Quantcast
PplWare Mobile

China vai abrir a mais longa ponte do mundo com 55 km

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Asdrubal says:

    Mas aquilo a certa altura parece que vai para debaixo do mar. Deve ser a parte que está a tracejado.

  2. Não Interessa says:

    Se fosse em Portugal, imaginem o preço das portagens de uma bisarma destas!

  3. Ricardo says:

    Boa tarde,
    O custo de construção que mencionam no artigo não me parece estar correto para uma obra desta envergadura: 16,8 milhões de dólares.

    Na vossa fonte é mencionado um custo de “RMB¥15.73 billion”. Não sei se estará correto mas o suspeito do costume, Google, diz que 15 000 000 000 Chinese yuan = 1.91598602 billion Euros

    Cumprimentos.

  4. Miguel Santos says:

    Vocês têm a certeza do que estão a publicar? É que a maior ponte do mundo que também é chinesa tem 164.8km.

    • Vítor M. says:

      Claro que sim. Para informação, sobre a ponte que referiste, não estamos a falar de facto numa ponte. A Ponte de Danyang-Kunshan é a ponte mais longa do mundo, mas essa ponte, em abono da verdade, é um viaduto de 164,8 quilómetros de extensão na linha de Alta Velocidade Pequim-Xangai, destinada ao comboio rápido. Já a segunda mais extensa, a Grande Ponte de Tianjin é igualmente um viaduto que liga Langfang e Qingxian, como parte da Linha de Alta Velocidade Pequim-Xangai. É uma das maiores pontes viaduto do mundo, com um comprimento total de cerca de 113,700 m.

      Mas ponte no real sentido da palavra, que está situada no centro do estuário do Rio das Pérolas, esta será a maior com 55 km, batendo a sua congénere, a Ponte Qingdao Haiwan que era, até agora, a maior ponte sobre água salgada existente na Terra. Localizada na cidade de Qingdao, na província de Shandong, na República Popular da China, foi construída em apenas quatro anos, com a construção iniciada em 2007 e a inauguração ocorrendo em 30 de junho de 2011.

      A ponte tem 42 500 metros de extensão, superando a antiga recordista, a Ponte do Lago Pontchartrain, nos Estados Unidos, em, aproximadamente, cinco quilómetros.

      • Miguel Santos says:

        Desculpa lá, mas o que é uma ponte no real sentido da palavra? Tem de ser sobre água salgada? Ou tem de ser apenas para automóveis?

        Estão a dar a notícia num sentido que estão a induzir em erro os leitores, existem diversas pontes com mais de 55 km de extensão.

        Em qualquer lado (excepto para o Pplware, que não sabia que era um blog de engenharia) a maior ponte do mundo é a de Danyang-Kunshan, tem inclusive o record do guiness.

        Mas parece que todos os dias estamos a aprender há pontes e há outras que são mesmo pontes.

        • Vítor M. says:

          Como referimos está correto e foi esse o termo usado pela empresa responsável pela apresentação do projeto. Portanto, como está no artigo está correto, até porque na descrição das duas que deixei citadas está referido essa categoria de viadutos. 😉

  5. Nurio says:

    17 milhoes custam certas casas, a ponte deve ter custado 17 bilioes

  6. Rafael Argenta says:

    Em termos de custo, este trabalho representou um investimento de 16,8 milhões de dólares.

    Não creio que este valor está correto. Poderiam verificar?
    Obrigado

  7. Eduardo says:

    Aqui no Brasil, mais precisamente em Fortaleza/Ceará, um trecho de metrô (VLT), que nem mesmo é subterrâneo e com apenas 12km, que foi começado há mais de 20 anos, ainda não foi concluído e já custou mais de 3.4 bilhões de reais, o equivalente a mais de 1 bilhão de dólares. Prova maior de como a corrupção desenfreada pode acabar com um país.
    Fonte: http://www.mobilize.org.br/noticias/3864/metro-da-linha-leste-de-fortaleza-passa-a-custar-r-343-bi.html

    • Rafael Argenta says:

      Foi corrigido para 16,8 mil milhões de dólares acho que é 16.8 bilhões. Fortaleza ta barato então.
      Pode licitar mais uns 5 por favor.

    • Vítor M. says:

      Na escala que utilizamos em Portugal, essa obra já vai em mil milhões de dólares… realmente aí sim, no Brasil eles sabem fazer render uma obra para alimentar muitos bolsos. Cá em Portugal também há desses mágicos das derrapagens orçamentais e se olharmos às dimensões dos países, aqui então até não se rouba assim pouco. Mas isso dava pano para mangas. Na China, há dias, foram condenados à morte uns quantos funcionários públicos, ministros acusados de corrupção.

  8. pedro matos says:

    O mais engraçado é que em Hong Kong conduz-se tal como em Inglaterra à direita.Será que vão existir conflitos?

  9. Helder Monteiro says:

    Caro Vitor M.,

    Faltou dizer que as partes complexas, desta obra têm por base o conhecimento e “know how” de empresas europeias, neste caso do grupo “Bouygues Construction”. As partes de engenharia complexa (incluindo as partes subterrâneas) foram asseguradas pelas subsidiarias “DRAGAGES HK” e “VSL”.

    Temos que valorizar mais o que temos na nossa Europa. Digo mais, temos neste momento obras a decorrer na Europa, bem mais complexas e “titânicas” que esta.

    Cumps,

  10. Jonathan Gomes Dos Santos says:

    As pessoas precisam ler melhor. A matéria não está falando que custa 16,8 milhões de dólares mas sim 16,8 mil milhões de dólares. Para quem não sabe 16,8 mil milhões de dólares é a mesma coisa que 16,8 bilhões de dólares.

  11. nano@ says:

    O que esquecem de dizer é que esta ponte pode ter efeitos sobre a rotação da terra, pelo menos foi o que li num artigo quando ela estava a ser construída.

    • Miguel Santos says:

      Está a confundir com a barragem das Três Gargantas, também na China, mas nada relacionada com esta ponte. A barragem já está em funcionamento penso que desde 2012. Não está provado que de facto possa interferir sobre a rotação da Terra.

  12. jobz says:

    Gosto da parte: “Chega a ser quase 20 vezes maior que o Golden Gate de San Francisco”
    Sabiam que a Ponte 25 de Abril é MAIOR que a Golden Gate?

    De qualquer forma, isto é uma verdadeira obra de engenharia

    • Belmiro says:

      A comparação é para os EUA como sempre, curioso é que a ponte do infante e até nos EUA a que passa pelas keys (Florida) sao muito mais compridas que a Golden Gate

  13. Joao Ptt says:

    Proponho que o governo faça uma ponte da praia de Carcavelos ao Funchal na Madeira e depois continue com a ponte até ao arquipélago dos Açores passando pelas várias ilhas.Para ter apenas 2526 km de extensão.

    Depois na fase seguinte poderia ser acrescentado uma pequena ponte do Funchal até ao Brasil, uns 5110 km.
    E por último poderiam ainda acrescentar uma pequena ponte dos Açores até à Califórnia nos EUA, uns 4650 km.

    Se cada km custa-se uns 100 milhões de euros, só até aos arquipélagos dos Açores e Madeira custaria uns 252 mil e 600 milhões, depois mais uns 511 mil milhões para fazer chegar até ao Brasil, e mais uns 465 mil milhões para fazer chegar aos EUA. No total a módica quantia 1228 mil e 600 milhões de euros. Parece-me perfeitamente realizável…

    • JJ says:

      O problema nem será o dinheiro… mas sim a profundidade dos oceanos.

      • Joao Ptt says:

        A profundidade poderia ser um ligeirinho problema, mas poderiam sempre tentar inovar e ser uma ponte flutuante… a inovação seria conseguir que mesmo com o oceano mais agreste a ponte se mantivesse intacta e em funcionamento… sim, não acho que tal seja fácil… talvez até nem seja realizável, mas se fosse seria interessante.

      • jocam says:

        Nós moçambicanos faremo-la o apoi no fornecimento de mais matéria prima.

  14. Miguel says:

    Perfeito, bora fazer o mesmo para ligar a Madeira ao Porto Santo, não chegam a 50 Kms!

    • António Fagundes says:

      Se ainda lá tivesses o jardim não me admirava que fizesse, depois passavam lá dois carros por dia, mas que interessa isso quando quem ia pagar eram os contribuintes do continente..

    • BDisp says:

      Até resolvia os problemas frequentes de inoperacionalidade do aeroporto Cristiano Ronaldo em que os voos são desviados para o aeroporto do Porto Santo e assim acediam à Madeira pela ponte em vez do Lobo Marinho, contribuindo para melhorar a mobilidade aérea e terrestre. Beneficiava todos, os locais, os continentais e os estrangeiros. Por isso acho que todos os contribuintes portugueses deveriam contribuir, caso fosse uma obra tecnicamente realizável obviamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.