correção
      O CORPO NÃO É TEU , DE TODO!!!!!
      e é por isso que deves respeita-lo pois é ele o veiculo que tu utilizas para viver e apreciar as tuas próprias obras , eu sei que ficaste a anhar mas eu depois faço um desenho
      Quanto ao resto tens toda a razão
      hoje só não estuda quem não quer
      a informação foi democratizada e o que eles querem é o monopólio da informação
      o problema é que agora ,milho~es de pessoas por todo o mundo estão a acordar e a perceber como tem sido enganados toda vida
      por isso agora é tarde para mais mentiras o colapso industrial é a receita para o sucesso já que foi a revolução industrial que destruiu o planeta
      mas a mãe destrói-nos a nós primeiro num ápice pela sexta vez
      estamos a assistir a sexta extinção em massa em direto
      continuem com os cornos enfiados no telemóvel a jogar mas bolinhas!!!!!!!!!!!!

    • Hélio Musco says:

      Que comparação mais rebuscada. LGBT contra anti-vacinação.
      Numa estás a falar da orientação sexual, noutra estás a falar em saúde.

      E não, LGBT não viola as leis da natureza, tens várias provas no mundo animal (https://en.wikipedia.org/wiki/Homosexual_behavior_in_animals).

      Ser contra a vacinação é por em causa as outras pessoas, é por isso que é uma questão tão importante.

      Se queres ter uma ideia de como é um mundo sem vacinas, saí à rua. Pessoas de máscara, 1 metro de distância, restaurantes fechados, a noite vazia, eventos cancelados, etc… é isso um mundo sem uma vacina para um pequeno vírus.
      Este ano foi o Covid, mas durante muito tempo foi varíola, poliomielite, sarampo, tetano, hepatite B, etc… se não houvesse vacinas para estes vírus, muitos voltariam porque ainda não estão 100% erradicados (cof cof anti-vacinação cof cof).

      • Spoky says:

        Eu disse e referi que as comparações eram meras comparações tens, tantas outras, semelhante e também disse que existia uma PANOPLIA de exemplos. Ou só leste o que te interessa?

        Eu dei um exemplo do LGBT, depois dei da Saúde e vice versa! Estas a querer dizer que falar sobre medicação e suplementação como produtos de ginásio etc não é um risco e pode por a vida das outras pessoas em risco? É isso que estas a afirmar?

        Então já demonstras o interesse é só as vacinas! Quem diz suplementação, diz dietas e tudo o que englobe saúde, tens grupos de doenças auto-imunes, tens grupos de ganza, tens grupos de tanta coisa sobre saúde.

        Tens discussões acerca da SIDA e por ai fora.

        Não deveriam ser estes fechados ou proibidos? Segundo a tua argumentação? Pelos vistos não, SIDA não é saude!

        Acorda, tu vives num mundo em que só aceita a Medicina Convencional como a unica e a exclusiva no mundo.

        És como os médicos que só sabem dizer “isso é placebo” os chás nem as plantas medicinais funcionam, o pior é que funcionam! E sim tenho como comprovar, porem como é obvio não irei postar aqui as minhas analises e/ou exames.

        Mas sempre podes fazer o teste tu. Tu e mais uns quantos.

        «Ser contra a vacinação é por em causa as outras pessoas, é por isso que é uma questão tão importante.»

        Sou contra a VACINAÇÃO em MIM próprio, sou eu que decido não são os outros. Se as queres tomar, toma não proibo.

        A questão é que o movimento antivacinas apenas apresenta as suas ideologias, contras, efeitos secundários tais como quaisquer outro movimentos sejam eles de Saúde, Politica, Financeiras!

        Não entendes pois não? Não.

        Não vou ser eu a explicar. Fica com a bolha de que só a Medicina Convencional é a melhor de todas e o resto é placebo. Mas fica sozinho nessa bolha!

        Podes críticar, podes mandar o que quiseres. Não vou mudar a minha opinião porque sim.

        Quando se proíbe algo > existe interesse > resta saber:

        Em quê
        Onde
        Como
        Porquê

        Neste mundo existe sempre interesses.

        • Hélio Musco says:

          “Podes críticar, podes mandar o que quiseres. Não vou mudar a minha opinião porque sim.”
          Quando crítico apresento argumentos e factos. Não digo coisas ao calhas como “LGBT viola as leis da natureza”, afirmações falsas. Agora se não gostas da verdade, isso já é outra história.

          Para acabar esta conversa, só vou pegar nesta tua frase:
          “És como os médicos que só sabem dizer “isso é placebo” os chás nem as plantas medicinais funcionam, o pior é que funcionam! E sim tenho como comprovar, porem como é obvio não irei postar aqui as minhas analises e/ou exames.”

          Os chás que os nós, portugueses, trouxemos da China para o resto do mundo há tantos anos atrás afinal cura tudo! Era por isso que antigamente não havia doenças, ninguém morria, a vida era um máximo…peste negra, varíola, sífilis, gripe espanhola…

          Apesar de gostar bastante de chá como bebida, não está comprovado que ajuda a combater as variadas doenças que existem no mundo como o cancro, por isso é que é necessário a medicina moderna.

          • Spoky says:

            Onde disse que curava tudo, é essa mania que médicos têm. Ninguem disse que curava tudo, mas hoje em dia é usado em tribos. E alias se não fosse as plantas medicinais não sabias nem metade do que sabemos hoje, antigamente fazia-se uso das plantas medicinais, estuda história

            Acima de tudo, abre essa cabeça oca que só vê medicina convencional, e mais não digo que não vale mesmo mesmo a pena! 😉

          • eu2 says:

            A medicina convencional pegou nessas plantas medicinais e testou quais eram placebo e quais não. Mas as de placebo também funcionam!

          • Nuno V says:

            @Spoky
            Antigamente também vivíamos em cavernas, será que uma caverna é melhor que uma casa moderna?

            É verdade que existem algumas plantas que têm aplicações medicinais. Isto não significa que todas as plantas que usavamos antigamente tinham aplicações medicinais. Na realidade no passado de que tu falas a “cura” tanto nos podia matar como curar. Compara a taxa de mortalidade por doenças numa tribo e compara com a taxa de mortalidade numa civilização com a medicina mais avançada que possuímos. Depois vem falar que a medicina tradicional é que é o ex-líbris na cura de doenças.

    • jonas says:

      Concordo quase plenamente.

      • jonas says:

        Já agora, para quem diz que são comparações complectamente diferentes, deixo uma comparação muito boa:
        Proibir post’s onde as pessoas são contra a nova vacina do covid, com medo (justificavel) de que foi feita à pressa e com receio de que possa ter havido intreferencia no processo de aprovação.

        • jonas says:

          ps:
          Acho que ser-se anti-vacinas é completamente estupido, só para não ficar a duvida. E não… não vou argumentar, não me apetece perder tempo.

    • Nuno V says:

      Comentário sem nexo que começa logo com uma asneira enorme quando dizes que ser gay é contra as leis da natureza, quando a homossexualidade existe em todas as formas mais avançadas de vida no nosso planeta, desde golfinhos, a cães, a lagartos,… Vê se logo o teu nível de conhecimento.

      E quê eu saiba cá em Portugal a vacinação é facultativa, não é obrigatória. Mas se perguntas a minha opinião, todos os pais com as suas crianças não vacinadas deveriam ver a inscrição destas, na escola pública, negada.

      Queres negar a eficácia das vacinas? És livre de o fazer, desde que o faças com factos e sem mentiras. Se não apenas estás a vomitar diarreia mental.

  4. Hélio Musco says:

    Concordo com a medida. Hoje em dia, é muito fácil chegarmos a milhares ou milhões de pessoas sem sairmos de casa com o auxílio de plataformas como o Facebook, e se usarmos isso para criar medo e confusão nessas pessoas, podemos estar a causar graves problemas, principalmente se forem temas com que não se deve brincar (e.g. saúde).

    • Spoky says:

      Acorda para a vida, os jornais que vês e canais passam a vida a criar medo e pânico, não é por isso que foram proibidos de estarem no Facebook.

      Queres mais? Pessoas com cancros, que discutem alternativas, que medicação tomam entre outros. Isso já não é perigoso? A a julgar pela argumentação.

      Queres mais? Estudos científicos. Muitos publicam estudos científicos que ainda está muito fresco para se poder ter a certeza do que quer que seja. Um exemplo disso Corona?

      Queres mais um ou chega? Creio que não, suplementação de ginásios, dietas tudo isso acarreta problemas para a saúde. (Segundo tu)

      Isto e muito mais, muito mais. Mas claro já não proíbem, caso contrário perderiam muito e não é pouco.

      É mais que óbvio que existe um interesse por detrás desta proibição.

      Quando algo é proibido há sempre um interesse, e não costuma ser apenas um.

      Enfim poderia mostrar te mais exemplos, mas perderia o meu tempo.

      Já vi que és a prol das vacinas. Nem vale a pena continuar.

      • MANEL says:

        É a regra de 3 cria-se o problema a população pede ajuda e eles próprios vendem a solução para o problema que eles criaram , veja-se quem lucrou e que se lançou em altos lucros nunca antes vistos que são os mesmos a dirigir a industria da doença e a industria alimentícia , o resultado é milhões de doentes por todo o mundo , desculpem queria dizer desnutridos
        e desnutridos não só de corpo mas tambem de espirito
        é por isso que não se vive só de pão mas tambem da palavra de deus
        aquele que não tem tempo para a saude
        um dia vai ter de o arranjar para a doença
        acordem por favor

      • Hélio Musco says:

        Todas as situações que apresentaste, nenhuma delas é tão “call to action” como o grupo que defende a anti-vacinação, por exemplo, nunca vi ninguém a impingir-me para tomar suplementos de ginásio. Uma coisa é ter a informação disponível, outra é tentar o máximo para alterar o pensamento das pessoas com factos destorcidos e/ou muitas vezes falsos.

        Por exemplo, falaste de cancros, suplementos de ginásios, dietas…algo que afecta apenas a própria pessoa. Enquanto doenças infecciosas existe um compromisso para com os outros (i.e. sociedade). Se tiveres com gripe, não vais cumprimentar com 2 beijinhos para não correres o risco de infectar mais.

        O problema é que começa a crescer uma desconfiança com as vacinas que nunca tinha havido antes e que depois leva a surtos de doenças que são completamente evitáveis. Depois começa-se a duvidar da classe médica, a seguir dos políticos (isto se calhar já está, por isso é que temos +50% de abstenção), da restauração, dos transportes, etc… chegamos a um ponto em que não vamos conseguir confiar em ninguém por causa de tanta teoria da conspiração.

  5. PORTUGAL says:

    Qualquer dia a internet vira a internet da china, tudo censurado… meu deus.

    • roberto says:

      Esquece a China as ditas democracias Portugal incluído são uma farsa , as leis são para o povo a canga para o povo eles os políticos e os seus satélites estão acima disso.
      Se queres ser corrupto e não ser preso vai para a politica. É assim que funciona nas democracias.
      Pode-se afirmar como alguém já disse ” As Mafias chegaram ao Poder e dominaram-no “

  6. iFernando says:

    a linha do tempo:
    chefe da tribo; rei; ditador: presidente; facebook.

  7. Miguel says:

    O Facebook agora é que nós vais dizer o que fazer?
    Ainda bem que não tenho conta aí…

  8. C.S. says:

    E viva a liberdade de expressão.

  9. Pedro says:

    Podem censuram porque “têm razão”, e o pessoal apoia porque “têm razão”.
    Se não percebem o perigo disso, já começa a ser tarde demais e a história está a repetir-se…

  10. Euéquesei says:

    Acho muito bem.
    O Facebook é que decide o que as pessoas pensam e escrevem.
    Se não vão de acordo, pimba, censurado e apagado.
    Por isso é que nunca tive nada dessa porcaria e nem vejo utilidade nenhuma neste tipo de redes sociais.
    Lá está, Euéquesei….

    • Hélio Musco says:

      Como o Facebook é uma empresa privada, então eles podem escolher. O mesmo se fosses para uma igreja e dissesses que a Bíblia era uma conto de fadas, punham-te logo fora.
      Para questões importantes como estas (e.g. vacinação), existe um grupo de pessoas (médicos) que sabe melhor que ninguém sobre este tema, e não um desconhecido qualquer na internet.

      • roberto says:

        O médico sabe aquilo que lhe vendem ! estão todos dominados pelos laboratórios e vou mais longe a medicina moderna está capturada pelos laboratórios , e isto dito por um médico de um dos maiores hospitais dos USA, e dito por eles idosos estão completamente envenenados pela multidão de medicamentos que tomam.

        • Hugo says:

          Se UM médico disse é melhor acreditares e NUNCA mais pensares sobre o assunto. Isso sim, é a verdadeira inteligência LOLOL

        • Hélio Musco says:

          É isto que nós temos. Se não acreditas numa classe que o seu propósito é ajudar as pessoas…não há mais nada a dizer.
          Posso é dizer outros grupos que ajudam a comunidade mas que no teu entender haja um lobby por trás e todos estão corruptos: bombeiros, polícias, professores, engenheiros, etc…

          Acho bastante triste ver alguém criticar a medicina moderna (tirando casos pontuais, e.g. Bayer) quando foi um dos sectores que mais deu qualidade vida ao homem. Só alguém muito selectivo no que toca à informação para dizer que a medicina moderna é má.

          • roberto says:

            Estás muito cru, dentro do meio.

          • Hélio Musco says:

            @roberto. Quando não existe argumentos, partes para os insultos. Clássico.
            Recomendo-te a estudares sobre os assuntos afundo e pensares por ti mesmo e não deixares que essas teorias da conspiração te indrominem.
            Um bem haja.

          • LR says:

            Ele não precisa disso, de estudar, porque ele “trabalha no meio deles” (médicos). Só não disse a fazer o quê…

  11. João says:

    Viva a censura

  12. Robin says:

    “1984”
    Se quiser sair da cx não pode
    tem de se manter no redil certo, só eles sabem o que é melhor para si, eles é que escolhem o melhor para si, eles pensam por si, e zelam para que não saia dos sistema “DELES”

  13. pedro says:

    acho muito bem, é uma medida de bom senso, as vacinas foram um dos grandes avanços da medicina no sec. XX e XXI … os aspectos positivos das vacinas superam em muitos os aspectos negativos !!! a mallta que é contra devia era viver uns seculos atrás para ver como era facil morrer por qualquer coisa ….

    • roberto says:

      Vai consultar a bula das Vacinas e estuda o que lá vem, talvez aprendas alguma coisa.

      • Hélio Musco says:

        Consulta a bula de qualquer medicamento e rótulos de produtos alimentares, não é só vacinas.
        Porque é que achas que até os alimentos vem com uma “bula” (e.g. pode conter frutos de casca rija)? Porque há pessoas intolerantes a certos componentes, tal e qual como num medicamento.
        Por isso, digo-te a mesma coisa: “estuda […], talvez aprendas alguma coisa.”

        • Spoky says:

          Comparar um medicamento a um alimento é sem duvida também uma boa comparação! Um medicamento age tem componentes químicos, assim que entra no corpo faz determinada ação.

          Essa ação pode acarretar riscos. Nas vacinas tens bulas? É que quando vejo alguem a tomar não vejo nenhuma bula.

          • Hélio Musco says:

            “Componentes químicos”, uhhh…que bicho papão. A água é um composto químico, H2O ou monóxido dihidrogénio, será que devemos classificar como algo terrível? E nem vamos falar do NaCl, esse químico malvado!
            E sim, os medicamentos tem que ter efeito, senão não os usávamos #logic

            As vacinas tem bula. Quando vais comprar à farmácia, vem numa caixa, tal e qual como fosse um medicamento normal. Dentro da caixa vem a bula e o produto.
            Podes também consultar na internet (e.g. bula duma vacina contra a Hepatite B – Engerix B – https://br.gsk.com/media/566528/bl_engerix_sus-inj_gds14_l0656.pdf).

  14. C.S. says:

    Se proíbe os desencorajamentos, também devia proibir os encorajamentos, principalmente nesta vacina.
    Todas as vacinas têm de ter um período experimental no mínimo de 5 anos. Estão a querer meter esta no mercado em meia dúzia de meses.
    Onde é que está a moralidade desta medida?

    • roberto says:

      É tão boa e esperam tanto dela que necessitam que os governos não os responsabilizem ( laboratórios ) pelo que possa acontecer. o negocio terá sempre de ser rentável.
      Portanto a conta e risco será sempre do tipo que a tomar.

  15. O pirata says:

    A censura do Facebook. Se o Facebook fosse uma rede social chinesa caia o Carmo e a Trindade como é americana não há problema

    • roberto says:

      Facebook, youtube … e admiram-se !!
      Esta gente está a seguir fielmente isto.
      Afirmado por :
      Brock Chisolm, “Organização Mundial de Saúde”

      “Para alcançar o governo mundial, é Necessário, remover das mentes dos homens, o seu individualismo, lealdade às tradições familiares, patriotismo nacional e dogmas religiosos.”

      Depois disto não preciso dizer mais.

  16. EuZombie says:

    Gostava que o Dr. Spoky e o Dr. Manel colocassem aqui uns links para elucidar as pessoas sobre a verdade… Ou será que ao apelidar os outros de burros e ignorantes provam o seu ponto de vista? Escrevem testamentos enormes onde a única informação que consigo obter é que vivemos todos na Matrix, mas só alguns são conhecem a verdade.

  17. mario says:

    Qualquer vacina que seja investigada e comprovada em 5 a 10 anos de investigação é totalmente segura e sem qualquer problema. Isto é assim à anos.
    Mas uma vacina apressada apenas para abrir o “mundo sem mascara”, é um perigo.

  18. Malamen says:

    É cada comentário que valha-me nossa senhora dos pezinhos defumados…. não esqueçam o chapéu de papel laminado.

  19. Joaquim Sobreiro says:

    Será permitido perguntar se é mais saudável o vacinado que o não vacinado?

      • Joaquim Sobreiro says:

        Prove!
        Ou é uma opinião?

        • Vítor M. says:

          Bom dia Joaquim. As evidências de séculos de vacinação são mais do que suficientes para servir de prova. Portanto, prove o contrário, se vir que tem essa necessidade.

          A título de curiosidade, deixo-lhe um site muito intuitivo e informativo: https://www.historyofvaccines.org/timeline/all

          • Joaquim Sobreiro says:

            Assim como existem sites que não defendem o uso obrigatório das vacinas e o fazem de forma muito intuitiva e informativa.
            É essa a parte de informação que o Facebook sensura.

            Como não sou telecrente sigo o rasto dos interesses económicos do informador

          • Hélio Musco says:

            @Joaquim, deste ao menos uma vista de olhos no site?
            As vacinas tem do lado delas a História e isso é impossível negar. Tens um antes e um depois das vacinas. Tens um número gigante de mortes antes, e um número pequeníssimo depois.

            Como é que alguém consegue “esquecer” esses factos e limitar-se ao interesse económico?

    • Nuno V says:

      Lamento mas a tua pergunta é um non sequitur. Alguém ser vacinado não significa a priori que é saudável. A pessoa pode ter hábitos alimentares de alto risco, pode ter problemas de saúde de nascença,… A pergunta que deverias ter feito é qual a pessoa mais protegida contra uma determinada doença, a pessoa vacinada contra esta, ou a pessoa não vacinada contra esta. Se fosse esta pergunta, a resposta certa é a pessoa vacinada. A pergunta que tu fizeste não têm resposta com significado.

      • Joaquim Sobreiro says:

        Facebook tem o mesmo critério sobre liberdade de vacinação.
        Esse é o tema.
        É uma empresa privada que recebe subvenção para estabelecer esse crédito.

        • Nuno V says:

          Quê que o teu comentário tem a ver com o que escrevi? Absolutamente nada.

          Liberdade de vacinação não dá direito às pessoas de mentirem sobre as vacinas. Não queres vacinar-te? Isso é contigo. Agora tentares influenciar a opinião de terceiros através da mentira, lamento mas é reprovável. Posso não concordar com muita coisa nas redes sociais, mas nesta eu concordo. Ou tens factos que suportem a tua afirmação ou então não passa de uma injúria.

          Tens provas que o Facebook recebe essas subvenções? Ou os factos que tens que suportam a tua afirmação são os mesmos que tu usas no teu discurso anti-vacinação, um grande e redondo zero?

          • Joaquim Sobreiro says:

            Facebook sensura informação sobre vacina que em regime excepcional exime o fabricante de responsabilidade do período normal de testes e efeitos não desejáveis. Garantia de imunidade. Garantia que os efeitos indesejados não tenham uma taxa de mortalidade superior ao da própria gripe. O comprador da vacina assume riscos de efeitos indesejados, mas não os que não se tivessem observado no período de testes da vacina, que serão de duração reduzida.
            Vacina que poderá modificar o ADN.
            Não usando a estirpe, activada ou não, que potencie a reacção de um sistema imunitário saudável.
            Garantia de apenas ser aplicada em pessoas com um sistema imunitário estável.
            Que esteja isenta de coadjuvantes daninos.
            Apoiar esta sensura sem potenciar uma informação completa e imparcial é alimentar o medo e a consequente doença.

          • Nuno V says:

            Primeiro, é censura, não sensura. O resto do teu texto é ininteligível, não passa de uma sopa de letras. Será que não consegues escrever um frase coerente?

            E não. A vacina do COVID-19 não vai alterar o DNA das pessoas. O que tu regurgitaste é uma mentira propagada por sites de desinformação, não têm qualquer fundamento em factos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.